Crioulo

Freio Jovem reúne famílias para celebrar o futuro das pistas do Cavalo Crioulo

Ginetes a partir dos seis anos executam provas similares às do Freio de Ouro sob o olhar atento de parentes e amigos em Esteio (RS)

Publicado

⠀em

Freio Jovem reúne famílias para celebrar o futuro das pistas do Cavalo Crioulo

O Freio Jovem esteve com as arquibancadas lotadas de familiares, que a cada manobra em pista dos seus filhos, netos, sobrinhos ou afilhados, bradavam animados, os jovens ginetes do Cavalo Crioulo fizeram sua estreia na pista coberta da Arena 1, em Esteio (RS). Os mais de 120 inscritos, entre eles dez competidores uruguaios, divididos em oito categorias, executaram os movimentos e esbarrada, giro sobre patas, simularam as provas de mangueira e paleteada em busca do ouro na final do Freio Jovem 2023 da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

Os conjuntos vencedores do Freio Jovem foram conhecidos a partir das 17h do sábado, dia 11 de novembro, após correrem a última prova, de Campo II, e que se assemelha à paleteada, porém sem a presença do gado. Os primeiros a terem o Freio de Ouro celebrado com a tradicional corrida na pista, foram os integrantes da categoria Infantil A, onde participam crianças de 6 a 8 anos de idade.

O presidente da ABCCC, César Hax, disse que o número de inscritos no Freio Jovem foi sensacional e que a prova, para ele, é a mais importante que a entidade tem. “Acho que a gente traz uma experiência para esses, os menores especialmente, uma experiência que eles jamais vão esquecer na vida, de respeito ao regulamento, noção de tempo, de espaço, capacidade de aprender a perder, e se 10% desse volume virarem crioulistas de alguma forma, acho que a gente cumpre a função social, cumpre a função de associação e de respeito ao criador”, afirmou, pouco antes de ver o neto Ramiro Hax entrar em pista montando Estopa do Rebuliço, para sua última prova.

José Inácio Oliveira Teixeira 

Freio Jovem

Na categoria Infantil Feminino A, a ginete Flávia Boeira Petim foi a vencedora montando Saga Charrua, enquanto na Infantil Masculino A o vencedor foi José Inácio Oliveira Teixeira com Harmonia Alfonsina. Na Infantil Feminino B, a vencedora foi Helena de Azevedo Pereira com Baronesa 10 Seni, e na Infantil Masculino B a vitória ficou com Henrique Deschamps Crispim montando Santa Alice Parejo.

Paulina Sosa com A Lo Largo Gauchita foi a vencedora na categoria Juvenil Feminino A, e Caetano Massarotto Gonçalves foi o ganhador da Juvenil Masculino A com LJG Alquimista. Já na Juvenil Feminino B, Laura Martinez Vencato foi a vencedora com Jundiá do Canto do Mato Grande, enquanto na Juvenil Maculino B a vitória foi de Conrado Porto Rota com Las Callanas Que Facha.

Os resultados completos podem ser conferidos no site da ABCCC em www.abccc.com.br.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Fotos: Divulgação/Felipe Ulbrich

Leia mais notícias aqui.

WordPress Ads
WordPress Ads