Quarto de Milha

Balanço intermediário da ABQM 2023 é aprovado pela AGO

Caco Auricchio fez um balanço da sua gestão, pontuando todas as ações desenvolvidas durante os quatros anos que esteve à frente da associação

Publicado

⠀em

Balanço intermediário da ABQM 2023 é aprovado pela AGO

Na última terça-feira (31), ocorreu, na sede da Associação Brasileira do Quarto de Milha (ABQM), uma Assembleia Geral Ordinária (AGO), que aprovou o balanço intermediário de receitas e despesas executadas pela então Diretoria Executiva, de janeiro-agosto de 2023.

De acordo com a associação, os relatórios das demonstrações financeiras, no período, já haviam sido submetidos à apreciação dos Conselhos Fiscal e de Administração da entidade, com maioria favorável. O balanço é referente ao fim do exercício de gestão da atual Diretoria Executiva da ABQM eleita para o biênio 2021-2023.

Para o então presidente da ABQM, Caco Auricchio, a profissionalização da gestão e o fomento aos esportes equestres da raça garantiram a saúde financeira da entidade, que movimentou mais de R$ 50 milhões nas premiações de provas oficiais da raça, nos últimos quatro anos.

“Em 2023, iremos superar a marca de R$ 15 milhões em premiações para as provas oficiais do calendário anual da raça, o que representa um crescimento de 164%, desde o início da nossa gestão em 2019. Nos últimos quatro anos, chegamos a um recorde histórico com mais de R$ 40 milhões em prêmios nas pistas, valorizando o esforço e dedicação de nossos cavalos e atletas, além de garantirmos a saúde financeira da entidade e um Stud Book eficiente, com uma série de avanços em todas as áreas, mas prioritariamente, no fomento aos esportes equestres da raça”, reforça.

Balanço Gestão

Em entrevista ao portal da ABQM, Caco fez um balanço de sua gestão e avaliou os desafios com a pandemia de Covid-19, a sustentabilidade e estabilização da segurança jurídica como principais pilares de sua gestão. “Nosso trabalho contou com a valorização das equipes de trabalho e participação efetiva (e voluntária) dos vice-presidentes na governança. Enfrentamos com responsabilidade a pandemia de Covid-19, nos últimos dois anos, além de promover a união da cadeia produtiva através do IBEqui, com defesa de pautas comuns ao setor e avanços significativos nas parcerias público-privadas. A ampliação da interação do Conselho de Administração da ABQM com a Diretoria Executiva, além do apoio ao empresário-parceiro (jurados, inspetores e promotores de provas, através dos Núcleos do Quarto de Milha), garantiu a sustentabilidade e segurança jurídica aos esportes equestres da raça”, reiterou.

De acordo com o balanço da associação, atualmente, a ABQM conta com cerca de 680 mil animais registrados (sendo mais de 550 mil vivos), mais de 140 mil proprietários, 68 mil criadores, 45 mil associados. Em 2023 foram mais de 8,2 mil competidores e 17 mil cavalos atletas participando de provas oficiais e oficializadas da raça.

Além das ações em pista, o balanço feito por Caco destacou o que foi feito fora delas. Como na área social, com a ampliação do Projeto EQUO ABQM que registrou um crescimento de +500% em investimentos por meio da terapia assistida com cavalos, que já beneficiou mais de 150 crianças.

Ainda na área social, foi feito um convênio com o Comando de Policiamento do Interior (CPI-10) que está promovendo qualidade de vida aos agentes de segurança pública, através da equoterapia, além da implementação do módulo-aluno da Escola Western, para atrair novos talentos para às competições equestres da raça.

Já no quesito da História do Quarto de Milha, em seu último dia de gestão, Caco fez o lançamento de dois livros: “A história do Quarto de Milha no Brasil” e o “Marco Regulatório do cavalo no Brasil – um olhar a partir da raça Quarto de Milha”, em parceria com a Universidade de Brasília (UNB).

“Estas duas publicações são a celebração da paixão, dedicação e, acima de tudo, do amor pelo Quarto de Milha. Precisamos mostrar para a sociedade, cada vez mais urbana, que as competições equestres não são apenas um esporte, mas nossas rotinas nas fazendas, nosso trabalho, a forma como cuidamos de nossos animais e educamos nossos filhos. Que estes livros sirvam como um tributo à rica herança da raça de cavalos mais versátil do mundo no Brasil e como um guia para as futuras gerações de quartistas que manterão viva essa história”, afirma Caco.

Por fim, Caco Auricchio se despediu de seu cargo, deixando uma mensagem para a nova gestão da ABQM. “Esse é um legado que nos enche de orgulho, afinal a paixão pelo cavalo e pela raça Quarto de Milha é o que nos move e nos trouxe até aqui. Desejamos à futura Diretoria muito sucesso frente aos desafios. À toda família quartista, competidores, criadores, proprietários, nosso mais sincero agradecimento. Foi uma jornada incrível. Muito obrigado a todos e que Deus continue iluminando nossos caminhos. Forte abraço”.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa ABQM
Fotos: Divulgação/ABQM

Leia mais notícias aqui.

WordPress Ads
WordPress Ads