Geral

Estratégias para treinar cavalos de Três Tambores

A missão, nesse exemplo, é treinar seus cavalos contra suas tendências naturais para aumentar sua capacidade atlética e fazê-los pensar

Publicado

⠀em

Certamente você já montou dezenas cavalos durante sua carreira. E, sem dúvida, muitos outros ainda estão por vir. Acostumado ao dia a dia de treinos e provas, observando outros treinadores, desenvolveu seu método de treinamento. Com toda certeza, aprimorado ao longo dos anos de experiência no trato com as particularidades de diversos animais.

Kassie Mowry, uma das treinadoras de cavalos de Três Tambores mais vencedora da história – já ultrapassou US$ 3 milhões em ganhos – busca que todos os seus animais realizem o percurso da mesma maneira. A cada passo, como contou ao Barrel Horse News, ela os treina para que se comportem da mesma forma, a fim de que tenha o máximo de aproveitamento com todos os seus animais.

Antes de mais nada, é o estilo de corrida que ela descobriu que dá flexibilidade infinita ao seu treinamento, porque tudo o que ela precisa fazer para que funcione é encontrar os ajustes certos para cada indivíduo. “Eu tentei descobrir como ajustá-los e treiná-los para que tudo pareça igual em casa como quando eu corro em uma prova”, esclarece a treinadora.

Embora pareça algo estranho, ela realiza os treinos distante cerca de 180 graus do local em que o cavalo vai realmente passar no dia da prova. Bom, não podemos negar que vem dando certo para ela, não é mesmo?

A missão é treinar seus cavalos de Três Tambores contra suas tendências naturais para aumentar sua capacidade atlética e fazê-los pensar

Algumas dicas:

  • Posição corporal – Mowry só apresenta um potro ao percurso dos Três Tambores quando tem 100% de certeza de que ele está bem domado. Em seguida, o introduz no percurso de maneira lenta para que se acostume. E ainda presta muita atenção em sua postura do corpo para passar os sinais corretos sem confundi-lo, especialmente nas viradas.
  • Aproximação e controle de velocidade – De acordo com Mowry, o ângulo que um cavaleiro assume ao se aproximar de um tambor é a parte mais importante de qualquer prova. A posição em que o cavalo está quando chega ao tambor é mais vital para ela.
  • Ajuste – Por fim, a campeã conta que presta muita atenção no que precisa corrigir e, especialmente, se os cavalos tendem a antecipar algum movimento. Cada cavalo tem problema em um ponto, por exemplo, antecipar a virada. Então ela insiste com ele até que se acostume a esperar o comando dela.

Em sua experiência, a treinadora acredita que forçar seus cavalos de Três Tambores a fazer o oposto do que eles querem é a melhor maneira de mostrá-los que há mais de uma maneira de fazer algo e de fazê-los pensar em vez de reagir.

Por Equipe Cavalus
Crédito das fotos: Divulgação/Springer e Shane Rux

Veja outras notícias no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads