Geral

Double Bull, o segundo animal registrado na ABQM

Jornalista Abdalla Jorge Abib escreve em sua coluna dessa semana sobre a importância histórica de Double Bull

Publicado

⠀em

Como avô, ocupa ao longo dos anos a 57ª posição no Ranking de Trabalho da ABQM, com mais de 2,7 mil pontos

Texto: Abdalla Jorge Abib

Seguindo o perfil dos cavalos históricos da raça Quarto de Milha, volto bem no tempo e dedico esse espaço a um dos importantes garanhões que, também, foi responsável por essa expansão pelo Brasil: Double Bull. Nascido em 4 de abril de 1966, esse zaino, filho de Double Devil e Burning Match (Hijo The Bull – TB), teve em sua origem a criação e propriedade do SB Burnett State, do histórico 6666 Ranch, em King County, um dos mais importantes berços norte-americano de cavalos Quarto de Milha do Texas.

Double Bull, vencedor de vários eventos e detentor de Registro de Mérito nas 440 jardas (402 metros) em Ruidoso Downs, foi adquirido 15/01/1969 em uma viagem feita aos EUA pelos bauruenses Heraldo de Araújo Pessoa e Guilherme Rodrigues Ferraz, que tinham como finalidade adquirir bons animais da raça que, até então, estava começando a ser difundida pelo Brasil, impulsionada pela chegada dos primeiros exemplares trazidos em 1954/1955 pela Swift King Ranch.

Segundo o dr. Heraldo, chegando lá conheceram o sr. Ruy Assumpção, que com a esposa e o filho, Ruy Jr, também estavam com o mesmo propósito, bem como Coriolano Moreira, baiano de Itapetinga e o paulista Ary Moreira. “A essa altura, o sr. Garon Maia, de Araçatuba (SP), já contava com um pequeno rebanho de animais importados, assim como os irmãos Rezende Barbosa (José Eugênio, Renato e Paulo), de Assis (SP), e Antônio Carlos Quartim Barbosa, de Avaré (SP)”, destacou ele. Já no retorno ao Brasil, em novembro, Guilherme Ferraz junto com o dr. Heraldo fundaram o Bauru Haras, na região de Bauru (SP).

“Na oportunidade, entramos em contato com alguns criadores, entre eles o dr. José Eugênio de Rezende Barbosa, o Antônio Quartim Barbosa, o Roberto Reichert, o Ruy Assumpção (pai) e o Francisco Jacinto da Silveira, e demos a ideia de fundar a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM)”, revelou Heraldo. Segundo ele, já haviam iniciado a comercialização de animais mestiços de suas criações – por nascerem em nossas propriedades – e sentíamos a necessidade de futuros potros terem um registro oficial, o que veio a ocorrer em 15 de agosto de 1969”, concluiu ele.

O desembarque de Double Bull ocorreu em 19/02/1970 e no mês seguinte, no dia 19 de março, recebeu o registro da ABQM de nº P000002. Já em maio de 1977, Double Bull foi transferido para o Haras 4 Irmãos, também em Bauru, agora somente pertencente ao criador Heraldo Pessoa e seus filhos. Nesse haras, Double Bull fez campanha reprodutiva até abril de 1984 quando passou para Ademar Silva Pereira. A qualidade de Double Bull como reprodutor também despertou o interesse do criador Wilson Vitório Dosso, que o adquiriu quatro anos depois, até morrer em sua propriedade, no Haras WV, em Mariápolis (SP), no dia 20 de fevereiro de 1991.

Entre os dez primeiros netos de Double Bull mais pontuados, oito são premiados nos Três e Cinco Tambores, Seis Balizas e Maneabilidade

Em sua campanha reprodutiva, Double Bull teve poucos filhos nas pistas que somaram 228,5 pontos. No Trabalho, destacam-se 72 pontos nos Três Tambores; 61,5 pontos nas Seis Balizas; 25 pontos no Laço Individual; 10,5 pontos cada nos Cinco Tambores e na Vaquejada; 10 pontos no Laço em Dupla; além de 14 pontos somados na Maneabilidade e Velocidade, Rédeas e Western Riding; e ainda 25 pontos na Conformação.

Por modalidade, entre seus filhos mais premiados aparecem os participantes nas provas de velocidade (Tambor, Baliza, Maneabiliadde): Blenda do Guara, égua que soma 111 pontos, com destaque para os 55 pontos nos Três Tambores, com 11 vitórias e detentora de Registro de Mérito Superior na classe Jovem; 45 pontos nas Seis Balizas, com 9 vitórias; e mais 11 pontos obtidos na Maneabilidade e Velocidade; além da fêmea Baby Double Bull; dos machos Adil EB 27 e Flash Bull; e do castrado Rio Nilo. O Laço Individual é representado pelos cavalos Grão Duke e Dr Heraldo, além da égua California Bull WV, que também foi premiada na Vaquejada. Pela Conformação os nomes são: Sany Bull Daddy, 18 pontos obtendo 8 vitórias, e o cavalo Getaway JZ, somando 7 pontos em 3 apresentações, com 2 vitórias e 1 segundo lugar.

Já como avô, Double Bull é o 57º colocado no Ranking da ABQM em todos os tempos, com 101 netos em campanha, que totalizam 2.761,75 pontos. Entre os dez netos mais pontuados, oito deles são detentores de Registro de Mérito Superior em suas respectivas modalidades. Também pelas provas de velocidade destacam-se as éguas: Indiana Bull, que soma 461 pontos nos Três Tambores, com 27 vitórias (R.M.S. nas classes Aberta e Amador); Hortelã FJ, totalizando 210 pontos, sendo 182 pontos em Seis Balizas, com 24 vitórias (R.M.S. – Ab. / Jov.), além de 28 pontos nos Três e Cinco Tambores; Cat’s King, com 77,5 pontos em Três Tambores (R.M.S. – Ab.); e Fauna 2F, com 93,5 pontos, sendo 59 deles nos Três Tambores (17 vitórias), 23 pontos nas Seis Balizas (7 vitórias), além de 11,5 pontos nos Cinco Tambores e na Maneabilidade e Velocidade. Entre os machos, os nomes são: Gold Leo RC, apurando 271,5 pontos, dos quais 152,5 pontos em Seis Balizas, com 25 vitórias (R.M.S. – Ab. / Jov.) e mais 119 pontos nos Três Tambores, com 13 vitórias, sendo em ambas as modalidades R.M.S. pelas classes Aberta e Jovem; Alabama II, com 239 pontos, sendo 200 pontos em Seis Balizas, com 50 vitórias (R.M.S. – Jov.), mais 27 pontos nos Cinco Tambores, além de 12 pontos nos Três Tambores e na Maneabilidade e Velocidade; e mais dois animais castrados premiados nos Três Tambores, respectivamente: Hijo The Bull WV, somando 112,5 pontos, com 16 vitórias (R.M.S. – Ab.); e Tom Poker RC, com 57 pontos e 13 vitórias, e mais 10 pontos em Seis Balizas.

Em relação às provas de Laço, o representante é o castrado Colly Bull, que totaliza 123 pontos, sendo 105 atingidos no Laço Individual Cronômetro, com 14 vitórias (R.M.S. – Ab. / Am.), além de somar mais 18 pontos no Laço em Dupla e no Laço Individual Técnico.

E, finalizando, o cavalo Gabinete, com 117 pontos, referentes aos 61 pontos obtidos no Team Penning (R.M.S. – Ab.) e 48 pontos nas Seis Balizas (R.M.S. – Jov.).

Pelo Sistema de Gerenciamento de Provas (SGP), Double Bull soma ganhos de R$ 114 mil como avô materno. Entre os principais netos estão: Hijo The Bull WV (R$ 25,2 mil), Indiana Bull (R$ 17,2 mil) e WV Bombardeiro Bull (R$ 13,2 mil).

Contatos: (11) 99918.6501 / [email protected] / Facebook / Instagram

Por Jorge Abdalla Abib

Foto: Loly Eventos

Mais notícias no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads