Campeonato foi criado esse ano visando fomentar a região de Jundiaí, Campinas, Itatiba

A segunda etapa do 1° Campeonato Sudoeste de Laço em Dupla aconteceu dia 11 de maio, no Rancho Mombuca, em Itatiba/SP. Com o sucesso da primeira etapa, um número maior de laçadores compareceu a essa segunda. Não só pelo local, que é uma das melhores estruturas hoje para provas sequestres, com pista coberta, mas também pelo formato da prova.

Do arrecadado no total de inscrições, 30% é retido pela organização, para custos e premiação da final, e o restante vai para a premiação da etapa, divididos em porcentagem previamente divulgada. Então, quanto mais inscrições tiver, maior será o prêmio. O pessoal já percebeu isso. A região é um celeiro de bons cavalos e competidores no Team Roping e estavam precisando de um reforço desse.

laço em dupla
Diogo, Tu, Rafael Paoliello, Cole Davison e João Duprat

Outro fator bacana de se reforçar é que as inscrições são limitadas por laçador para cada categoria, portanto, não se corre o risco da prova entrar madrugada a dentro. Conseguir organizar bem dessa forma é uma maneira de atrair mais pessoas para o evento. Toda a formatação do campeonato e organização fica a carga de João Duprat, do Rancho Mombuca, e Miguel Zambon, da MZ Eventos Equestres.

“Foi muito bacana essa segunda etapa. Já veio mais laçador do que na primeira e o pessoal está gostando muito. Conseguimos premiar até oitavo lugar em algumas categorias e o valor total de prêmio aumentou por conta da presença. Em mais um evento aqui, tivemos público em números bastante favoráveis, o que tem nos agradado muito e nos animando para seguir em frente”, contou João Duprat.

Laço em Dupla do CSLD

Para essa prova, o diferencial foi o curso de Laço em Dupla ministrado pelo laçador americano Cole Davison e por um dos melhores laçadores de cabeça do Brasil, Tu do Santos. Cole, amigo de João há alguns anos, na PRCA desde 2008 com uma qualificação para a National Finals Rodeo (2018), também aproveitou para competir. “A presença dele na pista atraiu mais público para a beira da cerca, sem dúvida”.

João reforça a importância de ter trazido Cole para o evento. “É sempre bom termos contato com um laçador americano, trocando experiencias diversas, sobre treinamento de cavalos e outros assuntos. Enrique muito para nós, que sempre conseguimos absorver coisas novas para aplicar no dia a dia. E ele também se integrou muito com todos, é um cara muito simples e gente boa. Foi muito especial e quem sabe ele volte ano que vem”.

Laço em Dupla do CSLD
Pódio soma #12

Cole e Tu ministraram o curso dois dias antes da prova, simultaneamente. Interessados viajaram de várias cidades de São Paulo e também do Paraná. Tanto Cole como Tu focaram em posicionamento, tirando dúvidas, conversando sobre cavalos de uma foram geral. Trabalharam bastante os detalhes com cada participante, vendo-os montados e ajudando-os a melhorar o que estavam com dificuldade.

Houve a presença de Rafael Corrêa Paoliello, que está sem competir com uma lesão no pé, para traduzir o curso do americano. Além dele, os principais laçadores da região compareceram. Campeões: soma #2 e #4 – Jo Rio e Diogo Campos – 7s20 de média; soma #6 e #7 – Felipinho Bragança e João Duprat – 6s28 de média; soma #12 – Tuf Pacheco e Marcelo Silva – 5s86 de média. Resultados completos, clique aqui.

A cada prova, são premiados os laçadores nas três categorias, premiação por etapa, e ainda está programada uma premiação final para o Melhor Cabeceiro e Melhor Peseiro de cada Somatória. Além disso, todos os ganhos são somados para um ranking geral, Best Roper, e haverá uma premiação extra para o Melhor Laçador no geral. Jo Rio, com R$ 10.524,00 lidera no momento. Ranking completo, clique aqui.

Por Luciana Omena
Fotos: Team Roping TV

Escreva um comentário