Mangalarga

Especial Dia da Mulher: conheça Marisa Iorio, criadora de cavalos

Publicado

⠀em

Sócia-proprietária do Haras Lagoinha, referência do Mangalarga Pampa no Brasil, Marisa conta a sua história no meio do cavalo

A criação do Mangalarga Pampa do Haras Lagoinha, localizado em Jacareí/SP, já foi destaque em algumas reportagens aqui do portal Cavalus. No entanto, o que poucos sabem é a história por trás da sócia-proprietária do criatório, Marisa Iorio.

Exatamente por isso que hoje ela é destaque da série de reportagens especiais em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Respeitada por onde passa, Marisa compartilhou com a gente como surgiu o seu interesse pelo mundo dos cavalos.

Além disso, contou também como que conseguiu se sobressair na criação de cavalos mesmo em um meio predominantemente masculino. E, ainda, sobre o seu olhar artístico na criação de cavalos que, com certeza, fez e faz toda a diferença para tornar o Haras Lagoinha um dos principais centros de criação da raça Mangalarga.

No entanto, apesar da história de Marisa e do Haras Lagoinha se misturarem, hoje, nesta reportagem, o foco principal é só ela. Mas, com certeza, em breve voltaremos em outra reportagem a contar mais sobre a história do criatório, a qual ela está a frente junto com o ex-marido Paulo Eduardo Corrêa da Costa.

Confira abaixo a entrevista completa!

Marisa Iorio e Monteblanco do PEC

Primeiro contato com cavalos

“Meu primeiro contato com o mundo dos cavalos foi no Parque da Água Branca, em São Paulo. Meu pai me levava para ver as exposições e aí despertou essa paixão, que passou para recortes de revista. Desde os meus 3 anos, comecei a me interessar em comprar revista e a vislumbrar a ter uma fazenda, a ter uma criação de cavalos.

Acredito que eu não tenha sido a única da minha geração a ter esse despertar através desse parque, desse entusiasmo e de tantas exposições. Hoje é uma tristeza vir a saber que o Água Branca deixa de ser um parque de exposições agropecuárias.

Enfim, eu sempre pedia para o meu pai uma fazenda, mas o mesmo não tinha condições para realizar o meu pedido. Só que ele procurava um sitio e até então uma tia próxima, irmã do meu pai, conheceu o Condomínio Lagoinha.

Na época, era uma fazenda de um francês, que estava de partida para França e teve a ideia, acredito que veio de lá, de dividir a fazenda em lotes, desta forma transformou a fazenda em condomínio. Tudo leva a crer que esse condomínio tenha sido o primeiro existente no Brasil. Pois de São Paulo tenho certeza.

Então, quando eu tinha cinco anos de idade meu pai comprou dois lotes desse condomínio, mas eu perguntava ‘onde estavam os cavalos’. Porque ficaram as cocheiras na fazenda, mas os cavalos foram embora.

Aos 16 anos, Marisa com o seu primeiro cavalo, o Paulista

Início Haras Lagoinha

“Contudo, uma pessoa me deu uma informação que próximo do Condomínio Lagoinha existia um senhor que tinha uns cavalos sem raça definida, que ele alugava esses cavalos e eu fui a pé até lá. Assim, conheci o senhor chamado Minerão, logo fiz amizade e ele passou a me alugar cavalos nos fins de semana e nas minhas férias.

Eu aprendi muito com ele [Mineirão]. Eu adorava tratar dos cavalos. Então, no final de semana eu alugava um cavalo, das 8h as 17h. Eu tratava, alimentava, dava banho, fazia tudo com muito carinho o dia inteiro e só na última hora me permitia a dar uma voltinha com meu amigo.

E foi indo assim até que acabei adquirindo meus próprios cavalos. Sempre que eu ia para esse local, desse senhor Mineirão, eu falava para mim mesma ‘Um dia eu iria construir um Haras e seria exatamente nesse local’. E hoje especificamente é exatamente o local do Haras Lagoinha.

Então, toda uma historia aconteceu dos meus cinco anos de idade, quando comecei a alugar os cavalos até eu comprar o Lagoinha, com 21 anos. Mas isso aconteceu até eu conhecer o Paulo, casar e toda uma longa historia se passa até adquirir a fazenda Primavera, hoje haras Lagoinha.”

Marisa Iorio é formada em artes plásticas

Atuação profissional

“Eu sou formada em artes plásticas, mas, é claro, que eu queria ter feito veterinária. Mas, na época, minha mãe pediu encarecidamente que eu não fizesse veterinária. Então, como meu pai era artista plástico, as artes me chamavam muito atenção e eu acabei fazendo artes plásticas na FAAP.

Contudo, confesso que cheguei a pensar que seria, talvez, uma escolha errada. Mas é interessante como as coisas não acontecem por acaso. Hoje eu acho que foi a melhor escolha da minha vida. Mesmo mexendo com cavalos, eu acho que a formação artística me ajuda muito até hoje na criação de cavalos.

Eu digo isso porque o olhar artístico faz você ter equilíbrio, a dar atenção as formas. Para poder visualizar o cavalo como um todo, precisamos diferenciar as partes, mas mantendo critérios que estão presentes na avaliação como harmonia, beleza plástica, morfologia, movimento, andamento, entre outros.

Fora isso me ajudou na elaboração de todo o projeto e construção do que é hoje o Haras Lagoinha. Sou uma criadora diferenciada dos demais criadores pela concepção geral, todas as etapas do que é realmente criar cavalos.

Todo esse projeto e idealização nasceu da Marisa Iorio e nos momentos específicos os profissionais de cada área foram envolvidos e do meu sempre e eterno alicerce Paulo Eduardo, o PEC.”

Dedicação aos cavalos

“Hoje eu agradeço por ter escolhido minha profissão e ter esse olhar bem diferenciado, artístico e realmente de criação. Eu sou apaixonada por aquilo que eu faço e gosto de conduzir de forma diferenciada com uma pitada de um senso artístico que eu sempre faço inclusive nos meus leilões, o Leilão Celebridades, eu gosto disso. ”

Inclusive eu posso até falar que o Haras Lagoinha já ganhou prêmio de decoração, por conta da parte externa. E foi um grande momento que uniu a minha parte profissional como decoradora sendo projetada aí no início da criação, tanto do haras como da minha parte profissional.

Mas não conseguimos trilhar dois caminhos com a mesma dedicação, de artista plástica, decoradora e criadora de cavalos. Daí eu resolvi abrir mão, vamos dizer assim da minha profissão em si, para ir para minha paixão que é a criação de cavalos.

Meu sonho era ter cavalos, mas jamais imaginei toda essa grandiosidade, mas a raça Mangalarga sempre foi a raça dos meus sonhos, eu nunca cogitei criar outra raça”.

Para Marisa, a mulher é muito mais detalhista que os homens na criação de cavalos

Estudante dedicada

“Eu entrei na associação em 1984, super jovem. Com sonho pela frente e deslumbrada no meio, mas não sabia nada. Quem que ia me dar atenção, era complicado.

Quem era a Marisa do Haras Lagoinha, aquela que tinha um terreno de 1.000 metros, que estava iniciando a criar e a comprar cavalo. Não era ninguém, na verdade.

Então, como que eu precisava a ser notada, eu precisava ter conhecimento, mas como conhecer se não tinha praticamente nenhuma literatura de cavalo para me informar a respeito? Assim, passei a prestar atenção nas conversas, muitas vezes de longe. Meus ouvidos estavam sempre aguçados de informação, eu pegava os catálogos do leilão e lia todos, eu prestava atenção em tudo que o leiloeiro comentava.

Além disso, eu ia nos leilões no Parque Água Branca que te falei. Ficava do primeiro lote até o último lote, tanto no sábado quanto no domingo. Chegava em casa e estudava os pedigrees, verificando os maiores preços e depois para ficar por dentro dos assuntos.

Fora isso eu ia nas lojas e conversava com os vendedores. Eu aprendia sobre todas as novidades que saiam no mercado de remédios e tratamentos em equinos e tudo mais. Eu estudava também sobre as rações do mercado e fazia os poucos cursos existentes no mercado na época.

Então o que eu tinha naquele momento eram as lojas, os leilões, passando o dia ali conversando, aí as vezes, antes, que antecedia os leilões, os vendedores ficavam com vontade de vender. Daí eles te davam atenção, então eu aproveitava esse momento de maior descontração e conversava, daí também era interessante e eu comecei a conhecer esse meio, e ficar ali mais tempo.

Isso devo muito a meu pai Hélcio Iorio, porque sempre me acompanhava e sendo um especialista na arte de dialogar, conversava com todo mundo e eu seguia de carona.”

Haras Lagoinha é referência na criação do Mangalarga Pampa

Mulher x preconceito

“Se eu sofri preconceito? Talvez não seja preconceito em si, talvez foi assim, ignorada muitas vezes. Mas como o haras Lagoinha se destacou muito rapidamente, e tendo sempre a Marisa Iorio na linha de frente, de ignorada passei a ser respeitada, isso até hoje.

Tem um lado muito positivo de estar no meio masculino sendo mulher, que eu acho que foi um grande diferencial na minha vida. O fato de não estar confortável, me fez estudar muito e isso me tornou muito detalhista.

Me fez sempre pensar em cada ação a ser realizada no criatório. Ajo com seriedade, carinho, amor e extremo profissionalismo. Talvez seja por eu ser mulher, eu jamais baixo a guarda.

O Paulo, às vezes, até fala, ‘ah você é muito detalhista’. Mulher tem esse defeito, detalhista, mas eu acho que esse é o real valor. Os detalhes fazem a diferença, e eu acho que essa é a grande importância, cavalo tem que ser tratado nos mínimos detalhes.

Eu agradeço por ser uma mulher, num meio anteriormente machista, hoje masculino, mas que me permitiu ser o que sempre fui. Mas de forma até mais exigente da minha parte que foi sempre agir com seriedade, pensar em cada detalhe para que nada fugisse ao meu controle.

E por ser essa mulher de personalidade forte, sem jamais desistir dos meus ideais, o Haras Lagoinha se tornou uma referência Nacional de criação de cavalos”.

Por Natália de Oliveira
Colaboração: Ana Silva
Crédito das fotos: Arquivo Pessoal/Marisa Iorio

Veja mais notícias do cavalo Mangalarga no portal Cavalus

Mangalarga

31ª Mangalargão reúne o melhor do Mangalarga em um pregão histórico

Arremate será neste sábado (25) e comemorará o centenário de Geraldo Diniz Junqueira, grande nome na raça e no agronegócio no estado de São Paulo

Publicado

⠀em

Mangalargão

Neste sábado (25), Orlândia, interior de São Paulo, estará em festa. A família Diniz Junqueira realiza o tradicional Mangalargão, leilão com uma seleção especial dos melhores animais do criatório.

O Mangalargão é o leilão mais longevo da raça e tem uma importância história significativa, pois já transferiu sua genética ímpar aos quatro cantos do Brasil.
“Nós, criadores do Mangalarga, participantes desse leilão há mais de 40 anos, mostramos aqui nossa paixão pela raça, selecionando animais para servir aos mais exigentes criadores do país, com éguas, potros, barrigas e embriões das nossas melhores matrizes”, afirmou a organização do leilão.

A partir das 19h, o público poderá ter acesso aos 28 lotes criteriosamente selecionados do criatório, reunindo o melhor da marcha e da morfologia do Mangalarga.
Essa edição do Mangalargão é ainda mais especial pois, além de estar comemorando sua 31ª edição, o leilão celebra o centenário de Geraldo Diniz Junqueira, um grande criador que contribuiu para o desenvolvimento da raça não só no Estado de São Paulo, mas no Brasil inteiro.

A 31ª Edição do Mangalargão conta com a chancela da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM).

“É uma festa da família Mangalarga, com uma seleção realizada com muito amor. Convidados todos os amigos e parceiros para conferir de perto os lotes criteriosamente selecionados. O melhor do nosso criatório para alegrar os criatórios de todo o país”.

Geraldo Diniz Junqueira e o Mangalarga

Engenheiro Agrônomo por formação, Geraldo dedicou sua vida a criação de cavalos da raça Mangalarga, sendo um incentivador do “cavalo funcional”, utilizado tanto no trabalho quanto na lida com o gado.

Ao longo da sua vida, o criador teve mais de mil animais, alguns de grande destaque na raça como Rigoni, Noruega, Hiroshima e Almanaque Mangalarga, o grande campeão dos campeões.

Geraldo Diniz Junqueira também criava gado da raça nelore e tinha usinas de açúcar, sendo o fundador da Cooperativa dos Agricultores da Região de Orlândia.

O criador gostava ainda de cavalos de corrida, sendo conhecedor de “pedigrees” de destaque e métodos de criação. Foi presidente do Jockey Club de Ribeirão Preto e da Organização das cooperativas do Estado de São Paulo (OCESP).
Geraldo Diniz Junqueira foi ainda secretário de Agricultura do Estado de São Paulo no final da década de 1970.

Serviço:
31º Leilão Mangalargão

Data: 25 de junho, sábado, às 19h
Transmissão: Agro CANAL/ Youtube RPN Leilões

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Foto: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

Amparo recebe Exposição Interestadual Mangalarga

Etapa é promovida pelo Núcleo de Amparo do cavalo Mangalarga em parceria com a ABCCRM e receberá expositores dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Bahia

Publicado

⠀em

Amparo recebe Exposição Interestadual Mangalarga

O Núcleo de Amparo do Cavalo Mangalarga realiza entre os dias 23 e 26 de junho a Exposição Interestadual Mangalarga do Núcleo de Amparo, interior de São Paulo.

Tradicional na região, a etapa, que conta com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo da Raça Mangalarga (ABCCRM), será realizada no Centro Hípico Hipocampo e reunirá provas de Marcha e Morfologia.

A expectativa da organização é receber mais de 500 pessoas visitando a exposição por dia, com competidores dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Bahia. “As expectativas são muito positivas, a procura pelas inscrições estão muito altas e estamos muito animados”, comemora Rodrigo Berti.

A etapa contará com quatro jurados, sendo dois para as provas de Marcha (André Fleury Azevedo Costa e Pedro Henrique Bueno de Camargo) e dois para as provas de morfologia (Felipe Amorim Caetano de Souza e Jorge Eduardo Cavalcante Lucena).

A etapa será transmitida ao vivo pelo aplicativo Ride2Play, primeiro streaming de cavalos do país, com narração e comentários de Eduardo Grespan e Marcelo Cerqueira.

Cronograma Exposição Interestadual Mangalarga

23/06 – entrada dos animais
24/06 – Início dos julgamentos
26/06 – Final dos julgamentos

Leilão Mangalargão

Além das tradicionais provas de marcha e morfologia que encantam os entusiastas da raça, o público que estiver prestigiando a Interestadual poderá ainda acompanhar a tradicional 31ª edição do Leilão Mangalargão, que será realizado no sábado, (25).

“Preparamos o cronograma da etapa para encaixar a transmissão deste grande leilão da raça, pretendemos encerrar a exposição no dia 25 pelo menos 2 horas antes do início do leilão, e o público poderá acompanhar todos os lances e lotes através de um telão que disponibilizaremos durante a etapa”, enfatizou Berti.

Serão ofertados 28 lotes, com o melhor da genética e da morfologia conquistado pelo criatório da Família Junqueira nestes longos anos de trabalho árduo em prol da raça.

A Exposição Interestadual Mangalarga do Núcleo de Amparo está com as inscrições abertas e elas podem ser realizadas através dos e-mails francisco.bezerra@abccrm.com.br / lucas.diniz@abccrm.com.br ou pelo telefone: 11 98801-3540.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

2º episódio do Mundo Mangalarga traz as novidades da raça

Apresentado por Dudu Vaz, essa edição traz João Francisco Junqueira como convidado para falar sobre Leilão Mangalargão. Programa vai ao ar hoje (15), a partir das 20h no canal do Youtube da Associação

Publicado

⠀em

2º episódio do Mundo Mangalarga traz as novidades da raça

O programa Mundo Mangalarga dessa semana está especial! Hoje (15), a partir das 20h, Dudu Vaz terá a companhia de João Francisco Junqueira, da Fazenda Boa Esperança, de Orlândia/SP, que vem para falar sobre a 30ª edição do tradicional Leilão Mangalargão, que será realizado no próximo dia 26, e é promovido pelo Grupo Leilão Mangalargão e Núcleo Mangalarga da Alta Mogiana.

Além deste bate-papo descontraído, o público poderá acompanhar como foi a Exposição Santa Catarina, 18ª Expo Brasileira, Interestadual em Itapetinga, Expo Mangalarga de Franca, Romaria Toledo até Aparecida do Norte, Copa Marcha e Função Cobasi/Ypê de Alta Mogiana, Copa de Marcha e Função da Fazenda Nova Esperança, além da agenda com os principais leilões da raça.

Desenvolvido pela Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), o Mundo Mangalarga tem a proposta de atender a demanda dos entusiastas da raça por um programa com muito animal em pista, mostrando a qualidade e a desenvoltura do cavalo Mangalarga.

O “Mundo Mangalarga” será apresentado ao vivo no canal do YouTube da associação, dia 15 de junho, a partir das 20h.

Serviço
Programa Mundo Mangalarga
Data: 20 de junho, às 20h
Transmissão no YouTube da ABCCRM

Por: Camila Pedroso

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

ABCCRM lança Projeto Gerando Campeões

Iniciativa inédita da ABCCRM visa disponibilizar o melhor da genética do cavalo Mangalarga ao alcance de todos os criadores, promovendo o fomento da raça

Publicado

⠀em

ABCCRM lança Projeto Gerando Campeões

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) lança essa semana um projeto inédito de fomento da raça. Em parceria com os criadores associados, a ABCCRM desenvolveu o Projeto Gerando Campeões, uma iniciativa inédita que visa expandir o melhor da genética do cavalo Mangalarga a todos os criadores.

Segundo Marcelo Luís Cerqueira, diretor de fomento da associação, o projeto tem o intuito de promover e incentivar o uso e a democratização da alta genética dos grandes criadores aos pequenos, médios e entusiastas da raça.

“Os criadores detentores das melhores genéticas da raça cederam coberturas dos seus garanhões por preços acessíveis, visando propagar sua genética pelo país, e assim, fomentar a raça”, explica Cerqueira.

As coberturas estarão disponíveis para a próxima estação de monta e os interessados devem entrar em contato diretamente com o proprietário do garanhão. “A ABCCRM está à disposição para esclarecer as dúvidas e fazer a ponte entre comprador e proprietário. A associação não receberá nenhum valor pela ação, apenas a gratidão e a felicidade e ver a genética campeã do nosso cavalo se espalhando pelo país”, ressalta Cerqueira.

Compradores interessados

Para ter acesso as coberturas do Gerando Campeões, o criador deve ser associado da ABCCRM. A lista completa com todos os animais disponibilizados e as condições de pagamento estão disponíveis no site da associação. Os interessados devem entrar em contato com a ABCCRM para ter acesso aos contatos do proprietário do garanhão e realizar a compra.

Como disponibilizar coberturas para o Gerando Campeões da ABCCRM?

Os criadores interessados em disponibilizar coberturas de seus garanhões devem entrar em contato com a associação. “Estamos abertos a todos os criadores que quiserem ingressar neste projeto inovador”, explica o diretor.

Hoje, o projeto Gerando Campeões conta com 50 garanhões, de criatórios de diversos locais do país. A ideia da ABCCRM é aumentar este número e assim levar o cavalo Mangalarga a todos os cantos do Brasil.

Mais informações pelo telefone: (11) 3677-9866 ou pelo site da ABCCRM.

Por: Equipe Cavalus Comunicação Equestre

Foto: Beto Falcão

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

Avaré recebe Exposição Regional do Mangalarga

Realizada pelo Núcleo Mangalarga do Oeste Paulista, prova será realizada entre os dias 15 e 17 de junho, dentro da ExpoNel

Publicado

⠀em

Mangalarga

O Núcleo Mangalarga do Oeste Paulista, em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga (ABCCRM) realizam entre os próximos dias 15 e 17 de junho a Exposição Regional do Mangalarga.
Realizada dentro da ExpoNel, no Recinto de Exposições Fernando Cruz Pimentel, em Avaré/SP, a etapa promete ser um sucesso. Segundo Rodrigo Novais, presidente do Núcleo, a prova já conta com inscrições de 140 animais oriundos diversos criatórios do estado de São Paulo.
“Superamos todas as expectativas. Estamos com um número significativo de criatórios inscritos que mostram a representatividade do nosso evento no estado”, comemora Novais.


A etapa reunirá provas de marcha e morfologia, julgadas por Agnaldo Machado de Andrade (Marcha) e Émerson Luis Bartoli (Morfologia). A locução será de Du Grespan e Marcelo Cerqueira.
A etapa terá transmissão ao vivo pelo aplicativo Ride2Play, primeiro streaming de cavalo do país.

ExpoNel

Promovida pelo Núcleo Nelore de Avaré/SP, a exposição é considerada como a grande festa do agronegócio paulista, por reunir leilões, exposições da raça, além de provas equestres como Rédeas e exposição do cavalo Mangalarga do Brasil.

Serviço
Exposição Regional do Mangalarga
Data: de 15 a 17 de junho
Local: Recinto de Exposições Fernando Cruz Pimentel, em Avaré/SP
Informações: (11) 3677-9866.

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

8ª Expo Mangalarga de Taubaté apresenta os melhores exemplares da raça na 17ª Feicampo

Realizada entre os dias 9 e 11 de junho, etapa é promovida pelo Núcleo Mangalarga do Vale do Paraíba

Publicado

⠀em

Mangalarga

Entre os próximos dias 9 e 11 de junho, o Vale do Paraíba estará em festa. O Sindicato Rural de Taubaté/SP realiza a 17ª Feicampo, Feira de Grande e Pequenos Animais e Implementos Agrícolas da cidade.

A festa reunirá torneio leiteiro, leilões, provas e exposições de pequenos animais, praça de alimentação, parque de diversões, música ao vivo e a 8ª Expo Mangalarga de Taubaté.

Promovida pelo Núcleo Mangalarga do Vale do Paraíba, a etapa, que já se encontra na 8ª edição, reunirá mais de 100 exemplares da raça Mangalarga e mais de 30 criadores da região. “Será uma grande festa da raça no Vale do Paraíba, reunindo os melhores exemplares Mangalarga da região”, comemora Felipe Angelin, um dos membros do núcleo organizador do encontro.

As exposições serão realizadas no Recinto de Exposições do Sindicato Rural de Taubaté e receberão as provas de marcha e morfologia.

A etapa já se tornou tradição na região, chamando a atenção de criadores. Prova deste sucesso é o número de criadores que prestigiam a etapa e levam seus melhores animais para entrar em pista.

“Será uma ótima oportunidade do entusiasta da raça conhecer os melhores exemplares da região”, convida Angelin.

Os julgamentos serão de responsabilidade de Agnaldo Andrade na morfologia e Felipe Amorim de Souza, na marcha.

Serviço

8ª Expo Mangalarga de Taubaté

Data: 9 a 11 de junho

Local: Recinto de Exposições do Sindicato Rural de Taubaté

Dentro da 17ª Feicampo

Entrada: 1 quilo de alimento (arroz, feijão ou macarrão)

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: João Gabriel

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

Expo Brasileira surpreende pela qualidade funcional dos cavalos Mangalarga em pista

Animais realizam além das tradicionais provas de marcha, provas funcionais, com destaque para o Working Penning e Laço

Publicado

⠀em

A qualidade dos animais que entraram em pista durante a 18ª Expo Brasileira surpreendeu a todos.

O evento, realizado entre os dias 20 à 22 de maio, no Parque Assis Brasil, em Esteio/RS, dentro da Fenasul Expoleite atraiu a atenção do público pela qualidade e funcionalidade da raça apresentada nas provas.

“Surpreendeu a todos! Nunca tivemos em nosso estado animais com tanta qualidade na pista de uma vez só. O público ficou deslumbrado com tanta qualidade. Conseguimos atingir o que era nosso foco, interesse, mudança, novos ares para a nossa raça”, comemorou Diego Teixeira, membro do Núcleo de Rio-Grandense de Criadores da raça Mangalarga.

A Expo Brasileira foi realizada em Esteio/RS, casa do cavalo crioulo no Brasil e para o núcleo, receber uma das maiores exposições da raça no estado foi muito importante pois “deu ainda mais segurança ao trabalho de revitalização que o núcleo vem fazendo no estado, tentando trazer novos usuários”.

O resultado foi muito importante, ressalta Teixeira, pois fez com que alguns criadores que haviam desistido de criar, despertassem neles novamente o interesse pelo Mangalarga. “Conseguimos mexer com o brio do verdadeiro amante do cavalo Mangalarga”, ressaltou.

Expo Brasileira despertou interesse de outras raças

Durante a Fenasul Expoleite, outras raças também estiveram presentes realizando suas exposições e isso acabou causando um impacto ainda mais positivo para a Brasileira, isso porquê durante as provas funcionais, muitos criadores de outras raças prestigiaram as provas e se surpreenderam com a funcionalidade do Mangalarga do Brasil.

“Outros criadores de diversas raças observaram nossas provas funcionais, e se surpreenderam, comentando muito, nos consultando sobre a funcionalidade no cavalo. Estávamos no maior palco da raça funcional e causar o interesse neste público foi muito bacana”, afirmou Teixeira.

Família reunida na Expo Brasileira

Nessa edição da Expo Brasileira do cavalo Mangalarga a preocupação da organização foi reunir a família não apenas no entorno das provas de marcha e morfológicas, mas também nas provas funcionais. Por isso, desenvolveram provas com categoria Feminina nas modalidades de Três Tambores e Seis Balizas e provas de Working Penning com Amador, crianças, mulheres e proprietários.

“Reunimos 30 animais nas provas funcionais, quase 70 inscrições no Working Penning e 22 inscrições na provas de Laço”, apontou.

Sobre as provas de Laço com animais Mangalarga, Teixeira afirmou que também surpreendeu, principalmente aos juízes que estiveram presentes na Brasileira. “Eles jamais pensariam em ver Mangalarga de tanta qualidade laçando assim, no galope, troca de mãos, cavalos calmos. Nossa tropa foi muito elogiada e isso mostra que estamos seguindo no caminho certo”, finaliza.

Confira a lista completa dos campeões da Expo Brasileira no site da ABCCRM.

Por: Camila Pedroso/Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

Prosa Mangalarga – Como está o crescimento da Raça Mangalarga fora do estado de São Paulo?

Este é o tema do Prosa Mangalarga de hoje (26). Programa vai ao ar ao vivo pelo canal do Youtube da Associação

Publicado

⠀em

Prosa Mangalarga

A raça Mangalarga do Brasil está em constante crescimento por todo território nacional. A Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo da Raça Mangalarga (ABCCRM) vem, com a ajuda dos núcleos regionais, realizando eventos com destaque ao sucesso de público e visitantes.

Para debater estes resultados muito importantes, o programa Prosa Mangalarga de hoje (26), comandado por Dudu Vaz promove um bate-papo com diversos convidados de destaque para abordar o crescimento da raça Mangalarga fora do Estado de São Paulo.

Diego José Teixeira, criador e diretor de fomento do NRCCRM e Lúcio Henrique do Centro de Treinamento Talismã são os convidados para contar suas realidades e crescimento.

O Prosa Mangalarga ainda terá como convidados Almir José Lopes Campos, criador e diretor de núcleos da ABCCRM; Rodrigo Novais, criador e diretor de exposições da ABCCRM e o presidente do Núcleo Mangalarga do Oeste Paulista.

O programa Prosa é transmitido ao vivo no canal da ABCCRM no YouTube, e pelo Instagram da ABCCRM hoje (26), a partir das 20h.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Beto Falcão

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

Esteio/RS sedia a 18ª Expo Brasileira do Cavalo Mangalarga

Maior evento da raça no Rio Grande do Sul e o segundo mais importante em nível nacional, Expo Brasileira começa amanhã

Publicado

⠀em

Expo Brasileira

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Mangalarga (ABCCRM) juntamente com o Núcleo de Rio-grandense de Criadores da raça Mangalarga promovem a 18ª Expo Brasileira, de 20 a 22 de maio, no Parque Assis Brasil, em Esteio/RS.

Essa é a maior Exposição da raça no estado do Rio Grande do Sul, e acontece dentro da Fenasul e Expoleite.

Segundo a ABCCRM, a escolha em fazer a Expo Brasileira no Rio Grande do Sul, foi em função de ser fora do estado de São Paulo, movimentando o mercado dessa região, apresentando a raça em suas várias funcionalidades.

Além de suas qualidades já reconhecidas de marcha, o cavalo Mangalarga possui uma funcionalidade ímpar, sendo uma ótima opção para o trabalho com o gado. Para comprovar suas aptidões, os núcleos e a associação vem promovendo Provas Funcionais com exemplares da raça, e para essa edição da Expo Brasileira promoverá até provas de gado.

“Cavalo precisa trabalhar aqui no Sul e precisamos mostrar isso para os amantes do cavalo. A Expo Brasileira sendo realizada aqui é uma forma de demonstrar o quão funcional a nossa raça também é. É uma grande oportunidade para isso, temos desenvolvido esse trabalho no Núcleo de trazer a funcionalidade junto com a qualidade morfológica e de marcha da nossa raça que é muito importante, pois é tudo um conjunto”, Diego Teixeira, diretor Fomento do núcleo.

Além das tradicionais provas de Marcha e de Funcionalidade, nessa edição a Expo Brasileira reunirá ainda provas de Working Penning, Três Tambores e Seis Balizas e terá como premiação R$ 20 mil.

O cavalo Mangalarga reúne a família no entorno do cavalo, e na Expo Brasileira serão realizadas provas Femininas, Infantis e de proprietários, a fim de fomentar essa união.

“Essa é uma grande oportunidade de mostrarmos toda a qualidade e funcionalidade do cavalo Mangalarga aos novos entusiastas que querem conhecer de perto o cavalo Mangalarga”, afirma Teixeira.

A Expo Brasileira será transmitida ao vivo pelo aplicativo Ride2Play, primeiro streaming de cavalo do país.

Programação da Expo Brasileira:

19/05 – quinta-feira

16h às 18h30 – Provas Funcionais

20/05- sexta-feira

8h às 16h – julgamentos morfológicos

16h às 18h3 – 0 Provas Funcionais

21/05 – sábado

Continuação dos julgamentos e grandes campeonatos

Serviço

18ª Expo Brasileira do Cavalo Mangalarga

Data: 20 a 22 de maio

Local: Parque Assis Brasil, em Esteio/RS

Transmissão: Ride2Play

Por: Camila Pedroso

Foto: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga

Exposição Interestadual do Mangalarga reúne exemplares de quatro estados em Itapetinga/BA

Considerada a capital da pecuária baiana, a cidade recebe a raça Mangalarga dentro da Exposição Agropecuária, a maior do segmento no estado

Publicado

⠀em

Exposição Interestadual do Mangalarga reúne exemplares de quatro estados em Itapetinga

Itapetinga, localizada na região centro-sul da Bahia, é considerada a capital do boi na região. Referência da agropecuária de corte, sendo o polo da pecuária baiana, a cidade de 90 mil habitantes recebe há 50 anos a Exposição Agropecuária de Itapetinga.

A festa, realizada entre os dias 13 e 22 de maio, no Parque de Exposições Juvino de Oliveira, recebe diversas exposições de raça, sendo considerada a maior em número de animais da região.

Tamanho a importância da Exposição, o Mangalarga do Brasil, considerado o melhor cavalo para ser utilizado na lida no campo, principalmente no trato com o gado, não poderia ficar de fora.

Entre os dias 19 e 22 de maio, a Raça Mangalarga realiza dentro da Exposição Agropecuária de Itapetinga, a Exposição Interestadual do Mangalarga.

A etapa receberá animais dos estados do Pará, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. A expectativa da organização é receber mais de 100 animais inscritos para participar das provas Funcionais, Mirim, Copa de Andamento e Julgamento.

Segundo um dos organizadores da Interestadual, Rafael Ladeia, criador e responsável pelo marketing da exposição, a prova Funcional oferecerá R$ 10 mil em prêmios e a Mirim possui uma expectativa de receber em média 50 crianças.

“O Estado da Bahia é a porta de entrada para o Nordeste e essa exposição é muito significativa para a raça, pois abre portas para o Mangalarga expandir suas ações em outros estados como Alagoas e Pernambuco”, ressalta Jivaldo Queiroz, organizador da Exposição.

Ainda segundo Queiroz, a Interestadual deve receber mais de 50 mil visitantes, sendo considerada a mais importante do interior da Bahia.

“Estarmos dentro da Exposição Agropecuária de Itapetinga é muito importante. Estamos no meio de pessoas que podem nos abrir portas para fomentarmos ainda mais a nossa raça. O Mangalarga é um animal altamente útil para o dia a dia da pecuária. Trabalhar com o gado com o Mangalarga é tudo de bom. Ele não é só morfologia, andamento, é função. É o cavalo de sela, mas também é muito útil na lida, muito importante no trabalho das fazendas com a agropecuária de corte”, ressalta Ladeia.

Leilão Haras NJT & Haras Mangalô e Convidados de animais Mangalarga

Ainda durante a exposição, no dia 21 de maio, os Haras NJT & Haras Mangalô e Convidados realizará a segunda edição do seu tradicional leilão. São quase 30 lotes de animais de destaque no cenário nacional da raça. Uma ótima oportunidade para os entusiastas da raça.

“Um leilão de oportunidade, para adquirir o melhor do sangue baiano da raça”, afirma Ladeia.

A Exposição Interestadual do Mangalarga será aberta ao público, uma ótima oportunidade para os amantes de cavalos conhecer de perto a raça.

Além disso, a Exposição Interestadual do Mangalarga terá transmissão ao vivo pelo aplicativo Ride2Play!, primeiro streaming de cavalo do país.

Serviço:
Exposição Interestadual do Mangalarga

Data: 13 e 22 de maio
Local: Parque de Exposições Juvino de Oliveira

Por: Camila Pedroso

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Categorias

COPYRIGHT © 2021 CAVALUS. TODOS DIREITOS RESERVADOS
ESSE SITE É PROTEGIDO PELO GOOGLE RECAPTCHA
POLÍTICA DE PRIVACIDADE | TERMOS DE SERVIÇO