Internacional

The Run For a Million muda seu critério de qualificação

Lançado ano passado com sucesso, evento fornece um milhão em prêmios para o campeão da sua prova principal na programação

Taylor Sheridan e Amanda Brumley confirmam a realização do The Run For a Million de 2020. No entanto, algumas mudanças foram necessárias, já que alguns eventos que serviriam de classificatória foram cancelados devido a pandemia da COVID-19. Portanto, amante da Rédeas, pode marcar ai na agenda: 29 de julho a 1º de agosto, no South Point Hotel Casino & Spa, em Las Vegas.

Dessa forma, o idealizador e a produtora do The Run For a Million enviaram um comunicado para explicar as mudanças. “Os treinadores perderam cavalos em treinamento, tiveram que demitir ajudantes e estão olhando para um futuro sombrio. Por isso, queremos ajudar na retomada da industria, para que ela volte a girar e os eventos aconteçam”, afirma Brumley.

O South Point Casino tem a previsão de abrir agora no final de maio, com eventos agendados a partir de julho.

Classificatória para o Million Dollar Invitational

Dentro do evento, a principal prova é o Million Dollar Invitational, ou seja, ‘a prova do milhão’. Um milhão de dólares é o prêmio para o campeão e a disputa acontecerá entre 15 conjuntos. Ano passado, na estreia do The Run For A Million, disputaram o prêmio inédito apenas competidores convidados de acordo com o critério estabelecido pela organização.

Para a segunda edição, os cinco primeiros lugares de 2019 já têm vaga garantida. Portanto, para preencher as demais eles usariam alguns eventos parceiros como classificatórias. Com a reestruturação, essa classificação acontecerá na mesma semana do Invitational, alguns dias antes, durante a categoria Open Shoot Out. Além do campeão dessa prova, dez conjuntos se qualificarão para a ‘prova do milhão’, no sábado, 1º de agosto.

O mesmo vai acontecer para as categorias Rookie Championship e Non-Pro Championship, que deveriam ter feito suas classificatórias em eventos anteriores.  Além disso, os cinco primeiros colocados no Open Shoot Out deste ano se qualificam-se automaticamente para o Invitational de 2021. A programação do TRFAM ainda inclui o Freestyle. Todas essas provas com premiação de US$ 50 mil. E a novidade, uma prova aberta de Working Cow Horse, com US$ 100.000 em prêmios e a disputa de 15 conjuntos convidados.

Outras informações: www.TRFAM.com.

Fonte: Quarter Horse News
Tradução e adaptação: Luciana Omena
Crédito da foto: Divulgação/ Molly Montag

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

X