Corrida

Gluck AJR e Clapton AJR brilham no Jockey Club de São Paulo

Exemplares da raça Árabe venceram o Grande Prêmio UAE President Cup Series For Fillies e o Grande Prêmio UAE President Cup Series For Colts, realizado no Jockey Club de São Paulo

Publicado

⠀em

Gluck AJR e Clapton AJR fizeram a festa para o treinador Oberdan Pereira e o criador e proprietário Almir José Ribeiro ao vencerem o Grande Prêmio UAE President Cup Series For Fillies e o Grande Prêmio UAE President Cup Series For Colts respectivamente; que fazem parte da UAE President Cup South America Mondial Series for Purebred Arabian Horses, no Hipódromo de Cidade Jardim, Jockey Club de São Paulo.

Cinco animais de quatro proprietários distintos competiram na primeira corrida, o Grande Prêmio UAE President Cup Series For Fillies, que foi disputada em 1.200 metros na grama para animais nascidos em 2018.

Após uma largada com todas as potras agrupadas, Gluck AJR, filha de Mared Al Sahra, e com excelente condução do jockey Wellington Ariel, abre por fora e domina a corrida de ponta a ponta para vencer com 12 ¼ corpos de vantagem e estabelecer recorde em 1.200 metros.

Em segundo e terceiro lugares as potras Odessa Rach (Feitizzo Rach x Obsession Rach by Voltaire Rach) e Flicka AJR (Feitizzo Rach x Fascinacion by *Adventure Aladin) ambas treinadas por Oberdan S. Pereira.

“Gluck AJR mais uma vez brilhou ao vencer de ponta a ponta em mais um grande show no Jockey Club de São Paulo. Nossa pupila, que é filha de Genna AJR uma das mais destacadas filhas de Voltaire Rach, não desapontou e estabeleceu um novo recorde para a distancia de 1.200 m na grama para as fêmeas. Uma vitória irretocável em sua primeira participação em um Grande Premio e segunda em duas duas vitorias em duas corridas”, declarou o criador e proprietário Almir José Ribeiro.

O treinador Oberdan Pereira comentou: “Gluck AJR competiu em duas corridas e venceu as duas. Com quatro animais na corrida, eu tinha certeza de que ela venceria porque mostrou nos treinos que estava excelente e preparada para a vitória.”

“A Gluck AJR treinou na grama esta semana e tive a certeza da sua qualidade na corrida. Logo na largada ela mostrou que tinha força e fôlego para vencer e administrei para conquistar a vitória”, disse o jockey Ariel.

Clapton AJR vence quarta corrida consecutiva no Jockey Club de São Paulo

Após uma disputa emocionante com Hallmarck Rach (Bismarck Rach x Havella Rach by Pavel Rach) conduzido por Jorge Ricardo, recordista mundial de corridas, Clapton AJR (Mared Al Sahra x *Cowboys Gal by Wiking), sob o comando de Idevaldo Silva, conquista sua quarta vitória consecutiva no Grande Prêmio UAE President Cup Series For Colts, no Jockey Club de São Paulo.

Com um belo ataque por fora nos 150 metros finais, o filho de Mared Al Sahra ultrapassa Hallmarck Rach e vence com três corpos de vantagem. Veneraddo Rach (Atentaddo VE x Vanna Rach by *Aicyng AHRA) sob a montaria de Osmar Pereira Filho foi o terceiro colocado.

O Grande Prêmio Uae President Cup Series For Colt, realizado no Jockey Club de São Paulo, que teve a participação de seis animais de seis proprietários diferentes foi disputado em 1.200 metros na grama para animais nascidos em 2018.

Mais uma vitória do treinador Oberdan Pereira que comentou: “Só tenho a agradecer ao criador Almir José Ribeiro por ter a oportunidade de treinar Clapton AJR que é um cavalo maravilhoso com quatro corridas e quatro vitórias e excelentes tempos de corrida. Ele é filho de Mared Al Sahra que mais uma vez confirma nossas expectativas.”

O Jockey Idevaldo Silva disse: “O treinador Oberdan pediu-me para não o forçar no início da corrida, mas o Clapton AJR começou com vontade de correr e ter a oportunidade disputar o primeiro lugar com o mestre Jorge Ricardo é sempre uma aula. Ele provou mais uma vez que tem sangue de campeão, como seu pai Mared Al Sahra.”

Almir José Ribeiro, criador e proprietário, disse: “Foi mais uma grande exibição do Clapton AJR que vem construindo a sua historia a cada corrida ao conquistar sua quarta vitória consecutiva em Cidade Jardim, sendo três delas vitórias clássicas. Mais uma vez o nosso campeão sob o treinamento de Oberdan Pereira e seu time e condução impecável de Idevaldo Silva estabeleceu um novo recorde para a distância de 1.200 m na grama, o que comprova que os filhos do Mared Al Sahra serão um divisor de águas na criação dos cavalos Árabes de esporte no Brasil.”

“Primeiramente gostaria de agradecer a Diretoria do Jockey Club de São Paulo, por mais esta grande oportunidade de participar da semana mais importante do Turf Paulista. Encerrando esta semana, tivemos mais dois Grandes Prêmios desta vez fazendo parte do Calendário da UAE President Cup Series Mondial para os animais da Raça Arabe nascidos em 2018.”

“Mais uma vez, agradecemos aos nossos patrocinadores HH Sh Mansoor Bin Zayed Al Nahyan, Vice Primeiro Ministro e Ministro de Assuntos Presidenciais e HE Faisal Al Rahmani, Presidente da International Federation of Arabian Horse Racing e Diretor Geral UAE President Cup, que mais uma vez estão contribuindo para o crescimento das corridas de cavalo Árabe no Brasil.”

“Nossos agradecimentos aos proprietários e criadores e um agradecimento muito especial ao Al Shahania Stud do Qatar que generosamente tem contribuído com o melhoramento genético dos cavalos Arabes de esporte no Brasil através de seus reprodutores, como Mared AL Sahra, que a cada corrida vem construindo a sua reputação de grande reprodutor de campeões de corrida”, declarou Almir José Ribeiro, diretor de corridas da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA).

Além dos prêmios durante as corridas, todos os cavalos participantes do Calendário de Corridas 2022 também competem na categoria Corrida da Arabian Cup 2022 promovida pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA).

O Grande Prêmio UAE President Cup Series For Fillies e o Grande Prêmio UAE President Cup Series For Colts foram organizados pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe em parceria com o Jockey Club de São Paulo

Resultados Grande Prêmio UAE President Cup Series For Fillies mo Jockey Club de São Paulo
1 GLUCK AJR (Mared Al Sahra x Genna AJR by Voltaire Rach)
J: Wellington Ariel
T: Oberdan S. Pereira
B/O: Almir José Ribeiro

2 ODESSA RACH (Feitizzo Rach x Obsession Rach by Voltaire Rach)
J: Idevaldo Silva
T: Oberdan S. Pereira
O: Haras Rio Iguassu
B: Rach Stud Agropecuária Ltda.

3 FLICKA AJR (Feitizzo Rach x Fascinacion by *Adventure Aladin)
J: Ruan Mendonça
T: Oberdan S. Pereira
O: Stud Lumaju
B: Almir José Ribeiro

4 TÁBITA RACH (All Pol Rach x Tanara HJB by *Ultimate Bey Star)
J: Antonio Mesquita
T: Adonir F. Correia
O: Diogo de Oliveira Machado
B: Rach Stud Agropecuária Ltda.

5 NORTHENA AJR (Feitizzo Rach x Nadja AJR by Second Chall)
J: André R. Oliveira
T: Oberdan S. Pereira
B/O: Almir José Ribeiro

Resultados Grande Prêmio UAE President Cup Series For Colts no Jockey Club de São Paulo
1 CLAPTON AJR (Mared Al Sahra x *Cowboys Gal by Wiking)
J: Idevaldo Silva
T: Oberdan S. Pereira
B/O: Almir José Ribeiro

2 HALLMARCK RACH (Bismarck Rach x Havella Rach by Pavel Rach)
J: Jorge Ricardo
T: Ginivaldo J. Santos
O: Stud Truc
B: Rach Stud Agropecuária Ltda.

3 VENERADDO RACH (Atentaddo VE x Vanna Rach by *Aicyng AHRA)
J: Osmar Pereira Filho
T: Cícero F. Silva
O: Daniela Franco de Oliveira
B: Rach Stud Agropecuária Ltda.

4 MOLOTOV AJR (Feitizzo Rach x Miss Dancer Lud by *Almaden II)
J: Wellington Ariel
T: Oberdan S. Pereira
O: Roberto Jonas Simões
B: Almir José Ribeiro

5 SERENO RACH (Eksort Rach x Seresta VE by Feitizzo Rach)
J: Jeane Alves
T: Rivan J. Souza
O: Agropecuária Ilha da Chapada Ltda.
B: Rach Stud Agropecuária Ltda.

6 LAMARCK RACH (Bismarck Rach x Linéa Rach by Mister Eros HX)
J: Ruan Mendonça
T: Rivan J. Souza
O: Ricardo Jamil Saliba
B: Rach Stud Agropecuária Ltda.

Por: Cidinha Franzão

Fotos: Porfírio Menezes

Mais notícias no portal Cavalus

Corrida

Syndicates viabilizam a aquisição de cavalos de corrida

Condomínios de cavalos de Turfe, a modalidade de negócio é sucesso em diversos países e chega ao Brasil pelas mãos do treinador Fabrício Borges

Publicado

⠀em

Syndicates viabilizam a aquisição de cavalos de corrida

Você já ouviu falar em Syndicates? Realidade no turfe Europeu, Asiático, Americano, e agora muito forte na Austrália, os Syndicates são condomínios de cavalos de corrida.

O treinador Fabrício Borges possui mais de 25 anos de vivência no esporte e neste período teve algumas experiências internacionais em Dubai, França, Alemanha, Suécia e Noruega, quando conheceu os Syndicates.

Em 2016, quando retornou ao Brasil, notou que seus antigos clientes já não estavam atuando no esporte. “Aí me deparei com o que está acontecendo com o Turfe no Brasil: não há renovação, o público jovem até tem certo interesse pelo esporte, mas por ser uma atividade com altos custos e risco, a renovação é muito lenta”, afirma.

Foi aí que veio a ideia de implementar o primeiro Syndicate no Brasil. “Tentei encontrar um investidor, mas ninguém acreditou na ideia. Então, eu mesmo pensei…se no mundo inteiro isso dá certo, vou encontrar uma forma de dar certo aqui”, relembra.

Borges se uniu a sua esposa Adriana e juntos idealizaram o projeto Syndicates Brasil, com o objetivo de popularizar o Turfe, fazendo as pessoas conhecerem e se apaixonarem pelo esporte e pelos cavalos de corrida.

“Para pessoas que estão interessadas em cavalos de corrida, esse modelo oferece uma oportunidade única de se envolver nessa modalidade emocionante de entretenimento, mesmo não tendo conhecimento e experiência. E também oferece aos mais experientes a oportunidade de serem cotistas de cavalos sem ter que supervisionar os cuidados diários e o treinamento do animal”, explica o idealizador do projeto.

Por ser diluído por cotas, o projeto torna-se acessível, pois os valores e riscos ficam baixos, além disso, todos os valores adquiridos com as premiações dos animais serem divididas por todos os cotistas.

No modelo implementado no Brasil, um ou mais cavalos da raça puro sangue inglês são arrendados e divididos em 100 cotas por um período, com a finalidade de competir nas corridas no Hipódromo da Gávea. “Toda assistência como: treinamento, alojamento, alimentação e assistência veterinária é administrada pela Syndicate Brasil. O cotista fica livre de qualquer responsabilidade com cuidado diário”, afirma Borges

“As cotas deixam a aquisição mais acessível, a um custo mais baixo, assim proporcionando a chance das pessoas entrarem no mundo do turfe com baixo investimento”, pontua.

Primeiras cotas do Syndicate Brasil

Segundo Borges, o primeiro projeto do Syndicate Brasil foi realizado com uma receita de apenas R$ 50 mil e dois cavalos mais velhos, com 5 anos. “Para o projeto sair barato e conseguir vender a ideia, fiz em sistema de arrendamento e com período inicial e final de 5 meses. Os animais foram escolhidos a dedo e o resultado foi fantástico”, ponta.

No primeiro projeto, os animais foram divididos em 100 cotas, e destas 76 foram vendidas. As 24 restantes foram assumidas pelo investidor. Dentro das cotas vendidas, haviam 49 pessoas diferentes de 11 estados do Brasil, além de três de outros países como França, Noruega e Suécia. “Neste grupo, 30 pessoas estavam adquirindo seu primeiro cavalo”, ressalta Borges.

O resultado foi imediato. Na primeira corrida do cavalo no conjunto, vitória logo na estreia! “Reunimos 46 pessoas na foto da vitória”, relembra animado.

“Para implantar a ideia aqui, tive que trabalhar duro e mostrar que o negócio era muito sério e transparente.  Muito difícil de gerar credibilidade em uma novidade como essa”, afirma o investidor.

Projeto 2022 de cavalos de corrida

Nesse novo projeto chamado Projeto 2022, foram adquiridos dois produtos da geração 2020, com dois anos, para competir nas corridas de cavalos no ano que vem. Foram dois animais selecionados por pedigree e estrutura física. 

Neste projeto, assim como o anterior, o lote dos dois animais foi dividido em 100 cotas. “Cada cota cobrirá os valores de aquisição, manutenção, alojamento, alimentação, treinamento e assistência veterinária por 18 meses. Quem adquirir uma cota não terá que pagar nada a mais durante estes 18 meses. Após, haverá uma assembleia para discutir o futuro dos cavalos de corrida. Então iremos decidir qual será o futuro de cada equino e todos os prêmios conquistados pelos animais serão divididos por todos os cotistas”, explica Borges.

O projeto Syndicate Brasil oferece ainda um canal direto via grupo de WhatsApp em que são enviados com frequência informações relevantes sobre os animais, como notícias, fotos, vídeos e planejamento dos animais. Além disso, todos os meses os cotistas recebem um relatório por e-mail com detalhes financeiros do projeto.

Todo cotista tem acesso direto a “Conta Prêmio” online no site do Jockey Club Brasileiro, podendo assim conferir como estão as premiações dos animais.

O projeto está com cotas disponíveis e para mais informações acesse: https://syndicatebrasil.com.br ou @syndicate.brasil.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Divulgação/ Arquivo

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

Emoção e adrenalina marcaram o Jockey Club de Sorocaba neste sábado

Jockey recebeu neste sábado (18) as classificatórias do Torneio Especial 4º Leilão Mega Velocidade; Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch; Grande Prêmio Super Speed e o GP Megarace Gianni Franco Samaja

Publicado

⠀em

Jockey Club de Sorocaba

Final de semana movimentado no Jockey Club de Sorocaba. Abrindo a oitava reunião de 2022 do recinto, o Jockey recebeu neste sábado (18) as classificatórias do Torneio Especial 4º Leilão Mega Velocidade; Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch; Grande Prêmio Super Speed e o GP Megarace Gianni Franco Samaja.

O primeiro páreo foi o Torneio Especial 4º Leilão Mega Velocidade nos 201 metros. Dez animais inscritos disputaram as seis vagas para a final em três eliminatórias, passando para a próxima fase os vencedores mais os três melhores tempos.

A disputa foi acirrada já na primeira eliminatória, com Lady Good Dash WA e Jane Call Girl HBR brigando passo a passo pelo primeiro lugar.

Quem se deu melhor nessa disputa foi a fêmea de criação e propriedade de Roberto Sylvio Abdalla, Lady Good Dash WA. A égua cruzou a linha de chegada, com AR Lima na sela, em 11s849, com apenas um focinho de vantagem sobre Jane Call Girl HBR.

Se classificaram para a final além de Lady, Jane Call Girl HRB, a segunda mais veloz das classificatórias e Miss Desirio Zo, que terminou na terceira colocação.

Já no segundo páreo da tarde do Jockey Club de Sorocaba, o macho Delegado Teller MRL, de propriedade e criação do Haras Portofino, foi o grande campeão.

O macho largou na baliza quatro e dominando a prova, cruzou a linha de chegada coma marca de 11s938. O segundo lugar ficou com Gogloria Gold, que também se classificou para a final pelo tempo.

Fechando as classificatórias do Jockey Club de Sorocaba, vitória de Big Black Eagle JM, de criação e propriedade de Jorge Maluf Neto. Pela baliza 2, ele abriu luz e venceu com o tempo de 11s881, com Kira Louisiana AD em segundo.

Confira os classificados:

11.849s – Lady Good Dash WA (Venc.)
11.856s – Jane Call Girl HBR
11.881s – Big Black Eagle JM (Venc.)
11.938s – Delegado Teller MRL (Venc.)
12.063s – Gogloria Gold
12.064s – Miss Desirio Zo

Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch no Jockey Club de Sorocaba

O segundo grande prêmio da tarde de sábado foi o Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch, prova de 201 metros e bolsa de R$ 30 mil.

Viva Lenda PK, de propriedade de Renato E. Rezende Barbosa e criação de Plinio de Rezende Kiehl foi a grande campeã. A égua cruzou a linha de chegada em 11s872, seguida por Kadron Corona e Poesia For Me MV.

Viva Lenda PK estava com C Medina na sela e é treinada por M M Tavares e levou ao seu proprietário a soma de R$ 21 mil da bolsa destinados ao campeão. Confira os tempos e colocações.

1 – Viva Lenda Pk – 11.872s (Aaa-91)
2 – Kadron Corona – 12.940s (Aa-89)
3 – Poesia For Me MV – 12.034s (Aa-84)
4 – Apollitical Seis Jnn – 12.069s (Aa-83)
5 – Dodger Verde – 12.080s (Aa-82)
6 – Secrte For Cash Hfsj – 12.102s (Aa-81)

GP Super Speed – Marc Nacamuli

A terceira prova da tarde foram as classificatórias para o GP Super Speed – Marc Nacamuli, com distância de 201 metros e bolsa de R$ 200 mil.

O grande prêmio reuniu 14 competidores em 3 classificatórias para a definição dos finalistas.

Na primeira eliminatória, vitória do favorito Bueno Lake de criação do Haras 2M e propriedade do Stud K & P foi o grande campeão.

O macho venceu com a marca de 11s710, alcançando índice AAA-99 –  o maior registrado este ano em Sorocaba. O animal foi guiado por V A Barros e treinado por A Artemam.

Na segunda eliminatória, Campari Verde foi o grande campeão com o tempo de 11s763s. De criação do Haras Vista Verde e propriedade de Celio Roberto da Silva Junior, ele garantiu a vaga na final sob a condução de J J Medina e treinamento de A J Macedo.

Com o segundo melhor tempo das classificatórias, Churchill Verde venceu o terceiro e último páreo eliminatório, marcando 11s740s, com um dos índices de velocidade mais altos do ano: AAA-98. Churchill Verde foi guiado por J J Medina e com A J Macedo no preparo.

Confira os tempos dos classificados:

11.710s (Aaa-99) – Bueno Lake
11.740s (Aaa-98) – Campari Verde
11.763s (Aaa-97) – Churchill Verde

GP Megarace – Gianni Franco Samaja

O último grande páreo da tarde foi o tradicional GP Megarace – Gianni Franco Samaja, de 402 metros, com bolsa de R$ 363 mil.

Miss Isao JQM foi a grande campeã da etapa e de quebra ainda derrubou dois tabus: é a primeira fêmea a vencer o GP Megarace desde 2011; e iguala o feito de Hipocresia Dash que há 15 anos vencia os dois grandes prêmios de maior dotação em Sorocaba.

Numa corrida fantástica, ela cravou 21s601 e venceu seguida de Royal Fantastic. Invicta com quatro vitórias em quatro apresentações, contou com C Medina na condução e treinamento de M M Tavares.

Por: Camila Pedroso

Fonte: Assessoria JCS

Fotos: Marc Nacamuli

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

GP Brazilian Futurity e GP America Futurity agitam a tarde no Jockey Club de Sorocaba no sábado (7)

Miss Isao JQM, foi a grande campeã do GP Futurity levando a bolsa de R$380 mil e Meteoro Senator HF, Kitkat Corona AD e Super Tac Man se classificaram para o GR Américan Futurity

Publicado

⠀em

Uma das mais esperadas corridas do ano, o GP Brazilian Futurity, finalizou a tarde de sábado (7) no Jockey Club de Sorocaba.

A prova, realizada em pista de 320 metros, ofereceu bolsa de R$ 800 mil– a maior da América do Sul.

Miss Isao JQM, foi a grande campeã. A égua, filha de Mr Jess Perry em mãe Corona Cartel, cruzou a linha de chegada com o tempo de 17s401, levando o prêmio de R$ 380 mil.

De propriedade do Haras Jaguaruana, a égua esteve no comando de C Medina e treinada por M M Tavares.

Diabolical Wagon FJM do Haras Mantovani foi o segundo; seguido por Royal Fantastic do Haras Fazenda São José; Macarena Reason Wa, de Roberto Sylvio Abdalla; Chefe Teller MRL, do Haras Portofino e Quantico Senator, de Antonio L. Simon e Fábio Mattos.

GP America Futurity Jockey Club Sorocaba

As classificatórias do GP America Futurity agitaram a pista do Jockey Club de Sorocaba no sábado (7).

A prova de 365 metros, ofereceu uma bolsa de R$200 mil e contou com 12 animais inscritos, subdivididos em três páreos classificatórios, nos quais apenas os três vencedores se classificaram para a final.

Na primeira classificatória, o alazão Super Tac Man (Tac It Like A Man x Korona Jess BR, Fantastic Corona Jr) de criação do Haras Flor do Campo e propriedade de Luiz Meneghel Neto foi o primeiro a cruzar a linha de chegada.

O animal, conduzido por A Souza, cruzou a linha com 20s26 com um corpo e meio de vantagem de segundo colocado.

O segundo lugar ficou com RCH A Star In Born, de Dercilio Severgnini e H. Mantovani; o terceiro lugar ficou com Run Special SV de antoniel João da Silva e finalizando o páreo, Muchacha Cartel HJS de Marcos Ferreira e Sá.

Com o melhor tempo das classificatórias, o estreante Meteoro Senator HF (Louisiana Senator x Mongoose Separatist, Separatist) foi o grande campeão do segundo páreo. De criação de Fernando Rabelo Gonçalves e propriedade do Stud K & P, o tordilho, conduzido por A Barros, finalizou a prova com 19s701.

Presidente Eagle MRL do Haras Portofino ficou com o segundo lugar; seguido por Xanthic Desirio, do Rancho Horizonte e Mister corona Medal de Erico Braga.

Finalizando os páreos classificatórios, a terceira eliminatória foi vencida pela fêmea de criação do Ana Dantas Ranch e propriedade do Haras Redenção, Kitkat Corona AD (Fantastic Corona Jr x Emare 36 HRZ, Tres Seis).

A alazã, guiada por G Brito, cruzou a linha com o tempo de 19s798.

Damascus Verde, de propriedade de Stud El Bayo ficou com o segundo lugar, seguido por Corona Light do stud El Centauro e Delegado Teller MRL, do Haras Portofino.

Por: Camila Pedroso

Fonte: Assessoria Jockey Club de Sorocaba

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

Jockey Club de Sorocaba reuniu quatro páreos neste sábado (23)

Grande final do GP Fernando Muniz de Souza, o Super Sprint; Páreo Haras Portofino & Convidados; Terceira classificatórias do GP Presidente do Centro Hípico do Oeste – Sr. Jonatas Dantas – I Derby e o tão esperado Grande Prêmio Brazilian Futurity agitaram a pista do espaço

Publicado

⠀em

Sábado agitado no Jockey Club de Sorocaba. O espaço recebeu a grande final do GP Fernando Muniz de Souza, o Super Sprint; Páreo Haras Portofino & Convidados; 3 classificatórias do GP Presidente do Centro Hípico do Oeste – Sr. Jonatas Dantas – I Derby e o tão esperado Grande Prêmio Brazilian Futurity.

A primeira corrida do dia a grande final do GP Fernando Muniz de Souza, o Super Sprint.

A prova de 275 metros ofertou uma bolsa de R$ 200 mil e reuniu quatro animais na disputa.

Quem levou a melhor foi o único macho no páreo, Sir Runaway JM (Wicked Eagle x Ocean Runaway), de criação e propriedade de Jorge Mluf Neto.

Com A Ramos na condução e A Artemam no treinamento, ele cruzou o disco final cravando 15s264 (AAA-94) levando para casa os mais de R$ 81 mil de prêmio.

Confia a ordem de chegada do GP Fernando Muniz de Souza, o Super Sprint.

15.264s (Aaa-94) – Sir Runaway JM
15.355s (Aaa-91) – Devassa Vista
15.389s (Aaa-90) – Odalisca Teller HFSJ
15.555s (Aa-85) – Blue Ivy

Segundo páreo do dia no Jockey Club de Sorocaba

O Páreo Haras Portofino & Convidados abriu as corridas da tarde. Com 275 metros, o páreo reuniu oito animais inéditos.

A alazã Goldetoile Way (Gold Medal Jess x Etoile Runaway, Ocean Runaway), de criação e propriedade de Renato E. Rezende Barbosa, foi a grande campeã.

Ela venceu a disputa com J J Medina na sela e cruzou o disco final com a marca de 15s362. A égua é treinada por A J Macedo.

Confira a ordem de chagada do Páreo Haras Portofino & Convidados

15.362s (Aaa-91) – Goldetoile Way
15.451s (Aa-88) – Ola de Mar
15.484s (Aa-87) – Condessa Eagle Mrl
15.508s (Aa-86) – Kant Seis
15.541s (Aa-85) – Jess Dandy
15.633s (Aa-82) – Flying Senator Stm
15.743s (Iv-78) – Kabala Senator

GP Presidente do Centro Hípico do Oeste – Sr. Jonatas Dantas – I Derby

Dando sequência aos páreos, o Jockey recebeu as três classificatórias do GP Presidente do Centro Hípico do Oeste – Sr. Jonatas Dantas – I Derby.

Com R$ 100 de dotação original, a prova de 301 metros reuniu 10 competidores para a disputa de seis vagas na final – os três vencedores mais os três melhores tempos.

Na primeira classificatória, a zaina Primeira Fast HWS (Granite Lake x Jewel Fast HWS, Fast Pass Jess) de criação Antonio Lírio Simon e propriedade do Stud Rancho Alegre, cravou o melhor tempo das classificatórias e garantiu sua vaga na final. Sob o comando de J D Pereira e com treinamento M Praxedes, ela marcou 16s314 (AAA-98).

Na segunda eliminatória, vitória de Eurico For Me JQM (Corona For Me x First Down Dash), de criação e propriedade do Haras Jaguaruana. Com a marca de 16s401 (AAA-95), ele superou os outros dois adversários, Black Splash (Tac It Like A Man x Chick Good Opener, Good Reason SA) e Teller Turim MRL (Teller Cartel x White Zoom, Shazoom) que também se classificaram, mas pelo tempo. Eurico For Me JQM teve treinamento de M M Tavares e C Medina na condução.

No terceiro e último páreo eliminatório quem venceu foi Breeze Wagon FS (Delicate Breeze x Painted Veil B, PYC Paint Your Wagon), conhecido na Argentina como Viento Suave. De criação de Frederico Stancof e propriedade do Haras Brasil, o animal venceu o páreo marcando 16s344 (AAA-97) com vantagem de mais de um corpo sobre The Good Kisser WA (Good Dash Reason WA x Kiss Me For Me SA, Corona For Me) que se classificou por tempo. Breeze Wagon FS correu sob a sela de A R Lima e treinamento de J C Rocha.

Confira os classificados e seus respectivos tempos:

16.314s (Aaa-98) – Primeira Fast HWS
16.334s (Aaa-97) – Breeze Wagon FS
16.401s (Aaa-95) – Eurico For Me JQM
16.467s (Aaa-93) – Black Splash
16.476s (Aaa-93) – Teller Turim MRL
16.480s (Aaa-93) – The Good Kisser WA

Grande Prêmio Brazilian Futurity

Finalizando o sábado de grandes páreos, o tão esperado Grande Prêmio Brazilian Futurity, de 320 metros que conta com a maior premiação do turfe da América do Sul – R$ 800 mil.

As classificatórias para a grande final ocorreram neste sábado (23). Com 32 inscritos, o GP resultou em seis classificatórias para a disputa de seis vagas na grande final.

A primeira classificatória foi vencida por Diabolical Wagon FJM (Granite Lake x Carlotta Wagon, PYC Paint Your Wagon) de criação e propriedade do Haras Mantovani. O macho zaino veio firme e venceu com o tempo de 17s332 (AAA-93) com mais de um corpo de vantagem do segundo colocado. Contou com J D pereira na condução e V Antunes no preparo.

O segundo a se classificar foi Chefe Teller MRL (Teller Cartel x Dashin Follies, Strawfly Special) de criação e propriedade do Haras Portofino. Sob a sela de B Guimarães e treinamento de R Rosa, o alazão venceu com autoridade, cravando 17s520 (AA-88) com um corpo e ¼ de vantagem.

Macarena Reason WA (Good Dash Reason WA x Genoma Daring, Tolltac Daring) venceu a Terceira classificatória do GP Brazilian Futurity. De criação e propriedade de Roberto Sylvio Abdalla, ela cruzou o disco final com 17s373 (AAA-92) com meio corpo de vantagem. Macarena Reason WA é treinada por S Sampaio e A R Lima na condução.

Com o melhor tempo das eliminatórias, 17s155 (AAA-99), Miss Isao JQM (Mr Jess Perry x Cortona Cartel, Corona Cartel) foi o outro classificado. De criação e propriedade do Haras Jaguaruana, a alazã venceu com autoridade, com mais de um corpo de vantagem. Miss Isao JQM foi guiado por C Medina e treinado por M M Tavares.

O décimo páreo da reunião trouxe o quinto classificado: Quantico Senator HSW (Louisiana Senator x Royal Wild Dynasty, FDD Dynasty) de criação de Antonio Lírio Simon e propriedade dele com Fabio Mattos. Numa incrível disputa, ele superou os adversários e venceu com a marca de 17s473 (AA-89) com apenas uma cabeça de vantagem. B Guimarães conduziu o craque e R Rosa foi o treinador.

Finalizando as classificatórias, a última vaga para a final foi conquistada por Royal Fantastic (Fantastic Corona Jr x Sheza Royal Dream, Royal Streakin) de criação de Erico Braga e propriedade do Haras Fazenda São José. O tordilho venceu firme com mais um corpo de vantagem, marcando 17s572 (AA-87). Ele contou com R Rosa como treinador e D Conceição nas rédeas.

Confira os tempos dos classificados:

17.155s (Aaa-99) – Miss Isao JQM
17.332s (Aaa-93) – Diabolical Wagon FJM
17.373s (Aaa-92) – Macarena Reason WA
17.473s (Aa-89) – Quantico Senator HWS
17.520s (Aa-88) – Chefe Teller MRL
17.572s (Aa-87) – Royal Fantastic

Por: Camila Pedroso

Fonte: Jockey Clube de Sorocaba

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

Três etapas movimentaram a pista do Jockey Clube de Sorocaba

Grande final do GP Torneiro Início; classificatórias do GP Fernando Muniz de Souza, o Super Sprint e o páreo 4º Leilão Haras Brasil & Convidados agitaram a tarde do último sábado

Publicado

⠀em

Final de semana movimentado no Jockey Clube de Sorocaba. No último dia 2, foram realizadas a grande final do GP Torneiro Início; as classificatórias do GP Fernando Muniz de Souza, o Super Sprint e o páreo 4º Leilão Haras Brasil & Convidados.

A primeira corrida da segunda reunião da temporada 2022 no Jockey foi o Páreo 4º Leilão Haras Brasil & Convidados. Com 275 metros, a prova reuniu setes animais inéditos.

O páreo foi bem disputado, mas a fêmea, zaina Amor de Mãe (Granite Lake x SC Chiseled In Stone) foi a grande campeã.

Correndo pela segunda baliza, a égua cruzou a linha de chegada com o tempo de 15’496, seguida por Xantily is Bac (Desirio x Bac In Black RLT, Splash Bac).

De criação e propriedade de Francisco B. dos Santos, Amor de Mãe contou com treinamento de R. Rosa e foi guiada por K. Bueno.

O terceiro lugar ficou com Divina Teller MRL (Teller Cartel x Ava Thiger Beduino), seguida por Corona Kiss HJS (Corona For Me x Jess Wanna Fly), Guria Fantástica (Fantastic Corona Hr. x Roleta Lake VM), Kalimera Famous (One Famous Eagle x Chimera Dash BR) e Highlander Gold (Gold Medal Jess x Callme Eyesa Special).

GP Super Sprint

Continuando os páreos, foram realizadas as classificatórias do GP Fernando Muniz de Souza, o Super Sprint.

Com bolsa de R$ 200 mil, a prova de 275 metros reuniu 18 animais de dois anos para a disputa das quatro vagas para a final.

Na primeira classificatória, que contou com quatro competidores, Sir Runaway JM (Wicked Eagle x Miss Runaway), de criação e propriedade de Jorge Maluf Neto, e conduzida por A. Ramos, superou os adversários cravando 15’519.

O segundo lugar ficou com Muchcha Cartel HJS (Teller Cartel x Muchcha Lake), seguida por Solucionator FJM (Granite Lake x Libertina Jess) e Poderosa Teller MRL (Teller Cartel x Gather The Roses) que ficou com a quarta colocação.

Segundo páreo

A segunda corrida do Super Sprint contou com a vitória da fêmea alazã Devassa Vista (No Secrets Here x Corona Cartel), de criação do Haras Vista Verde e propriedade do Haras Fazenda São José, que cruzou a linha de chegada com 15’499.

O segundo lugar ficou com Capitão Teller MRL (Teller Cartel x White Zoom, Shazoom), seguido por Odalisca Teller HFSJ (Teller Cartel x Odalisca Fly VM) e Xanthic Is Bac (Desirio x Bac In Black RLT).

Terceiro páreo

Finalizando os páreos do Super Sprint, a última vaga foi conquistada por Blue Ivy (Granite Lake x Mr Jess Perry), de criação de Erico Braga e propriedade dele com o Stud FD.

Blue Ivy cruzou o disco final com a marca de 15’471, seguida por Akemi Eagle (Wicked Eagle x Miss Runaway).

Corona Quimera JNN (Corona For Me x Quimera Seis Show), Luzbela Toll (Louisiana Senator x Tolltac Sound) e Dodger Verde (No Secrets Here x Bitisof Bliss) fecharam o páreo.

GP Torneio Início

Fechando o tarde de páreos, a grande final do GP Torneio Início trouxe uma bola de R$ 180 mil.

O alazão Granite Reason (Granite Lake x Feature Reason) foi o grande campeão, cruzando a linha de chegada com o tempo de 16’717. Treinado por L. Levir e guiado por L S Pereira, é criação de Erico Braga e pertence ao Stud América do Sul.

A fêmea Kitkat Corona AD (Fantastic Corona Jr x Swingin Jessie), cruzou em segundo lugar seguida por MR Fantastic Jess (Fantastic Corona Jr x Swingin Jessie), Dimona Vista (Teller Cartel x Xpecial Vista) e Downtown Verde (Get Down Perry x Katrina SA).

Por: Camila Pedroso

Fotos: Jack Silva

Fonte: http://www.jcsorocaba.com.br/

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

26ª edição da Copa do Mundo de Dubai contou com participação brasileira

Aero Trem finalizou o páreo principal em oitavo lugar. No páreo UAE Derby (G2), brasileiro Kiefer terminou em sétimo

Publicado

⠀em

Este final de semana foi especial para os turfistas do mundo inteiro. No sábado (26), o Hipódromo de Meydan sediou a 26ª edição da Copa do Mundo de Dubai do Grupo 1.

Nessa edição, pela primeira vez, uma equipe brasileira conseguiu receber o convite e participar da prova mais famosa e glamorosa do turfe mundial. Aero Trem, do Haras Old Friends, montado pelo Vagner Leal e treinado por Antônio Cintra, participaram do páreo principal, terminando na oitava posição.

“Essa conquista para um profissional é o topo, o ápice, o que a gente mais procura. Foi a glória participar pela primeira vez com cavalo, jóquei, treinador, enfim, a equipe toda brasileira em um evento tão importante”, comemorou Antônio Cintra, treinador de Aero Trem.

Trajetória de sucesso

Aero Trem conquistou sua vaga para participar da Copa do Mundo de Dubai depois de conquistar o Grande Prêmio da América Latina de 2021, atingindo o rating de 128.

“Essa conquista de Melhor Cavalo da América Latina o fez alcançar o rating necessário para participar da Copa do Mundo, que recebe apenas cavalos convidados e com rating mínimo de 116”, comenta Cintra.

Aero Trem chegou a competição no ápice, pois havia acabado de participar da Saudi Cup, realizada em fevereiro, quando terminou em quinto lugar, ganhando uma bolsa de US$ 1 milhão.

Mudança para o Uruguai

Apesar de nascido no Brasil, Aero Trem foi levado para o Uruguai com dois anos de idade em busca de uma carreira internacional. “O Brasil possui o problema do Mormo e os cavalos nacionais não são aceitos em corridas internacionais. Precisam ficar em outro país, competindo por três meses no mínimo, para depois serem aceitos. E o Uruguai aceita cavalos brasileiros, por isso a escolha”, afirma Cintra.

Volta do público

A 26ª edição da Copa do Mundo de Dubai marcou a volta do público ao evento, que prestigiou os páreos que reuniu os melhores cavalos do mundo em busca da bolsa de US$ 12 milhões.

O sheikh Rashid bin Dalmook Al Maktoum, presidente do Dubai Racing Club, comemorou a volta do público.  “Estamos muito felizes por ter todos de volta aqui. A atmosfera estava absolutamente eletrizante”, afirmou.

Ele ainda enalteceu a qualidade dos animais e treinadores que participaram da prova. “A qualidade dos cavalos, treinadores, proprietários e jóqueis que montaram está melhor do que nunca!”, afirmou.

De volta às pistas

O principal páreo da Copa do Mundo de Dubai foi disputado em pista com 2 mil metros, na raia de areia.

O norte americano Country Grammer (Tonalist e Arabian Song), com 5 anos e de criação de Scott Pierce & Debbie Pierce e propriedade de Zedan Racing Stables Inc., WinStar Farm LLC and Commonwealth Thoroughbreds LLC, foi o grande campeão.

O animal esteve sobre a batuta de Frankie Dettori, quinta vez campeão da competição, tornando-se o jóquei mais vitorioso da história da prova.

Life Is Good terminou o páreo em segundo lugar, Hot Rod Charlie ficou em terceiro, seguido do japonês Chuwa Wizard. Life Is Good e Midnight Bourbon completaram o pódio. O brasileiro Aero Trem, finalizou na oitava colocação.

Demais etapas

No quarto troféu de Bob Baffert, Country Grammer conquistou sua quarta vitória, em 10 corridas, com o tempo de 2:04.97.

Já o irlandês Lord North (Dubawi e Najoum) venceu a Dubai Turf (G1), em 1.800m na raia de grama, com a bolsa de US$ 5 milhões.

A compatriota A Case of You foi a grande vencedora da Al Quoz Sprint (G1), em 1.000m na grama, com US$ 1,5 milhão. 

Na Dubai Golden Shaheen (G1), o norte americano Switzerland (Speighstown x Czechers) foi o grande campeão dos 1.200m na raia de areia, conquistando a bolsa de US$ 1 milhão.

Em contrapartida na Dubai Sheema Classic (G1), em 2.400m na grama, com US$ 6 milhões de bolsa, Shahryar (Deep Impact x Dubai Majesty) foi o grande campeão.

Mais brasileiros em pista

O páreo UAE Derby (G2), em 1.900m na areia, com US$ 1 milhão de dotação também teve a participação de um brasileiro. Crown Pride (Reach The Crown x Emmy’s Pride) foi o grande campeão, o argentino Quality Boone finalizou em quinto e o brasileiro Kiefer em sétimo.

Kiefer é de criação do Haras Santa Rita da Serra, treinado por Ricardo Colombo e montado por Hector Lazo.

Já na Godolphin Mile (G2), em 1.600m na areia, com prêmios de US$ 1 milhão, o trunfo foi para o animal nipônico Bathrat Leon (Kizuna X Bathrat Armal).

Finalizando os páreos, Stay Foolish (Stay Gold x Kauai Lane) foi o grande campeão da Dubai Gold Cup (G2), em 3.200m na grama, com US$ 1 milhão de dotação.

Por: Camila Pedroso

Fonte: Associação Brasileira dos Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida (ABCPCC) /dubairacingclub.com

Fotos: Arquivo pessoal

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

Jockey Clube de Sorocaba abre temporada 2022

Público acompanhou as classificatórias do GP Jockey Club de Sorocaba – Torneio Início de 301 metros, para animais de 2 anos inéditos e com bolsa de R$ 200 mil

Publicado

⠀em

Dia de festa no Jockey Clube de Sorocaba. Neste sábado (19) foi dada a largada para a temporada 2022 e depois de dois anos sem a presença do público, o espaço voltou a receber os turfistas.

“Estamos retornando com a presença de todos e gostaria de agradecer a diretoria, os associados, aos proprietários dos cavalos de corridas – sem eles isso aqui não existiria-, aos profissionais e principalmente aos funcionários dos Jockey”, agradeceu emocionado Érico Braga, presidente do Jockey Club de Sorocaba, comemorando o retorno das atividades presenciais após este longo tempo de pausa.

Érico Braga, presidente do Jockey Club de Sorocaba

Jonatas Dantas, presidente do Centro Hípico, em seu discurso, também aproveitou para comemorar o retorno das atividades e prestou uma singela homenagem ao Senhor Ovídio Vieira Ferreira, do Haras São Matheus e agradeceu o trabalho prestado pelo Érico Braga.

Jonatas Dantas, presidente do Centro Hípico

Cavalos em pista

Público que esteve presente no hipódromo prestigiou as classificatórias do GP Jockey Club de Sorocaba – Torneio Início de 301 metros, para animais de 2 anos inéditos e com bolsa de R$ 200 mil.

Foram 23 inscritos nas classificatórias, divididos em cinco páreos e apenas o campeão de cada um deles conquistou a vaga para a final.

Ao todo, foram cinco páreos eliminatórios, em que apenas os vencedores de cada páreo se classificaram para final.

Primeiro páreo

Dimona Vista (Teller Cartel x Xpecial Vista), de propriedade do Haras Empreender LS Construções e criação do Haras Vista Verde foi a grande campeã do páreo, cravando 16s690, se classificando para a final.

Segundo páreo

Já o segundo páreo, o macho alazão do Stud K & P, e criação de Erico Braga, MR Fantastic Jess (Fantastic Corona Jr x Swingin Jess) foi o grande campeão com o tempo de 16s710.

Terceiro páreo

Continuando os páreos da tarde, Downtown Verde (Get Down Perry x Katrina SA) de propriedade do Stud dos Amigos e criação do Haras Vista Verde. Foi o grande campeão.

Depois de uma disputa acirrada com Chefe Teller MRL (Teller Cartel x Dashin Follies, o animal se chocou com a baliza, logo na chegada, não conseguindo completar a prova. Felizmente, nada aconteceu com o conjunto e ambos estão bem.

Com isso, Downtown Verde chegou na frente cravando 16s808 com um pescoço de vantagem do segundo colocado.

Quarto páreo

No penúltimo páreo da tarde, Kitkat Corona Ad (Fantastic Corona Jr x Emare 36 HRZ) de propriedade do Haras Redenção e criação do Ana Dantas Ranch venceu a disputa com o tempo de 16s532.

Quinto páreo

Finalizando os páreos da tarde, Granite Reason (Granite Lake x Feature Reason) de criação de Erico Braga e propriedade do Stud America do Sul foi o último animal a se classificar. O macho cruzou o disco final com a marca de 16s697.

Confira os finalistas e seus respectivos tempos:

Kitkat Corona AD – 16’532 (Iv-91)
Mr Fantastic Jess – 16’710 (Iv-86)
Dimona Vista – 16’690 (Iv-86)
Granite Reason – 16’697 (Iv-86)
Downtown Verde – 16’808 (Iv-83)

A grande final do GP Torneio Início acontece no dia 02 de abril, com transmissão ao vivo no site do Jockey Club de Sorocaba.

www.jcsorocaba.com.br/live

Por: Camila Pedroso

Fotos: Jack Silva

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

Exemplares Árabes disputam prêmio especial Haras Serondella neste sábado

Páreo tem como objetivo homenagear o Melhor Criador e Expositor da Nacional 2021, que é quem dá nome à corrida

Publicado

⠀em

O Jockey Club de São Paulo será palco neste sábado (05), a partir das 13h30, das disputas de exemplares Árabes pelo Prêmio Especial Haras Serondella. Páreo é destinado a produtos com até uma vitória nos últimos 12 meses e será nos 1.300m, na pista de grama, valendo uma premiação total de R$ 15 mil.

De acordo com Almir Ribeiro, Diretor de Corridas da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), o evento deste sábado no Hipódromo Cidade Jardim tem como objetivo homenagear o Melhor Criador e Expositor da Exposição Nacional da raça de 2021. Ou seja, o Haras Serondella, que dá nome à corrida.

No Haras Serondella, o cavalo Árabe é uma comunhão famliar, com todos os membros da família envolvidos com a raça. São três gerações de arabistas, que começou com o avô Roberto, passou para o filho Fábio e sua esposa Araceli, e chegou aos netos Lipe, Nando e Pedro, junto com o Tio Duda.

A paixão pelo cavalo Árabe do Haras Serondella começou a partir das competições de Hipismo Rural. Foi no final da década de 1980, que a família decidiu iniciar a sua criação artesanal de Anglo-Àrabes com três éguas Puro Sangue Inglês.
Mas em 1990 este projeto teve que ser interrompido quando Fábio teve que ir para os Estados Unidos para fazer um Mestrado (MBA). Na sua volta, imediatamente o programa foi retomado, mas a partir daí só com Puro-sangue Árabe.

“Gradativamente fomos montando um programa baseado nas melhores matrizes que pudéssemos comprar. Hoje tempos a satisfação de ter um grupo seleto de animais que nos agrada muito, mas não há duvidas que estamos apenas começando este lindo caminho a frente”, garante a família do Haras Serondella.

Acompanhe a corrida ao vivo pela internet

O Prêmio Especial Haras Serondella poderá ser acompanhado ao vivo pela internet pelo canal do YouTube do JCSP, bem como pelo canal 2 da NET na capital paulista. Para saber mais sobre o cavalo Árabe, acesse www.abcca.com.br e acompanhe a Associação através dos perfis nas redes sociais @abccarabe.

Serviço

Prêmio Especial Haras Serondella
Data: 05 de fevereiro
Horário: 13h30
Local: Jockey Club de São Paulo – Cidade Jardim
Transmissão: www.jockeysp.com.br e Canal 2 NET (capital paulista)

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Divulgação/Site Haras Serondella

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

10 exemplares Árabes se enfrentam em Prêmio Especial no Jockey Club de São Paulo

Em uma disputa acirrada, El Narco HSSK vence a disputa válida pela final, entre machos e fêmeas, do UAE President Cup Series For Maiden Horses

Publicado

⠀em

10 exemplares da raça Árabe, entre eles machos e fêmeas de 3 e mais anos sem vitória, se enfrentaram no dia 26 de dezembro em Prêmio Especial realizado no Jockey Club de São Paulo. A disputa – válida pela final do UAE Presidente Cup Series For Maiden Horses – encerrou o calendário de corridas do cavalo Árabe em 2021.

Como resultado de uma disputa acirrada, EL NARCO HSSK (NESJ EL KHIBO e NAVE CRH) venceu a corrida nos 1000m, na pista de grama, no tempo de 1:06.890. O animal – de criação e propriedade de Silvio Antônio Arroyo dos Santos – foi conduzido à vitória pelo jóquei J.Severo e treinado por J.C. Ávila.

“Foi muito bom estrear nossa criação com uma vitória, não esperávamos ganhar na primeira porque, apesar do treinador ter nos dito que o potencial dele era muito grande, o objetivo era fazer uma boa corrida para que o cavalo se familiarizar com um páreo e, assim, prepará-lo para fazer uma corrida forte em janeiro, haja visto que ele só estava a três meses em treinamento, mas foi ótimo que ele logo na primeira mostrou todo seu potencial em um páreo com 10 animais correndo e com um bom tempo”, disse o proprietário de EL NARCO NSSK.

E ainda completou dizendo: “Agora isso nos anima a prepararmos o irmão próprio dele, El Nacho HSSK um ano mais novo, para no meio do ano iniciar seu treinamento no Jockey de São Paulo, pretendemos a cada ano colocar um a três produto nosso com 4 anos para correr. Nossa criação vem desde 2010 voltada toda para animais de resistência, inclusive em julho do ano passado vendemos para o Stable M7 de Dubai dois de nossos animais com sufixo HSSK, já vendemos mais de 22 animais para os Emirados e Qatar desde 2007, cavalos que estavam no nosso programa de treinamento de Enduro, mas agora já temos animais de nossa criação sendo adquiridos pelos Árabes”

O segundo posto da final do UAE Presidente Cup Series For Maiden Horses ficou com o animal BLENDDA D´JOHRDAN JM e o jóquei I.SILVA, que cruzou a linha de chegada no tempo de 1:07.149. Na sequência, TÁBITA RACH e o jóquei A.R.OLIVEIRA ficaram em terceiro lugar.

Promovido pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), com o patrocínio do Ministério dos Esportes dos Emirados Árabes Unidos, a disputa – que também foram realizadas em comemoração ao Festival 50 anos da Independência dos Emirados Árabes Unidos – distribuiu uma bolsa de R$ 6.700,00.

Almir José Ribeiro, Diretor de Corridas da ABCCA, disse que os trabalhos para seguir fomentando o cavalo Árabe de Corrida em 2022 já começaram, com novos desafios. E aproveitou para convidados os para participarem dos páreos em Cidade Jardim. “Já temos alguns patrocínios confirmados, mas o que estaremos precisando é de mais cavalos no Jockey Club de São Paulo. A VP de Provas e a Diretoria de Corridas conta mais uma vez com a colaboração de todos os apaixonados pelo Cavalo Árabe”, finaliza.

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Divulgação/JCSP/Porfírio Menezes

Mais notícias sobre corridas no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

Jockey Club de São Paulo recebe as disputas do UAE President Cup Series For Colts Finals

Ao todo, foram realizados dois páreos válidos pelo prêmio, em que Clapton AJR venceu entre os machos e Gwan AJR entre as fêmeas

Publicado

⠀em

Adrenalina, velocidade, valorização e muita qualidade genética. Essas palavras resumiram as corridas do cavalo Árabe válidas pelo UAE President Series For Colts em 2021. No último sábado (18), foram realizadas as finais no Jockeu Club de São Paulo, com dois super páreos, sendo um destinado somente entre as fêmeas da raça e outro entre os machos.

Promovido pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), com o patrocínio do Ministério dos Esportes dos Emirados Árabes Unidos, as disputas – que também foram realizadas em comemoração ao Festival 50 anos da Independência dos Emirados Árabes Unidos, tanto que contou com a presença do Cônsul Geral do país no evento, o H.E. Se Ibrahim Salem Alalawi – distribuíram uma bolsa de R$ 60 mil em prêmios, sendo R$ para cada páreo.

Na disputa entre os machos da raça Árabe, nos 1.500 m, na pista de grama, CLAPTON AJR (MARED AL SAHRA e COWBOYS GAL)levou a melhor. Sob a condução do jóquei I.Silva Ap1, o animal cruzou a linha de chegada em primeiro lugar, com seis corpos de diferença do segundo colocado, no tempo de 1:42.559. O animal é de criação e propriedade de Almir José Ribeiro, e foi treinado para o páreo por O.S. Pereira.

“É muito bom vencer uma competição, o nível se torna cada vez mais elevado e maior é o valor desta conquista. Que começa, pelo menos, 5 anos antes do sucesso e passa por momentos difíceis, momentos de decisão onde os erros não podem acontecer. Anos se passam e precisamos escolher o treinador, o jóquei e os 5 anos de trabalho são rigorosamente julgados em apenas 1:42. Valeu a Pena!”, garantiu Ribeiro.

Já no páreo entre as fêmeas da raça Árabe, que ocorreu nos 1.400 m, na pista de grama, a campeã foi GWAN AJR (ALL POL RACH e GREECE AJR). Sob a sela do jóquei A. Mesquita, e treinada para o páreo por O.S. Pereira, a égua cruzou a linha de chegada com 3/4 de diferença do adversário, no tempo de 1:39.326. GWAN AJR é de criação de Almir José Ribeiro e propriedade de Roberto Jonassimões.

Após o término dos páreos válidos pelo UAE President Cup Series For Colts neste ano, o diretor de Corridas da ABCCA, Almir José Ribeiro, garantiu que os trabalhos para 2022 já começaram, com novos desafios. Em contrapartida, convidou para que novos criadores também façam parte desse empolgante universo do turfe. “Já temos alguns patrocínios confirmados , mas o que estaremos precisando é de mais cavalos no Jockey Club de São Paulo. A VP de Provas e a Diretoria de Corridas conta mais uma vez com a colaboração de todos os apaixonados pelo Cavalo Árabe”, finaliza.

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Porfitio Menezes/ JCSP/ Ricardo Saliba

Mais notícias sobre corridas no portal Cavalus

Continue lendo

Categorias

COPYRIGHT © 2021 CAVALUS. TODOS DIREITOS RESERVADOS
ESSE SITE É PROTEGIDO PELO GOOGLE RECAPTCHA
POLÍTICA DE PRIVACIDADE | TERMOS DE SERVIÇO