Três Tambores & Seis Balizas

Três Tambores: a paixão pelo esporte que move gerações

Pai e avô incentivaram as atletas Ana Carolina Laurini Cardozo e Ana Laura Savini Gomes a competirem na modalidade

Publicado

⠀em

Três Tambores a paixão pelo esporte que move gerações

Ana Carolina Laurini Cardozo, 36 anos, e Ana Laura Savini Gomes, 17 anos, são duas mulheres, de gerações diferentes, mas que compartilham, além do nome, a mesma paixão: os Três Tambores. Como resultado, elas vêm se destacando nas principais provas da modalidade no país.

Enquanto Ana Carolina iniciou no esporte por influência do pai, Lemão Laurini, de Araraquara (SP), Ana Laura – que mora a cerca de 150 km, em Botucatu (SP) – foi a responsável por introduzir toda a família na modalidade que, de acordo com ela, é a mais apaixonante e viciante do mundo equestre. Tanto que sua irmã mais nova, de 11 anos, também se tornou competidora.

Três Tambores a paixão pelo esporte que move gerações
Ana Carolina Laurini Cardozo

“Conheci os cavalos e a modalidade por intermédio do meu pai. Ele foi um dos pioneiros do cavalo Quarto de Milha na minha cidade, onde fundou a Sociedade Hípica. Assim, tive a oportunidade de conhecer as modalidades e me apaixonei pelos Três Tambores”, conta Ana Carolina, que começou a competir com 4 anos de idade.

Já Ana Laura, apesar de ter tido contato com os cavalos desde os dois anos, por intermédio do avô, que sempre a levava para andar a cavalo, iniciou nos Três Tambores em 2017, quando foi visitar um haras. “Minha família sempre gostou de cavalos, mas ninguém nunca fez nenhum esporte relacionado. Comecei a competir no Hipismo com quatro anos e no Tambor aos 13”.

Desde o início de suas carreiras, as competidoras de Três Tambores reúnem diversos títulos em pista. Inclusive, ambas colecionadoras de tempos na casa dos 16 segundos.

Ana Carolina é Tricampeã de Barretos, Tetracampeã ANTT, Campeã do Grand Prix do Haras Raphaela, Bicampeã do Congresso Brasileiro do Quarto de Milha e Bicampeã Divina Expo. “Meu menor tempo em pista oficial é 16s702. Já em rodeios, onde as pistas não são padrão, meu menor tempo marcado foi de 11 segundos”, acrescenta a competidora.

Mesmo com apenas quatro anos em campanha, Ana Laura também já tem um currículo vasto na modalidade: Campeã do Congresso Brasileiro do Quarto de Milha 2018, Campeã Nacional do Quarto de Milha 2018, Campeã Copa dos Campeões do Quarto de Milha 2018, Campeã do Grand Prix Haras Raphaela 2018 e 2022 e Campeã do Rodeio de Americana 2019, sendo o seu menor tempo registrado de 16s762.

Sonhos e apoio dentro do Três Tambores

“Pretendo continuar praticando os Três Tambores até ficar bem velha”, conta Ana Carolina. “Constância e vitórias”, frisa Ana Laura sobre os seus sonhos dentro da modalidade. Atualmente, tanto Ana Carolina quanto Ana Laura vestem a mesma camisa, afinal, fazem parte do Botupharma Team.

Já Ana Laura está há 3 anos no time. “Estou com a Botupharma me apoiando desde o início, praticamente, há 3 anos. Os produtos são os melhores no mercado, atendem todas as necessidades e diariamente eu vejo melhora com os animais. Sempre com o resultado esperado, grata demais em fazer parte desse time”, finaliza a jovem.

Por Grupo Cavalus Comunicação

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads