Dr. da Roça

Safra de soja do Brasil deve bater recorde, aponta pesquisa

Publicado

⠀em

Estudo da Reuters garante que  as chuvas aguardadas vão disparar o plantio de soja no país

O atraso no plantio de soja do Brasil registrado neste início dos trabalhos da safra 2020/21 não alterou previsões de colheita no maior produtor e exportador global da oleaginosa. Afinal, uma pesquisa da Reuters aponta recorde de 132,25 milhões de toneladas.

De acordo com avaliações de 12 analistas, a área plantada pode até crescer mais do que o previsto atualmente. Considerando, assim, os preços recordes da oleaginosa no país. Contudo, na comparação com sondagem da Reuters publicada em setembro, a projeção de plantio ficou praticamente estável.

Com algumas poucas reavaliações nas projeções de analistas e uma intensificação de chuvas esperada para a próxima semana, a pesquisa mostrou uma estimativa de safra 550 mil toneladas acima do levantamento anterior.

Se o tempo colaborar, o país poderia produzir 7,5 milhões de tonelada a mais do que na temporada anterior. Quando a seca reduziu fortemente a safra do Rio Grande do Sul, conforme os dados.

“Acho que o relatório de outubro vai trazer área maior do que essa. E para a soja não tem problema algum esse atraso no início do plantio”, disse o coordenador de Grãos da consultoria Datagro, Flávio França Junior.

Na sequência, ele ainda lembrou que há previsão de chuvas para a próxima semana, o que permitirá o desenvolvimento dos trabalhos.

Plantio da soja atrasado

Até a semana passada produtores do Brasil tinham semeado 1% da área total, conforme números da consultoria Céleres. Anteriormente, 6,5% no mesmo período do ano passado.

“Ainda é cedo para dizermos que a produtividade será prejudicada por esse atraso. Se o volume de chuvas se normalizar nas próximas semanas, a tendência é vermos os produtores acelerarem o ritmo de plantio e recuperarem esse atraso”, disse a analista Daniely Santos, da Céleres.

Para o especialista em Commodities da Refinitiv, Anderson Nacaxe, o período seco preocupa. No entanto, o setor tem máquinas que permitem uma rápida reação.

“Com chuvas previstas para semana que vem, acreditamos que a janela de plantio deva se iniciar. Assim, passamos a ficar de olho no período imediatamente seguinte, onde de fato uma seca atrapalharia a germinação”, completou Nacaxe.

O analista Aedson Pereira, da IHS Markit, destacou que o atraso no plantio poderia mexer na intenção da segunda safra, de milho ou algodão.

“Áreas de algodão de segunda safra podem registrar forte retração, cedendo espaço para milho”, afirmou ele, lembrando que a pluma tem um ciclo mais longo e precisa ser semeada antes em regiões de Mato Grosso.

Na quinta-feira, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) deverá divulgar uma nova projeção para a safra de grãos 2020/21, incluindo a soja.

Área Maior

Pereira também pontuou que o atraso da soja deve sim colaborar para uma maior janela de exportação dos Estados Unidos, visto que a soja brasileira entrará mais tarde no mercado. “Já que o Brasil não terá grande disponibilidade de soja em janeiro até meados de fevereiro”, destacou.

Mais cedo nesta semana, a consultoria AgRural havia chamado a atenção para o comprometimento da oferta brasileira em janeiro, com o atraso do plantio, o que beneficia norte-americanos.

Para o analista Luiz Fernando Roque, da Safras & Mercado, a produtividade esperada foi mantida, mas ele alertou que a intenção de plantio poderá ser alterada positivamente.

“Se mudar (nosso número) vai ser na área ao longo do plantio, percebemos que a intenção pode ser um pouco maior. Nas últimas semanas falamos com um pessoal que vê um pouco mais (área) no Rio Grande do Sul e no Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia).”

Fonte: Agrolink/Reuters
Crédito da foto: Divulgação/Pexels

Veja mais notícias da editoria Agrobox no portal Cavalus

Dr. da Roça

Holding empresarial: entenda o que é e quais as suas vantagens

No “Dr. da Roça Responde” desta sexta-feira (11) o Dr. da Roça, Caius Godoy, apresenta o Holding empresarial, que possibilita uma empresa controlar e influenciar outras empresas

Publicado

⠀em

Holding empresarial: entenda o que é e quais as suas vantagens

O Holding empresarial é um tipo de organização que possibilita a uma empresa controlar e influenciar outras empresas, que são suas subsidiárias. A expressão “holding”, no inglês, significa segurar, controlar, manter. Dessa forma, podemos dizer que sua principal função nisso é simplificar toda a coordenação e monitoramento.

No contexto do direito de sucessão, a holding familiar é uma boa estratégia para executar o planejamento dessa sucessão. Por meio dela, pode-se administrar o patrimônio de forma mais eficiente, além de facilitar todo o procedimento após o falecimento do titular. Confira neste vídeo do Dr. da Roça o que é uma holding e as suas vantagens.

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

Contrato Barter: o que é e para que serve

No “Dr. da Roça Responde” desta sexta-feira (04), o Dr. da Roça, Caius Godoy, continua o papo sobre contratos no agronegócio, explicando sobre o Contrato Barter

Publicado

⠀em

No quinto episódio do quadro Dr. da Roça Responde, em parceria com o Portal Meio Rural, o Dr. da Roça, Caius Godoy, continua falando sobre as base do contrato no Agro. Assim, neste vídeo ele explico o que é o contrato Barter e para que serve. Confira!

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

As bases do contrato no Agro

No “Dr. da Roça Responde” desta sexta-feira (28), o Dr. da Roça, Caius Godoy, continua o papo sobre contratos no agronegócio

Publicado

⠀em

No quarto episódio do quadro “Dr. da Roça Responde”, em parceria com o Portal Meio Rural, o Dr. da Roça, Caius Godoy, continua falando sobre as base do contrato no Agro. Assim, neste novo vídeo ele dá dicas de como não errar na hora de fazer um bom contrato. Confira!

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

Por que o contrato é essencial para o produtor rural

No “Dr. da Roça Responde” desta sexta-feira (21), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre contratos no Agro

Publicado

⠀em

No terceiro episódio do quadro “Dr. da Roça Responde”, em parceria com o Portal Meio Rural, o Dr. da Roça, Caius Godoy, entra em um assunto essencial para o produtor rural que são os contratos que envolvem toda sua operação. Confira!

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

O que é Holding Familiar para produtores rurais?

No segundo “Dr. da Roça Responde”, nesta sexta-feira (14), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala um pouco mais sobre sucessão rural abordando agora o tema holding familiar para produtores rurais

Publicado

⠀em

No segundo episódio do quadro “Dr. da Roça Responde”, em parceria com o Portal Meio Rural, o Dr. da Roça, Caius Godoy, continua a ‘prosa’ sobre sucessão rural falando sobre a holding familiar para produtores rurais.

A holding familiar é uma forma de transmissão do patrimônio aos sucessores enquanto o titular ainda se encontra vivo.

Assim, coloca-se no contrato social os sucessores como sócios, junto com o titular do patrimônio. Dessa forma, cada uma das pessoas detém cotas.

Apesar dessa transferência, nesse contexto da holding, o titular ainda continua no controle e na administração do patrimônio.

Na hipótese de já ter feito uma holding, quando acontece o falecimento do patriarca, como as cotas já estavam divididas e definidas a cada membro, não haverá tanta demora e burocracia na abertura dos documentos exigidos.

Saiba mais no vídeo abaixo:

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

Quando começar a planejar a sucessão rural?

No primeiro “Dr. da Roça Responde”, nesta sexta-feira (07), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala tudo sobre sucessão rural; qual a melhor forma de planejar

Publicado

⠀em

No primeiro episódio do quadro “Dr. da Roça Responde”, em parceria com o Portal Meio Rural, o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre quando começar a planejar a sucessão rural.

A sucessão rural familiar em empresas do agronegócio, assim como para os produtores rurais, ambos ainda que de pequeno porte, é uma questão importante. De tal forma que o planejamento é vital desde o início.

Esse planejamento, portanto, prepara os familiares para todas as adversidades que possam surgir no meio do caminho. Apesar dos laços afetivos, o profissionalismo deve permanecer.

Não é raro nos depararmos com conflitos familiares e grandes prejuízos quando alguns pontos são descuidados. O que coloca por água abaixo tudo o que foi construído por anos e todo o empenho que se teve em de buscar reconhecimento e sucesso.

Saiba mais no vídeo abaixo:

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

Produtor rural deve pagar IPTU ou ITR?

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira (29), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre ITR para o produtor rural

Publicado

⠀em

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira (29), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre uma confusão comum entre produtores rurais. Qual imposto deve pagar, IPTU ou ITR?

O IPTU é o Imposto Predial Territorial Urbano. Quem arrecada é o Município e, pela lei, o imóvel deve estar localizado em área urbana. Já o ITR é o Imposto Territorial Rural. É arrecadado pela União e o imóvel pertence a uma área rural. Pela questão da localidade, o valor do IPTU costuma ser bem mais alto que o do ITR.

Todavia, cabe salientar que o STJ, não enxergou tal regra como absoluta. Saiba mais no vídeo abaixo:

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

Produtor rural tem direito a restituição de tributos

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira (16), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre Restituição de Tributos Para Produtor Rural

Publicado

⠀em

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira (23), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre um direito do produtor rural. Trata-se da restituição de tributos. Você sabia disso? Não, então não deixe de conferir o vídeo abaixo.

Afinal, existem tributos que podem ser restituídos pelo produtor rural e vale a pena verificar com seu contador ou advogado.

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

O que é Contrato Barter no Agronegócio?

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira (16), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre o contrato Barter

Publicado

⠀em

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira (16), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre o contrato Barter no agronegócio. Você sabe o que é? Portanto, se você tem dúvidas sobre esse tema, não deixe de conferir o vídeo abaixo.

O contrato Barter é uma forma facilitada de negociação. O termo “barter” significa permuta, troca. Assim, é uma prática na qual o agricultor pode trocar uma parcela da sua produção por insumos. Dessa forma, a negociação é realizada ainda antes da colheita, o que impede a variação de preço.

Além disso, ele é uma alternativa para garantir a safra. Por exemplo, se o produtor tem milho, pode negociá-lo e trocar por insumos para o fomento da lavoura, como sementes ou herbicidas.

Por Equipe Cavalus
Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Dr. da Roça

Saiba o que é contrato de integração no agronegócio

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira, o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre o contrato de integração no agronegócio

Publicado

⠀em

No “Momento do Agronegócio” desta sexta-feira (09), o Dr. da Roça, Caius Godoy, fala sobre o contrato de integração agronegócio. Você sabe o que é? Portanto, se você tem dúvidas sobre esse tema, não deixe de conferir o vídeo abaixo.

Antes de mais nada vale citar que a integração se viabiliza por contrato no qual o produtor rural se responsabiliza por parte do processo produtivo. Repassando, assim, essa produção à agroindústria, como matéria-prima a ser processada e transformada no produto final.

Isso, por sua vez, fornece ao produtor os insumos e serviços necessários. De modo que a integração se assemelha a uma parceria que não se confunde com o contrato de parceria rural. Saiba mais no vídeo:


Crédito da foto: Divulgação/Dr. da Roça

Veja mais vídeos do Dr. da Roça no portal Cavalus

Continue lendo

Cadastre seu e-mail e receba gratuitamente
as novidades
do Portal Cavalus.

Cadastre seu e-mail e receba gratuitamente
as novidades
do Portal Cavalus.