Brasileiro é um ídolo mundial e entre seus feitos na PBR americana está o de ser o primeiro a atingir a marca de 600 montarias válidas na história

O campeão mundial pela PBR de 2008, Guilherme Marchi, fez um anúncio que pegou todos de surpresa na tarde de domingo, 12 de agosto, durante a etapa de Tulsa, Oklahoma, quando revelou que se aposentaria no final da temporada. O brasileiro fez o anúncio pela CBS Sports Network em uma entrevista a Kate Harrison.

campeão mundial pbr guilherme marchi
Ídolo mundial, Guilherme Marchi anunciou aposentadoria

Aos 36 anos, disse mais tarde ao PBR.com que ele realizou todos os seus sonhos na PBR e acredita que chegou a hora de se afastar do esporte. “Eu conversei com minha esposa e tenho um negócio (Marchi Brand) indo bem. Está ficando mais difícil para mim montar nos touros. Eu gasto muitas horas na academia e minha idade está pesando”, afirmou.

Ele comentou também como é difícil competir com os jovens para se manter no topo e enfrentar os touros difíceis. “Meus sonhos se realizaram. Sou campeão mundial, campeão da etapa Las Vegas da PBR World Finals, campeão da Global Cup e o primeiro bull rider a marcar nota em mais de 500 e 600 touros. Não tenho mais sonhos a serem realizadas pela PBR, já conquistei todos eles”.

campeão mundial pbr guilherme marchi
Bull rider bateu recordes importantes pela PBR

Guilherme é o líder de todos os tempos da PBR na divisão principal com 629 montaria de oito segundos e se classificou para a Final Mundial da PBR em 14 temporadas consecutivas. Ele está a caminho da 15ª, é o 20° no ranking mundial no momento, com sua vaga praticamente assegurada. Se confirmando, ele igualará o número de Mike Lee, campeão mundial PBR 2004, que tem 15 finais mundiais na carreira.

O brasileiro está em paz com sua decisão depois de conversar com sua família, além de outros atletas, como Adriano Moraes, tricampeão mundial, Renato Nunes, também campeão mundial (2010) e Valdiron de Oliveira. “Não foi difícil porque tenho pensado nisso há muito tempo. A hora chega para todos. Eu me lembro quando Justin McBride se aposentou aos 29 anos de idade. Pensei que ele era jovem e ainda teria como ir além. Essa hora chega para toda e a minha é agora”.

Alguns atletas já anunciaram aposentadoria e votaram atrás, como Adriano e Valdiron, por exemplo. “Eu não sei se vou mudar de ideia. Meu plano, por enquanto, é de me aposentar. Eu sei que é muito difícil ficar fora do esporte, é o que os meninos me lembram sempre que converso com eles a respeito”, reitera Guilherme. “O que eu penso hoje é que minha hora chegou. Eu não sou o mesmo Guilherme Marchi de cinco anos atrás”.

campeão mundial pbr guilherme marchi
Guilherme ao lado da esposa Guta e do filho mais novo Guilherminho

Há dez anos, Guilherme foi campeão mundial com uma das melhores temporadas da história da PBR. Alcançou incríveis 72,55% de aproveitamento nos touros, com 74 paradas em 102 bois que montou, ganhou cinco etapas e fez 13 montarias na casa dos 90 pontos em seu caminho para o título. Vitória essa que veio após três vice consecutivos. Em 2012, ele foi novamente o segundo melhor do mundo.

Apenas três vezes em sua carreira pela PBR americana ele terminou a temporada fora do ‘Top 10’ na classificação mundial. Além das 629 montarias, ele tem 51 na casa dos 90 pontos e três vitórias do 15/15 Bucking Battle em 15 anos de Estados Unidos. Em premiações, soma mais de US$ 5,3 milhões na carreira, a terceira melhor marca de todos os tempos. São 25 vitórias em etapas regulares, contando a de Kansas City esse ano.

Os planos são o de competir nas últimas etapas que ainda faltam para completar a temporada e na PBR World Finals. “Vou até o fim esse ano e ainda tenho uma chance de ganhar o título mundial também”, disse em meio a um grande sorriso. Ele quer aproveitar o restante do que agora se tornou sua temporada de despedida. A única meta é alcançar a marca das 650 montarias de oito segundo e terminar 2018 entre os dez melhores do mundo. “Isso seria bom para mim.”

Por Justin Felisko
Tradução e adaptação: Luciana Omena
Fonte: PBR

Escreva um comentário