Internacional

PBR: Três brasileiros no topo do ranking mundial de Montaria em Touros

Publicado

⠀em

A PBR World Finals está marcada para 12 a 15 de novembro, no AT&T Stadium, na cidade de Arlington, Texas; brasileiros são favoritos

Foram 26 finais até agora com 10 títulos conquistados por brasileiros. A PBR World Finals 2020 se aproxima e a chance de vermos a bandeira verde e amarela no topo mais uma vez é grande. De fato, três brasileiros lideram o campeonato mundial. Em primeiro lugar, José Vitor Leme com 1.341,50 pontos. Em seguida, João Ricardo Vieira, com 882,41 pontos. E em terceiro lugar, Kaique Pacheco, 653,50 pontos.

Por conta da pandemia, a final mundial não acontecerá em Las Vegas. Os eventos com público ainda estão proibidos na cidade. Portanto, de 12 a 15 de novembro, os melhores do mundo no esporte Montaria em Touros se encontrarão no AT&T Stadium, em Arlington, Texas. A lista definitiva de quem monta ainda não saiu, já que a PBR aguarda a decisão da segunda divisão e a liberação ou não do departamento médico. Certo mesmo é que Vitor, João e Kaique já se preparam.

A PBR World Finals está marcada para 12 a 15 de novembro, no AT&T Stadium, na cidade de Arlington, Texas; três brasileiros são favoritos
João Ricardo Vieira

Trio de peso

Aos 24 anos, José Vitor Leme (foto) faz uma temporada espetacular. Os números mostram isso. Em 2020, pela série principal, ele já ganhou US$ 325.293,61 em 25 etapas. Venceu oito e tem aproveitamento de 68.33% nas montarias. Se somadas todas as divisões, Vitor tem US$ 521.431,57 e 67.03% de aproveitamento. Além disso, seus feitos nessa temporada se igualam a de outras lendas. Número de vitórias em um mesmo ano, número de vitórias seguidas, notas na casa dos 90 pontos, vitórias em rounds. O brasileiro só depende dele para vencer o título mundial.

Na PBR desde 2012, aos 36 anos, João Ricardo Vieira busca seu primeiro título mundial. Nas últimas semanas, a diferença dele para o líder diminuiu, por isso suas chances de sagrar-se campeão aumentaram. Só pela Unleash the Beast, o brasileiro conquistou US$ 246.451,24 e tem 49.21% de aproveitamento nas montarias. Ganhou a etapa de abertura da temporada, fez grandes apresentações em etapas Major e até já liderou o ranking. Se chegar ao título, entrará para os livros como o segundo campeão mundial mais velho na história ao se juntar ao tricampeão mundial Adriano Moraes, que foi campeão aos 36 anos.

Kaique Pacheco superou lesões e voltou ao topo. Campeão mundial da PBR em 2018, o jovem brasileiro de 26 anos sonha com a segunda fivela dourada. 627 pontos o separam da liderança. Kaique tem 48.28% de aproveitamento nas montarias e ganhou em 2020 mais de US$ 126 mil de premiação. Sua busca pela excelência o colocou em outro ranking: 200 montarias válidas na carreira. Sobretudo, o 11° atleta mais jovem na história da PBR a bater esse número. Além disso, Kaique tem dez notas na casa dos 90 pontos em sua carreira desde que venceu o Rookie of the Year em 2015.

A PBR World Finals está marcada para 12 a 15 de novembro, no AT&T Stadium, na cidade de Arlington, Texas; três brasileiros são favoritos
Kaique Pacheco

Adversários

Antes de mais nada, você precisa saber são 960 pontos em jogo durante a  PBR World Finals. Estatisticamente, os especialistas apontam que a decisão fique mesmo entre os cinco primeiros. De tal forma que Vitor, João e Kaique têm como adversários principais Daylon Swearingen, quarto colocado; e Jess Lockwood, o quinto. Na sequencia, vêm Cooper Davis, Lucas Divino, Colten Jesse, Derek Kolbaba e Ezekiel Mitchell.

Portanto, entre os dez primeiros, quatro brasileiros. Contudo, no Top 35 a gente ainda encontra Dener Barbosa (12°), Eduardo Aparecido (14°), Alex Cerqueira (15°), Fabiano Vieira (17°), Marco Eguche (19°), Ramon de Lima (20°). Bem como Maurício Moreira (22°), Silvano Alves (25°), Claudio Montanha Jr (28°), João Henrique Lucas (30°).  Todos com 99% de vaga garantida na PBR World Finals desse ano. Mas a presença ainda pode aumentar devido aos resultados da final da Velocity Tour.

Os 35 melhores do ranking e mais dez convidados disputam a final da segunda divisão. A saber, pontos que contam para a classificação geral e valem vaga extra para a final mundial. E são 15 os brasileiros classificados para essa decisão que é importante, já que pode garantir um lugar especial a um atleta que ainda não tenha se firmado na elite.

Em contrapartida, quatro vagas extras para a final mundial também contam nessa disputa, além dos títulos em si. Os dois melhores do ranking final da Velocity Tour e os dois melhores da final, caso não estejam no Top 35 da Unleash The Beast, poderão montar na PBR World Finals. Fique por dentro de tudo aqui no portal Cavalus.

Por  Luciana Omena
Fonte:
PBR
Crédito das fotos: BullStockMedia/PBR

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Internacional

Assista a National Finals Rodeo em português

Ao assinar o Pacote de Transmissão 2020 NFR, o apaixonado por rodeio terá acesso, em português, às 10 rodadas da final mundial da PRCA

Publicado

⠀em

Uma parceria entre a ZRTV e a Rural Media Group permitirá que os apaixonados por rodeio em todo o Brasil assistam ao vivo à transmissão da National Finals Rodeo em português. Isso mesmo! A grande final mundial do rodeio completo da PRCA acontece de 3 a 12 de dezembro, em Arlington, Texas, com transmissão on demmand através do The Cowboy Channel.

A saber, a Rural Media Group é proprietária dos canais de TV a Cabo The Cowboy Channel e RFD-TV e do prestigiado evento The American. Desde janeiro de 2020 transmitem com exclusividade os rodeios da PRCA, direitos que detém até 2024, a princípio. Quando anunciado ano passado, tornou-se o maior contrato televisivo da história da entidade.

Dessa forma, a National Finals Rodeo 2020 terá transmissão pelos canais do The Cowboy Channel, incluindo o App exclusivo para assinantes acessarem as transmissões em qualquer smartv, tablet ou telefone celular. Antes de mais nada, através da parceria da Rural Media Group e a ZRTV, os brasileiros acompanharão em português.

De acordo com Gabriela Conde e Eduardo Vaz, da ZRTV, serão transmitidos os 10 rounds em tempo real. “Abriremos a transmissão, a cada dia, com um ‘esquenta’ de 45 minutos. Nesse pré-show, mostraremos análise de competidores, números, estatísticas. Em seguida, as rodadas completas, com as disputas em todas as modalidades. Logo depois, faremos o pós-show, com entrevistas e ‘recaps’ dos principais acontecimentos da noite”.

Ao assinar o Pacote de Transmissão 2020 NFR, o apaixonado por rodeio terá acesso, em português, às 10 rodadas da National Finals Rodeo

Como proceder

  • Para assistir a National Finals Rodeo em português e, antes de mais nada, torcer ao vivo pelo brasileiro Junior Nogueira, que disputa o título mundial no Laço Pé, acesse o https://portuguese.cowboychannelplus.com para efetuar sua assinatura.
  • O pacote que dá direito a transmissão em português é o Pacote de Transmissão 2020 NFR, que hoje custa US$ 129.99.
  • Ao clicar ASSINAR no começo da página você será redirecionado e precisará criar uma conta.
  • Em seguida, siga todos os passos para efetuar o cadastro e o pagamento.
  • Incluso: aos 10 rounds da National Finals Rodeio em alta definição, direto de Arlington, Texas. Todas as rodadas terão período on demand de até 24 horas.
  • Nos dias do evento, de 3 a 12 de dezembro, com seu login em mãos, acessará a plataforma do The Cowboy Channel. Quando logar, aparecerá a opção acompanhar em português.
  • Dudu Vaz e Esnar Ribeirão serão os apresentadores.

Fique ligado: @zrtvcombr.

Por Equipe Cavalus
Crédito das fotos: Cedidas

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Continue lendo

Internacional

Bill Riddle é uma lenda da Apartação e ama ensinar

Treinador do Hall da Fama da NCHA da classe de 2008, ele ama ensinar. Assim, dedica sua vida hoje a ministrar clínicas e treinar jovens

Publicado

⠀em

Antes de se tornar um treinador de Apartação profissional em tempo integral, Bill Riddle era professor de História do ensino fundamental em Wichita Falls. Inegavelmente, talvez venha dessa época sua paixão irresistível por ensinar os aspirantes a cavaleiros de hoje.

Sem dúvida, sua experiência em sala de aula o ajuda a se relacionar com os amadores e não profissionais. Seus alunos somam mais de US$ 3,9 milhões em ganhos, enquanto ele amealhou mais de US$ 4,4 milhões como competidor.

Treinador do Hall da Fama da NCHA da classe de 2008, Bill Riddle ama ensinar. Dedica sua vida hoje a ministrar clínicas e treinar jovens
Em ação no Futurity 2020

Bill Riddle, com toda a certeza, é uma lenda da Apartação. Vencedor do Prêmio Zane Schulte 2002 e membro do Hall da Fama da National Cutting Horse Association desde 2008. Além disso, ele serviu por dois mandatos como vice-presidente da associação, até que foi eleito presidente em 2007.

Entre as principais vitórias da sua carreira, o NCHA Derby 1981 e a divisão sênior do NCHA Futurity 2010. Bill Riddle treina cavalos até hoje e ministra clínicas de Apartação em seu CT, em Ringling, Oklahoma.

Treinador do Hall da Fama da NCHA da classe de 2008, Bill Riddle ama ensinar. Dedica sua vida hoje a ministrar clínicas e treinar jovens
Nos cursos

Contudo, sua entrada na Apartação começou com um convite. Em 1977, o irmão dele, Terry, o convidou para se juntar a ele em seu novo negócio no ramo da Apartação em Oklahoma. Até então, Bill laçava nos circuito mundial de rodeios da PRCA.

Ele voltava dos rodeios de Fort Worth e Houston quando recebeu a ligação do irmão. Vendeu os cavalos de laço e mudou o rumo da sua história. Em seu programa de treinamento, ele inicia os potros no gado aos dois anos de idade, bem como trabalha cavalos de diversas idades. Em seu programa personalizado, abre turmas de alunos de até quatro pessoas por vez.

Fonte: NCHA, StarTelegram, Western Horseman
Crédito das fotos: Divulgação/Emily Peak Photography

Veja histórias de outros Legends no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Continue lendo

Internacional

Armando Costa Neto está classificado para a semi do NCHA Futurity

A maior e mais importante prova de Apartação da temporada americana acontece de 19 de novembro a 13 de dezembro, no Will Rogers Coliseum, em Fort Worth, Texas

Publicado

⠀em

O brasileiro Armando Costa Neto, com Sweet Lil Kit Kat (Kit Kat Sugar x Sweet Smoke Lena), está classificado para a semifinal do NCHA Open Futurity. Na fase de classificação, o conjunto somou 438,5 pontos (222 na primeira passada e 218,5 na segunda).

Com 542 cavalos na disputa, o palco para o último dia de classificatória celebrou ainda o Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos. Em resumo, foram cinco dias para a primeira passada e três para a segunda. 64 cavalos, que somaram 435,5 pontos ou mais, passaram direto para a semifinal da Open.

A conclusão, portanto, será no sábado, 12 de dezembro. Além disso, cavalos elegíveis para o NCHA Open Limited Futurity, com 433,5 pontos ou mais, se qualificaram para a final. Essa marcada para segunda-feira, 30 de novembro.

Armando Costa Neto está classificado para a semi do NCHA Futurity, a maior e mais importante prova de potros de Apartação dos Estados Unidos
Fancy Deville e Austin Shepard – Foto: Divulgação/Seth Petit

Armando Costa Neto ainda apresentou Stars Go Blu (Once In A Blu Boon x Starlight Starbrite), de Renato Eugênio Rezende Barbosa. Mas não classificou para a semi já que a soma das notas foi 428,5 pontos.

O treinador brasileiro Rodrigo Taboga também esteve na competição com dois cavalos. Contudo, não avançou. Com Word On Fire (Dual Rey x Stylish Play Lena), a soma foi 432,5 pontos. Enquanto que com Red Reyn (Mettalic Cat x Goodbye To The Reyn), 431 pontos.

Austin Shepard, com Fancy Deville (Once In A Blu Boon x Louella Deville), marcaram a maior soma das classificatórias da Open: 443,5 pontos. O NCHA Futurity é uma prova de Apartação para cavalos de três anos hípicos inéditos. A competição segue agora com as disputas da Non Pro, Amador e a World Finals. Acompanhe as notas clicando aqui.

Por Luciana Omena
Fonte: NCHA
Crédito das fotos: Divulgação/Arquivo Pessoal

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

Comentar com o Facebook

Continue lendo
X
X