Internacional

Três brasileiros na lista dos melhores dos últimos 10 anos

Ranking do Equi-Stat, que desde 1985 reúne informações completas sobre as estatísticas do esporte western, divulgou compilado da última década em Apartação, Rédeas e Working Cow Horse

Publicado

⠀em

Três brasileiros na lista dos melhores dos últimos 10 anos

As estatísticas de treinadores profissionais das modalidades western dos últimos dez anos incluem três brasileiros na lista dos melhores. O EquiStat é um banco de dados que compila e publica levantamentos detalhados e reúne informações completas do esporte western há mais de 30 anos

Franco Bertolani e Gabriel Bittar Borges, da Rédeas, e Armando Costa Neto, da Apartação, são os três brasileiros na lista dos melhores profissionais de acordo com o Equi-Stat. A publicação considerou, para os treinadores já consagrados, ganhos nos últimos dez anos, e para os profissionais em ascensão, dos últimos cinco anos.

E é importante ressaltar que, desde a sua criação, o Equi-Stat tornou-se uma fonte popular de informações estatísticas, firmando-se como uma parte importante da indústria do cavalo em todo o mundo. Há credibilidade e confiança de que são dados corretos e atualizados.

De acordo com o site oficial, com base apenas em premiações em dinheiro, o serviço rastreia adequadamente os ganhos dos melhores cavaleiros, cavalos, criadores, proprietários, garanhões e matrizes do setor. Os números são precisos e o Equi-Stat informa que se esforça para manter um banco de dados completo e justo.

Três brasileiros na lista dos melhores dos últimos 10 anos
Armando Costa Neto – Foto: Arquivo/Divulgação NCHA

Brasileiros na lista dos melhores do Equi-Stat dos últimos 10 anos

A lista dos melhores treinadores em ascensão considera os profissionais cujos ganhos vitalícios antes de 1º de janeiro de 2017 não excederam US$ 100.000,00. E ai, faz uma classificação dos 15 melhores levando em conta os eventos de 1º de janeiro de 2017 a 1º de junho de 2022.

Na Apartação, Armando Costa Neto aparece em 13° lugar. Entre 2017 e 2022, ele ganhou US$ 186.214,00. Até 2017, entretanto, ele tinha US$ 18.288,00. E o Equi-Stat mostra ainda que o total de ganhos do brasileiro até 2021 é de US$ 204.502.00

Armandinho está sediado em Mineral Wells, Texas. E, de acordo com as estatísticas, ele deve essa sua posição aos cavalos Sweet Lil Kit Kat (LTE $36,177), Arosesuchastyle (LTE $34,700), Bill Oreylly (LTE $22,266), Watch Me Whip (LTE $18,830) e Niki Sixx (LTE $14,629).

Desde que mudou-se para os Estados Unidos, o treinador brasileiro vem obtendo diversas conquistas. Entre elas, a mais importante, único tríplice coroado na categoria Non Pro pela NCHA quando ainda era amador.

Franco Bertolani e Inferno Sixty Six – Foto: Arquivo/Wattemberry NRHA

Quando falamos dos treinadores profissionais com experiência, a lista dos melhores do Equi-Stat considera os ganhos totais em provas da categoria Open de 1º de janeiro de 2012 a 1º de junho de 2022.

Na Rédeas, Franco Bertolani aparece em sétimo lugar, com US$ 1.433.552,00. Morando em Aubrey, Texas, ele é head trainer do Cardinal Reining Horses. Entre os cavalos que ajudaram o brasileiro a se posicionar bem nessa classificação: Dun It For Whizkey (LTE $235,915), Inferno Sixty Six (LTE $216,165), CFR Centenario Wimpy (LTE $143,709), Masked Gun (LTE $97,308), Hollys Hijacker (LTE $95,151).

Em 2017, o que era algo distante, tornou-se realidade com muito trabalho, dedicação e talento. Ao final daquela temporada, Franco Bertolani chegou ao status de NRHA Million Dollar Rider, ou seja, ultrapassou um milhão de dólares em ganhos nas provas de Rédeas. Primeiro e único brasileiro com essa comenda.

Hoje, há dez anos morando nos Estados Unidos, tem no currículo títulos nas maiores e mais prestigiadas provas da modalidade, assim como está sempre se classificando entre os melhores e entrando em todas as finais.

Três brasileiros na lista dos melhores dos últimos 10 anos
Gabriel Bittar Borges com Checksworthy – Foto: Arquivo/Wattemberry NRHA

Morando em Scottsdale, Arizona, Gabriel Bittar Borges é o 11° colocado na lista dos melhores treinadores em ascensão na Rédeas. Entre 2017 e 2022, ele ganhou US$ 134.390,00, sendo que até 2017 seus ganhos eram de US$ 5.497.00. E no total, segundo o Equi-Stat, os ganhos do brasileiro até 2021 chegam a US$ 139.888,00.

Tudo isso graças aos cavalos Checksworthy (LTE $43,179), One Ruf Kid (LTE $18,279), Gotta Shiney Playboy(LTE $18,091), Lenas Shining Gun (LTE $14,481), Dunsurprizedya (LTE $13,665).

O jovem brasileiro, que entre outros, já foi assistente de Andrea Fappani, reúne em seu currículo êxito em provas de grande expressão da Rédeas nos Estados Unidos, como NRHA Futurity, NRHA Derby  e NRBC.

O maior ganhador, considerando Apartação, Rédeas e Working Cow Horse nessa lista dos melhores dos últimos dez anos é Lloyd Dennis Cox com US$ 5.284.807.00. Um dos nomes mais famosos da indústria, sem dúvida, e uma ‘fera’ na Apartação. Ao todo, em toda sua carreira de quase 30 anos, beira os 10 milhões em ganhos.

Clique aqui para ver a lista completa.

Por Luciana Omena
Crédito das fotos: Arquivo/Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads