Internacional

PBR: brasileiros iniciam 2021 com vitórias

Maior campeonato de Montaria em Touros do mundo mudou o formato de competição das etapas da Unleash the Beast, a série principal

Publicado

⠀em

Fãs da PBR devem ficar atentos às novidades nas etapas da divisão principal da entidade em 2021. Agora, cada dia de competição representa uma final, ou seja, um campeão por dia; e há também o campeão geral da etapa. Isso mesmo, a PBR cada vez mais pensando no que os apaixonados por rodeio querem ver. E na primeira etapa da Unleash the Beast da temporada, vitória de brasileiros.

A abertura da 2021 Unleash The Beast: American Roots em Ocala, Flórida, aconteceu nos dias 16 e 17 de janeiro. Evento de dois dias, portanto, dois campeões (um por dia) e o campeão geral da etapa. Dessa maneira, o que você precisa saber para acompanhar a PBR esse ano: cada dia é uma competição, composta por uma rodada com os 30 melhores do ranking; em seguida, a rodada decisiva com os 12 melhores da primeira rodada.

A cada dia, os atletas recebem notas em suas montarias, pontos para o ranking e prêmios em dinheiro. Contudo, o vencedor geral do final de semana não ganha pontos extras para o ranking. Somente recebe um bônus de US$ 10.000 e uma a fivela. A soma de notas a cada dia serve para definir o bônus e esses pontos de bônus é que definem o campeão geral da etapa e somam para o ranking.

PBR, o maior campeonato de Montaria em Touros do mundo mudou o formato de competição das etapas da Unleash the Beast, a série principal
Maurício Moreira

Brasileiros já começam bem na PBR 2021

Mauricio Moreira, 21, dominou a tarde de sábado (16) e venceu a competição de abertura do PBR Monster Energy Invitational em Ocala. Estreante em 2020, o brasileiro marcou segunda maior nota da primeira rodada, 86,75 pontos em The Kickin ‘Chicken. Escolheu Big Black para a decisão, touro que ele já conhecia. Parou e marcou 89,75 pontos. Pela vitória conquistou 130 pontos para o ranking mundial e US$ 12.750.

No dia seguinte foi a vez de Junior Patrik de Souza, 27, subir ao lugar mais alto do pódio. Antes de mais nada, o brasileiro não estava escalado para essa etapa, porém ocupou o espaço deixado por dois competidores machucados. Aproveitando a chance, ele voou para a Flórida no domingo. Marcou 86 pontos em Slingin Tears e selou a vitória com 88,25 pontos em Homegrown. Somou 109 pontos para o ranking e US$ 9.083,33 em ganhos.

Ao final de todas as montarias, Mauricio Moreira foi declarado campeão geral da etapa pelo bônus de 130 pontos ser o maior do final de semana. Entre os brasileiros, terceiro lugar para Junior Patrik. Pontuaram ainda Silvano Alves , João Ricardo Vieira, Eduardo Aparecido, Dener Barbosa, Alex Cerqueira, Marco Eguche, Kaique Pacheco e Claudinho Montanha.

Com os 130 pontos, Maurício lidera o ranking mundial no momento. Junior Patrik vem em segundo lugar, com 123,50 pontos no ranking – 109 pontos em Ocala e mais 14,50 da etapa da Velocity Tour em Cedar Park. Silvano Alves é o outro brasileiro no Top 10 do ranking mundial, em quinto lugar com 70 pontos.

Teve etapa da PBR Pendleton Whiskey Velocity Tour no dia 15 de janeiro, em Cedar Park, Texas. Paulo Lima encerrou em terceiro lugar, com Junior Patrik em quarto.

PBR, o maior campeonato de Montaria em Touros do mundo mudou o formato de competição das etapas da Unleash the Beast, a série principal
Em post, PBR destaca as lesões dos dois campeões

José Vitor Leme e Jess Lockwood machucados

Na tarde de sábado em Ocala, dois dos principais favoritos ao título mundial de 2021 se machucaram. O atual campeão mundial da PBR, José Vitor Leme, sofreu uma fratura no tornozelo direito enquanto montava Dirty Sancho. Para Jess Lockwood, bicampeão mundial da PBR, tudo indica que ele quebrou a mandíbula no confronto com Detroit Lean.

De acordo com informações da PBR, Leme ainda não decidiu completamente, mas é provável que opte por não fazer a cirurgia no tornozelo. A ideia do campeão é deixar que a fíbula quebrada cure por conta própria. No prognóstico médico, são quatro semanas de recuperação com a cirurgia e oito sem.

“Ainda não decidi completamente, mas estou com 90% de certeza de que não vou fazer a cirurgia. Serão oito semanas, mas só perderei seis eventos. Nunca fiz uma cirurgia antes e não quero colocar metal no meu corpo”, conta o brasileiro.

A fim de transformar esse momento difícil em algo positivo, Leme pensa na chegada do seu primeiro filho. A esposa dele, Amanda, está grávida e a previsão de nascimento é 19 de fevereiro. “Do jeito que a PBR formatou o sistema de pontos, tenho bastante tempo para recuperar”.

Lockwood fará exames hoje para saber se realmente está com uma fratura na mandíbula. Só assim traçará os próximos passos junto com o médico que acompanha os competidores, Dr. Tandy Freeman. O atleta antecipa que se precisar de cirurgia, ele fará.

Próxima etapa da UTB dias 23 e 24 de janeiro, em Arcadia, Flórida.

Por Luciana Omena
Fonte: PBR
Na foto de chamada: Junior Patrik e Maurício
Crédito das fotos: BullStockMedia/PBR

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads