Mangalarga

Um sonho de criança que se tornou realidade

Conheça a história de Marisa Iorio, do Haras Lagoinha que com muito trabalho e dedicação transformou o amor pelos cavalos no melhor criador e expositor da pelagem Pampa da raça Mangalarga do Brasil

Publicado

⠀em

Quem disse que sonhos de criança são bobagens precisa rever seus conceitos. O Dia das Mulheres chegou e para comemorar realizamos uma entrevista com um grande nome da raça Margalarga do Brasil, Marisa Iorio, do Haras Lagoinha.

A princípio, ao lado de seu marido, Paulo Eduardo Corrêa da Costa, Marisa realizou seu sonho de criança e se especializou na pelagem Pampa de Mangalargas do Brasil.

De antemão, está há 22 anos como melhor criador e expositor da pelagem Pampa da raça Mangalarga, tendo ainda o destaque de melhor reprodutor da raça.

Com 38 anos de criatório, a artista plástica utilizou suas técnicas para transformar seu haras e atualmente, colhe os frutos deste grande trabalho.

Uma história que começou do amor de uma criança pelos cavalos e a persistência de uma mulher que não desiste de seus sonhos e sempre arregaça as mangas em prol dos seus objetivos.

Conheça a história de Marisa Iorio:

Portal Cavalus: Quando iniciou seu amor pelos cavalos?

Marisa Iorio: A princípio, meu amor pelo cavalos começou muito cedo. Quando eu tinha três anos eu já tinha essa paixão, mas não tinha contato com os cavalos, mas só de ver as fotos já ficava apaixonada.

Eu recortava fotos de cavalos e colava nas paredes do meu quarto e falava para meus pais que eu queria ter um haras, uma fazenda.

Meu pai era um profissional da área e começou a procurar um local, não necessariamente uma fazenda, e acabou encontrando com a ajuda de um parente um condomínio, chamado Condomínio Lagoinha, o primeiro condomínio residencial aqui de Jacareí (SP).

Este condomínio era uma fazenda que foi vendida em lotes, e nela tinham cavalos que eram de um senhor.

Eu logo comecei a perguntar ‘onde estavam os cavalos?’ E um senhor me indicou a fazenda onde eles foram levados, e eu com cinco anos já ia neste local onde tinham animais, sem raça definida.

Foi assim que eu tive um contato maior com os cavalos.

Aos finais de semana eu alugava um cavalo, mas o que eu mais gostava deste aluguel era cuidar deles.

Era um aluguel das 8 às 5 da tarde, do qual meu maior prazer era escovar, cuidar, dar comida e banho.

Passei minha infância cuidando desses cavalos, depois acabei comprando um, tendo no condomínio, e sempre tentando ir nessa fazenda, que se chamava Fazenda Primavera.

Na época eu sempre falava que essa fazenda ia ser minha, que eu ia construir meu haras.

Portal Cavalus: Como você comprou a Fazenda Primavera?

Marisa Iorio: Eu tinha 21 anos, já estava casada com meu marido.

Eu comprei depois de muito custo, pois ninguém achava o dono dessa propriedade, o senhor que tomava conta era um posseiro, nem mesmo o prefeito da cidade de Jacareí sabia quem era o dono e conseguiu localizá-lo.

Até que um dia, foleando uma revista, em 1984, eu vejo: ‘Vende-se uma área localizada limítrofe com o condomínio, excelente para se construir um haras’.

Como em Jacareí só tinha um condomínio eu pensei: ‘É essa área, é a Fazenda Primavera!’.

E por coincidência era essa fazenda mesmo, e depois de um ano de tratativas, tentando comprar, nós finalmente conseguimos.

A criação

Portal Cavalus: Como foi o início da sua criação?

Marisa Iorio: Conseguimos iniciar a criação, recém-casados, com todas as dificuldades que todo recém-casado tem, fomos construindo o Haras Lagoinha aos poucos.

Hoje temos 150 animais, 150 cocheiras, e toda a infraestrutura que com o tempo nós fomos construindo.

Como eu sou decoradora, fiz um projeto que me ajudou a construir desde o traçado da estrada até todas as construções que você vê no Haras Lagoinha.

Portal Cavalus: Como aprendeu a lidar com os cavalos?

Marisa Iorio: Com eles mesmos. Desde aquele aprendizado lá na infância, lidando com eles.

Portal Cavalus: Quais foram as suas maiores dificuldades?

Marisa Iorio: Por ser mulher eu encontrei dificuldades, que hoje eu agradeço, pois me fez esmerar no que eu faço, sempre estudando bastante para me destacar na equideocultura, para sempre me sobressair, tendo conteúdo, qualidade.

Como iniciei com poucos recursos, eu buscava ler e fazer a minha criação me esmerando no manejo, na alimentação.

Como no Mangalarga você não importa animais de outros países, é tudo daqui, você tem buscar muito recurso genético, além de toda pesquisa para se destacar.

Os resultados

Portal Cavalus: Quais foram os principais resultados?

Marisa Iorio: Começamos a criar em 1984 e já em 1988 nós já fomos sexto melhor expositor da raça Mangalarga.

Daí por diante nós não saímos mais. Em 1990, fomos segundo melhor expositor da raça, isso no geral.

Depois nos especializados na pelagem Pampa, e hoje estamos há 22 anos como melhor criador e expositor da pelagem Pampa da raça Mangalarga, tendo ainda o destaque de melhor reprodutor da raça.

Então, são anos de um trabalho com muita dedicação, posso te dizer que é diária, dados os desafios que se encontra, desde parte profissional, parte de estudo genético e sempre buscando o que se tem de melhor.

E mais que tudo isso, a dedicação diária que faz você evoluir dia a dia e não se abater ou ficar acomodado.

Portal Cavalus: Como é sua criação na pelagem Pampa?

Marisa Iorio: Minha linha é a especialização na pelagem pampa, dentro da raça Mangalarga.

Praticamente, inicia-se essa evolução na raça com o nascimento do meu garanhão Monte Blanco do Péquia, faz um ano que ele desapareceu.

Chamamos ele de pilar da raça Mangalarga, pois foi o gerador de quase todos os animais de pelagem Pampa da raça e com ele veio a beleza, morfologia e evolução da pelagem.

Este trabalho de evolução genética, docilidade, temperamento e marcha que vem sendo feito no Lagoinha, a gente vem recebendo uma busca muito grande de outros criadores e amantes da pelagem Pampa dentro da raça.

Com isso, este gosto por essa pelagem que estava adormecido, ressurgiu, ocasionando um resgate de sangues que estavam praticamente esquecidos dentro da nossa genética, da nossa raça.

Este é um trabalho que o Haras Lagoinha faz que é diferencial. 

Frente a isso, nós temos uma preocupação, pois nós fazemos há 11 anos consecutivos o trabalho com o Leilão Celebridades, que devido à pandemia estamos há dois anos sem realizar.

Novo modelo de visitação

Portal Cavalus: Quais foram os impactos da pandemia para seu criatório?

Marisa Iorio: Devido à pandemia, eu venho fazendo um trabalho que não era feito e que eu sentia falta. Nos leilões vinham muitas pessoas, mas elas vinham apenas naquele dia.

Como o Mangalarga é um cavalo de sela, de lazer, cavalgadas, e com a pandemia houve essa volta do homem ao campo, lazer, o cavalo passou a ser uma companhia, sendo uma ótima opção durante a pandemia.

Isso fez o mercado ficar aquecido, pois o cavalo surgiu como opção de união familiar, amigos, com grupos restritos.

E com isso, eu tenho recebido essa pessoas, explicado sobre a raça, e com isso tendo um contato prazeroso com meus clientes, o que com o leilão, apesar de ser um momento de festa, não era possível.

Com as visitas, consigo ter um contato individual e pessoal com cada um dos meus clientes.

Estou curtindo muito, porque consigo explicar o direcionamento do Haras neste sentido, explicar sobre a raça, principalmente para novos criadores e usuários, então neste sentido foi muito gratificante para mim, pois pude mostrar o processo de criação do Haras, a raça em si.

Muitos ainda têm dúvidas sobre o animal e consigo sanar todas, pois no leilão a pessoa pode deixar de dar um lance por ter alguma dúvida, ficou inseguro e aqui, ele pode voltar, montar, ter contato e se deixar domamos também.

A gente faz um trabalho de suporte para os nossos clientes.

Nossa ideia é fidelizar. Eu era uma pessoa que não tinha muito conhecimento, que teve que aprender e hoje eu procuro repassar meu conhecimento para meus clientes.

Durante a caminhada, cometemos muitos erros e muitos desistem, então eu quero ser essa pessoa que ajuda, ter no meu criatório este serviço de elucidar as dúvidas.

Quero fazer essa pessoa continuar, e acreditar na raça que eu crio, repassar minha experiência de 35 anos de criatório.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Divulgação

Mais notícias sobre o cavalo Mangalarga do Brasil no portal Cavalus

Mangalarga

ABCCRM: comunicado de cobertura da raça deve ser feito até 29/02

Formulário de comunicado está disponível no menu ‘Formulários Studbook’ no site da associação

Publicado

⠀em

ABCCRM: comunicado de cobertura da raça deve ser feito até 29/02

A Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo da Raça Mangalarga (ABCCRM), divulgou na quarta-feira (21), que o prazo para o comunicado de coberturas do segundo semestre é até a próxima quinta-feira, dia 29/02.

Comunicado Coberturas Mangalarga

De acordo com a entidade, por determinação do Ministério da Agricultura e Pecuária – MAPA, o prazo não poderá ser prorrogado. Vale destacar que o comunicado pode ser feito pelo site oficial no login e senha do proprietário do garanhão na data da cobertura.

Além disso, o envio do formulário, que está disponível no menu ‘Formulários Studbook’ no site da associação, pode ser feito também pelos Correios com destino ao endereço Rua Monte Alegre, 61, Conjunto 111, Perdizes, São Paulo (SP).

Para mais informações, basta acessar o site da ABCCRM ou através do telefone (11) 3677-9866.

Por Heloísa Alves/Portal Cavalus
Fotos: Divulgação/Beto Falcão

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Eleições ABCCRM: Fernando Tardioli é o novo presidente da associação

Eleição ocorreu na quarta-feira (07), onde foram eleitos a Diretoria Executiva, membros do Conselho Superior de Administração e os membros do Conselho Deliberativo Técnico

Publicado

⠀em

Eleições ABCCRM Fernando Tardioli é o novo presidente da associação

Na quarta-feira (07), os mangalarguistas puderam conhecer a nova Diretoria Executiva da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga – ABCCRM. Além da Diretoria, foram eleitos também os membros do Conselho Superior de Administração e os membros do Conselho Deliberativo Técnico da ABCCRM, todos para o triênio 2024/2026.

A chapa ‘Pra Fazer Diferente’, encabeçada pelo advogado Fernando Tardioli, foi quem venceu o pleito com um total de 312 votos. Do outro lado, esteve a chapa ‘União Mangalarga’ com Bia Biagi como candidata a presidente, que recebeu 265 votos.

Fernando Tardioli Lúcio de Lima

Fernando Tardioli, que é advogado especialista em agronegócio, destaca que essa foi uma vitória do trabalho, de compromisso com a raça Mangalarga. “É uma vitória de um programa de gestão discutido, detalhado, de companheiros que percorreram os quatros cantos desse Brasil olhando no olho do associado e entendendo os seus anseios e suas necessidades”.

De acordo com o novo presidente, será feita uma transformação na associação, pensando no benefício do associado e do cavalo, já que são eles que merecem a total atenção da Diretoria Executiva.

“Temos um trabalho duro pela frente, é difícil vencer as eleições, agora é muito mais difícil entregar aquilo que prometemos, mas não tenho a menor dúvida que a gente fará essa entrega”, finaliza.

Votação

Vale lembrar que a eleição ocorreu de forma presencial, através da cédula de votação, nas dependências do salão “Paulinho Nogueira” (antigo salão nobre) do Parque da Água Branca e por meio eletrônico.

Conheça os membros eleitos:

Diretoria Executiva
Presidente: Fernando Tardioli Lúcio de Lima

Vice-Presidente Administrativo e Financeiro: Eduardo Figueiredo Augusto

Vice-Presidente de Marketing: Jorge Eduardo Beira

Vice-Presidente Técnico: Israel Iraídes da Costa

Vice-Presidente Fomento: Vinicius João Curi

Vice-Presidente Exposições e Esportes: Leandro Pasqualini de Carvalho

Vice-Presidente Relações Institucionais: Joel Fernandes Gonçalves

Membros do Conselho Superior de Administração:
Pedro Salla Ramos Filho
Carlos César Perez Iembo
Francisco Carlos de Luccia
Nelson Antonio Braido
Fernando Raucci Netto

Conselho Deliberativo Técnico
Técnicos:
André Fleury Azevedo Costa
Fabiano de Luccia
Flávio Gabriel Navera Marques
Ivan Rogério Costa
Maria Juliana Todesco de Jesuz
Perla Dagher Cassoli Fleury

Criadores:
Fabio Tarpinian
José Urbano Junqueira de Andrade
João Francisco Diniz Junqueira
Samuel Maragoni Diniz Moreira da Silva
Youssef Haddad

Por Heloísa Alves/Portal Cavalus
Fotos: Divulgação/ABCCRM

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

ABCCRM divulga data para Assembleia Eleitoral da associação

Votação que será de forma online e presencial ocorrerá no próximo dia 07 de fevereiro

Publicado

⠀em

ABCCRM divulga data para Assembleia Eleitoral da associação

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga – ABCCRM, divulgou na segunda-feira (22), a data oficial para Assembleia Eleitoral da associação. O pleito, que irá eleger a Diretoria Executiva, membros do Conselho Superior de Administração e os membros do Conselho Deliberativo Técnico da ABCCRM, todos para o triênio 2024/2026, acontecerá no dia 07 de fevereiro.

Assembleia Eleitoral

O associado apto a votar poderá exercer seu direto de voto: de forma presencial, através da cédula de votação a ser depositada na urna no dia, a partir das 9h, nas dependências do salão “Paulinho Nogueira” (antigo salão nobre) do Parque da Água Branca; ou por meio eletrônico, com instruções que serão divulgadas em breve.

O regulamento geral das eleições 2024 da ABCCRM pode ser acessado através do site da associação.

Por Heloisa Alves/Portal Cavalus
Foto: Reprodução/Pixabay

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Após três anos como presidente da ABCCRM, Eduardo Rabinovich encerra sua gestão à frente da entidade

A realização de 50 exposições, o investimento de R$ 700 mil em copas, o incentivo a 11 ‘poeirões’ e novas parcerias estão entre os avanços alcançados do triênio 2021 a 2023

Publicado

⠀em

Após três anos como presidente da ABCCRM, Eduardo Rabinovich encerra sua gestão à frente da entidade

Após liderar a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) por três anos, Eduardo Rabinovich conclui sua gestão, marcada por conquistas significativas no triênio 2021-2023.

Gestão Eduardo Rabinovich

Durante seu mandato, destacam-se a realização de 50 exposições, um investimento de R$ 700 mil em copas por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, o apoio a 11 eventos chamados ‘poeirões’ e o estabelecimento de novas parcerias.

Eleito presidente em 2021 com a missão de tornar o ‘Cavalo de Sela Brasileiro’ mais acessível e promover sua criação em todo o país, Rabinovich encerra este ciclo ressaltando os avanços alcançados.

“Ao longo desses três anos, foi promovido um simpósio inovador, investimentos em cursos para novos jurados e o fortalecimento do mercado do cavalo, incluindo a realização de 21 leilões. Ademais, melhorias como a implementação do ‘Power BI’ no Stud Book da Associação foram realizadas,” pontua Eduardo Rabinovich, presidente da ABCCRM.

O crescimento é evidente nos números, com 4.210 nascimentos e 6.441 inscrições por pelagem nas exposições, demonstrando o impacto positivo da gestão de Rabinovich.

Outro destaque é a reformulação da ‘Revista Mangalarga’ e também no Departamento de Comunicação e Marketing, que contou com assessoria de imprensa especializada no segmento equestre e impulsionamento nas redes sociais da entidade.

Em seus agradecimentos, o presidente reconheceu o empenho da diretoria, a contribuição de todos os envolvidos e o apoio da família, comunidade mangalarguista e equipe da ABCCRM. Rabinovich conclui destacando que, ao trabalharem juntos, fortaleceram ainda mais a Raça Mangalarga, assegurando sua trajetória de excelência, tradição, evolução e inovação.

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Beto Falcão

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Primeiro curso ‘Cavalo Mangalarga na Prática: Criação e seleção’ aconteceu em Itapetininga (SP)

A Freire Assessoria ministrou o evento para iniciantes e os criadores já estabelecidos na raça

Publicado

⠀em

Primeiro curso 'Cavalo Mangalarga na Prática Criação e seleção' aconteceu em Itapetininga (SP)

O primeiro curso ‘Cavalo Mangalarga na Prática: Criação e Seleção’ foi sediado no Haras Gadu, localizado em Itapetininga (SP), ministrado pela Freire Assessoria, dos irmãos André e Silas Freire. O evento contou com a presença de 35 participantes.

‘Cavalo Mangalarga na Prática: Criação e seleção’

Durante o segundo sábado de dezembro (09), os participantes conheceram mais sobre as estratégias de acasalamentos, genética dos campeões, avaliação de potros ao pé, como projetar um campeão, avaliação da Marcha em animais montados e explicações sobre os critérios de julgamento.

Silas Freire conta que o público do curso foi abrangente. “Conseguimos unir os criadores iniciantes e os que já estão bem estabelecidos na raça. Dessa forma, foi possível apresentar mais atualizações sobre a genética do nosso cavalo e agregar mais informações sobre as estratégias de criação”.

E Freire finaliza, “nossa ideia é fomentar o ‘Cavalo de Sela Brasileiro’, além de contribuir para a próxima geração de animais campeões. Por isso, fizemos um curso prático para demonstrar tecnicamente toda a funcionalidade e beleza da Raça Mangalarga”.

Saiba mais sobre os eventos da ABCCRM em todo o Brasil: www.cavalomangalarga.com.br

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Júlio Oliveira

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Evento inédito fomenta a funcionalidade da Raça Mangalarga na Bahia

A 1ª Exposição Especializada em Cavalos Mangalarga e Campolina contou com julgamentos de Marcha/Dinâmica e Morfologia

Publicado

⠀em

Evento inédito fomenta a funcionalidade da Raça Mangalarga na Bahia

O Parque de Exposições Luiz Carlos Braga, localizado em Jequié (BA), recebeu cerca de 60 cavalos da Raça Mangalarga na 1ª Exposição Especializada Mangalarga e Campolina. De 07 a 10/12, a programação do evento contou com diversas provas, entre elas: ‘Test Ride’ das duas raças, Provas Sociais, Marcha/Dinâmica e Morfologia. Na Copa de Marcha e Função, foram distribuídos mais de R$ 7 mil em prêmios.

1ª Exposição Especializada da Raça Mangalarga e Campolina

Thiago Faria, um dos organizadores do evento, contou que o evento foi um grande sucesso. “Conseguimos reunir grandes criadores e expositores em um ambiente de muita descontração. Entramos em pista para disputar os troféus, mas sem deixar a confraternização de lado. Foi uma festa maravilhosa entre os amigos mangalarguistas daqui da Bahia”, destacou o organizador.

Faria ressaltou ainda alguns destaques da exposição. “O nível zootécnico dos animais foi excelente, destaque para o Haras Caldeirão da Serra, Mangalô, TA, MAP, NJT, entre outros, que fizeram boas campanhas. Na Copa de Função, o Haras NJT e o Haras ZF deram um show. Na Copa de Marcha, o Haras ZF, NJT, Pitanga e Mangalô garantiram o pódio. Por fim, parabenizamos todos que colocaram seus animais em pista e vieram prestigiar o nosso evento”.

A primeira edição da ‘Exposição Especializada em Cavalos Mangalarga e Campolina’ foi realizada pelo Sindicato Rural de Jequié, pela Associação Baiana dos Criadores de Mangalarga (ABCM), pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Campolina (ABCC) e apoiada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), através do presidente Eduardo Rabinovich.

Saiba mais sobre os eventos da ABCCRM em todo o Brasil: www.cavalomangalarga.com.br

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Thiago Faria

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Cidade de Jequié (BA) recebe a 1ª Exposição Especializada em Cavalos Mangalarga e Campolina

Cerca de 61 animais da raça Mangalarga serão julgados de quinta-feira (07/12) a domingo (10/12) nas categorias de Marcha/Dinâmica e Morfologia

Publicado

⠀em

Cidade de Jequié (BA) recebe a 1ª Exposição Especializada em Cavalos Mangalarga e Campolina

A ‘1ª Exposição Especializada Mangalarga e Campolina’ vai acontecer em Jequié (BA), localizado a 365 km da capital baiana, de 7 a 10 de dezembro. Esta primeira edição do evento é realizada pelo Sindicato Rural de Jequié, Associação Baiana dos Criadores de Mangalarga (ABCM) e Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Campolina (ABCC).

1ª Exposição Especializada Mangalarga e Campolina

De acordo com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), cerca de 61 exemplares da raça vão se apresentar no Parque de Exposições Luiz Carlos Braga. A programação do evento terá o ‘Test Ride’ das duas raças, Provas Sociais, Marcha/Dinâmica e Morfologia, além de distribuir mais de R$ 7 mil em prêmios na Copa de Marcha e Função, avaliadas pelo jurado Jorge Roberto Pires de Campos.

O organizador do evento, Thiago Faria, conta que a ideia da exposição surgiu após o cancelamento da edição deste ano da Feira Nacional da Agropecuária (Fenagro), que é a maior exposição do segmento na região do norte e nordeste. “Os criadores queriam colocar seus animais em pista, então tivemos a ideia de fazer uma exposição no interior da Bahia e unimos forças com a raça Campolina para realizar o evento”.

Faria ressalta a boa expectativa com o evento. “Conseguimos um bom número de inscrições e teremos a oportunidade de apresentar o ‘Cavalo de Sela Brasileiro’ a um novo público, podendo fomentar a raça na região. Esperamos que esta exposição abra novos caminhos para o nosso cavalo”.

Saiba mais sobre os eventos da ABCCRM em todo o Brasil: www.cavalomangalarga.com.br

Serviço:
1ª Exposição Especializada Mangalarga e Campolina – Jequié (BA)
Data: 07 a 10 de dezembro
Local: Av. Parque de Exposições, 2, Jequiezinho, Jequié (BA) – Parque de Exposições Luiz Carlos Braga

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Thiago Faria

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Núcleo Mangalarga do Vale do Paraíba realiza seu último evento do ano em São José dos Campos (SP)

Cerca de 70 participantes, entre amazonas e cavaleiros, participaram da Cavalgada Cass

Publicado

⠀em

Núcleo Mangalarga do Vale do Paraíba realiza seu último evento do ano em São José dos Campos (SP)

A Cavalgada Cass marca o último evento do ano para o Núcleo Mangalarga do Vale do Paraíba, dessa vez a aventura foi realizada na Fazenda Jardim, localizada em São José dos Campos (SP), no feriado da Proclamação da República (15/11). O evento contou com cerca de 70 participantes, entre amazonas e cavaleiros.

De acordo com Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), que apoia o evento, os participantes saíram pela manhã e seguiram em um trajeto de 20 km dentro da propriedade rural, passando por trilhas e uma serra da região.

Último evento Núcleo Mangalarga do Vale do Paraíba

Após a cavalgada foi servido um delicioso almoço, com o tradicional arroz carreteiro feito pelos funcionários do Haras Cass. “O clima agradável entre os participantes proporcionou um ambiente descontraído, além de promover muitas conversas”, ressalta Thomas D’Angieri, organizador do evento e gerente do Haras Cass.

E D’Angieri finaliza, “encerramos mais um ano de muitos eventos importantes para a Raça Mangalarga dá melhor forma possível, que é reunindo os amigos em uma bela cavalgada com o ‘Cavalo de Sela Brasileiro’”.

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Beto Falcão

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Cavalos Mangalarga participarão do maior Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho neste sábado

São 73 inscrições no total, os animais Mangalarga vão disputar 4 categorias da competição. A criadora Camila Glycerio de Freitas destaca seu preparação para o evento

Publicado

⠀em

Cavalos Mangalarga participarão do maior Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho neste sábado

A cidade de Jaguariúna (SP) vai sediar pela primeira vez o Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho, que acontece neste sábado (11/11). Nesta edição, a competição recebeu 73 inscrições de diversas raças de equinos, e tornou-se o maior número de inscritos desde a fundação da Associação Brasileira de Equitação de Trabalho (ABET).

Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho

O evento é apoiado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), e contará com a participação de animais da raça, que vão disputar 4 categorias do campeonato. Ney Messi, presidente da ABET, destaca a expansão da modalidade. “Estamos muito felizes, pois o crescimento da modalidade este ano é notável, temos uma média boa de inscrições e cavalos novos estão sempre chegando”.

Entre os participantes do campeonato está Camila Glycerio de Freitas, criadora há 24 anos da Raça Mangalarga. “Quando conheci o Mangalarga em 1999, elegi ele o meu cavalo de sela para todas as modalidades das quais participava e ainda participo, apesar dos meus 69 anos. Desde então são
20 anos me esforçando para colocar nosso cavalo nos esportes equestres”.

Glycerio destaca sua preparação para a competição, “monto diariamente na ‘Conexão Equestre’ com meu mestre Kether Van Prenhe Arruda. Estamos há seis meses trabalhando com a minha égua LUA MANGABAIA (T.E.), estamos sincronizadas fazendo um conjunto. O grande teste será no Campeonato Paulista de Equitação de Trabalho”.

Serviço
Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho
Data: 11/11 (sábado)
Horário: A partir das 7h30
Local: Agro Maripá, Jaguariúna (SP)

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Arquivo/Isabela Soger

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Mangalarga

Mais de 90 cavalos da Raça Mangalarga participam da 60ª Expo Rio Preto

Criatórios de diversas regiões do estado de São Paulo e também de Brasília (DF) prestigiaram o evento

Publicado

⠀em

Mais de 90 cavalos da Raça Mangalarga participam da 60ª Expo Rio Preto

A 60ª Expo Rio Preto recebeu cerca de três mil animais, entre eles, estavam os mais de 90 cavalos da Raça Mangalarga, que participaram da exposição, vindos de criatórios de diversas regiões do estado de São Paulo e também de Brasília (DF). O evento foi realizado pela Prefeitura de São José do Rio Preto e apoiado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM).

Expo Rio Preto

Os julgamentos de Morfologia, Provas Funcionais e Marcha ocorreram nos dias 13 a 14/10. Adib Ismael Junior, organizador da exposição, declarou que os melhores exemplares da raça participaram da exposição. “Grandes criatórios prestigiaram o evento e realizaram uma boa disputa entre os animais, proporcionando um espetáculo ao público presente”.

Ismael também destacou a infraestrutura do evento, ”muitos criadores elogiaram o suporte que a prefeitura ofereceu para os julgamentos. A exposição contou com um excelente clima de amizade, que é característico da família mangalarguista”.

Ainda durante o evento o Núcleo do Mangalarga do Noroeste Paulista homenageou dois grandes criadores, Nilton Cassiano Sant’anna e Felippe de Paula Cavalcanti de Albuquerque Lacerda Filho, que receberam um agradecimento especial pelo trabalho realizado para impulsionar a criação do Mangalarga na região. O prefeito, Edinho Araújo, e o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Pedro Pezzuto, participaram da homenagem.

Por Giovanna Catanho/Agência Cavalus
Fotos: Arquivo/ABCCRM

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo