Geral

Guarda da Rainha grita com turista que coloca as mãos nas rédeas do cavalo

Atitude repercutiu nas redes, mas segundo treinador Marcos Toledo Filho esse erro da turista poderia ter ocasionado um grave acidente

Publicado

⠀em

Guarda da Rainha grita com turista que coloca as mãos nas rédeas do cavalo

Quem já visitou a Inglaterra e passou pela cidade de Westminster, com certeza ficou impressionado com a beleza do Palácio de Buckingham e dos Guardas da Rainha. A presença e postura deles é realmente surpreendente.

Essa semana, viralizou na internet uma cena que promoveu muita discussão nas redes entre os que apoiaram a ação e os que rejeitaram.

Uma turista foi fazer uma foto ao lado de um dos Guardas da Rainha e resolveu colocar as mãos nas rédeas do cavalo. No mesmo instante, o Guarda gritou para a turista não tocar nas rédeas do animal.

“Afaste-se do salva-vidas da rainha. Não toque nas rédeas”, gritou alterado o guarda da Rainha.

Guarda da Rainha repreende mulher que toca nas rédeas do cavalo

Um porta-voz do exército britânico disse ao jornal The Mirror: “Levamos todos os incidentes como esse a sério e queremos garantir que todos aqueles que visitam os Guardas da Rainha tenham um tempo agradável. A área retratada nas imagens é particularmente movimentada e, às vezes, os soldados precisam gritar bem alto para alertar o público. Ainda temos placas colocadas ao lado das baias dos cavalos, informando que eles mordem e, por serem animais, podem ser imprevisíveis.”

Mas a atitude do Guarda da Rainha está errada?

Muitos internautas criticaram a atitude do Guarda da Rainha, outros concordaram com ela dizendo que a mulher passou dos limites. Mas, será que o Guarda da Rainha exagerou? O que poderia ter acontecido?

Segundo o treinador Marcos Toledo Filho, toda a sensibilidade do cavalo está nas rédeas, portanto, quando a turista coloca a mão nela o cavalo poderia ter se assustado, levantado e até caído de costas com o cavaleiro.  “Nas rédeas está o controle total do cavaleiro. Todos os comandos dele para com o animal estão ali”, ressalta.

Ainda de acordo com o treinador, em uma situação como essa a pessoa nunca deve se aproximar do cavalo sem a permissão do cavaleiro. “Nunca devemos tocar em um cavalo, muito menos nas suas rédeas sem permissão do cavaleiro”, alerta.

Por isso, ao montar um cavalo, o cavaleiro precisa estar preparado para agir em situações como essa, “prevendo o movimento e protegendo o animal, visto que o cavalo se assusta muito facilmente”.

“O cavaleiro precisa estar atento, e em uma situação como essa pedir para a pessoa desavisada não encostar no animal”, enfatiza e complementa que “para as pessoas que queiram tirar foto, pergunte antes se pode para não haver constrangimento”.

Como tudo nesta vida, não custa nada perguntar antes para evitar um grande constrangimento.

Por: Camila Pedroso

Colaboração: Heloísa Alves

Fonte: UOL

Fotos: Metrópole

Mais notícias no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads