Rodeio

Caic Cassio consagrado campeão de evento inédito da PBR Brasil

Publicado

⠀em

A entidade brasileira apresenta para o Jaguariúna Rodeo Festival o formato do Last Cowboy Standing

Caic Cássio é o Last Cowboy Standing Brasil 2019. A vitória ocorreu na noite de sábado, 21 de setembro, durante o Jaguariúna Rodeo Festival, em Jaguariúna/SP. “Jaguariúna é um sonho de criança, sempre tive vontade de vencer aqui dentro. Hoje estou realizando meu sonho. É um importante título para minha carreira”, comentao competidor.

A trajetória de Caic começou na sexta-feira, 20 de setembro, quando parou os oito segundos sobre o touro Roceiro (Cia Rancho 3 Irmãos). Fez a maior nota do round classificatório, finalizando com 87,25 pontos. Na segunda rodada, ele conseguiu passar para o terceiro desafio devido à sua pontuação na etapa, já que ele não conseguiu vencer o touro Conan (Cia Fortaleza).

A terceira rodada foi o ‘teste de fogo’ para o atleta, porque ele tinha pela frente o touro Mexicano (Cia Paulo Emílio). O animal já venceu, por exemplo, o tricampeão mundial Silvano Alves em Americana, nesta temporada. “É um touro sólido e muito difícil e que foi vencido poucas vezes. Parar nele é sempre nota acima dos 89 pontos”, explica André Metzker, comentarista oficial da PBR Brasil.

Atual campeão mundial, o brasileiro Kaique Pacheco, que se recupera de lesão no Brasil, parabenizou o campeão Caic

E isso ficou provado no encontro de Mexicano com Caic no JRF. A nota do bullrider foi 89,25 pontos, lhe dando vaga na fase seguinte da competição. Estavam na briga também Ednélio Rodrigues, Roberto Carlos Junior e Leandro Machado, atual líder do Monster Energy PBR. Mas parecia que o final de semana era mesmo de Caic. Com técnica, parou em mais um touro, 89,25 pontos no Careta (Cia California).

Continuou na briga direta pelo título. Segundo os organizadores do campeonato da PBR Brasil, p quinto e decisivo round foi realmente difícil, digno de uma competição como o Last Cowboy Standing. Caic Cássio e Leandro Machado mostraram que a nova geração de atletas brasileiros está preparada para todo e qualquer desafio.

“Os meninos se sobressaíram muito bem porque têm talento, são grandes competidores, sérios e focados no esporte. São atletas novos, mas que já têm muitos títulos e querem cada vez mais”, fala o ídolo mundial Guilherme Marchi, campeão mundial de 2008 e embaixador da PBR.

O locutor oficial da PBR Brasil Rafael Viella e André Metzker

Ainda, de acordo com Marchi, uma competição como o Last Cowboy Standing exige muito preparo físico e psicológico. “São muitos touros para se enfrentar em uma noite só, e touros de alto nível. Por isso precisam estar preparados fisicamente e também psicologicamente”, completa. De fato, um formato inusitado e que esteve pela primeira vez sendo realizado no Brasil.

Depois das fases classificatórias, os últimos rouds são de mata-mata. Ou seja, confrontos diretos. Na final, Caic Cassio encarou o touro Cara Errado (Cia Califórnia), ficando com 85,25 pontos. Leandro Machado voltou no touro Energético (Cia Lorran Munhoz), mas não conseguiu ficar sobre ele os oito segundos.

Com a vitória em Jaguariúna, Caic Cássio Carvalho agora é o segundo mais bem colocado no ranking geral da temporada brasileira da PBR. São 1155 pontos, apenas 412,5 atrás de Leandro Machado, líder com 1567,50 pontos. A PBR tem etapa marcada para os dias 18 e 19 de outubro em Goiânia. O Last Cowboy Standing Brasil aconteceu na segunda do famoso e tradicional JRF 2019, que também contou com a primeira etapa de Três Tambores do campeonato da ANTT.

Colaboração: Assessoria de Imprensa
Fotos: Alberto Gonzaga

Continue lendo

1 Comment

  1. Winfred Niesman

    10 de dezembro de 2020 at 04:07

    I like this weblog very much, Its a rattling nice spot to read and receive info . “Perpetual optimism is a force multiplier.” by Colin Powell.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rodeio

Esposas contam como é a vida ao lado dos maridos profissionais de rodeio

André Silva bateu um papo super descontraído com Isabella Santana, Amanda Rodrigues e Flavia Perecin, esposas de três competidores de rodeio

Publicado

⠀em

Isabella Santana de Castro, Amanda Rodrigues Lem e Flavia Perecin Barbosa. O que elas têm em comum? Se você acompanha o campeonato da PBR nos Estados Unidos, sem dúvida, já identificou os sobrenomes e seus maridos. Em resumo, nesse bate-papo para o canal do fotografo brasileiro André Silva, elas contam sobre suas vidas ao lado dos maridos famosos no rodeio. O começo, desafios, alegrias e muito mais. Confira!

Veja outras notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Rodeio

PBR: Brasil soma agora 11 títulos mundiais

O primeiro em 1994, por Adriano Moraes; e o mais recente foi conquistado em novembro de 2020 por José Vitor Leme

Publicado

⠀em

A PBR é uma organização internacional profissional de montaria em touros, com sede em Pueblo, Colorado. Dessa forma, mais de 600 cowboys dos Estados Unidos, Canadá, México, Brasil, Austrália e outros países são membros da entidade.

Em 1992, 20 atletas se reuniram pela primeira vez para montar a PBR. A reunião foi em um quarto de hotel em Scottsdale, Arizona, e cada um contribuiu com US$ 1.000,00. Em outras palavras, o objetivo era tornar o esporte ainda mais profissional e reconhecido. Hoje, mais de 25 anos depois, meta mais do que atingida.

O modelo da PBR como empresa é um case de sucesso. Formato, antes de mais nada, pensando nos fãs e nos patrocinadores. Entretenimento através do esporte montaria em touros. Só pra ilustrar, o prêmio para o campeão mundial é de US$ 1 milhão.

PBR: Brasil soma agora 11 títulos mundiais; o primeiro em 1994 e o mais recente foi conquistado em novembro de 2020 por José Vitor Leme
Ednei Caminhas, Kaique Pacheco e José Vitor Leme – Fotos: PBR/Cedidas

A PBR e o Brasil

Nesse cenário entra o Brasil, hoje com 11 títulos mundiais. Adriano Moraes venceu na primeira temporada da PBR em 1994 e ‘puxou uma fila’ de impressionantes talentos ao longo do tempo. Ele voltou a vencer em 2001. Em seguida foi a vez de Ednei Caminhas, em 2002. Ídolo mundial, Adriano Moraes carimbou seu terceiro título em 2006.

Guilherme Marchi comemorou sua fivela de ouro em 2008, enquanto Renato Nunes levou em 2010. Silvano Alves, é único tricampeão ao lado de Adriano. Assim sendo, conquistou seu primeiro título em 2011. De tal sorte que repetiu a dose em 2012. Tornou-se, na oportunidade, o único bicampeão consecutivo. Em 2014 deu Silvano mais uma vez.

A nova geração entrou em cena e Kaique Pacheco marcou seu nome nessa galeria em 2018. Venceu machucado logo após uma linda temporada. Chegamos a 2020 e encontramos José Vitor Leme com a taça na mão. Esse ano, atípico por conta da pandemia, foi o recorde de classificações de brasileiros na PBR World Finals, 20 atletas na lista.

Por Luciana Omena
Fonte: PBR
Crédito da foto de chamada: Divulgação PBR Brazil/Alberto Gonzaga
Na foto de chamada, 8 títulos mundiais: Adriano Moraes, Guilherme Marchi, Renato Nunes e Silvano Alves

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

Continue lendo

Rodeio

Fatiana Ferreira participa de evento de lançamento da Nova RAM 1500

Marca patrocina o Campeonato Nacional de Três Tambores da ANTT, inclusive, a atual temporada foi oficialmente denominada Circuito RAM Rodeio ANTT

Publicado

⠀em

A tetracampeã nacional da modalidade Três Tambores pela ANTT, Fatiana Ferreira, foi uma das convidadas especiais do evento exclusivo de lançamento da Nova RAM 1500 Rebel. Antes de mais nada, evento promovido pela RAM do Brasil, marca do FCA Group.

A apresentação da nova picape da série RAM aconteceu no dia 10 de dezembro, no Autódromo da Fazenda Capuava, em Indaiatuba/SP. A amazona conheceu todas as novidades em primeira mão e ainda realizou um Test-Drive na pista do autódromo.

Fiquei muito feliz em ser uma das convidadas especiais para conhecer em primeira mão a Nova RAM 1500. Vi tudo de perto e tive uma explicação de todos os detalhes do modelo. São surpreendentes e encantadores, como sempre”, afirma a atleta, que também é uma das diretoras da ANTT, entidade patrocinada pela marca.

Marca patrocina o Campeonato Nacional de Três Tambores da ANTT; Fatiana Ferreira é tetracampeã Nacional e diretora da ANTT

Em seguida, a tetracampeã nacional teve a honra de dirigir a picape recém-lançada. Uma aventura única, sem dúvida. “Fizemos o Test-Drive debaixo de chuva e com muita lama. Realmente, ela tem um poder inigualável. Silenciosa e de arrancar suspiros quando acelerada. Indo de 0 a 100 km/h em 6s4. Sou muito fã da marca”, complementa a competidora.

ANTT e a parceria com a RAM

A Associação Nacional dos Três Tambores é o campeonato da modalidade mais longevo do Brasil até hoje, 17 anos ininterruptos. Conhecido pela maioria das competidoras, suas famílias e fãs como o maior e melhor campeonato de Três Tambores do Brasil.

Patrocinadora oficial, a RAM do Brasil esteve presente durante a temporada 2019/2020. Inclusive, a ANTT deu a RAM o ‘naming right’ do campeonato esse ano, Circuito RAM Rodeo ANTT. Além disso, outras diversas ações dentro das competições, com as competidoras e nas redes sociais foram realizadas.

Marca patrocina o Campeonato Nacional de Três Tambores da ANTT; Fatiana Ferreira é tetracampeã Nacional e diretora da ANTT

A RAM tem sido uma grande parceira da ANTT e esteve ao nosso lado neste ano tão complicado. Grandes eventos foram cancelados e mesmo assim lutamos para concluir nosso campeonato. É uma grande honra ter uma marca tão importante acreditando na nossa entidade. E, sobretudo, apoiando a modalidade Três Tambores. Esperamos que esta parceria seja duradoura”, corrobora Flávia Cajé, presidente da ANTT.

Para saber mais sobre a Nova RAM 1500, clique aqui. Fique por dentro das novidades da ANTT: www.antt.org.br | @estrelasdaantt.

Colaboração: Agência PrimeComm
Crédito das fotos: Divulgação/Arquivo Pessoal

Veja mais notícia da modalidade Rodeio no portal Cavalus

Continue lendo
X
X