Tie-down Roping

Marcos Nicolielo está no Laço desde pequeno e coleciona vitórias

“Minha dica para quem está começando no Laço é: treine muito, seja humilde e nunca desista.”

Publicado

⠀em

Marcos Mendonça Andrade Nicolielo começou no Laço em 2001, na cidade de Bauru/SP. “Eu comecei com o melhor canhoteiro que vi laçar no Brasil, Rogério Ferraz. Mais eu era muito pequeno, então me limitei a alguns fundamentos como breakway e amarrar os bezerros pequenos no chão”, conta.

 Com o propósito de sempre melhorar suas performances, sua maior inspiração são as dificuldades que enfrenta. De acordo com ele, “o fato de ser difícil é o que me inspira e motiva a treinar e tentar buscar e perfeição”. Acima de tudo, poucas pessoas tiveram privilégio de contar com seus ídolos trabalhando bem pertinho.

“Meu maior ídolo no Laço Individual sempre foi o Flávio de Oliveira. E tive o prazer de morar com ele em Pratânia/SP, na fazenda do Francisco Mesquita. Nesse meio tempo pude aprender muito com o Flávio”, reforça. Treino, persistência e dedicação são características que o levaram ao pódio diversas vezes, além do talento. O laçador tem títulos não apenas na categoria Amador, como também na Profissional.

“Foram vários títulos ao longo da minha carreira como amador. Tive uma base muito sólida e ganhei diversos campeonatos entre 2008 e 2009. Assim como na categoria Aberta, fui campeão do rodeio de Cláudio/MG, tri do rodeio de Paulo de Faria/SP, bicampeão do rodeio de Orindiúva/SP, Expo Jaú/SP, Expo Brotas/SP”.

Ganso, como é conhecido, ainda destaca vitórias em algumas etapas da ANLI e Copa Vale. Pela ABQM, ele conquistou ainda títulos na Aberta Light e Aberta no Congresso, Nacional e Copa dos Campeões.

Marcos Mendonça Andrade Nicolielo começou no Laço em 2001, na cidade de Bauru/SP. Com o passar dos anos, coleciona vitórias em prova e rodeio

Um cavalo que marcou no Laço

Ao lembrar-se de um animal marcante em sua vida, o laçador comenta que a história se mistura a um momento marcante de sua carreira. “Em 2010, meu grande amigo Mateus Bovo, me ligou dizendo que tinha um cavalo que me servia. Eu estava a procura de um animal e ele sabia dessa intenção”. Marcos tratou então de dar logo um jeito de ir ver esse cavalo.

“Estava a passeio e dei um pulo em seu rancho para ver o animal. Lacei alguns bezerros de breakway e confesso que não me interessei. Porém, teria uma prova no sábado em seguida, no rancho Canto Verde. Por insistência do Mateus acabei indo”. Inegavelmente, valeu a pena Ganso ter topado o convite do amigo.

“Lacei muito bem aquele dia. Fiz dois tempos de 8 segundos e dois tempos de 7 segundos e ganhei a prova. Desci do cavalo para comemorar e ali mesmo fechei a sua compra. Sem dúvida, o melhor cavalo que montei até hoje. Ele era o fenômeno: Tumata 335 HK”, finaliza. Marcos Nicolielo é casado com Amanda e tem duas filhas. Seu CT fica em Arealva/SP.

Colaboração: PRO Tie Down Roping
Crédito das fotos: ABQM e Miguel Oliveira

Veja mais notícias da modalidade Laço Individual no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads