Prova é tradicional no calendário da modalidade nos Estados Unidos todo começo de temporada

Aquela provinha que não é grande, mas que todo mundo gosta de participar. Preparativa para outras grandes que estão por vir, como o Cactus Reining e o NRBC. Assim começa a temporada de Rédeas nos Estados Unidos. E o OKRHA Ride & Slide, que aconteceu de 6 a 10 de março, no Tulsa Expo Center, em Tulsa, Oklahoma, é prova disso.

Animais que fizerem o NRHA Futurity no final do ano passado dão continuidade às suas carreiras com os Derbys a cada início de nova temporada. Para Brian Bell, o ano começou com pé direito. O treinador Million Dollar Rider marcou 227,5 pontos com Gunnaout Shine Ya. Ficou com o título do Xtra Quarter Horses Open Derby Nível 4.

Finalistas do NRHA Futurity 2018, Gunnaout Shine Ya, de propriedade de Julie Ridgeway, e Brian Bell venceram também o Nível 3, ganhando mais de US$ 13.980,00. Para comemorar a vitória, o treinador tomou um Martini em homenagem ao seu cavalo, que tem esse apelido. “Treino Martini desde os dois anos de idade e tem sido muito divertido. Ele tem uma reputação de ter spins rápidos e bonitos, suas habilidades mais proveitosas”.

Brian Bell

Brian também montou Gunnaoutfoxya, de propriedade de Kelle Smith, ficando com a segunda colocação no Nível 4, empatados com mais dois conjuntos. Foram co-reservados campeões junto com Bell ao marcarem 225,5 pontos: Joe Schmidt, com Gunna Cash Ya, e Jimmy Van Der Hoeven, com Guaranteed A Magnum. Essa nota também deu a Bell o reservado do Nivel 3 empatado com Schmidt.

“As provas de Rédeas em Tulsa e Oklahoma estão entre as mais disputadas do circuito e o Ride & Slide não foi diferente. Agora vamos nos preparar para o NRBC”, finalizou. Os atuais campeões do NRHA Futurity, Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke ficaram com a terceira melhor nota, 225 pontos. Jason, que veio ao Brasil recentemente, é o campeão do ano passado nessa prova.

Franco Bertolani

O melhor brasileiro foi Franco Bertolani. Com Masked Gun, do Cardinal Ranch, fez uma boa prova, marcando 224 pontos, para empatar com o amigo Casey Deary, montando Gunnarickashay. Quarta melhor nota, sexto lugar na tabela, levando cada um US$ 2.700,00 de premiação. Franco também apresentou Dun It For Whizkey, garanhão do Cardinal Ranch, para ficar no Top 10 com a nota 222,5.

“Foi uma boa prova, meus dois cavalos do Derby marcaram bem, estou satisfeito. Agora é preparar para o NRBC, falta um mês apenas. Não irei ao Cactus esse ano, concentrando tudo para o NRBC em abril”, contou Franco.

Logo na abertura do evento, o brasileiro Luis Eduardo Giannasi, treinador assistente do Cardinal Ranch, ganhou a Limited Open com Ruff Till The End ao marcar 70 pontos. Essa nota o deixou em segundo lugar na Rookie Professional. No dia seguinte foi a fez de Eduardo Salgado ficar como co-reservado campeão da Novice Horse Open ao montar Dublinn. Marcou nota 73, assim como Arnaud Ferret e Yonathan Baruch.

Dudu Giannasi

No mesmo dia, Franco Bertolani apresentou Shine Yur Gun na Novice Horse Open Level 2 e a nota 72,5 deixou o conjunto embolado na sexta posição, empatados com outros dois cavalos, Gunna Spark e Starlight Escalade. O brasileiro Cristiano Coelho também pontuou nessa prova.

Para completar a participação dos brasileiros, Luis Eduardo Giannasi ganhou a Limited Open e a Rookie Professional no domingo, novamente montando Ruff Till The End, 72 pontos, ficando em segundo na Intermediate Open.

A nota do Derby no sábado também valeu para uma sub-categoria, premiação extra para cavalos de quatro a seis anos que ganharam até US$ 10.000,00 na carreira. Franco com Shine Yur Gun e Eduardo com Dublinn pontuaram. Fernando Salgado, o próprio Franco, também utilizaram essa prova para ‘escolar’ alguns cavalos.

Pedro Baião e The Best Gunner. Foto: Cedida

Sun Circuit

Com provas de várias modalidades e aproveitando-se da boa temperatura da época, com paisagens de tirar o fôlego, a Arizona Quarter Horse Association realizou o 46° Arizona Sun Circuit de 2 a 10 de março, no WestWorld, em Scottsdalle.

Entre as dezenas de campeões, o brasileiro Pedro Baião repetiu o sucesso do ano passado e venceu novamente a prova de Rédeas na Open. O treinador mora em Scottsdale e faz parte do time de Martin Muehlstaetter. Montando The Best Gunner, de Francisco Quagliato, levou a categoria AQHA Senior Reining.

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: OKRHA

Escreva um comentário