Esportes

Definidos os campeões Paulistas de Equitação de Trabalho

Publicado

⠀em

Copa Conexão Equestre de Equitação de Trabalho 2019 responsável pela quarta etapa da temporada, a grande final

O Conexão Equestre em Bragança Paulista/SP sediou a etapa final do Campeonato Paulista de Equitação de Trabalho. Os conjuntos campeões da temporada foram definidos no final de semana e, segundo os organizadores, as disputas promoveram um ‘sobe e desce’ dos conjuntos a cada apresentação. Deixando a decisão ainda mais emocionante, valendo não só o título da temporada, mas o da etapa também.

“Em mais uma etapa, onde o número de inscritos manteve a média de 60 conjuntos na temporada, o público presente pôde acompanhar desde às 8h30 da manhã uma das brigas mais interessantes dos últimos anos. Principalmente nas fases de Maneabilidade e Velocidade”, afirmam os responsáveis pelo campeonato.

O juiz de Equitação de Trabalho Alberto Guerra, Marcio Almeida e Aluísio Marins

De acordo com eles, em um percurso extremamente técnico, digno de uma final de campeonato, os conjuntos encontraram como primeiro obstáculo a retirada da vara. “Realizaram metade do número obrigatório de obstáculos de posse da vara, que tinham que pegar logo no início do percurso”.

Os líderes do ranking em diversas categorias onde os campeões foram definidos somente na última etapa, puderam demonstrar toda a habilidade e experiência adquirida no decorrer do ano para atingir seus objetivos.

Campeões Paulistas de Equitação de Trabalho 2019 categoria Cavalos Novos B: Marcio Almeida e Ícaro das Mangueiras

Emoção a cada apresentação
Além do já esperado número de novos competidores e novos cavalos, como vêm sendo tradição nas competições da ABET – Associação Brasileira de Equitação de Trabalho, um dos destaques foi a disputada Categoria Cavalos Novos B (Nível II). Marcio Almeida e Aluísio Marins promoveram momentos de muita expectativa.

Marcio Almeida com Ícaro das Mangueiras e Aluisio Marins com Equistro UDC Hip Hop, ambos animais da raça Puro Sangue Lusitano, terminaram a Copa Conexão Equestre empatados em número de pontos. E com a mesma porcentagem na fase de Maneabilidade – fase que define o desempate no caso de igualdade.

Adriano Rodrigues Reis e Encanto da Prata ficaram com o título da quarta etapa de Equitação de Trabalho na categoria Aberta Amadores

Desta forma, o campeão foi conhecido através do melhor resultado na fase de Ensino – a segunda no critério de desempate. A vitória da Copa e do campeonato, com diferença de apenas 3% da reprise, foi a favor do conjunto Marcio e Ícaro.

Em outras categorias, os campeões também só foram conhecidos nos últimos minutos de suas apresentações. Como o caso da Aberta Amadores, vitória da Copa ficou com Adriano Rodrigues Reis e Encanto da Prata (Lusitano); e no campeonato, título para Julia Lourenzon e Jakarta (S.R.D.); e Aspirantes, onde ambas as conquistas ficaram com o conjunto da casa Tawan Gois Requena e o Quarto de Milha Smoke Bravo.

Na Aspirantes, título decidido somente após a última apresentação, Tawan Gois Requena e Smoke Bravo foram campeões da etapa e do Paulista 2019 de Equitação de Trabalho

Novidades
Para o encerramento do ano, a ABET e a Cia de Equitação de Trabalho, em parceria com o Haras das Mangueiras, está programando um grande evento para a modalidade. Na mesma semana do Campeonato Brasileiro, o haras promete um curso internacional de Equitação de Trabalho, ministrado pelo cavaleiro português Miguel Fonseca.

Mais detalhes e valores de investimento você pode encontrar no harasdasmangueiras.com.br. Além do tradicional curso de juízes promovido pela ABET, que também será realizado na programação do Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho 2019/Copa Brasil de Equitação de Trabalho 2019.

Fique por dentro clicando aqui. Todos os resultados da Copa Conexão Equestre e ranking final do Campeonato Paulista, acesse: ciadeequitacaodetrabalho.com.br.

Colaboração: Cia de Equitação de Trabalho
Fotos: Ney Messi/ABET e Marina R. Arruda/Conexão Equestre

Três Tambores & Seis Balizas

Paixão pelos Três Tambores em Sergipe supera todas as barreiras

Mesmo diante da falta de associação e provas no estado, os apaixonados por Três Tambores em Sergipe continuam sua jornada no esporte, brilhando em campeonatos em outros estados e compartilhando suas histórias de superação

Publicado

⠀em

Paixão pelo Três Tambores em Sergipe supera todas as barreiras

Em Sergipe, a paixão pelo Três Tambores transcende as dificuldades impostas pela ausência de associação e competições locais. O estado já teve uma entidade própria, que, infelizmente, foi desativada devido à diminuição do número de competidores na modalidade. “Alguns desistiram e poucos permaneceram. Além disso, não temos competições aqui há algum tempo”, explica Adeilson Meira, do Haras Recanto da Águias.

Diante deste cenário, os competidores sergipanos têm se esforçado para manter sua paixão pelo esporte, participando ativamente do Campeonato Pernambucano, uma competição altamente disputada. Os representantes do estado incluem Daniel Meira, do Haras Recanto das Águias, a equipe de Seu Pedro, do JP Ranch, com os competidores Priscila, Rafaela e Pedrinho, bem como Eduardo Passos, do Passos Ranch, que também compete e é treinado por Zé Luiz.

Mesmo sendo um grupo reduzido, os competidores de Sergipe têm mostrado seu brilhantismo no esporte. Impulsionados por uma paixão inabalável, eles têm conquistado resultados notáveis, destacando-se como verdadeiros exemplos de perseverança e dedicação ao mundo dos Três Tambores.

“Meu filho, o Daniel, foi campeão jovem na última prova da temporada, em 2022 e 2023, lá em Pernambuco. Agora ele já é amador. Então, nessa última prova que teve de amador, o Sergipe foi campeão da Copa NBH Nordeste, foi campeão do amador, foi campeão da profissional e foi vice-campeão na categoria jovem”, conta Adeilson Meira.

Além disso, Eduardo Passos, do Passos Ranch, é outro exemplo de persistência e amor ao esporte. Depois de um vai e vem praticando a modalidade, resultado da falta de apoio ao esporte no estado, ele optou por retornar às pistas em 2020 para participar do Campeonato Pernambucano, e, desde então, já conquistou mais de 70 troféus.

Como resultado, atualmente, lidera o ranking do campeonato na categoria Amador e Amador Masculino. “Boa parte desses títulos foram com a Eliude Flit HRZ, égua que marcou minha vida e, infelizmente, nos deixou muito cedo em 2021. No ano seguinte, a super campeã Funny Red AGAE veio compor o time do Passos Ranch e também adquiri a Tonight Fiesta 4M, potra que foi domada por meu treinador Zé Luis, que sempre viu muito potencial nela. Desde a sua primeira prova em 2022, a Tonight vem baixando seus tempos. Hoje ela é a dona da maioria dos meus títulos e tem uma constância incrível em todas as provas. Em um ano correndo, ela já é a égua que mais ganhei provas e que corri meus menores tempos e seguimos em busca dos 16s que alcançaremos em breve, 

Futuro do tambor no estado de Sergipe

Adeilson Meira, do Haras Recanto da Águias, destaca a ausência de uma escolinha de base como uma das principais lacunas a serem preenchidas em Sergipe. Ele argumenta que uma escolinha desempenharia um papel essencial ao manter constantemente o interesse e a participação na modalidade, proporcionando uma base sólida para o crescimento do esporte no estado.

 

Por outro lado, Eduardo Passos compartilha seu entusiasmo pelo futuro e expressa seu desejo de organizar competições em seu rancho, vislumbrando a possibilidade de integrá-las ao Campeonato Pernambuco de Três Tambores. Essa perspectiva traz um sopro de vida e motivação para o crescimento contínuo deste esporte na região.

Apesar dos obstáculos, os competidores de Três Tambores de Sergipe mantêm viva a chama da paixão pelo esporte, provando que o comprometimento e a determinação podem superar todas as barreiras.

Por Natália de Oliveira/Revista Tambor & Baliza
Fotos: Divulgação/Anderson Cavalcanti

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Breakaway

Breakaway Roping combina o charme e a força da mulher laçadora dentro e fora das pistas

Modalidade segue crescendo no Brasil, ganhando novas competidoras e mais espaço em rodeios

Publicado

⠀em

Breakaway Roping combina o charme e a força da mulher laçadora, dentro e fora das pistas

A cada ano que passa, vemos uma crescente no Breakaway, uma modalidade que reúne a beleza e a força de mulheres laçadoras. Em 2023, no Campeonato Nacional do Quarto de Milha, a modalidade apresentou um crescimento de 8% em comparação com o mesmo evento de 2022.

Breakaway

De acordo com Anália Fonseca, entusiasta do Breakaway, o Laço, em geral, deu um ‘boom’. “Muitas provas e novos formatos de campeonatos acabaram impulsionando o Breakaway, e o rodeio tem sido um grande parceiro neste ano. Rodeios como Jacareí, Cláudio, Maripá, Barretos, entre outros foram fatores importantes para o crescimento e procura das competidoras”, explica.

Para ela, isso tem movimentado bastante o meio, as competidoras têm investido pesado não só em compras de animais, mas também em contratação de profissionais. “Hoje muitos Centros de Treinamentos já incluíram o Breakaway, e cada vez mais crianças têm aderido à modalidade”.

Divulgação/Miguel Oliveira

Para Anália, a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha – ABQM e a Associação Nacional de Laço Individual – ANLI têm incentivado bastante para o crescimento da modalidade, proporcionando premiações atrativas com valores que chamam atenção, além de estarem sempre abertos às solicitações que vão surgindo diante das necessidades de cada evento. “Acredito que esse ano foi muito favorável em todos os sentidos”, finaliza.

Por Heloisa Alves/Revista Roper’s Sports
Fotos: Divulgação/Rodolfo Lesse

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Do Tambor à tela: Conheça a história das competidoras de Três Tambores que se tornaram influenciadoras digitais

Quatro competidoras de Três Tambores, que não imaginavam se tornar influenciadoras digitais, agora compartilham suas paixões e inspiram outros nas redes sociais, redefinindo o significado de ser referência não apenas nas pistas, mas também na internet

Publicado

⠀em

Do Tambor à tela: Conheça a história das competidoras de Três Tambores que se tornaram influenciadoras digitais

O cenário digital tem testemunhado o surgimento de influenciadores em diversas áreas, mas um grupo de talentosas competidoras de Três Tambores está redefinindo o que significa ser uma influenciadora. Carol Rugolo, Lettícia Pessin, Maria Paula Maia e Thaisa Ribeiro não apenas brilham nas pistas da modalidade, mas também conquistaram o coração das redes sociais, onde somam milhares de seguidores ávidos por suas histórias e experiências.

Embora nenhuma delas tenha planejado inicialmente trilhar o caminho da influência digital, hoje desempenham com maestria essa nova modalidade de profissão. Compartilhando suas jornadas no mundo dos Três Tambores, elas se tornaram verdadeiras inspirações, tanto no esporte quanto no estilo de vida que levam.

Influenciadoras Três Tambores

Acompanhe suas histórias individuais e descubra como equilibram suas múltiplas atribuições como competidoras de Três Tambores, empresárias e influenciadoras digitais, servindo de inspiração para um crescente número de jovens que desejam seguir seus passos. Não apenas pela paixão pelo Três Tambores, mas também porque enxergam nelas modelos a serem seguidos, seja na determinação, na superação de desafios ou na celebração de um estilo de vida único.

Caroline Rugolo Fioravante| @carolrugolo

Competidora de Três Tambores do Haras Raphaela, localizado em Tietê/SP, e empresária à frente da marca Cutter Jeans, Carol Rugolo, como é conhecida, é uma mulher de muitos talentos. Apesar de nunca ter planejado se tornar uma influenciadora digital, conquistou um público significativo, somando mais de 57 mil seguidores em seu Instagram, tudo graças ao seu incrível talento nas pistas de Três Tambores, onde acumulou inúmeros títulos ao longo de sua carreira.

Em uma entrevista para a Revista Tambor & Baliza, Caroline compartilhou sua jornada como influenciadora digital aconteceu de forma completamente natural. Ela nunca teve a intenção de seguir essa carreira nas redes sociais e não se prende a regras rígidas em relação às suas postagens. “Posto quando sinto vontade, o que acho interessante e quando me sinto à vontade para compartilhar”, frisa.

Dessa forma, seu conteúdo geralmente gira em torno de cavalos, incluindo vídeos de provas, fotos e tudo relacionado ao mundo country, bem como informações sobre a Cutter, sua marca de jeans. Caroline equilibra seu tempo entre suas atividades como competidora e sua função como diretora administrativa da Cutter, e as coisas fluem naturalmente. As competições em que participa ajudam a promover a marca e permitem conciliar seu tempo entre provas e a loja.

Caroline destaca que a experiência mais gratificante como influenciadora digital aconteceu durante um momento delicado com um de seus principais cavalos, o PG BLUE MAX JAZZY. “Através das postagens que fiz, eu pude sentir o imenso carinho que meus seguidores tinham por ele e por mim. Esse apoio e carinho dos seguidores me deram a força necessária para não desistir e superar os desafios”, aponta.

Apesar de ter conquistado um grande número de seguidores em suas redes sociais, Caroline não encara a influência digital como uma profissional. Para ela, o importante é compartilhar o que considera bacana, o que ajuda a marca e o que faz bem para si mesma, além de proporcionar conteúdo útil aos seus seguidores.

“Se eu pudesse passar uma mensagem para os meus seguidores, seria para eles viverem a vida intensamente, tendo fé e coragem para enfrentar os desafios de cada dia, e dando a volta por cima em cada pedra no caminho que encontrarem, para nunca desistirem”, finaliza Caroline Rugolo.

Lettícia Pessim Rabelo | @letticiapessim

Apesar de ter crescido em uma fazenda, onde sempre teve contato com cavalos, foi por meio de uma amizade na escola a paixão de Lettícia pelos Três Tambores foi despertada. A experiência de um dia de treino a cativou profundamente, e a partir desse momento, ela não conseguiu mais ficar longe das competições.

Paralelamente a sua carreira nas pistas, surgiu a sua trajetória como influenciadora digital, que aconteceu de forma inesperada. À medida que ela começou a se destacar nas competições, pessoas passaram a acompanhá-la nas redes sociais de forma natural. Ela, então, atraiu a atenção de patrocinadores que viam nela a oportunidade de associar seu nome às marcas. “Então comecei a postar mais, com intuito de influenciar as pessoas e também mostrar um pouco do dia a dia”.

A influenciadora tem um propósito claro: compartilhar sua realidade, suas experiências e seu dia a dia nas competições. Ela não busca mostrar apenas os momentos de glória, mas também os desafios e as dificuldades que enfrenta. Com isso, deseja inspirar seus seguidores a persistirem em seus próprios sonhos, mesmo quando as coisas não saem como o esperado.

Questionada como concilia a vida de competidora, influenciadora e estudante de Agronomia, Lettícia se diz uma pessoa extremamente organizada. “Tenho uma agenda com tudo que preciso fazer e os horários que preciso cumprir. Como sou estudante, preciso frequentar as aulas, organizar meus horários de treinos e também programar as viagens. Sobre os posts, percebo que o pessoal gosta bastante do dia a dia mesmo, então encaixo os stories com as atividades que estou fazendo e vou mostrando um pouco mais da minha realidade”, conta.

O reconhecimento que Lettícia recebe de seus seguidores é extremamente gratificante para ela, que valoriza não apenas as fotos tiradas com seus fãs, mas também as conversas e as trocas de experiências que acontecem antes das fotos. Para ela, é uma alegria saber que pode inspirar e fazer a diferença na vida de alguém.

Embora Lettícia não tenha planejado se tornar uma influenciadora digital, ela abraça essa posição com gratidão e responsabilidade, haja vista que soma mais de 66 mil seguidores em sua conta no Instagram. “Eu não esperava tudo isso, foi tomando uma amplitude muito grande graças a Deus. Peço que Ele sempre me guie para que eu possa passar sempre bons exemplos e influenciar as pessoas da melhor forma possível”.

Lettícia encerra com palavras de agradecimento a seus seguidores, expressando sua gratidão e incentivando todos a perseverarem em seus objetivos. “Sou muito grata a todos que me seguem e se inspiram em mim. Agradeço de coração. Não será fácil chegar onde desejamos, mas com fé, firme no propósito e um trabalho justo podemos alcançar lugares incríveis. Que vocês possam tirar daqui bons exemplos para tornarem melhor a cada dia e superar os desafios dentro da pista”, finaliza.

Thaisa Ribeiro Fidalgo | @thaaisaribeiro

Do interior do Rio de Janeiro, na encantadora cidade de Araruama, uma jovem destemida iniciou uma jornada inesquecível. Diferentemente de sua família, que não tinha vínculos com o mundo dos cavalos, Thaisa Ribeiro Fidalgo, com apenas 8 anos na época, encontrou uma conexão instantânea com o mundo equestre durante uma exposição em sua cidade natal.

“Foi amor à primeira vista, vi a prova de Três Tambores e fiquei enlouquecida. Eu sabia que era aquilo que eu queria fazer! Então meu pai me levou para as aulas e desde então não parei mais”, lembra a competidora que se apaixonou profundamente por esse esporte deslumbrante e viu naquele instante o seu destino traçado para sempre.

Hoje, com 18 anos de dedicação e uma série de conquistas notáveis no esporte de Três Tambores, Thaisa é muito mais do que uma competidora talentosa; ela se tornou uma influenciadora digital inspiradora, com uma base de seguidores de mais de 237 mil no Instagram. 

Sua trajetória única e sua capacidade de transmitir sua paixão e comprometimento através das redes sociais a transformaram em uma verdadeira líder de opinião e modelo para inúmeras pessoas. No entanto, essa transformação não foi planejada. Thaisa nunca almejou a fama digital, e seu sucesso nas redes sociais ocorreu de forma espontânea, à medida que as pessoas buscavam compartilhar sua jornada e se inspiravam em sua determinação e conquistas. 

Mas o que torna Thaisa uma influenciadora única é seu desejo genuíno de transmitir autenticidade. Ela acredita que compartilhar sua realidade, incluindo os desafios e as falhas, é essencial para inspirar e encorajar os outros. Seu conteúdo nas redes sociais é uma janela para seu dia a dia, um vislumbre das vitórias e das derrotas, e uma lição de vida para seus seguidores.

“Eu só queria mostrar para todo mundo o por trás das câmeras do Três Tambores. Mostrar aquilo que ninguém mostra: a preparação, a frustração, a passada ruim, o esforço, os treinos, os erros. E queria muito mostrar também para a minha família como era meu dia a dia numa competição, já que eles não acompanham muito, apenas meu pai”, conta.

Para Thaisa, a influência não é apenas uma função, mas uma responsabilidade. Ela acredita que todos, mesmo os iniciantes, têm o potencial de alcançar a grandeza no esporte, desde que permaneçam dedicados, persistentes e fiéis a seus sonhos. Sua fé inabalável também desempenha um papel crucial em sua vida e é um tema que ela gosta de compartilhar com sua audiência.

E, embora sua agenda seja agitada, afinal, Thaisa é empresária, mãe de um pet, esposa e filha, ela é mestre na arte da organização. “Mas consigo um tempinho para cada coisa! Gosto de organizar minha semana já no domingo. Geralmente monto um cronograma de coisas que tenho para entregar e coisas que tenho que fazer e vou cumprindo ao longo da semana”.

A gratidão é uma emoção constante em sua vida. Thaisa recebe com alegria as mensagens de seguidores que encontraram inspiração e motivação em sua jornada. Saber que ela é capaz de fazer a diferença na vida de outras pessoas é uma das maiores recompensas de sua jornada como influenciadora.

“Nunca esperei inspirar tantas pessoas assim. E é incrível pra mim receber mensagens de pessoas dizendo comecei no esporte porque assistir seus vídeos, não desistir até hoje pelo que você sempre fala, você é minha grande inspiração no esporte. Todas essas mensagens me fazem sentir muito grata e dar sentido a todo o meu trabalho na internet”, acrescenta.

Em última análise, Thaisa Ribeiro Fidalgo compartilha uma mensagem poderosa com todos que a seguem: “Se você tem um sonho que você pensa nisso todos os dias, se isso faz o seu coração disparar não desista dele continue tentando continue sonhando e continue fazendo isso acontecer. Na hora certa, na hora que Deus permitir você vai conseguir realizar”, finaliza.

Maria Paula Maia | @mariapaulamaia_

Em um cenário onde a paixão pelo cavalo Quarto de Milha sempre esteve enraizado, a história de Maria Paula Maia se desenhou de forma única e cativante. Originária de uma família de criadores de cavalos do Maceió (AL), Maria Paula Maia traz consigo uma conexão profunda com essa espécie.

Seu pai, um criador de cavalos de Vaquejada, despertou desde cedo seu interesse pelo mundo equestre. No entanto, na juventude, Maria optou por praticar hipismo, pois, na época, o meio das Vaquejadas e do Rodeio ainda era predominantemente masculino, apresentando barreiras para a participação feminina. 

Mas sua verdadeira paixão pelos Quarto de Milha nunca a deixou, e uma experiência inesquecível assistindo a uma competição de Três Tambores na televisão plantou a semente que cresceria em sua mente. “Numa temporada de férias, eu pedi aos meus pais para ir fazer um curso de Três Tambores em São José do Rio Preto, para conhecer a modalidade, e aí foi amor à primeira vista”.

Depois que conheceu seu marido, Maria Paula se aproximou ainda mais desse esporte apaixonante. Juntos, eles treinaram e competiram, tornando a paixão pelos Três Tambores uma parte integral de suas vidas.

Entre os momentos memoráveis em sua carreira nas pistas, dois se destacam de maneira especial para Maria Paula. O primeiro foi sua vitória surpreendente no rodeio de Iturama, Minas Gerais, quando ela ainda era uma competidora iniciante. O segundo momento inesquecível foi correr na lendária Arena de Barretos, um privilégio reservado para os melhores competidores. 

Quando se trata de seu papel como influenciadora digital, Maria Paula é a personificação da autenticidade. Ela nunca planejou ou aspirou a se tornar uma influenciadora; no entanto, sua paixão pelos cavalos, seu estilo único, que mistura a moda country com elementos urbanos, e sua atitude inspiradora naturalmente atraíram um público fiel.

Seu conteúdo nas redes sociais é uma mescla encantadora de dois mundos: a moda e o estilo de vida country. Maria Paula compartilha com seus seguidores a ideia de que o estilo country não precisa ser limitado a clichês, mas pode ser incorporado de maneira sofisticada e moderna ao dia a dia. Sua mensagem é clara: “mantenha sua essência e seja você mesmo, independentemente do ambiente ou das tendências.”

Conciliar suas múltiplas funções, como empresária, competidora, e influenciadora, pode ser desafiador, mas Maria Paula é uma mestra na arte da organização. Ela encontra equilíbrio em sua vida agitada, mantendo seu amor pelos cavalos como sua válvula de escape e fonte de paz. O esporte a conecta com a natureza e a ajuda a manter o equilíbrio em meio a suas diversas atividades.

A gratidão é uma emoção constante na vida de Maria Paula, à medida que recebe mensagens de seguidores que encontraram inspiração em sua jornada. Sua influência vai além da moda e do esporte, alcançando pessoas que se identificam com sua autenticidade e coragem de ser ela mesma.

A mensagem que Maria Paula deseja transmitir a seus seguidores é simples, mas profunda: “Nunca percam a essência, porque é o que a gente tem de mais especial, o que nos faz ser únicos e cada pessoa tem um jeitinho especial, tem uma característica específica; é um jeito de falar, é o seu sotaque, é a forma que você se veste, então que a gente nunca se perca no meio do caminho para agradar outras pessoas. Eu acho que a nossa essência é o que realmente nos faz com que a gente se conecte com o nosso público, então que a gente nunca se perca dela”, finaliza.

Por Natália de Oliveira/Revista Tambor & Baliza
Fotos: Arquivo Pessoal/Influenciadoras

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Team Penning

Fazenda Barrinha sedia neste sábado a 7ª Prova Team Penning do Bem em prol do Hospital de Amor

Retornando para a Fazenda Barrinha, a 7ª edição do Team Penning do Bem deve reunir apaixonados pela modalidade com o propósito de ajudar o próximo

Publicado

⠀em

Fazenda Barrinha sedia neste sábado a 7ª Prova Team Penning do Bem em prol do Hospital de Amor

Pelo sétimo ano a Prova Team Penning do Bem é realizada objetivando arrecadar fundos para o Hospital de Amor, reunindo os apaixonados pelo mundo equestre num evento de confraternização entre a família teampeneira. Acontecendo sempre no início do mês de dezembro, o evento vem se tornando uma tradição para finalizar o ano de provas na modalidade.

Com o apoio da ABQM – Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha – que ofereceu as fivelas dos campeões, a competição vai distribuir ainda premiação em dinheiro nas três categorias a serem disputadas: Soma 03, Soma 08 e Mirim. Serão mais e R$ 50 mil em prêmios divididos nas três categorias de 1º a 5º lugares. Como premiação exclusiva também haverá fivela para o trio feminino que obtiver o menor tempo de toda competição nas somas 03 ou 08.

Prova Team Penning do Bem

Acontecendo no sábado, o dia inteiro, a Prova do Bem acaba sendo uma ótima oportunidade de se reunir com os amigos e ajudar quem precisa, pois ainda haverá a finalização de um leilão de prendas, com alguns lotes dentre eles o de um violão doado e autografado pela dupla Fernando & Sorocaba; um violão autografado pela cantora Ana Castela, um oratório com Nossa Senhora Aparecida e uma camisa do jogador Vini Jr com autógrafos de todo o elenco do Real Madrid.

A Prova do Bem vai seguir o handicap CONTEP 2024 que foi atualizado na quinta-feira (30), e todos os inscritos deverão conferir a atualização para saber em qual categoria se enquadra.

A programação de entrada dos animais divulgada pelos organizadores é a seguinte: sexta-feira (01), entrada dos animais das 14 às 21 horas; e sábado (02), entrada dos animais a partir das 06h.

As provas no sábado terão início pela categoria Mirim, a partir das 7h30, seguindo com cerimônia de abertura com todos os competidores em pista, seguindo com a final; finalizada a categoria tem início a Soma 03 e Soma 08; terminadas as passadas acontecem as finais das duas categorias e cerimônia de premiação.

Mais informações podem ser obtidas com Pedro Cossulin (19) 98129-5597.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Fotos: Divulgação/Ailson Rodrigues

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Thaisa Ribeiro quebra recorde mundial nos Três Tambores no Amador e Feminino

Amazona sagrou-se campeã durante a 3ª Etapa do XXXVIII Campeonato Estadual RJQM no Rio de Janeiro

Publicado

⠀em

Thaisa Ribeiro quebra recorde mundial nos Três Tambores no Amador e Feminino

O Rio de Janeiro parou com a bela passada da jovem Thaisa Ribeiro Fidalgo, que quebrou o recorde mundial das classes Amador e Feminino durante a 3ª Etapa do XXXVIII Campeonato Estadual RJQM.

Na sela do tordilho Taylor Shady (El Shady Zorrero x Taylor Lane), Thaisa sagrou-se campeã das categorias com a marca de 16s352. Além do recorde mundial, a passada se tornou recorde no Rio de Janeiro e recorde na pista do Rancho Gabriela.

Thaisa Ribeiro e Taylor Shady

Para Thaisa, essa conquista foi uma grata surpresa. “Ao longo desse ano de 2023 tivemos grandes conquistas com o Taylor Shady, a intenção sempre é se superar, melhorar, mas jamais imaginei um feito desse tamanho, por mais que eu soubesse que a capacidade do Taylor para esse tempo fosse grandiosa”, comenta.

A amazona ainda contou que até então, o seu recorde junto com Taylor Shady era de 16s421 e que não esperava baixar esse tempo e que foi surpreendida com esse feito. Sobre o seu preparo, ela destaca que é focada em mentalidade e ajustar os pequenos detalhes que fazem diferença na hora da prova. Já a preparação do Taylor é sempre focada no condicionamento para uma melhor entrega na competição.

 

Por fim, Thaisa agradece a todos que contribuíram, direta e indiretamente, para esse resultado vitorioso. “Sou muito grata a Deus por tudo que Ele tem feito na nossa vida. Esse ano de 2023 foi simplesmente o mais inesquecível da minha vida como atleta. Além de agradecer sempre a toda nossa equipe comandada pelo mestre Nivaldo Almeida no Rancho Gabriela, aos nossos veterinários que estão sempre atentos às necessidades do nosso atleta. Agradeço também a todos nossos parceiros e patrocinadores que confiam no nosso potencial e estão conosco nessa caminhada, além é claro o meu pai, que é meu grande incentivador, meu marido, família, amigos e fãs que fazem parte de todas essas vitórias”.

Por Heloisa Alves/Portal Cavalus
Fotos: Divulgação/Bruno Carvalho – BRK Design e Fotografia

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Vaquejada

21º Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada encerram o calendário de provas anual da ABQM

Competições ocorreram de 21 a 26/11 no Parque das Palmeiras, em Lagarto (SE), com mais de 600 competidores de diversos estados brasileiros

Publicado

⠀em

21º Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada encerram o calendário de provas anual da ABQM

No último domingo (26), foram encerradas as competições do 21º Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada, disputas que finalizam o calendário anual de provas da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha – ABQM.

A provas, que começaram no dia 21, reuniram mais de 600 competidores de 3 estados brasileiros. Além disso, de acordo com a associação, a premiação total da disputa foi de R$ 1 milhão aos competidores de 13 categorias, nas duas competições.

Senhas esgotadas

Com mais de 600 competidores participando das disputas, pela primeira vez, as senhas das duas competições esgotaram antecipadamente. “Na medida que temos todas as inscrições efetuadas antes do evento, conseguimos um planejamento melhor tanto para a logística técnica e operacional, quanto para as equipes de curral, juízes e também preparo da boiada para as provas. Certamente teremos grandes disputas em pista”, avalia Henrique Campana, gerente de Esportes da ABQM.

Segundo a associação, a Vaquejada é uma das 22 modalidades do Quarto de Milha que mais vem crescendo nas competições oficiais da raça no Brasil. Para o vice-presidente da ABQM, Celso Pontes, esse é um reflexo da profissionalização do esporte e da paixão dos vaqueiros.

“Com mais de 1,3 mil animais esse é o maior evento oficial da modalidade já realizado pela ABQM. A Vaquejada tem contribuído com a entrada de pequenos e médios criadores da raça no Nordeste, o que fortalece o nosso plantel e impulsiona o setor. O esporte, que é patrimônio cultural, movimenta toda a cadeia produtiva do cavalo na região, tanto do ponto de vista social quanto econômico, com a geração de emprego e renda. Para a ABQM, a Vaquejada não é apenas uma competição, mas a celebração da tradição e paixão dos vaqueiros pelo Quarto de Milha”, afirma Celso Pontes, vice-presidente da ABQM.

Novidades Vaquejada

A ABQM destaca que para essas competições, a Diretoria Executiva da ABQM, juntamente com o Comitê Nacional de Vaquejada, decidiu que as Categorias Aberta Castrado e Amador Castrado voltarão a ter classificação independente no 21º Campeonato Nacional de Vaquejada. Para se inscrever nessas categorias, os dois animais (puxador e esteira) devem ser puros castrados com anotação no Stud Book da ABQM. Estas categorias terão valor de inscrição e premiação exclusivas.

Pai e filho campeões do 21º Potro do Futuro de Vaquejada

Podemos dizer que a Vaquejada é uma tradição familiar, passando de geração em geração. Uma prova disso é a dupla de vaqueiros, formada por pai e filho, que venceram 21º Potro do Futuro de Vaquejada da ABQM, na categoria Aberta, que teve mais de 300 inscrições.

Com 48 anos, o esteira Celso Vitório é considerado a “lenda viva da Vaquejada” sendo hexacampeão brasileiro da modalidade. O puxador e filho, Celso Júnior, já segue os mesmos passos do pai para manter a tradição em família nos esportes equestres do Quarto de Milha. Com Lady Laura Apolo FSP e Anitta Fiesta Fiesta FSF (esteira), a dupla levou para casa o maior prêmio da competição no valor de R$ 50 mil.

 

Escritório-móvel ABQM

Outro grande marco para a ABQM, foram os atendimentos do escritório-móvel da entidade, que já realizou mais de 1,8 mil atendimentos no Nordeste. Durante o 21º Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada, as equipes do Stud Book, Esportes e Financeiro estiveram prestando atendimento e facilitando a vida dos associados que estavam no evento.

A ABQM destaca que o escritório móvel da ABQM faz parte de um projeto-piloto para atendimento aos quartistas do Nordeste que hoje é a 2ª região do país com o maior plantel da raça Quarto de Milha. De agosto a novembro de 2023, atendimento itinerante já percorreu 17 Vaquejadas em cinco estados do Nordeste. Foram 1.894 atendimentos, sendo 80% de serviços no Stud Book como transferência, registro de animais e certificado de cobertura, entre outros.

“Esse é um projeto muito importante que daremos continuidade, porque queremos estar cada vez mais perto dos nossos associados no Nordeste. O escritório móvel da ABQM aproxima a Associação dos vaqueiros, levando o cartório da raça para mais perto dos pequenos e médios criadores, além de facilitar o acesso aos serviços da entidade. Queremos uma ABQM cada vez mais atuante e para todos”, garante a presidente da Associação, Mônica Ribeiro.

Os resultados completos do 21º Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada podem ser conferidos através do hotsite do evento: https://www.abqm.com.br/campeoes/21potrodevaquejada-2023

Por Heloisa Alves/Portal Cavalus – Com informações da ABQM
Fotos: Divulgação/Anderson Cavalcanti

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Hipismo

Luciana Lóssio vence o GP Internacional e Adolpho Lindenberg, o GP Roberto Marinho

Tradicional polo hípico do hipismo brasileiro e internacional, a Sociedade Hípica Brasileira no Rio de Janeiro comemorou seus 85 anos em grande estilo distribuindo 730 mil reais em premiação

Publicado

⠀em

Luciana Lóssio vence o GP Internacional e Adolpho Lindenberg, o GP Roberto Marinho

Entre 22 e 26/11, a Sociedade Hípica Brasileira no Rio de Janeiro completou 85 anos de história com um Concurso de Salto Internacional e Nacional de Salto. Ao todo foram nada menos que cinco as provas internacionais. Destaque para o GP Vinci Partners, a 1.60m, no sábado, 25, válido como qualificativa olímpica, seletiva para Copa do Mundo 2023 e ranking brasileiro senior top, além, é claro, do GP Troféu Roberto Marinho, a 1.45m, que conforme a tradição encerrou a competição do tradicional polo hípico no domingo, 26/11.

No GP Vinci Partners, Luciana Lóssio, com sua Lady Louise JMen, égua BH de 13 anos recém completos, mais uma vez mostrou a força feminina no hipismo, única modalidade olímpica em que homens e mulheres competem em condições de igualdade. Dos 20 conjuntos, conforme regra, os 12 melhores voltaram para a 2ª e decisiva volta com armação da course-designer internacional Erica Sportielo.

 

Comemoração no pódio do GP Vinci Partners

No 1º percurso somente Luciana e Lady Louise garantiram fizeram pista limpa e no 2º, a dupla, última em pista, deu um leve toque no penúltimo obstáculo. Resultado esse que garantiu a Luciana, única amazona no pódio e campeã do ranking brasileiro senior top 2021, a vitória com apenas um derrube em 61s31 e fatia de R$ 90,5 mil de total de R$ 360 mil em jogo.

Sempre competitivo, o campeão pan-americano 2023 e cavaleiro olímpico Stephan Barcha com seu Chevaux Chantilly JMen, BH de 10 anos, zerou o segundo percurso na ótima marca de 50s30 e com oito pontos da primeira volta conquistou o vice-campeonato. Em 3º lugar chegou Guilherme Foroni com sua Chelsea JMen, mais um produto BH criação da Haras Agromen que está com 12 anos, também faltas no 2º percurso, em 51s79, fechando também fechando com oito pontos da 1ª passagem.

GP Roberto Marinho

Como de costume, o GP Troféu Perpétuo Roberto Marinho, criado há 35 anos em 1988, fechou o Concurso Internacional e Nacional de Salto na Sociedade Hípica Brasileira. Foram 53 os conjuntos em pista, entre os quais 12 habilitaram-se para a 2ª e decisiva volta. Subiram ao pódio os seis melhores conjuntos, todos com duplo zero, nos dois percursos idealizados pela course-designer internacional Erica Sportiello.

Mais rápido na 1ª volta, Adolpho Lindenberg, cavaleiro amador de São Paulo, foi o último a largar com seu Briseis D Ouilly, sela belga de 12 anos, e com mais uma apresentação perfeita, em 48s29, entrou no prestigiado hall dos campeões do GP Troféu Roberto Marinho.

Quem chegou mais perto foi o jovem talento Eduardo Barbara, o Dudu, com sua RSF Princesa, seguido por Guilherme Foroni com Cornet Prince. De quebra, Guilherme arrematou o título de melhor cavaleiro do concurso com base nas cinco provas internacionais.

“É uma emoção enorme vencer um GP tão tradicional e importante como o Troféu Roberto Marinho, colocando meu nome ao lado dos grandes cavaleiros do Brasil. Foi uma decisão muito rápida, eu consegui encaixar, deu tudo certo, estava no meu dia. Saltar aqui no no Rio de Janeiro é sempre muito legal, diferente”, comemorou Adolpho Lindenberg, que agora se prepara para o último concurso do ano em casa na Sociedade Hípica Paulista, o Nacional Top Riders, entre 6 e 10/12.

 

Adolpho Lindenberg com Briseis D Ouilly: campeão GP Troféu Roberto Marinho

Com ótima atuação completaram o pódio da 4ª à 6ª colocação, Fernando Sperb, presidente da CBH, apresentando seu Diatoki, seguido por Felipe Figueiredo e HFG Darca e Karina Johannpeter montando Kappa de Quijas. A disputa distribuiu R$ 160 mil em premiação e contou com o Antonio Mello, presidente da SHB, na cerimônia de premiação, ao lado de João Roberto Marinho, entre outras personalidades.

GP Vinci Partners
Campeã Luciana Lossio / Lady Louise JMen – BRA – 0/4 – 4/61s41
Vice Stephan Barcha / Chevaux Chantily JMen – BRA – 8/0 – 8/50s30
3º Guilherme Foroni / Chelsea JMen – BRA – 8/0 – 8/51s79
4º Pedro Tavora de Mattos / GB Diamantina – BRA – 8/0 – 8/53s60
5º Vitor Dantas Medeiros / More than Extra – BRA – 8/0 – 8/56s31
6º José Roberto Reynoso Fernandez Filho / Cornet Dor JMen – BRA – 8/4 – 12/54s12

GP Troféu Roberto Marinho
Campeão Adolpho Carlos Lindenberg / Briseis D Ouilly – BRA – 0/0 – 0/48s29
Vice Eduardo Coelho Barbara / RFS Princesa – BRA – 0/0 – 0/48s41
3º Guilherme Dutra Foroni / Cornet Prince – BRA – 0/0 – 0/49s59
4º Fernando Augusto Sperb / Diatoki – BRA – 0/0 – 0/50s74
5º Felipe Ferreira Figueiredo / HFG Darca – BRA – 0/0 – 0/51s23
6º Karina Johannpeter / Kappa de Quijas – BRA – 0/0 – 0/54s62

Por Divulgação/Assessoria de imprensa CBH
Fotos: Divulgação/Luís Ruas

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Associação do Cavalo de Baliza e Tambor (ACBT) está com inscrições abertas para o programa de incentivo

‘Future Cash Stallions’ tem como objetivo premiar os potros, filhos dos garanhões registrados na ABQM e inscritos nos programas

Publicado

⠀em

Associação do Cavalo de Baliza e Tambor (ACBT) está com inscrições abertas para o programa de incentivo

A Associação de Cavalo de Baliza e Tambor (ACBT) abriu inscrições para o seu programa de incentivo, conhecidos como ‘Future Cash Stallions’. O objetivo é premiar em dinheiro os potros, filhos dos garanhões registrados na Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) e inscritos no programa, pelas modalidades de Seis Balizas e Três Tambores.

As inscrições devem ser realizadas no site da associação, e é necessário encaminhar os dados dos potros pelo WhatsApp, através do número: (11) 98791-6415. Os animais que podem ser habilitados para correr em 2024 são da geração de 2020, nascidos entre julho de 2020 a junho de 2021. A geração 2021, nascidos entre julho de 2021 a junho de 2022, vão correr no ano de 2025.

Programa de incentivo da ACBT

De acordo com a ACBT, as premiações de mais de R$ 100 mil, aos animais habilitados para o ‘Future Cash Stallions’ , são distribuídas apenas dentro dos eventos oficiais da ABQM, sendo eles: Congresso Brasileiro, Campeonato Nacional e Potro do Futuro.

A ACBT também destaca que todos os produtos inscritos no programa receberão um selo ‘Future Cash Stallions’ e poderão usá-lo em propagandas e catálogos de leilão. “Estamos satisfeitos com os resultados de fomento, que as modalidades Seis Balizas e Três Tambores estão recebendo, através dos programas de incentivo, e ansiosos para ver a nova geração de potros nas pistas”, declara a entidade.

Saiba mais sobre os programas de incentivo da ACBT: www.acbt.com.br

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Gabriel Oliveira

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Rodeio

Presidente da CNAR, Jeronimo Muzetti confirma final nacional em Avaré (SP)

Jeronimo Muzetti falou sobre a premiação no decorrer do ano, confirmando a final durante a Exposição Municipal de Avaré

Publicado

⠀em

Presidente da CNAR, Jeronimo Muzetti confirma final nacional em Avaré (SP)

A grande final do campeonato promovido pela Confederação Nacional de Rodeio (CNAR) está confirmada para o período de 07 a 10 de dezembro, em Avaré (SP), durante a 53ª Exposição Municipal Agropecuária e Industrial da cidade (Emapa).

O evento sediará as disputas nas modalidades montarias em touros e cutiano da Confederação. O presidente da CNAR, Jeronimo Luiz Muzetti, destacou a premiação ao longo do ano, promovida pelas etapas filiadas e eventos parceiros. “Ao todo, foram distribuídos mais de R$ 9 milhões nas mais de 250 etapas filiadas. Um número surpreendente e que mostra toda força do rodeio brasileiro”, explicou.

Entre os campeonatos participantes da CNAR estão a Liga Nacional de Rodeio (LNR), o Circuito Rancho Primavera, a Ekip Rozeta e a PBR Brazil.

A CNAR irá ainda distribuir R$ 278 mil aos campeões na final em Avaré.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Fotos: Divulgação/Mathias Losonczi

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Escolinhas de Três Tambores formam campeões nas pistas e na vida

Conheça três escolas do eixo Norte/Nordeste que têm desempenhado um papel fundamental na formação de competidores e no fomento da modalidade, unindo paixão por cavalos e valores essenciais

Publicado

⠀em

Escolinhas de Três Tambores formam campeões nas pistas e na vida

No Norte e no Nordeste brasileiro, as escolinhas de Três Tambores têm se destacado como pilares essenciais para o crescimento e o aprimoramento dessa modalidade. Estas instituições desempenham um papel fundamental ao formar e desenvolver competidores, tornando-se verdadeiras sementes para o futuro do esporte.

Essas escolinhas de Três Tambores estão fazendo muito mais do que apenas formar competidores; estão moldando vidas, construindo famílias e preservando a rica cultura equestre dessas regiões. Cada uma delas desempenha um papel crucial no desenvolvimento de talentos e na promoção dos valores essenciais que permeiam o mundo dos cavalos e das pistas de corrida.

Conheça cada uma delas a seguir:

Escolinha Três Tambores NIC – Pernambuco

Uma dessas unidades é a Escolinha Três Tambores NIC, fundada em 2016 na cidade de Garanhuns (PE). Sob a orientação do dedicado instrutor Leonardo Vasconcelos, este local oferece aulas de Equitação e Três Tambores para crianças, jovens e adultos. Além disso, funciona como um Centro de Treinamento especializado na doma e preparação de cavalos atletas.

As redes sociais e a participação nas etapas do Campeonato Pernambucano e na Copa das Escolinhas servem como vitrines para introduzir os alunos a esse emocionante esporte e para disseminar a modalidade no interior de Pernambuco. A escolinha atende crianças a partir dos 5 anos, bem como jovens e adultos, desde iniciantes até competidores avançados.

“O objetivo principal é desenvolver o esporte e unir famílias nessa modalidade que cresce exponencialmente no mundo equestre. Além disso, a escola prioriza o bem-estar animal e mantém um acompanhamento escolar em parceria com os pais dos alunos”, conta o instrutor Leonardo Vasconcelos.

A Escolinha Três Tambores NIC promove encontros internos ao longo do ano, reunindo alunos, pais e familiares. Além disso, conta com o apoio de laboratórios equinos, associações locais e empresários da região.

Para obter mais informações sobre como fazer parte desta escola apaixonada por Três Tambores, os pais e responsáveis podem entrar em contato pelo Instagram @escolinhatrestamboresnic ou pelo WhatsApp (87) 99197-2049.

Centro de Treinamento Dalvan Costa – Pará

No estado do Pará, o Centro de Treinamento Dalvan Costa, situado no Parque Agropecuário Orlando Quagliato, Xinguara, desempenha um papel crucial na formação dos futuros campeões das pistas de Três Tambores. Fundado em outubro de 2020, o centro já conta com 20 alunos dedicados.

Os alunos participam de bolões e provas regionais e estaduais organizadas pela Associação de Tambor e Baliza do Pará (ATBPA). Isso proporciona uma experiência valiosa, preparando-os para competições oficiais.

O CT Dalvan Costa oferece uma aula experimental que ensina aos alunos desde a postura correta até os primeiros comandos, incluindo o manejo e o tratamento dos cavalos. “A escola incentiva seus alunos a adquirirem experiência em grandes competições, mesmo enfrentando o desafio de viagens longas e estradas desafiadoras”, conta Dalvan Costa.
Aqueles interessados em fazer parte desse centro de treinamento podem entrar em contato com Dalvan Costa pelo telefone (94) 9210-8471.

Shekinah House Church – Maranhão

No estado do Maranhão, a Shekinah House Church desempenha um papel de extrema importância, indo além da formação de atletas e se tornando uma verdadeira família para cerca de 100 pessoas de todas as idades. Este projeto social foi criado em 2007, em São Luís, e é liderado por David G. Silva, um pastor, psicólogo e presidente da NBHA – MA.
A Shekinah House Church abraça aqueles que enfrentam uma variedade de desafios, desde abusos e traumas até dependência química e prostituição. O projeto oferece uma estrutura familiar, acompanhamento baseado em princípios cristãos e atividades diversas.

Além de suas atividades sociais e religiosas, a Shekinah House Church se destaca por sua dedicação ao esporte equestre, incluindo a Equoterapia e os Três Tambores. Com cerca de 50 atletas, desde crianças até adultos, a equipe tem conquistado reconhecimento em competições regionais e nacionais, com tempos excepcionais e prêmios em diversas categorias.

A Copa Horse Time, organizada pela Shekinah House Church, é uma competição oficial da NBHA-MA e ABQM, e serve como uma seletiva regional para campeonatos nacionais. Além disso, a equipe participou com sucesso em competições nacionais, representando o Maranhão na Super Semana do Tambor.

A Shekinah House Church opera principalmente com base em doações e voluntariado, e todos são bem-vindos a se envolver e apoiar essa iniciativa notável. Para mais informações e doações, acesse as redes sociais da instituição no Instagram @shekinahhousechurch e @shcentrodeequoterapia ou entre em contato via WhatsApp: (98) 991810231; (98) 988443034.

Por Natália de Oliveira/Revista Tambor & Baliza
Fotos: Divulgação/Escolinha NIC

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo