Crioulo

Laço Criador reúne mais de 120 laçadores em Esteio

Publicado

⠀em

Confira os laçadores que subiram ao pódio do Força A e B durante as provas no Parque de Exposições Assis Brasil

Não teve sol ou calor que pudesse afastar os apaixonados pelo laço no último domingo (19) da grande pista de Esteio/RS, no Parque de Exposições Assis Brasil. Afinal, foi quando foram realizadas as provas da categoria Laço Criador, que reuniu mais de 120 competidores, entre as forças A e B.

Como recompensa, troféus e prêmios em dinheiro foram entregues aos vencedores. A princípio, a Força B entrou primeiro em pista. Assim, nas primeiras horas da manhã, 50 competidores laçaram suas armadas até definirem os dez primeiros colocados.

Em prêmios, R$ 4 mil foi dividido entre todos no pódio, com troféu até o quarto lugar. Em primeiro lugar ficou o laçador Vinicio Souza, que montou Apaixonado do Itagiba. Na sequência, completaram o pódio os conjuntos formados por Telmo Peixoto montando Luz del Fuego Tarumã; Kelvin Bastiani montando Bailanta da Querência dos Bastiani; e Sérgio Ávila montando Imperatriz Dom Amaro.

Força A

Já na Força A, a vitória foi compartilhada. Depois de muitas horas de prova, os últimos dez conjuntos no “mata-mata” decidiram parar e dividir igualmente a premiação. Com isso, a colocação final foi decidida em sorteio e a premiação de R$ 10 mil, repartida.

Diego Bona Baptista montando Aurora São Judas da MI ficaram em segundo lugar na Força A
Diego Bona Baptista montando Aurora São Judas da MI ficaram em segundo lugar na Força A

Após o sorteio, o primeiro lugar foi ocupado por Vinicius Siemionko Porto, que montou Amada da Maria Castelhana. Em seguida, o pódio foi completado por Diego Bona Baptista montando Aurora São Judas da MI; Rodolfo Baldasso montando Bandolero da JIN; e Fernando Henrique Di Domenico montando Hermione da Sucuri.

O ciclo 2020

Ao todo, foram meses de grande sucesso e crescimento com a realização de 52 provas de Laço Criador. Além disso, houve ainda a classificatória extra, em Esteio, no dia 16 de janeiro, que reuniu 13 laçadores.

De acordo com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulo (ABCCC), houve cerca de 10% a mais de competidores no ciclo 2020. Por fim, a grande final também apresentou crescimento – 23% – em relação à edição anterior.

Confira os resultados:

Laço Criador Força B
1º lugar: Vinicio Souza montando Apaixonado do Itagiba
2º lugar: Telmo Peixoto montando Luz del Fuego Tarumã
3º lugar: Kelvin Bastiani montando Bailanta da Querência dos Bastiani
4º lugar: Sérgio Ávila montando Imperatriz Dom Amaro
5º lugar: Rodrigo Ávila montando Pioneiro Ana Celmira

Laço Criador Força A
1º lugar: Vinicius Siemionko Porto montando Amada da Maria Castelhana
2º lugar: Diego Bona Baptista montando Aurora São Judas da MI
3º lugar: Rodolfo Baldasso montando Bandolero da JIN
4º lugar: Fernando Henrique Di Domenico montando Hermione da Sucuri
5º lugar: Luiz Carlos Rossato da Silva montando LRS Barbela

Fonte: ABCCC
Crédito das fotos: Leandro Vieira
Legenda da foto em destaque: Vinicius Siemionko Porto montando Amada da Maria Castelhana

Veja mais notícias sobre o cavalo Crioulo no portal Cavalus

Crioulo

Potranca da raça Crioula tem venda de 50% por R$ 1,35 milhão e bate novo recorde

GAP Quebra Luz foi o destaque de leilão do criatório de Uruguaiana que fechou com média acima dos R$ 100 mil

Publicado

⠀em

Potranca da raça Crioula tem venda de 50% por R$ 1,35 milhão e bate novo recorde

Marcado por mais um recorde da raça Crioula, o leilão GAP – Remate dos Sonhos, ocorrido no último sábado, 2 de dezembro, na Estância São Pedro, em Uruguaiana, teve a venda de 63 lotes de animais. Realizado pela Trajano Silva Remates, o grande destaque da comercialização ficou por conta da venda de 50% da potranca GAP Quebra Luz pelo valor de R$ 1,35 milhão.

Recorde

A venda ultrapassa o recorde anterior do maior preço de uma fêmea da raça vendida em recinto, que havia sido no início do ano com Divindad 42 Nombrado, vendida no Mancha Crioula por R$ 1,25 milhão. E o maior detalhe é que a comercialização de GAP Quebra Luz foi de 50%, o que acabou valorizando ela em R$ 2,7 milhões no mercado. A potranca é filha de Fantástico de São Pedro, finalista do Freio de Ouro, e irmã inteira da égua GAP Nalu, reservada grande campeã da FICCC 2023.

Responsável pela batida do martelo no evento, o leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, salientou esta venda. “Esse recorde era o que faltava para a GAP ganhar neste ano. O leilão andou muito bem e tivemos a venda de todos os lotes”, destacou.

A titular da GAP Genética, Márcia Linhares, disse em seu discurso de início que a realização deste leião foi um grande sonho. “Trabalhamos bastante e este dia foi o de realizar um grande sonho e convidamos a todos que sonhem com a gente”, salientou, acrescentando ainda que muitas pessoas ajudaram este sonho da GAP para realizar este sonho, homenageando a seguir todas as pessoas que participaram da construção do projeto do criatório.

Ao final do leilão, que colocou toda a geração 2022 do criatório em pista, a média geral por lote fechou ultrapassou os R$ 100 mil. O remate atraiu compradores de diversas regiões do Brasil, além de investidores da Argentina e do Uruguai que buscaram na genética da GAP exemplares para seus plantéis.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Fotos: Divulgação/JG Martini

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Cavalo Crioulo é tema de Dia de Campo na capital do Amapá

Evento em Macapá vai apresentar a criação, manejo e funcionalidades da raça ao público

Publicado

⠀em

Cavalo Crioulo é tema de Dia de Campo na capital do Amapá

O trabalho de Expansão do Cavalo Crioulo, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), chega à Macapá, capital do Amapá. No próximo dia 29 de novembro, será realizado um Dia de Campo para apresentar a criação, manejo e funcionalidades da raça. Participam do evento na Fazenda Bela Vista o gerente de Expansão da ABCCC, Gerson de Medeiros, e o analista de Expansão da entidade, Lucas Lau.

Dia de Campo

Segundo Lau, a Fazenda Bela Vista é composta pelos primeiros e únicos criadores do Amapá, e o núcleo de Expansão está auxiliando eles nesta retomada da criação. “Lá também é onde o curso de medicina veterinária da faculdade Anhanguera faz suas aulas práticas. Junto com este atendimento faremos um dia de campo com a universidade para apresentar primeiramente a funcionalidade do Cavalo Crioulo, manejo desde a égua com cria e a doma e o desempenho do cavalo como performance, além da nutrição, que muda bastante de acordo com a região do Brasil”, destaca.

A realização do evento, que inicia às 8h, é da ABCCC e da Fazenda Bela Vista. Informações podem ser obtidas pelo telefone (96) 99134.7273.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Fotos: Divulgação/Fagner Almeida

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Pato Branco passaporteia mais oito Cavalos Crioulos para a Final na Expointer 2024

Última passaporte da raça neste ano teve como destaque cavalo de criatório do município gaúcho de Frederico Westphalen

Publicado

⠀em

Pato Branco passaporteia mais oito Cavalos Crioulos para a Final na Expointer 2024

Encerrando as atividades no circuito morfológico do Cavalo Crioulo do ano de 2023, o sudoeste do estado do Paraná foi o local escolhido para receber o sexto e último Passaporte Morfológico de Primavera, rumo à Final da Morfologia Expointer 2024, organizada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Durante os dias 15 e 16 de novembro, 73 exemplares da raça, entraram na pista do Parque de Exposições de Pato Branco, no evento realizado pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Sudoeste do Paraná (NCCCSP), que teve como jurado principal Mateus Gularte da Silveira e trabalhos como jurado auxiliar de Fernando Harger, além de supervisão técnica de Thiago Orlando.

Em uma pista pesada, onde a homogeneidade dos exemplares foi destaque, a dupla de jurados conseguiu destacar qualidades e mais qualidades das fêmeas que entraram em pista nesse Passaporte, e os pouco detalhes, foram os pontos para perder a colocação para a concorrente mais completa. E foi dessa maneira que a égua adulta, São José das Lages Açoiteira, conquistou o primeiro prêmio de Categoria, Campeã Égua Adulta, e o tão importante título de Grande Campeã do Passaporte de Pato Branco/PR. “É uma égua completa! Bom avanço, excelentes andaduras, boa cabeça, bom tronco e muito bem aprumada”, destacou o jurado Mateus Gularte da Silveira, durante o desfile das quatro fêmeas selecionadas e premiadas por ele.

Expointer

Habituada a pisar nas areias da Arena do Cavalo Crioulo, é a quarta vez que a Açoiteira irá participar da Final Morfológica durante a Expointer. A colorada bragada salina é de criação do Técnico e Criador do Cavalo Crioulo, Adolfo José Martins Neto, que na ocasião estava presente e destacou com tamanha emoção a conquista da exemplar: “É muito gratificante ver um animal da minha marca consagrando-se campeão, é uma colheita de frutos. Mas mais que isso, aqui ela é exposta pelo Ataíde, que é atual proprietário da égua, e eu fico muito feliz, como criador, em poder proporcionar a realização de sonhos, ainda mais para criadores apaixonados pela raça que estão iniciando esse processo”. A filha de Nuvioso da Reconquista e Santa Mônica Balsa, de criação de Adolfo José Martins Neto, é exposta por Ataíde Lycenko, Chácara Morada do Sol, de Guarapuava, Paraná.

Usando o ditado popular “é chover no molhado”, para referir-se para destacar as qualidades dos Machos que entraram em pista, o jurado principal Mateus Gularte da Silveira, abriu os comentários sobre os Campeões do Passaporte de Pato Branco, onde quem puxou a fila foi o Campeão de Categoria e Campeonato Potranco Maior, Orgulho da Pátria Xucra, que também foi escolhido como Melhor Exemplar da Raça. “Muito boa cabeça, linha de cima firme, antebraço musculoso, muito uniforme anterior e posterior, potrilho de muita classe”, destacou o jurado ao comentar sobre Orgulho. Fazendo jus ao seu nome, quando questionado o criador e expositor Bruce Quatrin Buzzeto, os elogios só aumentam “É um cavalo que só nos traz alegrias em todas saídas de casa ele conquistou títulos, valorizando seu nome e nos dando muito orgulho”. O reprodutor colorado é um filho de AS Malke Tormento – TE e Abençoada da Divisa Gaúcha, criação e exposição Cabanha Pátria Xucra, de Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul.

Sem registros históricos, é a primeira vez que a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos ( ABCCC), realiza a iniciativa de realizar os Passaportes de Primavera. Outras cinco cidades já sediaram o evento neste ciclo 2024, entre elas a cidade de Santa Catarina, Lages; além das realizadas em território gaúcho, como aconteceu em São Gabriel, Pelotas, Alegrete e Rolante, e por fim, o estado paranaense, levando o passaporte para Pato Branco.

Como destacado pelo jurado Mateus Gularte da Silveira, a iniciativa proporciona a continuidade no aproveitamento do preparo realizado por criadores e cabanheiros. “Parabenizo primeiramente a ABCCC pela iniciativa excelente em realizar os Passaportes de Primavera, onde valoriza o trabalho de preparação dos cabanheiros e proprietários, possibilitando que animais que já vinham sendo preparados e participaram do ciclo anterior, pudessem ser julgados, tentassem uma vaga no ciclo seguinte, até já sendo classificados, e não precisassem esperar até os Passaportes de Outono para isso”, enfatizou o jurado.

Os resultados podem ser conferidos no site da ABCCC em www.abccc.com.br.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Fotos: Divulgação/Felipe Ulbrich

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Freio Jovem reúne famílias para celebrar o futuro das pistas do Cavalo Crioulo

Ginetes a partir dos seis anos executam provas similares às do Freio de Ouro sob o olhar atento de parentes e amigos em Esteio (RS)

Publicado

⠀em

Freio Jovem reúne famílias para celebrar o futuro das pistas do Cavalo Crioulo

O Freio Jovem esteve com as arquibancadas lotadas de familiares, que a cada manobra em pista dos seus filhos, netos, sobrinhos ou afilhados, bradavam animados, os jovens ginetes do Cavalo Crioulo fizeram sua estreia na pista coberta da Arena 1, em Esteio (RS). Os mais de 120 inscritos, entre eles dez competidores uruguaios, divididos em oito categorias, executaram os movimentos e esbarrada, giro sobre patas, simularam as provas de mangueira e paleteada em busca do ouro na final do Freio Jovem 2023 da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

Os conjuntos vencedores do Freio Jovem foram conhecidos a partir das 17h do sábado, dia 11 de novembro, após correrem a última prova, de Campo II, e que se assemelha à paleteada, porém sem a presença do gado. Os primeiros a terem o Freio de Ouro celebrado com a tradicional corrida na pista, foram os integrantes da categoria Infantil A, onde participam crianças de 6 a 8 anos de idade.

O presidente da ABCCC, César Hax, disse que o número de inscritos no Freio Jovem foi sensacional e que a prova, para ele, é a mais importante que a entidade tem. “Acho que a gente traz uma experiência para esses, os menores especialmente, uma experiência que eles jamais vão esquecer na vida, de respeito ao regulamento, noção de tempo, de espaço, capacidade de aprender a perder, e se 10% desse volume virarem crioulistas de alguma forma, acho que a gente cumpre a função social, cumpre a função de associação e de respeito ao criador”, afirmou, pouco antes de ver o neto Ramiro Hax entrar em pista montando Estopa do Rebuliço, para sua última prova.

José Inácio Oliveira Teixeira 

Freio Jovem

Na categoria Infantil Feminino A, a ginete Flávia Boeira Petim foi a vencedora montando Saga Charrua, enquanto na Infantil Masculino A o vencedor foi José Inácio Oliveira Teixeira com Harmonia Alfonsina. Na Infantil Feminino B, a vencedora foi Helena de Azevedo Pereira com Baronesa 10 Seni, e na Infantil Masculino B a vitória ficou com Henrique Deschamps Crispim montando Santa Alice Parejo.

Paulina Sosa com A Lo Largo Gauchita foi a vencedora na categoria Juvenil Feminino A, e Caetano Massarotto Gonçalves foi o ganhador da Juvenil Masculino A com LJG Alquimista. Já na Juvenil Feminino B, Laura Martinez Vencato foi a vencedora com Jundiá do Canto do Mato Grande, enquanto na Juvenil Maculino B a vitória foi de Conrado Porto Rota com Las Callanas Que Facha.

Os resultados completos podem ser conferidos no site da ABCCC em www.abccc.com.br.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Fotos: Divulgação/Felipe Ulbrich

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Futuro do Cavalo Crioulo faz sua estreia na arena coberta para a final do Freio Jovem

Evento tem por característica, levar famílias inteiras para uma prova que colabora para a formação do caráter de jovens e crianças

Publicado

⠀em

Futuro do Cavalo Crioulo faz sua estréia na arena coberta para a final do Freio Jovem

Mais do que dominar o cavalo e mostrar conhecimento e preparo técnico em pista, o ginete do Freio Jovem se consagra pela confraternização entre amigos. E é isso que será visto nesta semana, na grande final, na Arena principal do Cavalo Crioulo, no parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).

Estão sendo esperados 125 participantes e mais um número incalculável de amigos e familiares que acompanharão as provas, que encerram no sábado dia 11 de novembro. Para chegarem até a final, os conjuntos que entrarão em pista,  passaram por 35 seletivas. O vice-presidente de Provas Esportivas da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Fernando Gonzales, garante que enaltecer o vencedor não é o propósito desta competição. “A gente acredita que no Freio Jovem, entrar em pista, é um grande desafio para os jovens, faz parte da formação do caráter deles e que independente de ganhar ou perder, todos são vitoriosos por estarem ali, concluindo esta etapa de vida”, afirma o dirigente.

Para a final do Freio Jovem, que será a primeira na pista coberta, estão inscritos participantes de diferentes categorias: Infantil Feminino A e B, Infantil Masculino A e B, Juvenil Feminino A e B, Juvenil Masculino A e B. As etapas da Final do Freio Jovem contarão com a supervisão do Técnico do Cavalo Crioulo, Alexandre Pons Suñe. A avaliação do desempenho dos competidores ficará com Douglas Leite Gonçalves, Marco Antônio Stumpf e Santiago Schiavo, responsáveis pelos julgamentos dos competidores das categorias Infantil Feminino e Masculino A e B. Já nas categorias Juvenil Feminino  e Masculino A, o trio de jurados será formado por Glauco Pinto Xavier, Leonardo Rodrigues Teixeira e Rodolpho Hickmann Demoliner. E César Augusto Zolinger, Gustavo Weiand e Júlio Cesar Hax serão os responsáveis por julgar os inscritos Juvenil Feminino e Masculino B.

Confira a programação do Freio Jovem

Dia 9 de Novembro de 2023 (Quinta-feira)
8h às 9h – Término da entrada dos animais
9h às 11h – Revisão dos animais do Freio Jovem
14h – Andaduras, Figura, Volta Sobre Patas e Esbarradas – Categorias Infantil A Feminino, Infantil A Masculino, Infantil B Feminino e Infantil B Masculino

Dia 10 de Novembro de 2023 (Sexta-feira)
8h – Andaduras, Figura, Volta Sobre Patas e Esbarradas – Categorias Juvenil A Feminino, Juvenil A Masculino, Juvenil B Feminino e Juvenil B Masculino

Dia 11 de Novembro de 2023 (Sábado)
8h – Mangueira 1 – Todas as categorias
Sequência – Bayard/Sarmento
13h30min – Prova de Campo

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Foto: Divulgação/Giácomo Góes

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Doma de Ouro e Um Ano de Freio tem campeões consagrados

Decisões fazem parte da Semana do Cavalo que está sendo realizada no Parque Assis Brasil, em Esteio (RS)

Publicado

⠀em

Doma de Ouro e Um Ano de Freio tem campeões consagrados

Os 77 conjuntos admitidos para a final do Doma de Ouro 2023 deram início às provas na Semana do Cavalo, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Evento que leva o nome do saudoso crioulista João Manoel Cordeiro Costa, carinhosamente conhecido por Maneca Costa.

A Arena do Cavalo Crioulo, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, no Rio Grande do Sul, recebeu os conjuntos para a primeira fase. E, nesta quinta-feira, 26 de outubro, foi formado o pódio deste Ciclo 2023, sob avaliação dos jurados Juliano Duarte Lisboa e Ricardo de Freitas Labrea, supervisão supervisão dos Técnicos, Cláudio Neto de Azevedo e Ricardo Guazzelli Martins.

Doma de Ouro

Um ginete terminou a primeira fase do Doma de Ouro, após etapas de Andaduras, Figura, Esbarradas, Voltas Sobre Patas, além do controle dos novilhos por meio do aparte, entre os três primeiros colocados. Marcos Braga Silveira de Ávila mostrou seu trabalho apresentando Santa Augusta Sesmaria, conjunto que consagrou-se campeão do Ciclo 2023, atingindo média final de 98,950.

Chegada do campo para ser amanciada em menos de 60 dias, Marcos destaca uma característica da campeã: “Apesar de ser medrosa, a égua tem um coração e uma alma gigante que superam seus medos”.

Outro ponto destacado pelo ginete, refere-se ao trabalho em equipe, ferramenta fundamental para alcançar os resultados: “Quero agradecer também a todos aqueles que fazem parte da minha equipe de trabalho, que me auxiliam, sem eles me ajudando seria bem mais difícil de conquistar os resultados, esse prêmio é nosso”.

A jovem fêmea preta rabicana salina, prestes a completar três anos, é uma filha de Esquilador do HV e Nochera Madrasa, criada e exposta por Fernando e Guilherme Vasconcellos, da Estância Santa Augusta, de Rosário do Sul, no Rio Grande do Sul.

Já no Um Ano de Freio, aprimorando o trabalho de base, após 365 dias de treinamento, os conjuntos que disputaram o ciclo da Doma de Ouro 2022, voltam para a Arena do Cavalo Crioulo para demonstrar sua evolução. Os jurados foram Alexandre Pons Suñe e Rafael Geiss Terra.

“Quando o Cavalo é bom, ele mostra seu potencial desde o início. Essa égua me proporcionou o título de Campeão da Doma de Ouro 2022, e agora o título de Campeão de Um Ano de Freio deste ciclo. Futuro dela será brilhante”.

Essa foi uma fala de Luis Gustavo Rodrigues Ruas, sobre Verdad da Bela Aliança, conjunto que terminou a final do Um Ano de Freio 2023 com a maior média (11,673), entre os 52 conjuntos que entraram em pista para disputa.

A fêmea colorada que liderou de ponta a ponta na disputa, é uma filha de Eleito do Mano a Mano e Gurupa Sureña, de criação e exposição de Francisco Carlos Habowsky, Cabanha Bela Aliança, de São Bento do Sul, Santa Catarina.

Os resultados completos podem ser conferidos no site da ABCCC.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Foto: Divulgação/Maurício Vinhas

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Semana do Cavalo terá final nacional do Rédeas de Ouro em Esteio

São esperados competidores brasileiros de cinco Estados e da Argentina, Uruguai e Chile

Publicado

⠀em

Semana do Cavalo terá final nacional do Rédeas de Ouro em Esteio

A nova Arena Coberta do Cavalo Crioulo recebe, de 23 a 28 de outubro, a Semana do Cavalo. Dentre as provas que serão realizadas, está a final nacional do Rédeas de Ouro. Durante o ano foram realizadas etapas regionais em cinco Estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Goiás. Também devem ser recebidos competidores da Argentina, Uruguai e Chile.

A coordenadora da Subcomissão do Rédeas da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Dinah Druck, conta que a final tem as categorias oficiais, entre elas as da modalidade jovem, com idades entre 10, 13 e 15 anos. Ela celebra a oportunidade da modalidade estrear na nova pista de Esteio (RS) e dentro da Semana do Cavalo. “O piso novo, maravilhoso, para Rédeas vai fazer muita diferença e esse encontro de quatro modalidades esportivas vai ser muito rico de troca de experiência com todo mundo conhecendo a modalidade do outro, trocando informações, vendo cavalos diferentes”, avalia a dirigente.

A Semana do Cavalo reunirá, além do Rédeas de Ouro,  Doma de Ouro/Um Ano de Freio, Movimiento a La Rienda e a estreia da  Vaquero/Working Cow Horse. O evento será ainda uma homenagem ao ex-presidente da ABCCC, João Manuel Cordeiro Costa, o Maneca, vanguardista em pautas que envolviam tecnologia e informação da entidade e que foi figura visionária que sempre buscou o aprimoramento da genética do Cavalo Crioulo, explorando todo o potencial da raça.

Confira a programação Semana do Cavalo

Dia 23 de Outubro de 2023 (Segunda-feira)
8h às 20h – Continuação da entrada dos animais
8h30 – Concentração de Machos
10h às 12h – Doma de Ouro/Um Ano de Freio: Revisão dos animais por ordem de catálogo
13h30min – Doma de Ouro: Início da Fase Inicial

Dia 24 de Outubro de 2023 (Terça-feira)
8h às 20h – Continuação da entrada dos animais
8h – Doma de Ouro: Continuação da Fase Inicial
14h às 15h30 – Movimiento a La Rienda: Revisão dos animais por ordem de catálogo
Sequência – Movimiento a La Rienda: Categorias Crioulos do Futuro e Profissional

Dia 25 de Outubro de 2023 (Quarta-feira)
8h às 20h – Continuação da entrada dos animais
8h – Um Ano de Freio: Fase Inicial
Sequência – Um Ano de Freio: Prova de Mangueira
Sequência – Movimiento a La Rienda: Amador A e Amador Principiante

Dia 26 de Outubro de 2023 (Quinta-feira)
8h às 20h – Continuação da entrada dos animais
8h – Doma de Ouro: Escaramuça Livre e Esbarradas
Sequência – Doma de Ouro/Um Ano de Freio: Prova de Campo
9h às 11h – Revisão dos animais Vaquero/Working Cow Horse por ordem de catálogo
13h às 15h – Treino Pago
16h30 – Vaquero/Working Cow Horse: etapa de Rédeas
Sequência – Rédeas de Ouro: Principiante Aberto, Snaffle Bit Aberto, Potro do Futuro Aberto

Dia 27 de Outubro de 2023 (Sexta-feira)
8h às 12h – Fim da entrada dos animais
8h – Vaquero/Working Cow Horse: etapa de Gado Sequência – Intervalo
Sequência – Rédeas de Ouro: Iniciante Amador, Jovens 10, 13 e 15, Principiante Amador, Feminino, Master, Sênior, Snaffle Bit Amador, Nacional Amador e Potro do Futuro Amador

Dia 28 de Outubro de 2023 (Sábado)
10h – II Mostra de Aperos
14h – Rédeas de Ouro: Nacional Aberta
Sequência – Vaquero/Working Cow Horse: Fase final

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Foto: Divulgação/Fagner Almeida

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Final Nacional da Paleteada apresenta os campeões das Forças A e B

Prova realizada na Arena do Cavalo Crioulo neste sábado encerrou o maior ciclo da história da modalidade

Publicado

⠀em

Final Nacional da Paleteada apresenta os campeões das Forças A e B

Uma disputa acirrada marcou a Final Nacional da Paleteada do ciclo 2023 do cavalo Crioulo. O evento bateu o recorde da modalidade e movimentou mais de 550 conjuntos no total, representando um crescimento de 28% em relação ao ano anterior.

Promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), a prova ocorreu neste sábado, 14 de outubro, na Arena Coberta do Cavalo Crioulo, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). Chegaram à fase decisiva 40 duplas na Força A e 20 duplas na Força B.

Campeões Final Nacional da Paleteada

A dupla vencedora da Força A foi Pablo Acosta Rodrigues, montando Neruda do Boeiro, e Pedro Collares Ebert Hamm, montando Herdeiro da Intuição, com nota final de 88,75 pontos. Pedro também recebeu o prêmio de “Aluízio Perez – Ginete Destaque”. “A gente veio correr um boi de cada vez, confiava nos nossos cavalos e deu tudo certo, graças a Deus”, afirmou.

Na Força B, o primeiro lugar ficou com a dupla Carlos Eduardo Felix, montando Imbaá de Pai Passo, e Jovany Felix, montando Forasteiro de Pai Passo, com média final de 79 pontos. Carlos afirmou que foi uma final emocionante, especialmente por estar correndo com o filho. Em ambas as Forças, as duplas vencedoras saíram de terceiros (Força A) e segundo lugares (Força B) para o lugar mais alto do pódio, após apresentarem regularidade nas disputas da fase final.

O presidente da ABCCC, César Hax, avaliou positivamente a Final da Paleteada, destacando que durante todo o ciclo foram realizadas muitas credenciadoras, com um expressivo número de animais. “É uma modalidade que traz famílias, envolve pais, filhos e irmãos, especialmente a Força B, e nos emociona. Tudo isso nos mostra que estamos no caminho certo das modalidades esportivas”, destacou. Conforme Hax, a Paleteada é, sem dúvida, a que mais cresce e vai continuar aumentando.

Os jurados encarregados de avaliar o desempenho das duplas na Força A, foram Fernando Harger e Renato Dotto Gonçalves. Já na Força B, a avaliação foi feita por Filipe Silveira Pavei e Floriano Faria Corrêa.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Maurício Vinhas

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Expolages revela os primeiros finalistas da Morfologia Expointer

Realizada em Santa Catarina, a exposição teve cavalo de criatório gaúcho de São Francisco de Paula como Melhor Exemplar da Raça

Publicado

⠀em

Expolages revela os primeiros finalistas da Morfologia Expointer

Conhecida como uma das principais feiras multissetoriais da região Serrana Catarinense, a Expolages, que aconteceu entre os dias 05 e 08 de outubro no Parque de Exposições Conta Dinheiro em Lages, Santa Catarina, recebeu o primeiro evento oficial da raça Crioula do Ciclo Morfológico 2024, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

No evento promovido pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da Serra Catarinense Pedro Paulo Lisboa foram conhecidos entre os 50 animais admitidos, os oito primeiros exemplares (quatro fêmeas e quatro machos) classificados à final da Morfologia Expointer 2024.

Julgamentos na Expolages

Na manhã de sábado, sob a forte chuva que assola a região, os jurados Alexandre Pons Suñe (principal) e Luciano Comiotto (auxiliar), iniciaram os trabalhos de julgamento da Exposição Incentivo. Durante a tarde os trabalhos prosseguiram com a avaliação dos exemplares da Exposição Morfológica e definição dos Campeonatos. 

Se as disputas de sábado ocorreram sob intensos volumes de chuva, o domingo não foi diferente: a chuva que parecia ter dado uma trégua, retornou e se manteve com altos volumes até o final da manhã, quando foram decididos os grandes Campeonatos. Nem mesmo a condição climática adversa foi motivo para baixa competitividade da disputa. “Nossa raça tem um crescimento bastante importante, acredito que fizemos um bom trabalho, selecionando animais que terão uma boa representação na Grande Final”, comenta Alexandre.

E entre as fêmeas, a Grande Campeã do Passaporte de Primaveras de Lages foi a potranca menor (que puxou a fila na categoria e campeonato), Onça Parda do Portal. Em seu comentário, o jurado principal Alexandre Pons Suñe destacou a excelente mobilidade da potranca durante as andaduras, também exaltou suas linhas e estruturas harmônicas configurando o selo racial da raça. A gateada é filha de Marconi Leopardo – TE e Belicosa do Aguapey,  criada e exposta por Fernando Richetti.  

Na disputa da categoria machos, um exemplar recém premiado em Esteio, com o título de Quarto Melhor Macho na Final da Morfologia Expointer 2023, conquistou a escarapela de Grande Campeão do Passaporte de Primavera de Lages: Amigo do Tamboré. O potranco menor, destacou em sua categoria e campeonato, conquistou o olhar do jurado, que ressaltou todas qualidades do filho de Santa Alice Nublado II e La Vitória do Tamboré. 

O macho de pelagem tostada que, de acordo com a avaliação do Jurado Principal Alexandre Pons Suñe é um exemplar que apresentou qualidade em suas andaduras e aprumos, com postura e angulações corretas, um bom pescoço e excelente selo racial. Tais características renderam ao Grande Campeão criado e exposto por Diego de Lucena Zanandréa o título de Melhor Exemplar da Raça do Passaporte Morfológico de Lages 2024.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Foto: Divulgação/João Morais

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Exposições Passaportes do Cavalo Crioulo iniciam nesta primavera

Primeiros animais selecionados para a Morfologia da Expointer serão conhecidos ainda neste ano por meio das Exposições Passaportes

Publicado

⠀em

Exposições Passaportes do Cavalo Crioulo iniciam nesta primavera

As Exposições Passaportes do Cavalo Crioulo para a Expointer 2024 já vão agitar o calendário da raça neste ano. Nesta semana, os municípios de Lages, em Santa Catarina, e São Gabriel, no Rio Grande do Sul, classificarão os primeiros exemplares para a Nacional da Morfologia, que ocorrerá na feira do ano que vem no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).

O vice-presidente de Exposições Morfológicas e Modalidades Seletivas da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), André Luiz Narciso Rosa, explica que essa é uma solicitação antiga dos núcleos de criadores. “As exposições passaportes de primavera acabavam por não ter um grande fomento. Tinham os criadores regionais que levavam os animais por levar e não tinham um fim determinado, e se começou a esvaziar essas exposições. A gente não só antecipou os passaportes, como aliviou esse processo de julho e agosto para a Expointer, que são finais de semana extremamente concorridos e competitivos”, observa.

Com isso, conforme o dirigente, se preconizou a realização destes eventos neste momento do ano com seis exposições passaportes ainda em 2023.

A Exposição em Lages (SC), a cargo do Núcleo de Criadores da Serra Catarinense, ocorre de quinta (05) a domingo (08) no Parque de Exposições Conta Dinheiro, durante a Expolages, e tem como jurado titular Alexandre Pons Suñe e jurado auxiliar Luciano Comiotto. Já em São Gabriel, no Parque Assis Brasil, a Passaporte ocorre de sexta a domingo com o jurado titular Mário dos Santos Suñe e o jurado auxiliar é José Francisco Pereira de Moura.

Por Divulgação/Assessoria de imprensa
Foto: Divulgação/Felipe Ulbrich


Leia mais notícias aqui.

Continue lendo