Geral

Três Tambores: faça do problema uma força que te jogue para cima

Publicado

⠀em

O que um menino com uma orelha só pode fazer por você nos Três Tambores? Esse é o tema da coluna de Claudia Ono essa semana

Muitas vezes, ficamos travados no meio das dificuldades. Antes de mais nada, achamos que o nosso problema nos Três Tambores é um limitador para o nosso sucesso. Mas não é nada disso. Os problemas são escolhas que nos limitam ou nos jogam para cima.

Esse garoto nasceu com uma deformidade e uma das orelhas não se desenvolveu. Durante toda a sua infância foi apontado como um monstro. Se recolheu, se encolheu, fugia do contato com as pessoas.

Dessa forma, dentro de casa não se tocava no assunto. Seus pais preferiram fingir que o problema não existia. Então, um dia uma professora chamou esse menino em sua mesa e ficou examinando a deformidade de sua orelha.

Sem dúvida, ele só rezava para aquilo acabar rápido. Mas ele tinha um refúgio e um sonho: a música. Assim sendo, um dia viu um clipe dos Beatles e disse para si mesmo: ‘Eu posso fazer isso.’

Em 1973, portanto, ele lançou a sua banda, o Kiss. E esse garoto se chama Paul Stanley, um mestre em criar experiências para seus fãs. Quais as chances de um menino retraído e meio surdo se tornar um mega frontman do rock?

LEIA TAMBÉM

O que um menino com uma orelha só pode fazer por você nos Três Tambores? Esse é o tema da coluna de Claudia Ono essa semana
Paul Stanley

O que você tem feito para ultrapassar barreiras e buscar seu lugar no pódio?

Antes de mais nada, somos todos iguais. O que muda é o tamanho da nossa crença. Eu não sou mais do que você. E você não é menos do que ninguém.

É sorte? As oportunidades surgem para todos. Mas alguns deixam o trem passar. Sorte é quando você sobe nesse trem e vai para onde deseja.

O que aprendi com a história de Paul Stanley e transmito a todos os meus alunos:

1- Talento é aptidão. Ninguém se interessa por um esporte que não esteja plantado na sua alma.

2- Fracassar é não tentar. Use os erros como degraus para o seu sucesso.

3- Faça do seu cavalo a sua metade. De verdade, não como uma fantasia infantil. Mudar o seu olhar e a sua ação com o seu cavalo é que fará de vocês um conjunto vencedor.

4- Não priorize os exercícios, priorize a forma de usar o seu corpo.

5- Torne os Três Tambores interessante para o seu cavalo e ele fará mais do que você espera dele.

6- Todos os problemas de percurso tem solução. Coragem!

O que mais amo no meu trabalho é ver uma competidora de Três Tambores e um cavalo finalmente juntos!

Por Claudia Ono
Três Giros
Crédito das fotos: Reprodução/Facebook e RodeoNews

Veja outras notícias no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Geral

VS Festival Indoor 2020 vai distribuir mais de R$ 200 mil em prêmios

Disputas de Três Tambores e Seis Balizas serão realizadas de 01 a 06 de dezembro no Haras Raphaela, em Tietê/SP.

Publicado

⠀em

Vem aí mais uma grande prova para a família dos Três Tambores e das Seis Balizas. Afinal, começa nesta terça-feira (2) e segue até domingo (06) o VS Festival Indoor 2020, no Haras Raphaela, em Tietê/SP. De acordo com os organizadores, o evento vai distribuir mais de R$ 200 mil em prêmios.

Antes de mais nada vale lembrar que a prova é realizada, há 14 anos, pelo treinador Vagner Simionato. Inicialmente, juntamente com o Núcleo de Bauru, mas, desde 2019, veio com uma nova proposta de versão indoor. “A gente, sem dúvida, está preparando mais um grande evento no Haras Raphaela. Uma festa bonita, com o maior Tira Teima do Brasil. Esperamos todos vocês”, frisa Vaguinho.

Com relação a premiação, o treinador ainda explica. “A prova é no mesmo modelo que da edição passada, em 10D no Tira Teima e com inscrição barata. O campeão do 5D ganha o carro 0 km. Já o campeão do 1D ganha R$ 10 mil, enquanto que os vencedores do 2D ao 4D e do 6D ao 9D, levam para casa uma moto 0 km cada. Além disso, no 10D, como o pessoal pediu, o campeão ganha um Fusca cheio de cerveja”. 

Em decorrência da pandemia, o uso de máscara facial será obrigatório no evento. Em caso de descumprimento, o competidor estará sujeito a multa, conforme informou a organização do VS Festival Indoor 2020. Portanto, é importante que todos fiquem atento as regras de combate ao Covid-19 divulgadas no Instagram oficial da prova.

Prova é realizada desde 2009 em nova versão indoor – Foto: Divulgação/Hugo Lemes

Etapas bônus

Ademais, vale ressaltar que o evento contará com duas etapas bônus. A primeira delas é da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), onde o competidor irá pontuar para o ranking da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Árabe (ABCCA). Sendo assim, as categorias valendo são Feminino e Potro do Futuro, esta última que correrá, aliás, junto com a Cavalo Iniciante e Aberta Livre, nesse caso correndo unificado na Aberta Sênior.

A outra etapa bônus é da Associação Nacional de Três Tambores (ANTT). Dessa forma, as categorias valendo serão Feminino e Kids. No Feminino, todas as inscritas que forem filiadas a ANTT estarão pontuando para o ranking de acordo com a sua colocação. Caso a competidora participe com mais de um animal, será válido para a classificação da etapa bônus o melhor tempo de cada uma.

Já o Kids indicado para todas as categorias jovens de até 12 anos, mas no ato da inscrição a competidora deverá assinalar a opção “pontuar pela ANTT”. Há a opção de escolher mais de uma categoria, desde que seja com animais diferentes e caso pontue em duas ou mais categorias, irá para o ranking apenas o melhor resultado de cada competidora.

Inscreva-se!

Os competidores interessados em participar do VS Festival Indoor 2020 tem até esta segunda-feira (30) para efetuarem suas inscrições pelo site www.sgpsistema.com. Posteriormente, o comprovante de pagamento da taxa – que varia de acordo com a categoria – enviado via e-mail para o endereço: sandra_rcarvalho@hotmail.com.

Por fim, para outras informações sobre o evento é só falar com a Sandra Carvalho pelo telefone (14) 99671-7606.

Confira a programação completa:

  • Terça-feira, 01/12
    7h – Test Horse
  • Quarta-feira, 02/12
    7h – Test Horse (200 passadas); Test Horse Baliza; GP Vetnil.
  • Quinta-feira, 03/12
    8h – Seis Balizas: GP ABQM; Cavalo Iniciante; Aberta Júnior; Aberta Sênior.
            Três Tambores: Aberta Junior Haras Bom Jesus; Aberta Sênior Vetnil; Cavalo Iniciante Haras Vilas Boas; Aberta Master e Profissional Light.
  • Sexta-feira, 04/12
    8h – Tira Teima Rancho 20/20 – 1ª passada
  • Sábado, 05/12
    8h – Tira Teima Rancho 20/20 – 2ª e 3ª passadas
  • Domingo, 06/12
    7h – Seis Balizas: Amador; Amador Master; Mirim; Jovem A, B e C; Feminino e Principiante.
    Três Tambores: Amador Haras Fazenda São José; Amador Master; Jovem A; Kids; Paratambor; Feminino ANTT; Amador Masculino Três Seis; Jovem B e C; Amador Light Protec Horse; Jovem A, B e C Principiante; e Amador Principiante.

Por Natália de Oliveira
Crédito da foto: Divulgação/Hugo Lemes

Veja mais notícias no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Continue lendo

Geral

Connemara Pony é uma raça de pôneis originária da Irlanda

São atraentes, encantadores e amigáveis ​​quanto a própria Ilha Esmeralda na Irlanda onde surgiram

Publicado

⠀em

A região de Connemara, no condado de Galway, oeste da Irlanda, é o local de procedência da raça. Daí levar seu nome. Sua paisagem agreste deu origem a pôneis individualmente fortes e resistentes. É uma terra de lagos azuis brilhantes, praias remotas, montanhas áridas e escarpadas. Bem como de paisagens pontilhadas, pântanos isolados e, muitas vezes, traiçoeiros.

Alguns sugerem que o Pônei Connemara descendeu de cavalos andaluzes que nadaram em terra e se reproduziram com pôneis de montanha selvagens depois que os galeões da Armada Espanhola afundaram na costa rochosa de Connemara em 1588. Por outro lado, muitos acreditam que os ancestrais dos cavalos modernos viveram na Irlanda por milhares de anos, na época dos celtas.

De tal forma que desenvolveram-se a partir de pôneis escandinavos levado à Irlanda pelos vikings. Ademais, as tribos do oeste da Irlanda são conhecidas por serem excelentes cavaleiros. Enquanto isso, tem uma corrente que afirma ser o Irish Hobby, uma raça estabelecida antes do século 13, mas agora extinta, responsável para a linhagem Connemara.

Sabe-se ainda que há sangue árabe à linhagem no Século 18 com a finalidade de aumentar resistência e força do Pônei Connemara. E, nesse meio tempo, os pôneis foram cruzados com Hackney e Puro Sangue (Thoroughbreds).

Connemara Pony é uma raça de cavalos atraentes, encantadores e amigáveis quanto a própria Ilha Esmeralda na Irlanda onde surgiram

Características do Connemara

Com tanta raça no ‘jogo’, entrou em cena a Connemara Pony Breeder’s Society. A entidade trabalha a fim de preservar o padrão racial. Um livro genealógico foi estabelecido em 1926 e os Connemaras são criados em todo o mundo. Na Irlanda e na Grã -Bretanha, bem como no continente europeu, América do Norte, Austrália, Ásia e África do Sul.

Os cuidados com a seleção formaram uma tropa inteligente, ágil, resistente, de bom temperamento, doce e amados por adultos e crianças. Você encontra o Connemara nas pelagens tordilho, preto, baio com variáveis roan e alazão), castanho, palomino e dark-eyed cream. Medem de 1,24m a 1,45m e possuem possuir orelhas pequenas, cabeça de pônei com boa largura entre olhos grandes e gentis. Indicado para Salto, Adestramento, Atrelagem, Enduro e Trail Riding.

Fonte: Wikipedia, Cowgirl Magazine
Crédito das fotos: Horse&Hound

Veja outras notícias no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Continue lendo

Geral

Benefícios da hidroterapia em cavalos

A natação para cavalos vem se apresentando como uma prática cada vez mais comum, no intuito de aumentar a longevidade de suas carreiras nas pistas

Publicado

⠀em

Coisas acontecem. A vida fica ocupada. Ocorrem lesões. Antes de mais nada, há sempre uma competição agendada. Por isso, a questão é: como encontrar recursos além dos convencionais? E aí que entra a hidroterapia em cavalos e seus benefícios.

Não somente para animais em tratamento, mas também como uma ferramenta complementar de trabalho e condicionamento do equino atleta. Entre as vantagens desta terapia estão os benefícios psicológicos. Especialmente quando levamos em conta que os animais passam o dia em confinados em baias.

Portanto, toda a energia reprimida pode ser extravasada em uma atividade de baixo impacto em um ambiente seguro e controlado. Há, de fato, uma estimulação mental. Além disso, há o auxílio na reabilitação após uma lesão. Reduz ainda dor, inflamação e dependência de medicamentos para dor.

É, sobretudo, uma terapia indicada para cavalos com artrite, laminite aguda ou crônica e contusões. A hidropterapia melhora também a força e a resistência cardiovascular e respiratória. Bem como reduz a chance de lesões musculoesqueléticas.

Também se mostra eficaz na reabilitação pós-operatória, visto que, com dias de imobilização pós-cirurgica os músculos dos cavalos podem sofrer graves lesões ou até mesmo atrofiar.

A natação para cavalos vem se apresentando como uma prática cada vez mais comum, no intuito de aumentar a longevidade da carreira dos cavalos

Dicas sobre hidroterapia em cavalos e seus benefícios

De acordo com a Cowgirl Magazine, se você nadar um cavalo por sete dias é o equivalente a 14 dias de cavalgada tradicional. Então, é uma terapia que reduz pela metade o tempo de recuperação e retorno dos animais à competição.

A piscina pode variar conforme as necessidades de cada local. No entanto, segundo o blog Arquitetura Equestre, recomenda-se que tenha uma rampa de acesso para uma descida gradual. E ainda piso anti-derrapante para maior segurança.

Algumas instalações utilizam uma profundidade de 3 a  4,50m. A temperatura da água deve girar em torno de 19°C. Em outras palavras, essa temperatura permite que os músculos do cavalo permaneçam relaxados. Filtre a água da piscina completamente de três a seis vezes por dia. E é recomendável que o animal seja lavado antes de depois da natação a fim de eliminar sujeiras e produtos químicos.

Como todo exercício, realize-o com moderação, pois o excesso pode prejudicar o animal devido a sua postura (pescoço alto). Uma vez que quando o cavalo está exausto de nadar posiciona-se assimetricamente o que resulta em uma tonificação desigual dos músculos envolvidos no movimento.

Por fim, lembrem-se de que todo tratamento deve ser feito em conjunto com um profissional veterinário especializado na área.

Por Equipe Cavalus
Crédito das fotos: Divulgação/Byler Performance Horses

Confira outras Dicas no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Continue lendo
X
X