Quarto de Milha

Cinderela Fool OFV é detentora de uma genética impecável

Representando o Haras Fazenda Bom Jesus e o Rancho Faria, a égua assumiu o protagonismo em competições de tambor e, ainda, é aposta na reprodução

Jovem, rápida e detentora de uma genética impecável. Essa é a Cinderela Fool OFV, filha direta do importante reprodutor da raça Quarto de Milha EF Shady Brown, com a campeã mundial Miss Fortunes Fool.

Diante de tanta qualidade genética, era inevitável que a égua despertasse o interesse do Haras Fazenda Bom Jesus, de Rafael Pinelli, e do Rancho Faria, de Octávio Faria. Tanto que em março deste ano, durante o leilão do Haras Raphaela, os criatórios se uniram para a compra de Cinderela Fool OFV.

“Procurávamos um animal realmente especial, que pudesse assumir o protagonismo em competições de tambor. Representando, assim, dignamente os dois haras em todo o Brasil. E estamos muito animados com o potencial dessa matriz, tanto em provas quanto em reprodução”, explica Rafael Pinelli.

Ademais, ainda de acordo com o proprietário do Haras Fazenda Bom Jesus, Cinderela Fool OFV é um animal de elite e que reúne todas as qualidades que ele buscava para a sua tropa de matrizes.

Cinderela Fool OFV – Foto: Divulgação/Jefferson Araújo

Campanha em pista x reprodução

Com relação a sua campanha em pista, Cinderela Fool OFV possui inúmeros tempos na casa dos 16 segundos. Neste ano de 2020, o seu melhor tempo em provas oficiais foi de 16s960.

“Temos certeza que podemos baixar ainda mais essa marca. Atualmente, ela está com 22,50 pontos na SEQM”, acrescentou Rafael.

Quando o assunto é reprodução, tem grandes expectativas para a égua. Atualmente, ela já fez cruzamentos com Dash Ta Fame e Fire Water Flit.

Além disso, o proprietário conta que estão vendendo embriões a efetivar com outro super-garanhão americano, o Dash For Perks. “Acreditamos ser uma combinação espetacular em todos os sentidos”, destaca.

Paralelo ao trabalho de reprodução com garanhões consagrados, Rafael garante que dentro do projeto para a Cinderela Fool OFV está continuar com ela nas pistas.

“Esses embriões continuarão sendo oferecidos no mercado, pois acreditamos que fazendo isso estamos contribuindo para o desenvolvimento da raça no Brasil”, finaliza.

Por Natália de Oliveira
Crédito da foto em destaque: Divulgação/Hugo Lemes

Veja mais notícias sobre o cavalo Quarto de Milha no portal Cavalus