Quarto de Milha

Parque das Palmeiras se torna sede oficial da Vaquejada ABQM

Além do Potro do Futuro e Nacional, o complexo receberá também na temporada oficial 2021 o Congresso & Derby

Publicado

⠀em

O Parque das Palmeiras, em Lagarto/SE, foi anunciado como sede oficial da Vaquejada da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM). Antes de mais nada vale destacar que o Parque das Palmeiras faz parte de um complexo esportivo e social, que reúne o Haras Fábio José, o FJ Ringo Multieventos e o Parque de Exposições Gentil Barbosa. O local é de propriedade de Geraldo Majella.

Sede em três oportunidades do Potro do Futuro e Campeonato Nacional (2017, 2018 e 2020) da ABQM, o Parque das Palmeiras agora irá sediar o 12º Congresso & Derby, Evento realizado anteriormente em Pernambuco, em nove ocasiões, além de uma em Alagoas e outra no Rio Grande do Norte.

Portanto, todas as benfeitorias que fazem parte da megaestrutura do Parque das Palmeiras serão colocadas à disposição de plantéis da raça Quarto de Milha. Estes voltados à Vaquejada, de 24 a 28 de março, fortalecendo ainda mais a grandeza dessa centenária modalidade esportiva que tem suas raízes totalmente voltadas à cultura do povo nordestino.

Geraldo Majella, Prefeito (locutor) e Thiago Lima – Foto: Divulgação

Atendimento aos animais e bem-estar animal

Majella destaca que sua preocupação e da equipe que compõe o “staf” do complexo, comandada por Thiago Lima, Coordenador Geral de toda a estrutura, é aprimorar cada vez mais o serviço de atendimento aos animais. Bem como promover o bem-estar, tanto aos conjuntos participantes bem como a todos visitantes.

Isso, sobretudo, num ambiente mais confortável e com visão privilegiada da pista. Seja para aqueles que estejam nos camarotes ou nas arquibancadas, proporcionada pela moderna arena coberta a sede oficial da Vaquejada da ABQM.

“Mais uma vez é uma grande honra em receber os grandes eventos da Associação Quarto de Milha em nossa casa. Agora de forma inédita com realização do Congresso e Derby, que terão uma premiação superior a R$ 250 mil. Certamente, como fizemos nas versões anteriores, faremos de tudo para que a ABQM e todos os amigos e suas equipes que vierem para cá sejam recebidos da melhor maneira possível, desfrutando de toda nossa estrutura. Para aqueles que estiverem na pista possam desempenhar com grande performance às disputas.”

E finalizou acrescentando: “O nosso desejo, sem dúvida, é que o evento transcorra em clima de confraternização. E ao final o grande vencedor seja o cavalo Quarto de Milha e que possamos comemorá-lo com grande sucesso”, concluiu o anfitrião Geraldo Majella.

Por Equipe Cavalus
Fonte: Abdalla Jorge Abib – assessoria de imprensa No Galope
Crédito das fotos: 

Veja mais notícias do cavalo Quarto de Milha no portal Cavalus

Quarto de Milha

Quarto de Milha se despede de três grandes reprodutores da raça

Dual Spark, El Shady Zorrero e Keys To The Moon desapareceram recentemente, mas o legado de cada um deles será lembrado para sempre

Publicado

⠀em

Três perdas inesperadas, de três grandes reprodutores da raça Quarto de Milha no Brasil e no mundo. Os últimos dias não foram fáceis para os quartistas. Afinal, se despediram de nada mais nada menos do três lendas.

Foram eles: o melhor reprodutor de Laço do mundo, o baio Dual Spark; a Lenda Branca, detentor de uma carreira meteórica, o tordilho El Shady Zorrero; e, por fim, um dos maiores produtores de campeões no Brasil, o alazão Keys To The Moon.

A fim de homenagear cada um desses três grandes reprodutores da raça, abaixo você confere o legado deixado por eles. Lembrando, antes de mais nada, que lendas nunca morrem. Haja vista que seus legados serão lembrados para sempre.

Dual Spark – Foto: Divulgação/Gerson Viana

Dual Spark

Precocemente, aos 16 anos, o baio importado Dual Spark faleceu após ser vítima de uma cólica. De criação de um grande selecionador de cavalos de trabalho nos Estados Unidos, chamado Bob Lewis, ele foi trazido para o Brasil através de uma parceria entre importantes criadores da raça. Resultando, assim, no condomínio Dual Spark.

Filho de Dual Pep e Dolittle Lena, Dual Spark soma U$ 66.042,00 em ganhos pela American Quarter Horse Association (AQHA). Sem falar ainda que, por consequência, acumula 206 pontos no Registro de Mérito. Entre os principais títulos conquistados pelo garanhão, estão no seu currículo:

  • Tricampeão do AQHA High Point em Apartação;
  • Reservado Campeão do NRCHA World’s Greatest Horseman em WCH com Bobby Lewis;
  • 3º lugar no Campeonato Mundial AQHA em Apartação (Aberta Jr).

Já como reprodutor, Dual Spark acumula ganhos de mais de U$ 500.000,00 em Working Cow Horse e Laço nos Estados Unidos. Entre os seus filhos, em resumo, destaque absoluto para Dual Patron, um dos mais premiados animais de todos os tempos em Laço nos Estados Unidos.

No Brasil, ele possui 418 filhos registrados pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Quarto de Milha (ABQM). Em seis gerações, seus filhos somam, atualmente, mais de R$ 243 pontos pela ABQM.

Se não bastasse tudo isso, Dual Spark ainda foi apontado como o nº1 entre os melhores garanhões de todos os tempos da American Rope Horse Futurity Association (ARHFA). Trata-se da entidade norte-americana que promove, há alguns anos, as mais importantes provas técnicas de Laço Cabeça e Laço Pé nos Estados Unidos.

Como resultado, Dual Spark ocupa o topo como o nº1 entre os melhores garanhões de todos os tempos geral de Futurity – U$ 90, 500.00. Bem como é o nº 1 de todos os tempos do ranking geral – U$ 135,375.50.

Dual Spark, El Shady Zorrero e Keys To The Moon desapareceram, mas o legado dos três grandes reprodutores da raça será lembrado para sempre
De propriedade da Fazenda Caruana, El Shady Zorrero – Foto: Divulgação

El Shady Zorrero

‘A Lenda Branca’, El Shady Zorrero desapareceu recentemente aos 30 anos por causas naturais. Mas, acima de tudo, o seu legado será lembrado para sempre. Afinal, suas marcas impressionam, tendo tido uma carreira meteórica.

Na reprodução, um fenômeno! Sobretudo porque seus filhos conquistaram, até o momento, 14.995,50 pontos de Registro de Mérito na ABQM. Bem como R$ 5.295.378,65 em ganhos pelo SGP Sistema.

Filho de Shady Leo e El Annie Bell, era detentor de uma beleza arrebatadora. Aprumos corretos, força e porte elegante. Também era chamado de ‘o cavalo do Príncipe’! Agregado a isso, tinha inteligência, característica que, inclusive, transmite aos filhos. 

Sem dúvida, a vida desse garanhão foi provida de momentos de vitórias e superação. A princípio, treinado em 1994 para as provas de Três Tambores e Seis Balizas, venceu alguns campeonatos. Era montado por Gustavo Rubira Brambilla, seu primeiro proprietário.

Entretanto, uma lesão no dorso interrompeu a promissora carreira. Mesmo assim, El Shady Zorrero manteve-se em atividade até os seis anos de idade. Adquirido por Régis Savietto Frati em novembro de 2000, o reprodutor fez apresentações memoráveis com a filha do criador, Júlia.

Depois de mais algumas boas exibições, ele voltou a sentir a lesão. Assim, Régis o colocou definitivamente na reprodução. Contudo, em uma conversa entre amigos, surgiu a ideia de que Paulo César Rebeis Farha, da Fazenda Caruana, o comprasse. 

Com a ida para a Caruana, o garanhão conquistou a tão merecida aposentadoria dos campeonatos de Tambor e Baliza. Mas em compensação passou a fazer hora extra no setor de reprodução. Tendo filhos – atualmente 454 registrados pela ABQM – espalhados por todo o Brasil. 

“A Lenda Branca, com resultados maravilhosos e fantásticos, superando e quebrando recordes, ganhou e convenceu não só aqui no Brasil, como seu primeiro filho também estreou em 2020 nos EUA já ganhando e surpreendendo também, no berço da raça Quarto de Milha. Não tenho dúvidas que sua produção ainda vai surpreender com muitas e muitas conquistas”, disse Paulo Fahra.

E ainda acrescentou: “Se no momento a tristeza me invade, tenha certeza que a alegria de Deus ter me dado o privilégio de tanto tempo de convivência com você com tantos momentos maravilhosos, e a paz de ter certeza que foi bem e está melhor, são dois sentimentos bem maiores que abafam minha tristeza. Estarei sempre contigo como sei que sempre estará comigo, e que seu galope seja eterno nos pastos da Caruana. Gratidão eterna e lembre-se : Lendas não morrem”.

Dual Spark, El Shady Zorrero e Keys To The Moon desapareceram, mas o legado dos três grandes reprodutores da raça será lembrado para sempre
Keys To The Moon – Foto: Divulgação/Jeferson Araújo

Keys To The Moon

Nascido em 1986, Keys To The Moon foi importado por Antonio José Rossi Junqueira Vilela, titular da Fazenda Itahipá, em 1990. Hall da Fama da ABQM em 2013, o garanhão comprovou suas qualidades genéticas na reprodução. Top 20 no Ranking Geral de Reprodutores da ABQM, seus filhos somam 2.866,25 pontos no Registro de Mérito. Na semana em que completaria 35 anos, foi posto para dormir em função da idade e dificuldade de ficar em pé e se alimentar.

Antes de mais nada, Keys To The Moon é filho de duas lendas da Apartação mundial: Doc O’Lena, campeão Futurity em 1970 e produtor de três campeões Futurity: Lenaette, Smart Little Lena e Bar O’Lena; e Bar Socks Babe, Hall Of Fame pela AQHA, sendo retratada como ‘A Dama da Apartação’. Criação da lenda Shorty Freeman, que treinou, entre outros, seu pai. Uma genética inigualável.

Carregando todo este patrimônio genético, Keys To The Moon foi adquirido em 1995 pelos paranaenses Jayme e Sandra Navarro, titulares do Think A Mite Ranch. No Brasil, quando se fala em Think A Mite Ranch imediatamente vem na cabeça Keys To The Moon, e vice e versa. O casal de criadores, então, procurou acasalar o garanhão com matrizes de alta qualidade. Sem dúvida, tornou-se um animal de muito sucesso na reprodução brasileira, líder em várias temporadas pela ABQM.

Na época em que foi imortalizado pelo Hall da Fama, Sandra Navarro disse: “Uma genética de peso como a do Keys se perpetua no tempo, se encaixa no moderno, esculpe a sua produção como arte, se comprova cada dia mais como um dos melhores pais, avô paterno e, especialmente, como avô materno”.

São 199 filhos em campanha, pontuados em Laço Pé, Laço em Dupla, Laço Cabeça, Ranch Sorting, Apartação, Laço Comprido, Laço Individual, Team Penning e Três Tambores. Contudo, Key To The Moon também tem filhos competindo em Rédeas, Working Cow Horse e Vaquejada. Para completar todos estes dados, é importante lembrar que Keys To The Moon é ganhador de dez ABQM Awards como Reprodutor.

De acordo com o Sistema de Esportes da ABQM, o filho mais pontuado do garanhão é Moon Oak TMR, 164 pontos em Laço em Dupla e Laço Individual, Técnico e Cronometro; em seguida vem Tari Keys TMR, 144,5 pontos, em Três Tambores e Laço. Os dois como destaque por ultrapassarem a marca dos 100 pontos.

Em seu perfil do Instagram, Sandra Navarro escreveu: “18 de Março de 2021, o dia em que o Keys To The Moon completaria 35 anos de idade. É raro um animal sobreviver até essa idade com saúde. Também raro um garanhão, 5 meses antes de completar os longevos 35 anos, produzir o campeão de um Potro do Futuro da ABQM na categoria Aberta. Mas ele produziu, na modalidade de Laço Cabeça. É raro um garanhão se destacar em tantas modalidades, como também é raro se provar como pai de ótimos garanhões e matrizes. […]

[…] Enfim, há muito o que dizer sobre ele, como também há muito para agradecê-lo e parabenizá-lo. Nesta data, 35 anos são contados, porém, ele já está eternizado no Hall da Fama da ABQM. Mas sei que o maior presente que ele pode ganhar, e sabe que já ganhou, é ser eternizado no meu coração e no coração de milhares de quartistas Brasil a fora”.

Por Natália de Oliveira e Luciana Omena
Crédito das fotos: Divulgação

Veja mais notícias do cavalo Quarto de Milha no portal Cavalus

Continue lendo

Quarto de Milha

ABQM adia dois eventos oficiais por causa da pandemia

Primeiro a notícia do adiamento do 30º Congresso Brasileiro de Conformação e Trabalho; mas recentemente, a associação adiou também o 12º Congresso Brasileiro & Derby de Vaquejada

Publicado

⠀em

O recrudescimento do contágio da Covid-19 em todo o Brasil forçou a ABQM a tomar novamente medidas proteção. Portanto, a Associação informou que adiou dois eventos oficiais por causa da pandemia, mais uma vez. Trata-se do 30º Congresso Brasileiro de Conformação e Trabalho e do 12º Congresso Brasileiro & Derby de Vaquejada.

O 30º Congresso Brasileiro do Quarto de Milha aconteceria de 17 a 25 de abril, no Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado, em Araçatuba/SP. Enquanto o 12º Congresso Brasileiro & Derby ABQM de Vaquejada, de 24 a 28 de março, no Parque das Palmeiras, em Lagarto/SE.

Antes de mais nada, todos os Estados estão fechando novamente para eventos de qualquer natureza, então, não tinha outra alternativa para a ABQM senão mudar seus planos. “A decisão da Diretoria Executiva, que monitora todo o cenário e segue as recomendações dos órgãos de saúde e as legislações vigentes, vem a zelar pela segurança dos associados, competidores, equipes técnicas, expositores e colaboradores”. 

ABQM - Quarto de Milha - adiou dois eventos oficiais por causa da pandemia: Congresso Brasileiro e Congresso e Derby de Vaquejada
Vaquejada – Crédito da foto: Divulgação/ABQM

No caso de Lagarto, a ABQM também adiou os cursos de Inspetores Oficiais, Jurados Oficiais e Núcleos da Raça (Norte e Nordeste) que realizaria junto ao evento no Parque das Palmeiras. De acordo com a entidade, a previsão é que o Congresso aconteça de 26 de maio a 6 de junho; enquanto que para o evento de Vaquejada, sem data ainda prevista.

Vale lembrar que a primeira fase de quarentena eclodiu há um ano, às portas do Congresso. Assim, não só a ABQM, bem como outras entidades, cancelaram ou adiaram seus eventos oficiais por causa da pandemia. O 30° Congresso, por exemplo, foi um dos primeiros dentro do Quarto de Milha a cancelar sua edição 2020. 

Foto: Divulgação

Ações tomadas em decorrência do avanço da pandemia da Covid-19

Em face de todo o exposto acima, os adiamentos dos eventos, entre outros, na quinta-feira (11), a ABQM reuniu empresários parceiros e gestores para apresentar, em primeira mão, as ações adotadas pela entidade para minimizar os impactos da pandemia. De acordo com o Caco Auricchio, apesar do momento difícil, a entidade não vai parar.

“Vamos continuar juntos, saúde em primeiro lugar. Os protocolos serão todos seguidos, mas fazemos questão de compartilhar as ações que serão tomadas pela Associação. Nosso objetivo é estar cada dia mais alinhados e mais próximos com nossos parceiros e associados. Caminharemos juntos a fim de fomentar a indústria do cavalo”, afirma Caco.  

Pontos abordados na reunião:

  • Repetir o investimento de R$ 10 milhões em fomento para a raça e trabalhar para a realização dos eventos;
  • Com o retorno das fases mais restritivas em todo o país, retomada de algumas medidas, já aplicadas em 2020, visando dar aos quartistas um prazo melhor para organizarem suas finanças, bem como prazos para cumprimento das exigências cartoriais;
  • Prorrogação do vencimento das anuidades e a mudança do parcelamento de cinco vezes para 12 vezes, além da mudança da parcela mínima de mil para R$ 100,00;
  •  Alteração dos prazos para envio de pedido de registro ao Stud Book – Encaminhamento dos pedidos para animais nascidos de 01/07/2020 a 01/03/2021  até 31/08/2021 sem multa;
  • Trabalho em desenvolvimento pela área de Tecnologia da Informação em busca de melhorar o fluxo das informações entre laboratórios e Associação;
  • Lançamento do Museu Virtual do Quarto de Milha;
  • Prazo de sete dias para oficialização das provas;
  • As ações de Bem-Estar Animal em provas oficiais e oficializadas e equoterapia;
  • Cuidados com o público e os colaboradores, entre outros.

Fonte: ABQM
Crédito da foto de chamada: Ysabella Motolla

Veja mais notícias do cavalo Quarto de Milha no portal Cavalus

Continue lendo

Quarto de Milha

Curiosidades sobre o cavalo Quarto de Milha

Você já deve ter reparado na agilidade dessa raça, que existe há 400 anos, cavalos tipicamente fortes e velozes

Publicado

⠀em

O cavalo Quarto de Milha é a raça mais popular do mundo. Em seu país de origem, os Estados Unidos, surgiu no início dos anos 1600. Em primeiro lugar, colonos ingleses cruzaram éguas Puro Sangue Inglês com cavalos nativos, os mustangs.

Então, houve uma seleção a partir desses cruzamentos, animais com características próprias para a lida do gado. No trabalho do vaqueiro, o animal se especializou a ponto de tornar-se imbatível nas atividades de campo.

Assim, após o trabalho nas fazendas, os vaqueiros se reuniam em uma rua da cidade e disputavam corridas de curta extensão. Costumava-se adotar uma distância de um quarto de uma milha (402 metros). Por isso, o termo acabou por designar a própria raça.

Desde aquele tempo, 400 anos atrás, percebia-se que o cavalo Quarto de Milha apresentava explosão de energia muscular sem igual. Dessa forma, até hoje é reconhecido e empregado como uma raça de força e velocidade.

De acordo com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha, os indivíduos da raça têm uma aparência de força e tranquilidade. Quando não trabalhando, deve conservar-se calmo, mantendo a própria força sob controle. Aliás, o cavalo Quarto de Milha chegou ao Brasil em 1995, e em 1969 surgiu a ABQM.

cavalo Quarto de Milha: você já deve ter reparado na agilidade dessa raça, que existe há 400 anos, cavalos tipicamente fortes e velozes

Você sabia?

  • Seu andamento é harmonioso, em reta, natural, baixo. O pé levanta livremente e recoloca-se de uma só vez no solo, constituindo-se no trote de campo.
  • São cavalos cuja altura é, em média, de 1,50m. Robustos e muito musculados, pesam em média 500 quilogramas.
  • A cabeça do QM é pequena e leve. Em posição normal, deve-se ligar ao pescoço em ângulo de 45º.
  • Suas orelhas são pequenas, alertas, bem distanciadas entre si.
  • O cavalo Quarto de Milha tem olhos grandes. Assim sendo, por ter a testa ser larga, os olhos ficam bem afastados entre si permitindo um amplo campo visual. Não só para para a frente como também para trás, ao mesmo tempo, com o mesmo olho.
  • Narinas grandes, boca pouco profunda, permitindo grande sensibilidade às embocaduras e um focinho pequeno.
  • O pescoço tem comprimento médio. Insere-se ao tronco em ângulo de 45º, porém fica bem destacado. Somente a junção entre o pescoço e a cernelha deve ser gradual.
  • O Quarto de Milha tem uma docilidade extrema. Consegue, portanto, operar com partidas rápidas, paradas bruscas. Tem grande capacidade de mudar de direção e enorme habilidade de girar sobre si mesmo.
  • Considerado o cavalo mais versátil do mundo, é usado em modalidades de Conformação, Trabalho e Corrida.
  • Além do esporte, o cavalo Quarto de Milha vai bem no lazer, na prática da Equoterapia, trabalho no campo em fazendas.
  • Os primeiros exemplares a desembarcarem no Brasil, seis ao todo, vieram através da famosa Swift-King Ranch.
  • Sua velocidade chega a 88 km/h.

Fonte: ABQM e Wikipedia
Crédito das fotos: Divulgação/Ysabella Mottola

Veja mais notícias do cavalo Quarto de Milha no portal Cavalus

Continue lendo