Segundo os organizadores, mais um sucesso de evento para a modalidade, que vem lutando para manter o esporte regulamentado

A qualidade técnica dos animais e vaqueiros envolvidos na 3ª Vaquejada do Haras Ribeiro Mendes, em Gravatá/PE, foi de se admirar. Valendo como a 11ª etapa do Campeonato Portal Vaquejada, aconteceu no final de semana de 16 a 19 de maio. Além do CPV, contou também para o circuito da Liga Pernambucana de Vaquejada. Foram R$ 200 mil em prêmios distribuídos, mais de mil inscrições e um público circulante de aproximadamente 40 mil pessoas.

“Foi uma edição que entrou para a história do Haras Ribeiro Mendes, realizando a sua terceira vaquejada. Deu um show de superação, organização, qualidade da boiada, cumprimento dos horários e uma excelente recepção patrocinada por Israel Ribeiro e sua família”, comentou Fabio Leal, presidente do CPV.

A união entre a Liga Pernambucana, Campeonato Portal e Haras Ribeiro Mendes deu certo, apontam os organizadores. Tanto os competidores, quanto os amantes da vaquejada puderam viver grandes emoções em uma etapa cheia de disputas acirradas. Quem esteve por lá pode presenciar o espírito desportivo e uma confraternização total da vaqueirama.

Vaquejada do Haras Ribeiro
Arquibancadas lotadas no Haras Ribeiro Mendes

“Foi uma festa de gado muito bem organizada e de qualidade, superando todas as edições anteriores e trazendo os melhores cavalos e vaqueiros do Brasil”, declarou Celso Júnior, líder do CPV 2019 na Profissional Vaqueiro de Puxar. Ele vem deixando, aliás, a disputa nessa categoria mais emocionante.

As finais no domingo levaram o público a lotar as arquibancadas. Os competidores brilharam nas categorias Aspirante, Aspirante Light, Amador, Profissional, Jovem e Feminino. O espetáculo maior, mais uma vez, ficou por conta da categoria Profissional. A briga ferrenha pela liderança da principal classe do campeonato, vem criando capítulos interessantes a cada prova.

Cada competidor vem buscando o maior número de pontos na tentativa de assumir a liderança do Campeonato Portal, e também da Liga Pernambucana. No duelo final entre Valter Xavier, montando Melo Ryon, e Adailton Paiva, em Sindy Eternaly, deu Adailton, que foi esteirado por Nego Edson representado o Haras GDL de Gravatá/PE.

Vaquejada do Haras Ribeiro
Profissional

Como Adailton não briga por posições no topo do ranking, o resultado não alterou a ordem. Valter Xavier sim, se tivesse ganho sem racha, podia ter mudado o panorama. Ele manteve o terceiro lugar com 165 pontos, contra 180 de Adelanir Américo e 235 de Celso Junior. Se tivesse vencido, Valter ir subir para segundo lugar e encostar bastante no líder.

Outros campeões: Aspirante Light – Juninho de Touros e Féllix Barros (esteira); Aspirante – Demetrio União e Tarcísio; Feminina – Karol Guimarães e Toninho (esteira); Amador – Ruan Xeu e Neto Bezerra.

Israel Ribeiro, promotor do evento, agradeceu a todos que compareceram à vaquejada que homenageou o garanhão Lotus Eternaly Cash (que morreu recentemente). “Gratidão, essa é a palavra. Só tenho que agradecer todo esse sucesso na vaquejada deste ano. Graças a Deus, saiu tudo tranquilo e só me resta agradecer a todos. Até 2020, com a força de Deus”, declarou.

Vaquejada do Haras Ribeiro
Israel Ribeiro e família

Os cavalos e vaqueiros inscritos no CPV 2019 terão uma merecida pausa para descanso e voltarão no final do mês na Vaquejada da Arena São Francisco, em Cabaceiras do Paraguaçu/BA. De 29 de maio a 2 de junho com R$ 230 mil em prêmios.

Colaboração: Portal Vaquejada
Fotos: Renan Leôncio

Escreva um comentário