Rédeas

Conheça os nomeados do Hall da Fama de Rédeas 2019

ANCR, associação que regulamenta a modalidade no Brasil, indicou e homenageou mais quatro nomes para essa galeria especial

Ter contribuído de forma significativa para o crescimento da modalidade é um dos motivos para ser convidado a entrar Hall da Fama da Rédeas. Assim, a Associação Nacional do Cavalo de Rédeas realizou cerimônia especial para entregar a premiação.

A noite de ‘gala’ aconteceu no Salão Roma – Villa Verde Hotel, ao lado do Parque de Exposições de Avaré/SP. Fez parte da programação do ANCR Super Stakes e I Copa Haras Virgínia de Rédeas.

“A cerimônia do Hall da Fama valoriza quem fez parte da história da ANCR e estamos muito felizes”, relata Francisco Moura, presidente da ANCR à reportagem do portal Cavalus. Na mesma noite, forem entregues os prêmios do ANCR Awards, aos melhores cavaleiros e cavalos do ano hípico 2018/2019.

A galeria de homenagens a cavalos e pessoas que contribuíram para o crescimento e fortalecimento da Rédeas ao longo desses 30 anos de ANCR foi lançada em 2017. Portanto, esse foi o terceiro ano em que nomes foram imortalizados.

João Francisco Lacerda

João Francisco Lacerda

Aos 72 anos, João Francisco Lacerda, Engenheiro, criador de cavalos e entusiasta da modalidade, atua ativamente do desenvolvimento da Rédeas no Brasil desde a criação da ANCR.

Desse modo, Seu João participa da Diretoria da associação e promove provas, no intuito de manter o fomento da modalidade. Em especial, foi um dos responsáveis pela criação do Programa de Nominação, que hoje é um dos pilares da estrutura de premiação da modalidade.

Sempre acompanhado da esposa, filhos e netos, sua paixão pelos cavalos e pela modalidade segue sendo cultivada pelos seus descendentes.

“Receber essa homenagem é uma coisa muito bacana. Quero agradecer a todos que contribuem para a ANCR crescer, pois esse é o nosso objetivo maior. Obrigado por terem me suportado durante esses 30 anos!”

Paulo Koury

Paulo Koury

Paulo Koury Neto, 52 anos, é treinador de cavalos. Inicialmente competidor das provas de velocidade, encontrou na Rédeas sua verdadeira vocação. Foi um dos primeiros cavaleiros a se profissionalizar na modalidade no início da década de 90.

Após uma temporada de aprendizado nos Estados Unidos, retornou ao Brasil e estruturou seu próprio negócio como pioneiro na atividade. Reconhecido por sua competência, refletida nos números que o mantém na liderança do Ranking Geral da ANCR, contribuiu ativamente do desenvolvimento técnico da modalidade no Brasil.

“Me sinto muito privilegiado de ter tido meu trabalho reconhecido pela associação. Gostaria de parabenizar a ANCR pela iniciativa do prêmio. Enfim, estou super feliz com essa homenagem!”

Irmã e mãe de Alê Novais felizes com a homenagem a Country Dun It

Country Dun It

Filho de Hollywood Dun It e Country Bobs Sugar, Country Dun It (1992-2013) agora também está imortalizado pela ANCR. Importado em 1999 por Alexandre Novais [In Memorian], tem entre seus ganhos mais de US$ 40 mil em competições nos Estados Unidos.

No Brasil, são 649 filhos registrados ABQM, assim sendo, 129 com pontuação. O total desses pontos de seus filhos chega a 1928 pontos. De acordo com o ranking da ANCR, na categoria Reprodutor, soma R$ 494.935,48 em ganhos de seus filhos.

Entre os destaques da sua prole, entre os mais ganhadores na ANCR: Silk Dun Doc, Country Style Tari, Country Hit, Lapidado Whiz Dunit, Tensor Doc Dun. Juntos somam mais de R$ 145 mil.

Country foi, e ainda é, um reprodutor fenomenal, de importância indiscutível para o plantel nacional. Suas características marcantes seguem impressas nos seus filhos, e seu legado será sempre lembrado.

“É um orgulho estar aqui hoje representando meu irmão. Tenho certeza que ele estaria muito orgulhoso do cavalo dele, assim como eu estou. É um prazer muito grande estar aqui hoje”, relata Tamar Novais.

Hall da Fama 2019 da Rédeas
Jefferson Abbud recebe prêmio pelo Melodys Dun It

Melodys Dun It

Importado em 1995 por Jefferson Abbud, Melodys Dun It (1989-2005) é ganhador de mais de US$ 70 mil em provas nos Estados Unidos. Garanhão importante não só para o Haras Sacramento, como também para a Rédeas, filho de Hollywood Dun It e Stages Melodys.

Nos registros da ABQM, aparecem 305 filhos registrados, assim como desse total, 87 foram pontuados em provas pelo Quarto de Milha. Além disso, somam juntos 1489 pontos. Pela ANCR, o Ranking de Reprodutor mostra ganhos de seus filhos de R$ 472.687,50.

Como resultado, entre os filhos mais ganhadores na ANCR, destaca-se: Caroline’s Melody, Absolute Melodys, Rei Chex Melodys, One Taris Melodys, Top Chic Melodys. Juntos somam mais de R$ 230 mil.

Melodys foi um divisor de águas na reprodução no Brasil. É um dos responsáveis pela elevação do nível técnico da modalidade. Um ícone da indústria equestre nacional, produtor de indivíduos ímpares que o mantiveram líder das estatísticas por mais de uma década.

“É um orgulho muito grande para nós. O Melodys foi para nós o início de tudo, garoto-propagada do haras durante muitos. A gente agradece a homenagem e ele fica agora eternizado aqui na ANCR, assim como está na ABQM. Muito obrigado”, declara Jefferson Abbud, do Haras Sacramento.

Premiados no ANCR Awards

Galeria e ANCR Awards

Os primeiros a figurarem nessa galeria foram Carlos Deleu, João Antônio Salgado Filho (Jango), Buccaneer HDN e No Question. Ano passado entraram Francisco Emílio Costa Moura, Benedito Moreira, Jay Apollo Bars e Doc’s Safari.

Melhores do Ano Hípico da ANCR:

  • Melhor Cavaleiro categoria Aberta – Marcelo Almeida
  • Melhor Cavaleiro categoria Amador – Fernando Botteon
  • Melhor Animal categoria Aberta – Just In Hollywood QR
  • Melhor Animal categoria Amador – My Lucky Gun
  • Cavalo do Ano – Just In Hollywood QR
  • Melhor Criador Geral – André Tripoloni
  • Melhor Reprodutor – Gunner Dun It Again
  • Melhor Reprodutora – Dont Mif Me
  • Melhor Proprietário – Marcio Miranda de Oliveira
  • Melhor Cavaleiro Principiante Aberta – Tiago Luz Casalecchi
  • Melhor Cavaleiro Principiante Amador – Pedro Mendes Brito

Fonte: ANCR/Karoline Rodrigues
Fotos: Adilson Silva/FotoPerigo

X