Tie-down Roping

Marcos Nicolielo está no Laço desde pequeno e coleciona vitórias

“Minha dica para quem está começando no Laço é: treine muito, seja humilde e nunca desista.”

Publicado

⠀em

Marcos Mendonça Andrade Nicolielo começou no Laço em 2001, na cidade de Bauru/SP. “Eu comecei com o melhor canhoteiro que vi laçar no Brasil, Rogério Ferraz. Mais eu era muito pequeno, então me limitei a alguns fundamentos como breakway e amarrar os bezerros pequenos no chão”, conta.

 Com o propósito de sempre melhorar suas performances, sua maior inspiração são as dificuldades que enfrenta. De acordo com ele, “o fato de ser difícil é o que me inspira e motiva a treinar e tentar buscar e perfeição”. Acima de tudo, poucas pessoas tiveram privilégio de contar com seus ídolos trabalhando bem pertinho.

“Meu maior ídolo no Laço Individual sempre foi o Flávio de Oliveira. E tive o prazer de morar com ele em Pratânia/SP, na fazenda do Francisco Mesquita. Nesse meio tempo pude aprender muito com o Flávio”, reforça. Treino, persistência e dedicação são características que o levaram ao pódio diversas vezes, além do talento. O laçador tem títulos não apenas na categoria Amador, como também na Profissional.

“Foram vários títulos ao longo da minha carreira como amador. Tive uma base muito sólida e ganhei diversos campeonatos entre 2008 e 2009. Assim como na categoria Aberta, fui campeão do rodeio de Cláudio/MG, tri do rodeio de Paulo de Faria/SP, bicampeão do rodeio de Orindiúva/SP, Expo Jaú/SP, Expo Brotas/SP”.

Ganso, como é conhecido, ainda destaca vitórias em algumas etapas da ANLI e Copa Vale. Pela ABQM, ele conquistou ainda títulos na Aberta Light e Aberta no Congresso, Nacional e Copa dos Campeões.

Marcos Mendonça Andrade Nicolielo começou no Laço em 2001, na cidade de Bauru/SP. Com o passar dos anos, coleciona vitórias em prova e rodeio

Um cavalo que marcou no Laço

Ao lembrar-se de um animal marcante em sua vida, o laçador comenta que a história se mistura a um momento marcante de sua carreira. “Em 2010, meu grande amigo Mateus Bovo, me ligou dizendo que tinha um cavalo que me servia. Eu estava a procura de um animal e ele sabia dessa intenção”. Marcos tratou então de dar logo um jeito de ir ver esse cavalo.

“Estava a passeio e dei um pulo em seu rancho para ver o animal. Lacei alguns bezerros de breakway e confesso que não me interessei. Porém, teria uma prova no sábado em seguida, no rancho Canto Verde. Por insistência do Mateus acabei indo”. Inegavelmente, valeu a pena Ganso ter topado o convite do amigo.

“Lacei muito bem aquele dia. Fiz dois tempos de 8 segundos e dois tempos de 7 segundos e ganhei a prova. Desci do cavalo para comemorar e ali mesmo fechei a sua compra. Sem dúvida, o melhor cavalo que montei até hoje. Ele era o fenômeno: Tumata 335 HK”, finaliza. Marcos Nicolielo é casado com Amanda e tem duas filhas. Seu CT fica em Arealva/SP.

Colaboração: PRO Tie Down Roping
Crédito das fotos: ABQM e Miguel Oliveira

Veja mais notícias da modalidade Laço Individual no portal Cavalus

Tie-down Roping

Ralf Dun’ It detém uma das maiores notas do Laço Individual no Brasil

O cavalo é fruto de um cruzamento almejado e de muita expectativa para o Haras Estancia Mime

Publicado

⠀em

Em 2019, Ralf Dun’ It (Country Dun It x Easter Sage MD, por Tinny Cutter BS), de criação e propriedade de Marcelo Fontes Metring, foi destaque do Campeonato Nacional da ABQM no Laço Individual. Uma vez que marcou 228, uma das maiores notas da modalidade, sob condução de Kenny Cunha, campeões da categoria Aberta Junior. Antes de mais nada, em toda a sua carreira de provas do Quarto de Milha, nunca ficou fora do Top 10.

Entre suas vitórias pela Associação, a saber, o Campeonato Nacional ABQM 2018 na Cavalo Iniciante, sua estreia nas pistas oficiais. Em seguida, dois meses depois da primeira vitória, o Potro do Futuro ABQM 2018 na Aberta. O Nacional 2019 citado acima e ainda a Copa dos Campeões ABQM na Aberta Junior.

Ralf Dun’It é fruto de um cruzamento almejado e de muita expectativa para o Haras Estancia Mime; marcou umas das maiores notas com Kennynho

Ano passado Ralf Dun’ It ainda levou o Derby ABQM na categoria Aberta, a Prova Técnica da ANLI na Aberta Junior. Hoje tem 51,5 pontos de Registro de Mérito no Quarto de Milha, tornando-o Registro de Mérito superior em Laço Individual Técnico pela ABQM.

Todo o seu treinamento tem a assinatura do CT Paulo Cunha, bem como a sua campanha, tendo sob sua sela os treinadores Jefferson e Kenny Cunha. De acordo com seu proprietário, as principais características de Ralf Dun’ It são: velocidade e muito cow sense, excelente trabalho de corda e muita expressão.

Ralf Dun’ It, um projeto esperado

Sua mãe Easter Sage MD é uma égua especial para o criatório do Haras Estância Mime. Conforme conta Marcelo Metring, “agregava muitas qualidades como morfologia, plástica nos movimentos, docilidade e família comprovada em pista”. Ganhadora em Laço Individual, em cruzamento com o super garanhão Country Dun It, produtor em diversas modalidades, campeão de Rédeas e um ícone. O casamento perfeito.

“Na época, havia apenas palhetas congeladas do garanhão. Portanto, tivemos que encaminhar a matriz até uma central de reprodução, a LUB Breeding. O tempo passou e logo veio a realização de um sonho tão aguardado por todos nós. O nascimento de Ralf Dun’ It. Aliás, o nome dele foi escolha da minha esposa e filho. E ele nasceu em 30/12/2014, uma verdadeira  festa de final de ano. Sem dúvida, nada melhor para finalizar o ano com chave de ouro”.

Ralf Dun’It é fruto de um cruzamento almejado e de muita expectativa para o Haras Estancia Mime; marcou umas das maiores notas com Kennynho
Ainda potrinho

Segundo Metring, Ralf Dun’ It apresentou carisma e beleza desde potro. “Assim, logo despertou interesse no mercado e resolvemos vendê-lo. Porém, não consegui tirá-lo da cabeça. Então, prometi para mim mesmo que se ele voltasse à Estância Mime o colocaria em um projeto de formação de campeão, como idealizamos em sua origem”. Oportunidade que surgiu em seguida, durante um leilão. O resto da história, contamos no começo desse texto.

“Tínhamos a intenção de continuar sua campanha até 2020, para então aposentá-lo das pistas e seguir seu legado como garanhão. A pandemia só adiantou esse processo. Vale ressaltar que Ralf Dun’ It foi o primeiro animal da marca Estância Mime nas pistas. Juntamente com a equipe do CT Paulo Cunha, ele veio para fazer história como atleta e, futuramente, como um garanhão”.

Por Luciana Omena
Crédito das fotos: Cedidas e Miguel Oliveira

Veja mais notícias da modalidade Laço Individual no portal Cavalus

Continue lendo

Tie-down Roping

Nacional ANLI 2020 supera todas as expectativas

Apesar de um contratempo, evento foi um sucesso e, certamente, fortaleceu ainda mais os adeptos da modalidade de Laço Individual

Publicado

⠀em

Certamente, o Nacional ANLI 2020 reuniu todos os ingredientes necessários ganhar o título do maior evento do Laço Individual no Brasil. Afinal, bateu recorde de inscrições (450), distribuiu mais de R$ 200 mil em prêmios e contou com uma das melhores estruturas de provas do país, o Haras NSG, em São Pedro/SP.

Se não bastasse tudo isso, ainda teve uma bezerrada de qualidade excepcional, um quadro de juízes experientes (entre eles um norte-americano) e, ainda, o preparo de pista foi igual o das provas oficias da ABQM. Ahhh… e para abrilhantar ainda mais a prova as disputas contaram com a locução memorável de Alessandro Mendes.

Como resultado, a família do Laço Individual pode fechar com o Nacional ANLI o ano de 2020 com chave de ouro. “A gente fez esse evento de uma maneira especial, o melhor da história da ANLI. A gente trouxe tudo de melhor, juiz americano e brasileiro, especialista em pista, gado de primeira qualidade, etc.”, enfatiza o presidente da ANLI Fábio Luis Parizi.

Fábio Luis Parizi, presidente da ANLI – Foto: Divulgação/Rodolfo Lesse

Contratempo

Contudo, apesar do brilhantismo do evento, um contratempo obrigou que o Nacional ANLI, que inicialmente seria realizada nos dias 27 e 28 de novembro, fosse esticada até domingo (29). Este contratempo, aliás, vale ser mencionado diante do tamanho transtorno e frustração que causou a todos o amantes do Laço Individual.

Um embargo jurídico em decorrência de uma denúncia de uma ONG de proteção animal que acabou interrompendo, temporariamente, as provas que aconteciam no Haras NSG. Para o competidor Mezenga, tal medida foi resultado da desinformação de muitas pessoas.

“As pessoas tem muita desinformação sobre a modalidade, acham que a gente está aqui para judiar do animal. O animal não é um adversário nosso, é um parceiro nosso. Se a gente judiar do animal, nos não vamos ter isso aqui para trabalhar. Infelizmente, a desinformação de muitas pessoas leigas está atrapalhando a gente, famílias que dependem disso”.

A competidora do Breakaway, Analia Cristina Fonseca Vinhas, ainda faz questão de reforçar: “A gente vem sendo massacrado, constantemente, sofrendo esses embargos. Mas  existe toda uma cadeia atrás da gente, de pessoas que dependem da prova, como ferradores, treinadores, veterinários. Enfim, diversas pessoas que trabalham nos bastidores, que vivem disso. E quando a gente é embargado, o efeito é dominó. Acaba atingindo todo mundo”.

Mesmo diante do contratempo, a família do Laço Individual conseguiu reverter a situação na Nacional ANLI e, conforme o próprio presidente disse após o término da prova, saiu muito mais fortalecida após o acontecimento. “Terminamos da melhor maneira possível e, sem dúvida, saímos desta prova muito mais fortalecidos”, cita Parizi.

Sem dúvida, evento ficou marcado na história da modalidade – Foto: Divulgação/Rodolfo Lesse

Campeões de cada categoria

Como dito anteriormente, o evento contou com 450 inscrições entre as provas do Potro do Futuro, Prova Técnica, Final Pro Tie Down, Prova de Cronômetro, além de Breakaway Feminino e Jovem. Resultando, assim, em 14 grandes campeões do evento.

Portanto, confira abaixo o nome de cada um deles:

Jovem Principiante
1º lugar: Gabriel da Silva Souza e Double Cat Sapucaia – 218,50

Amador Principiante
1º lugar: Thiago Marques Clausen e Best Boy Sapucaia – 217,50

Amador Master
1º lugar: Adriano Paulielio de Carmo e Little Hit Whiz – 216,50

Amador
1º lugar: Marcos Alexandre de Oliveira Peres e Sweet Green – 224,00

Aberta Sênior
1º lugar: Kenny Afonso da Cunha e Little Hit Whiz – 226,00

Aberta Júnior
1º lugar: Francisco Carlos Turra Junior e Tilly Glory MVO – 224,50

Potro do Futuro Amador
1º lugar: Francisco Feitosa de Albuquerque Lima Filho e Sparking Pop Dool – 220,00

Potro do Futuro Aberta
1º lugar: Jaquiel de Castro Batista Duraes e CD Spark Boon DPBF – 222,50

Categoria 1
1º lugar: Mario Aparecido Joaquim – 16,82

Categoria 2
1º lugar: Gabriel da Silva Souza – 12,27

Categoria 3
1º lugar: Diogo Geraldo Araújo – 11,32

Categoria 4
1º lugar: Marcos Gonçalves de Sousa Junior – 8,85

Breakaway Feminino
1º lugar: Analia Cristina Fonseca Vinhas – 4,34

Breakaway Mirim
1º lugar: Diogo Henrique Baldim – 3,51

Por Natália de Oliveira
Colaboração: Adriane Passos
Crédito das fotos: Divulgação/Rodolfo Lesse

Veja mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Tie-down Roping

Nacional ANLI 2020 bate recorde de inscrições

Evento – que acontece nos dias 27 e 28 de novembro, no Haras NSG, em São Pedro/SP – registrou 450 inscritos, resultado de 245 cards

Publicado

⠀em

O número de inscrições para o Nacional ANLI 2020 bateu todos os recordes. Ao todo, foram registrados 450 inscritos, entre as provas do Potro do Futuro, Prova Técnica, Final Pro Tie Down, Prova de Cronômetro, além de Breakaway Feminino e Jovem.

Antes de mais nada vale destacar que o evento acontece nos dias 27 e 28 de novembro, na arena do Haras NSG, em São Pedro/SP. Portanto, o local receberá os amantes do Laço Individual para a  disputa de uma premiação garantida que já ultrapassou os R$ 175 mil anunciado incialmente e está em R$ 200 mil. 

De acordo com o presidente da Associação Nacional do Laço Individual (ANLI), Fábio Luis Parizi, o recorde de inscrições é resultado de outra conquista da entidade. Afinal, o número de cards, ou seja, competidores associados pagantes atingiu a marca de 245. 

“A associação todo ano faz um card, que o competidor paga como se fosse uma anuidade. Assim, ele ganha o direito de correr nas provas credenciadas da associação. Além das provas que a associação faz. Como o Potro do Futuro, Prova Técnica e a Final. Vale lembrar que esse ano não teve a Final por causa da pandemia. Então, quem adquiriu o card esse ano vai poder participar da Final no ano que vem. Então, esses 245 cards aí são 245 competidores. Que é um numero muito legal”, frisa o presidente.

Nacional e Potro do Futuro da ANLI 2019 – Foto: Divulgação/Rodolfo Lessa

Ano de ascensão do Laço Individual

Fábio ainda enfatiza que, apesar da pandemia do novo coronavírus, a modalidade de Laço Individual teve uma ascensão significativa em 2020. Sobretudo, até a mais do que a ANLI imaginava no início do ano.

“Começamos o ano com 35 provas agendadas, credenciadas na associação, para ir tirando os rankings. Com isso, a gente projetava 180 cards no ano. Mas veio a pandemia e teve poucas provas. Mesmo com todos esses acontecimentos, conseguimos agora chegar com essa prova fazendo 245 cards, é muito legal. Porque o dinheiro da anuidade do card é 100% revertido para premiação da Final, que ficou para o ano que vem agora”.

Expectativa para o Nacional ANLI 2020

Diante destes números, a expectativa para o Campeonato Nacional ANLI é a melhor possível, garante o presidente. “Nos vamos fazer as provas em uma das melhores estruturas do país. Eu acho que a associação nunca teve uma prova tão bem feita, num lugar tão legal, como vai ser esse evento do dia 27 e 28. Vai ter competidor do Paraná, Rio de Janeiro, Goiás, Brasília e São Paulo”.

Paralelo a isso, a ANLI também tem se preocupado com os demais itens determinantes para o sucesso do evento. “A gente está preparando tudo de melhor. Uma bezerrada de uma qualidade excelente, de cruzamento industrial, de nelore, sadia, tudo lote homogêneo. Além de tudo dividido por categoria. Quadro de juízes com americano muito experiente, um dos melhores que tem nos Estados Unidos para julgar junto dos brasileiros. Manejo e preparado de pista igual é nos eventos da ABQM. Locução do Alessandro Mendes. Então, tudo caminhando para ser a melhor prova que a ANLI já fez”.

Programação do evento

Por Natália de Oliveira
Crédito da foto em destaque: Divulgação/Haras NSG

Veja mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo
X
X