Egyto LA e Gunther Rach protagonizam a mais emocionante chegada no Clássico HARC

A temporada 2019 de corridas de cavalos Árabes no Brasil não poderia ter iniciado em melhor data. O Clássico Heritage Arabian Racing Club, primeira corrida do ano, foi realizado no dia 5 de maio, abrindo a programação do Grande Prêmio São Paulo, no Hipódromo de Cidade Jardim, Jockey Club de São Paulo.

“Abrir a tarde do GP São Paulo foi uma grande responsabilidade para os cavalos Árabes. Mostrou a importância que as corridas com exemplares da raça vêm tendo a cada novo ano que se inicia. Este ano nosso calendário já tem confirmadas 15 provas, com apoio da ABCCA, sua diretoria, seus criadores e seus proprietários juntamente com o patrocínio da Heritage Arabian Racing Club”, declarou Almir José Ribeiro, diretor de Corridas da ABCCA e Membro do Board da HARC.

Na visão dele, será uma temporada de sucesso. “Obrigado a todos que acreditaram e continuam acreditando em nosso trabalho. Um agradecimento especial a HH Sheikh Sultan Bin Zayed Al Nahyan e Heritage Club de Abu Dhabi, que mais uma vez tornou nosso sonho uma realidade”. Sete foram os animais estreantes que formaram o páreo. Puderam ser observados e admirados por um grande público presente.

cavalos Árabes
Premiação

Segundo os organizadores, a corrida teve uma das finais mais disputadas e emocionantes da história das corridas de cavalo Árabe no Brasil, com Egyto LA vencendo por apenas um focinho a frente de Gunther Rach.

O grande vencedor do Clássico Heritage Arabian Racing Club, Egyto LA, filho dos campeões nacionais de morfologia Magnun Chall HVP X *HLP Darkyna Fame (Legacy Of Fame), é uma criação de Leandro de Aguiar e de propriedade do Stud Magal. Foi montado por Antônio Mesquita, em sua terceira corrida em cavalos Árabes, e treinado por Amasilio Magalhães Filho.

Desde a largada, três cavalos se destacam na disputa pelo primeiro lugar: Egyto LA, Gunther Rach (Eksort Rach X Geneve AJR) e Vigilius Rach (Thunder Rach X Vienna Rach). Na parte final da reta, os três se distanciaram dos demais e a luta pelo primeiro lugar tornou-se eletrizante. Egyto LA e Gunther Rach abriram dois corpos sobre Vigilius Rach, deixando o resultado final sendo decidido por um focinho.

“Desde que chegou ao Jockey Club, o Magalhães (treinador) me pediu para treinar o Egyto LA e duas éguas, Catarina LA (quarto lugar) e Cigarra LA (sexto lugar). Durante a semana, intensifiquei os treinos e preferi montá-lo na corrida. Ele largou muito bem e nos primeiros 400 metros vi que o Gunther Rach se aproximou por fora. Seria meu grande adversário, mas no final ganhamos por um focinho. Foi uma das mais emocionantes chegadas que vi em Cidade Jardim em todos estes anos que monto e corro aqui”, disse o jóquei

cavalos Árabes
Premiação

Para Leandro Aguiar, o criador do cavalo, a felicidade é imensa. “Foi uma prova muito disputada e com uma chegada emocionante. Esta iniciativa da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe, liderada pelo Almir José Ribeiro e os irmãos Saliba, junto ao Jockey Club de São Paulo, foi muito importante para a raça. Mostra toda a aptidão esportiva do nosso cavalo e abre um novo mercado para os criadores”, declarou Leandro.

O segundo colocado, Gunther Rach, é filho de Eksort Rach, cavalo de Enduro que completou duas provas de 160 km, e de Geneve AJR, irmã de Nadja AJR, bicampeã das corridas da Nacional Fêmea. “Estamos apostando muito nesta nova geração Rach. Para nós foi excelente porque são dois potros – Gunther e Vigilius Rach, terceiro colocado – de uma nova geração especialmente pensada em corridas. Os animais estão em início de preparação e treinos e a tendência é que evoluam e vençam”, disse Ricardo Jamil Saliba, proprietário de Vigilius Rach.

O Clássico Heritage Arabian Racing Club foi realizado pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe em parceria com o Jockey Club de São Paulo e teve o patrocínio da HARC.

No próximo dia 25 de maio, a segunda corrida já está marcada. WATHBA Stallions Cup, com jóqueis brasileiros; e a HH Sheikha Fatima Bint Mubarak Apprentice World Championship (IFHRA), com a participação de jóqueis aprendizes da América do Sul, correndo com cavalos brasileiros.

O jóquei vencedor participará da Grande Final de HH Sheikha Fatima Bint Mubarak Apprentice World Championship (IFHRA), em Abu Dhabi, dia 24 de novembro. As corridas fazem parte do HH Sheikh Mansoor Bin Zayed Al Nahyan Global Arabian Flat Racing Festival.

Colaboração e fotos: Cidinha Franzão/Assessora de Imprensa

Escreva um comentário