Centrais de Reprodução

CER mantém padrão de excelência para criatórios arabistas

Com moderna tecnologia, a Central Equina de Reprodução vem investindo também em qualificada genética voltada à raça Árabe

Publicado

⠀em

Com moderna tecnologia, a Central Equina de Reprodução vem investindo também em qualificada genética voltada à raça Árabe

Não é de hoje que a Central Equina de Reprodução (CER) é citada como referência no meio do cavalo Quarto de Milha. Afinal, já são mais de duas décadas de atuação no mercado. No entanto, o que alguns podem não saber é que a central coloca toda sua infraestrutura também à disposição dos criatórios arabistas.

Tanto que o médico veterinário Orpheu Ávila Jr., que está à frente da CER, é membro do Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA). Nesse sentido, Orpheu destaca o que vem sendo realizado pela central em prol da raça.

“Ao longo destes anos, conseguimos manter um banco genético de altíssima qualidade. Desde a importação de sêmen dos principais garanhões internacionais, bem como na produção e congelamento de sêmen em nosso laboratório dos animais nacionais, através de suas brilhantes campanhas nas pistas, se tornaram destaques para exportação”, pontua o veterinário.

Dr. Orpheu realiza análise laboratorial do sêmen coletado – Foto: Divulgação/CER

Para Orpheu, “esse aprimoramento genético vem possibilitando cada vez mais o desenvolvimento e fomento da raça no Brasil”. Deste modo, ele cita alguns nomes que já passaram pela CER: garanhões, El Tino, El Jahez WH, Magnum Chall HVP, HP Ali; e as matrizes: FT Havanna El Keav, RFI Sophie Al Maktub, Honey’s Delight RB, Brunet Arabco, Shavanna El Madan, Lumiar Ethna,

“Sem dúvida isso demostra o total apoio que a central vem realizando para que esse crescimento atinja cada vez mais seus objetivos. Pois além de nossa tecnologia não medimos esforços para colocar ao alcance de todos o que existe de melhor no mundo em relação à genética. E por acreditar nesta parceria, a própria central é também proprietária e criadora de alguns campeões nacionais”, conclui Orpheu.

WH Justice, considerado o melhor filho de Magnum Psyche – Foto: Divulgação/CER

Agende uma visita!

Por fim, Christina Ávila, esposa de Orpheu e responsável pela área administrativa e operacional da CER, aproveita para fazer um convite aos criatórios arabistas: “Além dos plantéis que já conhecem a qualidade e agilidade de nosso atendimento, convidamos novos criadores para nos fazerem uma visita. Estamos em localização privilegiada, na cidade de Boituva (SP), a apenas 120 km da capital paulista”.

Acima de tudo, a CER prima sempre pela qualidade em seus serviços e na busca de avançadas técnicas de biotecnologia da reprodução. Tanto que é credenciada junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Do mesmo modo, a central ainda possui reconhecimento internacional, sendo a única empresa brasileira do segmento certificada na Comunidade Europeia.

Outras informações podem ser obtidas pelos celulares: (15) 98116.9998 – Orpheu / (15) 98117.0008 – Christina / (15) 99771.7278 – Gustavo / (15) 99753.4222 – Administração.

Instagram: @cer_cavalos | Site: www.cer-cavalos.com

INFORME PUBLICITÁRIO
Fonte: Abdalla Jorge Abib (assessoria de imprensa da CER)

Crédito das fotos: Divulgação/CER

Veja mais notícias de Centrais de Reprodução no portal Cavalus

Centrais de Reprodução

Equus Equine Services é a materialização do sonho de médico veterinário Luiz Paulo Ramos

Instalada em Novo Horizonte (SP) reúne equipamentos de última geração e uma equipe preparada para atuar nos mais diversos serviços de reprodução e recuperação equina

Publicado

⠀em

Equus Equine Services

Localizada em Novo Horizonte, interior de São Paulo, a Equus Equine Services, que compreende a Equus Stallion Station, Central de Reprodução e o Centro de Fisioterapia e Reabilitação, desde 2005, atua na realização de diversos serviços de reprodução equina, alojando grandes garanhões e matrizes de extrema importância na indústria equestre nacional e internacional, além de oferecer serviços de ultrassonografia, transferência de embrião, vitrificação, coleta, avaliação, envio e o congelamento de sêmen.

Equus Equine Services é a realização de um sonho de família do médico veterinário Luiz Paulo Ramos, e se tornou realidade graças à confiança depositada pelos mais renomados criadores de cavalos do país.

Equus Equine Services é a materialização do sonho de médico veterinário Luiz Paulo Ramos
A Equus Equine Services conta ainda com profissionais especializados para oferecer diversos serviços nas áreas de reprodução e assistência zootécnica, focada no melhoramento genético dos animais

Com uma estrutura moderna e de última geração, a Equus conta com moderno laboratório para manuseio de sêmen e embriões, pavilhão de baias para os garanhões, dois pavilhões de baias para as doadoras, pista de trabalho, farmácia, escritório e quiosque de confraternização.

Possui pastagens divididas em duas áreas: central, que compreende uma área de 10 alqueires formados de tifton, divididos em piquetes rotativos, localizado juntamente com a estrutura física, onde são hospedados os garanhões, éguas doadoras e potros, e a fazenda, que compreende uma área de 30 alqueires formados de tifton e massai, localizada a 30 km da central na beira do rio Tiete, onde são hospedadas as receptoras. Os animais podem ficar alojados em baias (sistema intensivo) ou em piquetes (extensivo), dependendo da escolha do proprietário.

Equus Equine Services é a materialização do sonho de médico veterinário Luiz Paulo Ramos
Equus conta com moderno laboratório para manuseio de sêmen e embriões

A Equus Equine Services conta ainda com profissionais especializados para oferecer diversos serviços nas áreas de reprodução e assistência zootécnica, focada no melhoramento genético dos animais e o mais perfeito manejo e/e ou preparo dos cavalos para os mais variados eventos.

De propriedade e responsabilidade técnica do médico veterinário Luiz Paulo Ramos, profissional com especialização nos EUA e Inglaterra, técnico de registro genealógico e Juiz das raças Quarto de Milha, Paint Horse, Appaloosa e Mangalarga, com profundo conhecimento em assessoria Equestre.

A Equus Equine Services possui ainda um Centro de Fisioterapia e Reabilitação, com uma das estruturas mais completas do Brasil, com tecnologia semelhante aos melhores centros da Europa e dos Estados Unidos.

Equus Equine Services é a materialização do sonho de médico veterinário Luiz Paulo Ramos
Equus Equine Services, que compreende a Equus Stallion Station, Central de Reprodução e o Centro de Fisioterapia e Reabilitação

O centro conta com Hidro Walker; Ice Spa, um recurso terapêutico que trabalha através da aplicação de água fria e gelada com efeitos de massagem e relaxamento do animal; esteira seca, ideal para a preparação física, muscular,  recondicionamento e reabilitação pós-cirurgias no cavalo; infravermelho, termoterapia superficial local com efeitos terapêuticos, relaxamento muscular e analgésico; plataforma vibratória, que estimula e trabalha de forma uniforme todos os conjuntos do corpo do animal e também terapia com laser e magneto.

Saiba mais sobre Equus Equine Services aqui.

Por Camila Pedroso . Redação Cavalus

Fotos: Divulgação / Equus Equine Services

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Gestar traz tecnologia e inovação em reprodução equina ao Rio de Janeiro

Central é referência em análise espermática de sêmen equino, e possui amostras de animais consagrados, com exclusividade no estado

Publicado

⠀em

Gestar traz tecnologia e inovação em reprodução equina ao Rio de Janeiro

A Central de Reprodução Equina Gestar, localizada no MBJ Ranch, em Casimiro de Abreu (RJ), oferece aos criadores de cavalos do estado as mais modernas tecnologias presentes no mercado de reprodução. Dentre a sua gama de serviços, destaque para a análise espermática de sêmen equino, serviço referência no estado do Rio de Janeiro, que realiza a análise informatizada da amostra. 

Com uma estrutura funcional, oferece ainda os serviços de alojamento de matrizes e garanhões; coleta e envio de sêmen; exame andrológico e congelamento de sêmen; inseminação artificial a fresco e congelado; transferência de embriões; acompanhamento reprodutivo com ultrassom; além de serviços junto à Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM): resenhas, chipagem, pendências e assessoria em ranchos e haras. 

Gestar traz tecnologia e inovação em reprodução equina ao Rio de Janeiro
Dr. Mauro Banho Jr. é o médico responsável pela Gestar

Desde 2017, central recebe garanhões e matrizes para a realização de serviços de reprodução equina nas raças Quarto de Milha, Mangalarga Marchador e Puro Sangue Lusitano. A Central possui quatro garanhões alojados: Bully Back, importado, filho do Bully Bulion; Allot Pep Dun It, filho do grande Country Dun It, um dos maiores patriarcas da raça; Skipper Double, animal com pedigree fechado na linhagem de Rédeas; ST Fameway, jovem destaque do Quarto de Milha Nacional, filho do maior produtor em Três Tambores de todos os tempos Dash Ta Fame e ST Flying Leo, Garanhão e atleta que reúne em seu sangue o que há de mais moderno no Quarto de Milha de Três Tambores Fishers Fly e ST Fanatic.

A Gestar tem como diferencial o tratamento oferecido aos animais, com alimentação balanceada, e com uma equipe preparada para proporcional a melhor condição corporal aos cavalos. Possui como responsável técnico o médico veterinário, especializado em reprodução equina Dr. Mauro Banho Jr., que atua no mercado há quase 20 anos. Para saber mais sobre a Gestar clique aqui

Por Camila Pedroso . Redação Cavalus

Fotos: Reprodução/Gestar

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Brasil possui Central de Reprodução credenciada à Comunidade Europeia

Central Equina de Reprodução (CER) está localizada em Boituva (SP) e há quase 20 anos exporta seus produtos para diversos países

Publicado

⠀em

Central Equina de Reprodução

A Central Equina de Reprodução (CER), de propriedade do médico veterinário Orpheu Ávila Jr. está no mercado desde 2000, e é a única brasileira credenciada junto à Comunidade Europeia, permitindo o envio de seus produtos aos países do bloco, além do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). A unidade exporta sêmen para diversos países como Estados Unidos, México, Uruguai, Argentina, Portugal e Espanha.

Brasil possui Central de Reprodução credenciada à Comunidade Europeia
Receptoras, que são mantidas em criação extensiva, permitindo assim maior liberdade ao animal

A central está localizada na cidade de Boituva (SP), e possui uma estrutura completa para atender os mais variados serviços de reprodução equina, com área de coleta de garanhões; laboratório para congelamento e manipulação de sêmen e embriões; farmácia; sala de armazenagem de botijões; dois pavilhões de alojamento; quarentenário; pista de trabalho e pista de apresentação.

Central Equina de Reprodução
CER arende a todas as raças de equinos

O espaço conta ainda com 30 cocheiras divididas em dois pavilhões, sendo um para doadoras e outro para receptoras, que são mantidas em criação extensiva, permitindo assim maior liberdade ao animal, aliviando o estresse, melhorando a qualidade de vida e consequentemente obtendo os melhores resultados no programa de transferência de embriões.

Brasil possui Central de Reprodução credenciada à Comunidade Europeia
O bem-estar do animal é uma das prioridades do espaço

A CER trabalha com todas as raças de cavalos, oferecendo serviços de alojamento de garanhões, coleta de sêmen, congelamento de sêmen, inseminação artificial, transferência de embrião, inovulação, aluguel de receptoras e ICSI.

Brasil possui Central de Reprodução credenciada à Comunidade Europeia
Central Equina de Reprodução (CER) está localizada em Boituva (SP)

De propriedade do médico veterinário Orpheu Ávila Jr., médico veterinário titular da CER, e especialista em clínica e reprodução equina assistida, é membro Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA).

Brasil possui Central de Reprodução credenciada à Comunidade Europeia
Dr. Orpheu Ávila Jr.

Para saber mais sobre a Central Equina de Reprodução clique aqui.

Por Camila Pedroso . Redação Cavalus

Fotos: Reprodução / Central Equina de Reprodução

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Lub Breeding é referência na América Latina em reprodução equina

Primeiro Centro de Reprodução de Quarto de Milha e Appaloosa a receber cavalos do país, Lub Breeding traz ao mercado toda experiência do veterinário Luciano Beretta

Publicado

⠀em

Lub Breeding é referência na América Latina em reprodução equina

Presente no mercado há mais de 30 anos, o centro de reprodução Lub Breeding, localizada em Cesário Lange, São Paulo, é referência na América Latina em reprodução equina. É composto por uma equipe de profissionais altamente qualificados na área de reprodução, alojando garanhões das linhagens de Conformação, Trabalho e Velocidade.

Lub Breeding é referência na América Latina em reprodução equina
Lub Breeding está localizado em Cesário Lange (SP)

Lub Breeding foi o primeiro centro de reprodução de cavalos Quarto de Milha e Appaloosa a receber animais de terceiros para reprodução do país, e hoje representa 38 animais, sendo 18 garanhões e 20 garanhões com sêmen congelado, 90% deles da raça Quarto de Milha. Oferece serviços de reprodução de matrizes; coleta e congelamento de sêmen; transferência e congelamento de embriões; laboratório de análises de espermatozoides e embriões, além de serviços veterinários 24h.

Lub Breeding é referência na América Latina em reprodução equina
Central possui baias preparadas para atender ao mercado

De propriedade do médico veterinário Luciano Beretta, o Lub Breeding iniciou suas atividades na cidade de Dracena (SP), em 1992, chamando-se Lub Ranch, e atuava com animais Appaloosa de Conformação. “Iniciamos com dois clientes me pediram para tomar conta de dois garanhões Appaloosa “Co Cowboy” e “The Dream Machine”, animais premiados nos Estados Unidos, trazidos para o país para cobrir animais da raça”, relembra.

Lub Breeding é referência na América Latina em reprodução equina
Central é referência na América Latina em reprodução equina

Com decorrer do tempo, a central se mudou para Itatinga (SP) e após Cesário Lange (SP). “Na época, em 1998, foi vendido em um leilão o garanhão Quarto de Milha MBJ Mister Arraay, e os compradores me convidaram para cuidar do cavalo, seria o meu primeiro cavalo Quarto de Milha. Eles sabiam que eu tinha experiência com garanhão e como não existia nenhuma Central de Reprodução na época, eles me convidaram. Foi quando eu montei oficialmente a Lub Breeding”, afirma Beretta.

Lub Breeding é referência na América Latina em reprodução equina
Lub Breeding foi o primeiro centro de reprodução de cavalos Quarto de Milha e Appaloosa a receber animais de terceiros para reprodução do país

A central iniciou com animais de Conformação e hoje recebe animais de Corrida e Trabalho, a grande maioria Quarto de Milha.  O grande diferencial, afirma Luciano Beretta, é a consultoria que ele, com sua experiência no mercado, oferece aos criadores. “Procuro sempre trabalhar oferecendo vantagens para meus clientes. Apresento o quanto o animal pode produzir e o custo da ação, para que ele possa avaliar todas as possibilidades. Auxilio na avaliação sobre o momento ideal para colocar o animal no mercado, enfim, procuro mitigar erros, compartilhando a minha experiência”, afirma Beretta.

Para saber mais sobre a Lub Breeding acesse: www.lubbreeding.com.br.

Por Camila Pedroso . Redação Cavalus

Fotos: Divulgação / Lub Breeding

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Centrais de Reprodução

ENBREQUI reúne principais nomes da área de reprodução equina do país e do mundo

Encontro ENBREQUI será realizado entre os dias 19 e 20 de maio no Haras Raphaela em Tietê/SP

Publicado

⠀em

ENBREQUI

Nos próximos dias 19 e 20 de maio, Tietê/SP será a casa da reprodução equina no Brasil. O Haras Raphaela receberá a 10ª edição do Encontro Brasil de Reprodução Equina (ENBREQUI).

O evento, focado na atualização e aprimoramento dos conhecimentos sobre a área de reprodução equina, reunirá profissionais da área veterinária do Brasil e do mundo.

O encontro, realizado anualmente, promove a troca de experiências, networking entre os profissionais a fim de expandir os conhecimentos.

Palestras com profissionais renomados, como o professor Dr. Júlio Jacob; Professor Dr. Marco Antônio Alvarenga; Dr. Marcelo Pessoa; Dra. Guta Alonso; Dra. Perla Fleury; Dra. Giovana Di Donato Catandi; Dr. Edward Squires, Dr. Claudio Haga, Dr. Juan Francisco, Dr. Eduardo Onoe, Dr. Julhiano Baldan Rossini; Dr. Gustavo Ferrer; Dr. Henrique Favareto; Dra. Ana Claudia Gorino; Dr. Rafael Guedes Goreti; Dr. Gabriel Monteiro; Dra. Ana Claudia Barbosa Fernandes; Dr. Haroldo Vargas; Dr. Robert Douglas; Dr. Claudio Haga; Dr. Eduardo One; Dr. Felipe Pires Hartwing;Dr. José Antônio Della’agua Junior; Dr. Frederico Lança Schimitt; Dr. Juan Francisco; Dr. Luiz Roberto Domingues R. Filho; Dra. Maria de Lourdes de Paiva Palhares; Dr. Julio Jacob; Dr. Marco Antônio Alvarenga e Dr. Rubens Paes Arruda.

Segundo Dr. Márcio Teoro do Carmo, membro da comissão organizadora do ENBREQUI, o encontro reunirá palestras os melhores profissionais da atualidade, abordando diversos assuntos importantes para o setor. “Uma ótima oportunidade dos profissionais da área se atualizarem com as principais novidades do meio, uma troca de experiências incrível e surpreendente”, enfatiza.

Outras atrações Enbrequi

Além das palestras com grandes nomes do meio, os visitantes poderão ainda visitar estandes de empresas e conhecer mais sobre os produtos e serviços, criando uma conexão entre os profissionais em diversas áreas relacionadas à reprodução Equina.

E para deixar o evento ainda mais descontraído, o ENBREQUI terá ainda um show especial no Buteco Enbrequi com Fiduma &Jeca.

As inscrições pela o ENBREQUI estão abertas e podem ser realizadas pelo site: https://enbrequi.com.br.

Serviço

10ª edição do Encontro Brasil de Reprodução Equina (ENBREQUI)

Data: 19 e 20 de maio

Local: Haras Raphaela – Tietê/SP

Mais informações: https://enbrequi.com.br

Por: Camila Pedroso

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Higienização em garanhões contribui para o bom resultado da coleta

Publicado

⠀em

A Central Equina de Reprodução (CER), através do médico veterinário Dr. Orpheu Ávila Jr., faz um resumo sobre o trabalho com os garanhões antes das coletas

Dando continuidade aos artigos voltados ao período de estação de monta, o médico veterinário Orpheu Ávila Jr., titular da Central Equina de Reprodução (CER), faz mais um importante alerta. Desta vez, sobre a higienização em garanhões antes da coleta de sêmen.

Especialista em clínica e reprodução equina assistida, ele frisa que a higienização é um fator primordial para a garantia de um bom desempenho reprodutivo. Isso além da realização do exame andrológico e ultrassonografia antes do início da estação de monta.

Resumidamente, Orpheu explica que, através do exame andrológico, são examinadas as glândulas anexas do garanhão. Ou seja, por meio de palpação nos testículos será possível ter uma fotografia exata da fertilidade de determinado garanhão.

“Dessa maneira, criaremos um protocolo adequado para o número de coletas semanais. Além disso, saberemos a quantidade de doses que vamos ter a cada coleta. E, sem dúvida, nos ajudará a analisar a qualidade do sêmen para envio”, destaca o veterinário.

Já em relação à ultrassonografia, Orpheu explica que o exame possibilita analisar toda a estrutura testicular e de outras glândulas. Como, por exemplo, ampola e próstata.

“Após a coleta do sêmen é possível verificar a motilidade, a concentração e o volume. Sendo assim, ter uma fotografia exata do produto. E diante desses resultados será possível escolher o melhor diluente a ser utilizado nos garanhões. Acima de tudo, com o objetivo de manter esse sêmen em boa qualidade o maior número de horas possível. Pelo menos até 36 horas”, ressalta.

Dr. Orpheu realiza uma completa análise laboratorial do sêmen coletado – Foto: Divulgação/CER

Higienização: outro fator benéfico

Ainda segundo Orpheu, embora possa parecer um ato corriqueiro, a higienização do animal é necessária. Sobretudo, para se evitar contaminações na hora da coleta.

“A lavagem do pênis do garanhão é um fator de higiene muito importante antes de ser feita a coleta do sêmen. Principalmente na fossa da glande. Com isso, se diminui a maioria da sujeira presente e as bactérias que poderão ir para o sêmen”.

Portanto, a dica do médico veterinário é que a higienização em garanhões seja feita apenas com água morna: “Não se deve utilizar nenhum antisséptico ou detergente. Pois existe uma flora normal no pênis, que está em equilíbrio, e se forem aplicados poderão causar infecções. Decorrente disso, se evitará também a utilização de algum gel lubrificante, que se torna outro fator prejudicial ao sêmen”.

Concluídas estas fases, Orpheu destaca ainda outro ponto que é a análise patológica. “É um procedimento que nos propiciará saber se o garanhão terá algum problema de fertilidade. Assim poderemos manejá-lo para torná-lo fértil e emprenhar o maior número de éguas durante a estação”, finaliza.

Equipe veterinária da CER, comandada pelo dr. Orpheu Ávila (dir.) – Foto: Divulgação/CER

Agende sua visita!

A CER conta com serviços de alto padrão e um know-how de 20 anos no mercado. Neste período, vem trabalhando com selecionados reprodutores e matrizes das raças Árabe, Lusitano, Quarto de Milha e Brasileiro de Hipismo. Mantendo, portanto, o seu slogan “Realizando sonhos, produzindo campeões”.

Por fim, vale destacar que a central está localizada na cidade de Boituva/SP, a apenas 120 km da capital paulista. Os telefones de contato da CER são: (15) 98116.9998 – Orpheu / (15) 98117.0008 – Christina / (15) 99771.7278 – Gustavo / (15) 99753.4222 – Administração. Além disso, é possível mandar um e-mail para [email protected].

Instagram: @cer_cavalos | Site: www.cer-cavalos.com

INFORME PUBLICITÁRIO
Fonte: Abdalla Jorge Abib (assessoria de imprensa da CER)

Crédito das fotos: Divulgação/CER

Veja mais notícias de Centrais de Reprodução no portal Cavalus

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Saiba o que é transmissão da imunidade passiva em potros recém-nascidos

Publicado

⠀em

Dr. Orpheu Ávila Jr, da Central Equina de Reprodução (CER), alerta sobre os cuidados imprescindíveis com os neonatos nas primeiras horas de vida

Em decorrência da barreira placentária das éguas durante a gestação, os potros nascem sem anticorpos circulantes. Por conta disso, a transmissão da imunidade passiva em potros neonatos é de extrema importância. 

Mas, na prática, você sabe o que isso significa? O médico veterinário e titular da Central Equina de Reprodução (CER), Orpheu Ávila Jr., explica que a transmissão da imunidade passiva em potros recém-nascidos ocorre através do colostro (o primeiro tipo de leite produzido pela égua).

“É muito importante que o potro, nas primeiras horas de vida, tenha essa imunidade passiva”, explica Ávila. “Afinal, o colostro é rico em imunoglobulinas (lg), ou seja, anticorpos que são capazes de proteger o neonato nas primeiras semanas de vida”.

Contudo, ele alerta sobre a importância de se examinar a qualidade do colostro. “O ideal é que se faça um exame através de um aparelho que se chama colostrômetro. Assim, será possível saber a qualidade desse colostro e se ele realmente tem imunoglobulinas em boa quantidade”, reforça.

Antes de mais nada vale frisar que o resultado deste exame é imediato. Sendo assim, após se certificar sobre a qualidade e quantidade do colostro, outro ponto a ser observado é se o potro está, de fato, mamando. “Um potro com meia hora de vida já deve ser capaz de ficar em pé e procurar o peito da égua. É preciso, nesse sentido, observar se o animal está tendo reflexo de sucção”. 

Depois de 18 a 24 horas da ingestão desse colostro, Orpheu orienta que seja feito um exame no sangue do potro. E, assim, verificar a quantidade de imunoglobulinas absorvidas. “Dessa forma, será possível saber se o potro está protegido ou não nas primeiras semanas de vida”.

Potros já desmamados soltos na CER – Foto: Divulgação/CER/Mauricio Messias

Falha na transmissão da imunidade passiva

No entanto, apesar de ser algo biológico, falhas na transmissão passiva podem ocorrer, alerta o titular da CER. Como, por exemplo, o potro não conseguir ingerir o colostro ou o teste feito no animal após 24 horas da ingestão dar uma baixa ingestão de imunoglobulinas. 

Segundo Orpheu, apesar disto, há diversas condutas técnicas que podem ser adotadas em situações como essas. Entre elas, recorrer ao banco de plasma ou de colostro. Ambos são possíveis adquirir no mercado ou produzir na própria propriedade.

“No caso de usar o banco de colostro, o ideal é oferecer uma bolsa de 600 ml e ir fazendo o teste novamente. Até que ele atinja um valor acima de 800 mg/dL de Ig, que é uma quantidade segura para que o potro tenha essa imunidade passiva para protege-lo”.

Por fim, Orpheu ainda acrescenta: “O colostro tem uma absolvição máxima de 16, 18 horas de vida e depois de passado isso, cai. Após 24 horas não absorve nada. Daí tem que lançar mão do banco de plasma que é retirado do sangue do cavalo doador. Deste sangue retiramos as hemácias [glóbulos vermelhos], ficando com o plasma e células de defesa”, finaliza.

Parte das éguas receptoras de expressiva qualidade da CER – Foto: Divulgação/CER

Agende sua visita!

Mantendo o slogan “Realizando sonhos, produzindo campeões”, a CER aguarda a sua visita nesta estação de monta. A central está localizada, aliás, na cidade de Boituva/SP, a apenas 120 km da capital paulista.

Os telefones de contato da CER são: (15) 98116.9998 – Orpheu / (15) 98117.0008 – Christina / (15) 99771.7278 – Gustavo / (15) 99753.4222 – Administração. Além disso, é possível mandar um e-mail para [email protected].

Instagram: @cer_cavalos | Site: www.cer-cavalos.com

INFORME PUBLICITÁRIO
Por Natália de Oliveira
Colaboração: Abdalla Jorge Abib/Assessoria de Imprensa CER
Crédito da foto em destaque: Divulgação/CER/Mauricio Messias

Veja mais notícias de Centrais de Reprodução no portal Cavalus

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Leilão LUB Conformação teve 100% de liquidez

Publicado

⠀em

O pregão fechou com faturamento de mais de R$ 331 mil, com a comercialização de 18 lotes

Inevitavelmente, a LUB Breeding é uma grande incentivadora da modalidade de Conformação. Tanto que aloja animais renomados dessa linhagem. Para tanto, no dia 12 de outubro, promoveu o Leilão LUB Conformação movimentando o mercado.

Ao todo, 18 lotes da raça Quarto de Milha e Appaloosa foram ofertados. Além, ainda, da vendas de coberturas de garanhões renomados. Entre eles: Self Discipline, The Home Run Kid, Aint Self e Acoolest.

De acordo com os organizadores do evento, o pregão fechou com o faturamento de R$ 331.200,00. Isso sem contabilizar a venda das coberturas. Dessa forma, gerou uma média de R$ 19.483,00.

Lote 16 Special Tex – Foto: Divulgação/Felipe Ulbrich

Lotes de destaque

Entre as fêmeas, o lote 7, Little Coolest (Acoolest x Little Discipline), foi o mais valorizado. Afinal, foi arrematado por R$ 54 mil pelos criadores Rodrigo Falciano e Bruno Vaz.

Já entre os machos, os lotes 10 e 16, foram os destaques. Ambos comercializados por R$ 43.200,00, ainda segundo os organizadores do evento.

Lote 10 Asterix Leilão – Foto: Divulgação/LUB Breeding

Ademais, o animal Appaloosa Asterix Shady Canyon (EF Shady Brown x Sally Question por Don Juan Question), foi arrematado por José Oscar. Já o lote 16, Special Tex (Texas Blue x Golden Coosa), foi para Michael Gama.

“Sem dúvidas, agradeço a todos que participaram com a gente nesse leilão. Sobretudo, desejo muitas alegrias aos compradores. Antes de mais nada, devo ressaltar que a Conformação está na nossa formação. Portanto, é sempre um prazer poder falar dela. Ainda mais disponibilizar animais de qualidade ao mercado para os amantes do esporte”, finaliza Luciano Beretta, titular da LUB Breeding.

Por fim, vale frisar que Leilão LUB Conformação teve a batida do martelo de Dudu Vaz e, ainda, organização da Criar Leilões.

Fonte: AV Comunicação Equestre e Assessoria de Imprensa
Crédito da foto em destaque: Lote 7, Little Coolest 

Crédito das fotos: Divulgação/LUB

Veja mais notícias sobre Centrais de Reprodução no portal Cavalus

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Leilão Virtual LUB Conformação acontece em outubro

Publicado

⠀em

Ao todo, evento ofertará 22 lotes dos melhores pedigrees da linhagem de Conformação Mundial

Sem dúvidas, a Conformação é uma modalidade considerada, por muitos, a base de todas as outras. Afinal, nela se exige que o animal tenha aprumos adequados, além de morfologia dentro dos padrões raciais.

Nesse sentido, LUB Breeding é uma grande incentivadora da modalidade. Por isso, aloja animais renomados da Conformação. E, para movimentar ainda mais o mercado, realiza no dia 12 de outubro, às 20h, o Leilão Virtual LUB.

O pregão ofertará coberturas de garanhões consagrados. Entre eles: The Home Run Kid, Self Discipline, Acoolest e Aint Self. Além, aliás, de mais 18 lotes de linhagens nobres da Conformação e Trabalho.

Um dos destaques do evento é o lote 7, Little Coolest (Acoolest x Little Discipline). O animal foi ABQM Awards 2019 como melhor Fêmea na Conformação. Ademais, é detentora de 25,5 pontos ABQM, Registro de Mérito Aberta e Amador.

Mr. Little Cool

Já entre os machos, destaque para o irmão próprio do lote 7, lote 6 Mr. Little Cool (Acoolest x Little Discipline). Este que é Grande Campeão Machos – 1 ano LINCC, Reservado Grande Campeão Machos Amador LINCC.

Por fim, outro destaque é o lote 10, o Appaloosa castanho mantado, Asterix Shady Canyon (EF Shady Brown x Sally Quest Canyon). Entre suas conquistas estão: bicampeão Nacional Appaloosa; bicampeão Pan-americano Appaloosa, etc. Antes de mais nada vale frisar que o animal é reconhecido por sua agilidade, docilidade e beleza.

O Leilão LUB Conformação será transmitido pela TV Criar, no dia 12 de outubro, às 20h, com batida do martelo de Dudu Vaz. Portanto, para mais informações acesse www.criarleiloes.com.br, ou fale diretamente com Luciano Beretta pelo telefone (15) 99700-5871.

Fonte: AV Comunicação Equestre e Assessoria de Imprensa
Legenda da foto em destaque: Little Coolest

Crédito das fotos: Divulgação

Veja mais notícias sobre Centrais de Reprodução no portal Cavalus

Continue lendo

Centrais de Reprodução

Parto na cocheira ou no piquete, o que levar em conta?

Publicado

⠀em

Dr. Orpheu Ávila Jr., da Central Equina de Reprodução (CER), destaca alguns pontos que devem ser considerados a fim de se evitar problemas no parto

O momento do nascimento de um potro carrega, sem dúvidas, o sonho de um criador. Portanto, é imprescindível que alguns cuidados sejam tomados a fim de se evitar complicações. Entre eles, escolher de forma consciente entre fazer o parto na cocheira ou no piquete.

Inegavelmente, ambos os ambientes destinados a maternidade têm seus prós e contra. Contudo, o dr. Orpheu Ávila Jr., médico veterinário e titular da Central Equina de Reprodução (CER), ressalta alguns pontos que devem ser respeitados.

Em primeiro lugar, caso opte por um parto na cocheira, a égua tem que estar acostumada com esse ambiente. Afinal, o estresse pode ser um fato problemático na hora do nascimento do potro.

“Se a égua não está acostumada a cocheira e for alojada lá uns dias antes de parir, com a intervenção de luz e de gente perto, poderá causar um estresse. Consequentemente, vir a ter um problema durante o parto”, explica Orpheu.

Anda de acordo com Orpheu, , caso seja escolhido fazer o parto no piquete maternidade, o ideal é que o ambiente seja bem vegetado.

“É importante que o piquete tenha boa pastagem e de preferência esteja em local plano e de fácil acesso aos funcionários da propriedade. Pois na maioria das vezes às éguas parem de noite ou pela madrugada”.

Dr. Orpheu realiza minucioso exame laboratorial – Foto: Divulgação/CER

Limpeza x equipe capacitada

Independente de qual for a escolha – parto na cocheira ou no piquete -, a limpeza deve ser prioridade em ambos os ambientes. Conforme frisa Orpheu Ávila Jr., nas primeiras 24 horas de vida de um potro, o intestino dele está aberto para absolver as imunoglobulinas do colostro.

Ou seja, qualquer proteína sanguínea com propriedades imunitárias e que tem uma função de anticorpo no organismo. Como resultado, o intestino está aberto também para qualquer tipo de bactéria que esteja presente.

“Deste modo, o local do parto pode ser uma fonte de infecção nas primeiras horas de vida do potro. Por isso, é importante que o ambiente esteja livre de sujeira”, destaca.

Além dos cuidados com o ambiente, a equipe que vai acompanhar o parto precisa estar preparada. Isso desde que seja necessária qualquer interferência humana.

“Esse pessoal tem que estar preparado, saber o que fazer em cada momento, para que não cause mais problemas do que benefícios”, finaliza Orpheu Ávila Jr.

Palpação acompanhada através da ultrassonografia – Foto: Divulgação/CER

Agende sua visita!

Mantendo o slogan “Realizando sonhos, produzindo campeões”, a CER aguarda a sua visita nesta estação de monta. A central está localizada na cidade de Boituva/SP, a apenas 120 km da capital paulista.

Os telefones de contato da CER são: (15) 98116.9998 – Orpheu / (15) 98117.0008 – Christina / (15) 99771.7278 – Gustavo / (15) 99753.4222 – Administração. Além disso, é possível mandar um e-mail para [email protected].

Instagram: @cer_cavalos | Site: www.cer-cavalos.com

INFORME PUBLICITÁRIO
Por Natália de Oliveira
Colaboração: Abdalla Jorge Abib/Assessoria de Imprensa CER
Crédito das fotos: Divulgação/Assessoria de Imprensa CER

Veja mais notícias de Centrais de Reprodução no portal Cavalus

Continue lendo
WordPress Ads
WordPress Ads