Internacional

Diretoria da NRHA consegue liberação para retorno dos eventos

Provas oficiais e oficializadas pela NRHA estão liberadas desde 1° de maio desde que os organizadores cumpram medidas protetivas

O Conselho de Administração da National Reining Horse Association, através da sua diretoria executiva conseguiu aprovar um plano para a retomada dos eventos oficiais e oficializados de Rédeas pela Associação. Portanto, desde que os organizadores e expositores cumpram toda a regulamentação do local e do estado do evento, estão liberados desde 1° de maio.

As medidas protetivas, sobretudo, dizem respeito ao novo coronavírus (COVID-19) e foram tomadas para que aos poucos a normalidade possa voltar, garantindo de todos os envolvidos. De acordo com o comunicado da diretoria, a NRHA entende que não serão todos os Países que permitirão a abertura das provas, por isso, os ganhos  que, eventualmente, forem conquistados até que tudo realmente esteja liberado em todo o mundo, não serão contabilizados até novo aviso.

“Nossos membros estão prontos para voltar a competir. Dessa forma, acreditamos que fizemos de tudo para que tudo possa começar a voltar ao normal”, comenta o presidente da NRHA, Mike Hancock. “Os organizadores, contudo, precisam estar preparados para atender a todas e quaisquer condições ou requisitos locais. Enquanto os competidores devem estar dispostos a aceitar essas diretrizes”.

Recomendações

Acima de tudo, a diretoria da NRHA avisa que continua a monitorar mudanças nas condições e recomendações de entidades locais, estaduais e federais a tudo que diga respeito a pandemia. Inegavelmente, organizadores devem tomar todas as precauções necessárias para proteger não apenas suas equipes de escritório, manejo e operações, como também todos os competidores para que seu evento seja sancionado pela NRHA.

Dessa forma, fica o alerta para que, caso um governo estadual ou local suspender as atividades públicas, é responsabilidade da organização de cada prova cancelar ou adiar o evento que foi marcado. Conforme o presidente da NRHA ressalta, “a saúde e a segurança da comunidade Rédeas é a principal prioridade da Associação”.

Portanto, para garantir a segurança dos envolvidos em um evento sancioando, a NRHA recomenda:

  • Que sejam fornecidas estações de lavagem das mãos e sanitização em baias e áreas de competição
  • Imprescindível o uso de máscaras para todos os membros da equipe de produção e competidores
  • Promover o distanciamento social em todas as áreas ao redor da prova
  • Desinfetar todas as baias antes e após o uso
  • Garantir que o serviço de alimentação elimine as filhas e agilize o serviço
  • Limpar e higienizar todas as áreas com frequência
  • Minimize o tráfego de pessoas no escritório
  • Reduzir o contato corpo a corpo, como por exemplo, pódio, compartilhamento de canetas no escritório, uso de rádios para os juízes, etc

“É responsabilidade de todos a tomada de todas as precauções de segurança para impedir a propagação de qualquer doença. A NRHA espera que todos coloquem a saúde e a segurança de suas equipes e dos competidores em primeiro lugar em decisões”.

Fonte: NRHA
Tradução e adaptação: Luciana Omena
Crédito da foto: Divulgaçao/ Waltenberry

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

X