Esportes

Série Mustad: aprenda a avaliar o cavalo antes do ferrageamento – Passo 1

A Mustad traz uma série de reportagens para explicar o passo a passo para um correto ferrageamento

Publicado

⠀em

A fim de apoiar e ajudar ferradores de todos os níveis a aprimorarem seus conhecimentos, a Mustad traz uma série de reportagens para explicar o passo a passo de um ferrageamento correto. Acima de tudo, o profissional precisa ter em mente que a técnica tem como principal objetivo proporcionar bem-estar e saúde ao equino.

Dessa forma, para esta primeira reportagem da Série Mustad, o experiente médico veterinário e ferrador Luiz Gustavo Tenório foi convidado para compartilhar o seu conhecimento. Como resultado, ele já antecipou que o primeiro passo para um bom ferrageamento é: avaliar, conhecer o cavalo antes de iniciar o processo.

“A avaliação antes do ferrageamento é de extrema importância porque a partir do momento que a gente reconhece a proporcionalidade, a conformação e até desvios ósseos que esse animal venha a apresentar, a gente consegue definir uma estratégia de trabalho, de atendimento, da melhor forma possível para o individuo”, explica.

Contudo, Tenório adianta que essa avaliação tem um monte de pegadinhas que acabam atrapalhando muito o trabalho e, assim, comprometendo o resultado final. “A primeira delas é o local de avaliação, que deve ser feito em um piso plano e firme. O casco sofre movimentação, tem bastante plasticidade para poder se adaptar. Então, se você está avaliando esse indivíduo em um piso irregular, parte desse casco pode afundar nesse piso irregular e se apresentar deformado ou irregular. Consequentemente, ocorrerá um falso julgamento”.

Outra coisa que o médico veterinário ressalta é que, na hora da avaliação, não adianta colocar o animal em uma posição de tensão. “Ele precisa estar com a musculatura relaxada, confortável para que a gente possa ter uma correta avaliação de toda a sua conformação, dos seus ângulos Articulares e direcionamento ósseo. E a gente tem que fazer isso rodando esse cavalo inteiro, não adianta eu bater o olho e querer fazer uma leitura rápida”, acrescenta.

Primeira posição de avaliação

Sendo assim, Tenório explica para a Série Mustad que a primeira posição da avaliação do cavalo é de frente. “O que a gente quer com isso, avaliar a entrada do tórax, a abertura do peito do seu animal, que é a base dessa coluna óssea, que tem o coração e o pulmão dentro do tórax. Se eu tenho um cavalo com o peito muito estreito, eu vou ter um cavalo, certamente, com o coração e pulmão comprimidos. Consequentemente, terá uma diminuição da capacidade cardiorrespiratória. Não é um cavalo propenso a provas de longa duração”.

Na sequência, ainda olhando esse animal de frente, o profissional deverá avaliar a coluna óssea até chegar no casco. “É aí que você percebe a direção que os ossos vão adotando, se existe um desvio angular ou rotacional até a chegada do casco. Outro ponto muito importante aí, que se faz necessário o piso plano, é o alinhamento da banda coronária. Precisa estar paralelo ao chão, para entender o posicionamento dos cascos do membro tórax. Isso tudo visto de frente.”

Tenório fala sobre a importância da avaliação dos lados – Foto: Divulgação/Mustad

Avaliação dos lados do animal

Em seguida, Tenório orienta na Série Mustad a observar os lados do cavalo. Primeiro, o comprimento do pescoço e o tamanho da cabeça. “Só o conjunto de pescoço e cabeça corresponde a 30% do peso corpóreo desse cavalo.  Animais que tenham pescoços mais alongados e cabeças mais pesadas, tem uma sobrecarga maior nos cascos. São cavalos pesados, que necessitam de mais ajuda. Isso não tem como mudar, mas tem como ajudar no ferrageamento”.

Outro ponto muito importante é o comprimento da espádua e do braço. O tamanho desses ossos e o ângulo formado por eles define a amplitude e até a própria “maciez” do andamento do animal, conforme explica o médico veterinário. “Então, essa avaliação também impacta diretamente no nosso serviço, no que a gente pode fazer para otimizar e até compensar o que esse animal tenha de necessidade”.

Ademais, também deve-se analisar o comprimento e proporcionalidade do dorso lombo do animal. “Todo cavalo precisa ser proporcional, para que ele tenha equilíbrio.  O centro de gravidade do cavalo está a quatro dedos do cotovelo do cavalo. Então, se eu não tenho proporcionalidade eu tenho mais dificuldade de equilíbrio para o centro de gravidade. E daí esse animal precisa de muita ajuda na equitação e também no ferrageamento e certamente ele vai apresentar dificuldades maiores e até impedimento no desempenho de algumas atividades. É um animal que a gente precisa pensar se vale o investimento de continuidade ou não”, observa Luiz Gustavo Tenório.

Ainda durante a avaliação das laterais do animal, é necessário observar o alinhamento da coluna. Afinal, é possível que o animal apresente desvios, como lordose, cifose, escoliose, enfim, alterações de coluna que afetam, diretamente, no movimento. O que vai, sem dúvidas, impactar no serviço de ferrageamento.

A avaliação da garupa também é muito importante – Foto: Divulgação/Mustad

Avaliação da garupa e ao passo

Agora chegamos na parte de avaliação da garupa, que também é muito importante, conforme Tenório. “Tamanho e inclinação dos ossos da bacia e o ângulo formado com o fêmur, o que é isso determina? Facilidade, capacidade de articulação e impulsão desse animal. Já que o membro posterior é o responsável por esse motor, por essa propulsão e impulsão do cavalo”.

O médico veterinário explica que animais com uma garupa muito pequena tem menos cobertura muscular, menos propulsão e impulsão. Já animais que tem uma garupa mais reta, muito semelhante a garupa de vaca, vão ter problema na angulação do jarrete. Afinal, são animais de fragilidade de movimento e tendem a girar o jarrete.

“Então, essa avaliação geral da garupa também determina que tipo de necessidade o animal tem e o que a gente vai fazer. Olhando o animal por trás, a mesma informação dos membros anteriores: alinhamento da coluna óssea e, principalmente, acompanhar o formato dessa coluna vertebral para ver se tem alguma alteração”.

Outra coisa muito importante é verificar o cumprimento dessa garupa. Se existe diferença de um lado para o outro e da cobertura de musculatura. “Aí a gente faz o mesmo processo de avaliação do outro lado, isso com um animal em estação”, explica Tenório.

Por fim, deve-se avaliar o movimento de passo para ver o voo do animal. “É extremamente importante acompanhar não só o voo, mas o ponto de saída desse casco e a maneira que esse animal aterrissa. E aí, de novo, vem a importância do piso plano, para você ter certeza de que seu animal não tem desvio.”

Por último, a avaliação do caso do animal – Foto: Divulgação/Mustad

Avaliação do casco

Depois de ter feito toda a avaliação do animal – em estação e movimento – vem a avaliação do casco. A correta maneira de levantar esse membro do chão e de olhar esse caso é usando o peso corporal para fazer o animal se movimentar e levantar o casco, sem causar dor alguma.

“Nós temos duas formas. A primeira é encostar o ombro no membro do animal empurrando ele para o outro lado e solicitando que ele levante. A partir do momento que ele desloca o peso, ele vai levantar com facilidade”, explica Tenório à Série Mustad.

Contudo, obviamente, há aqueles animais que jogam o peso contrário. Não querendo, portanto, levantar o membro de jeito nenhum. “A gente sabe que o joelho do cavalo vai dobrar única e exclusivamente para frente. Então, a forma da gente fazer com que o animal levante é dobrando esse joelho. A gente pode, simplesmente, encostar no joelho do animal e flexionar, empurrar ele para frente que naturalmente vai levantar.”

Uma vez que o casco esteja no alto, o profissional precisa tomar muito cuidado nessa forma de avaliação. “Um erro muito comum é querer olhar o casco tirando ele para fora da coluna óssea. Contudo, toda vez que a gente faz isso você promove uma rotação tanto nos ligamentos quanto nos tendões, o que altera o plano do casco.”

Então, toda vez que for analisar um cavalo o ideal é deixá-lo relaxado acompanhando a coluna óssea dele. E qual é o meu ponto de referência? Sempre a linha central desse casco, que é o suco central da ranilha e o ápice da anilha, que vai literalmente dividir o casco em duas metades.

Para sair da posição de avaliação de casco, principalmente os posteriores, Tenório cita outro erro comum. “Muitos ao perceberam que o cavalo pode dar um coice ou que se assustaram com alguma coisa, largam o casco. Não façam isso. A forma correta de sair do animal é sempre para frente dele. Dessa maneira se ele for te dar um coice, por exemplo, você está protegido”.

A avaliação prévia de todo o cavalo é fundamental para resultado do ferrageamento – Foto: Divulgação/Mustad

Considerações finais

Por fim, Tenório lembra que esse trabalho de avaliação é de extrema importância e que não demora muito tempo para ser feito. A avaliação prévia de todo o cavalo que vai ser ferrado ela é fundamental para o resultado e para o planejamento que vai ser feito para cada indivíduo.

“E lembrem-se, cada vez mais, o ferrageamento e o casqueamento precisam ser feitos por um profissional habilitado”, finaliza.

Na próxima reportagem especial da Série Mustad, você vai aprender o passo a passo de como tirar a ferradura corretamente. Não perca!

Facebook: Mustad Brasil Instagram: @mustadbrasil

Por Natália de Oliveira
Crédito da foto: Divulgação/Mustad

Veja mais notícias da Mustad no portal Cavalus

Team Roping

Circuito de Laço Individual 2ª Etapa será no próximo sábado (2)

Inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site da JVS Sistema. Etapa oferece mais de R$ 50 mil em premiação sendo R$ 48.30 para o Laço Individual e 80% das inscrições no Breakaway

Publicado

⠀em

Laço Individual

Presidente Prudente/SP recebe no próximo dia 02 de julho o Circuito de Laço Individual 2ª Etapa.

A prova será realizada no Rancho Quarto de Milha e reunirá as provas de Breakaway e Laço Individual, nas categorias 1, 2, 3 e 4. Na modalidade de Breakaway, a etapa terá as categorias Feminina e Mirim.

A expectativa da organização é receber mais de 200 inscritos na primeira etapa, dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Distrito Federal, Goiás e Ceará.

O Circuito oferecerá mais de R$ 50 mil, sendo R$ 48.300 em premios para as provas de Laço Individual e 80% dos valores das inscrições no Breakaway.

“Após o sucesso da primeira etapa, nossa missão é sempre primar pela excelência na organização e transparência, visando atender as expectativas dos competidores e patrocinadores”, enfatizou João Velasco, da JV Sistema.

O Circuito de Laço Individual 2ª Etapa é credenciado pela Associação Nacional do Laço Individual (ANLI).

As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas através do site: jvsistema.com.br.

O JV Sistema

Desenvolvido pelo laçador João Vellasco, o sistema oferece a administração das provas de Laço Individual e em Dupla.

O sistema oferece um cadastro com mais de mil laçadores das duas modalidades, contribuindo para uma maior divulgação do evento aos atletas.

O JV Sistema oferece a possibilidade dos laçadores de inscreverem 24h por dia, de maneira simples, intuitiva, com cadastro atualizado pelo handicap e passível de customização de acordo com cada evento.

Além disso, oferece os resultados ao vivo, em tempo real, via internet.

Para saber mais acesse: JV Sistema.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

16s109 é o novo Recorde Mundial dos Três Tambores!

Order A Victory LW (Victory Fly X Slostartfastfinish) e Edson Carlos da Rosa Santos cruzaram a pista do Rancho Mariana com essa incrível marca e agora detêm o novo recorde mundial dos Três Tambores

Publicado

⠀em

Recorde Mundial

16s109. Com essa marca incrível, o conjunto Order A Victory LW (Victory Fly X Slostartfastfinish) e Edson Carlos da Rosa Santos bateram o recorde mundial dos Três Tambores, ontem (23), no 2º Top Show Rancho 2020, evento promovido pelo Rancho 2020, no Rancho Mariana.

O conjunto competia na categoria Senior, oficializada pela ABQM, com mais 88 conjuntos que brigavam para cumprir o desafio proposto por Fabio Vieira da Silva, do Rancho 2020: “quem quebrar o recorde mundial nesse evento vai ganhar um prêmio extra de R$ 100.000,00!”, desafiou Silva.

E o desafio foi cumprido com maestria! Com mais de 100 passadas na casa dos 16s, e mais de R$ 375 mil em ganhos segundo o SGP Sistema, Order A Victory LW, de criação e propriedade da FNSL, e montada por Edson Carlos da Rosa Santos, não só aceitaram o desafio, como baixaram muito esse tempo.

Novo recorde mundial dos Três Tambores

O conjunto tem no seu currículo entre os diversos títulos dois de campeãoes consecutivos no Congresso Brasileiro da ABQM, na categoria GP ABQM Castrado.

Fabio Vieira da Silva, do Rancho 2020, promoveu o desafio com o intuito de fomentar as provas de Três Tambores e conseguiu o resultado. Mas, este número ainda pode baixar, visto que o campeonato vai até domingo e o desafio é válido para todas as categorias.

A Arena Coberta do Rancho Mariana é considerada pelos conjuntos como uma das pistas mais rápidas e seguras do Brasil. Trabalhada por Rogério Souza, profissional que é aluno e seguidor do norte-americano Jim Kiser, maior especialista em pistas do mundo.

Top Show Rancho 2020, uma realização do Rancho 2020, organizado pela N eventos Equestres e MAX Assessoria em Eventos e tem como Juizes Oficias da ABQM os experientes Eugenio Scatena e Marcos Clapis.

Quem sabe até domingo vem mais surpresas por ai! Vamos ficar na torcida!

Histórico do recorde mundial

Décio Talon e IN Love Fame HR (El Shady Zorrero x Cheyenne Fame I AM), animal de criação do HR, detinham o recorde mundial dos Três Tambores com o tempo de 16’213, conquistado na categoria Tira Teima, durante o Grand Prix, realizado em março último.

Anteriormente, o recorde pertencia a outro conjunto brasileiro Sidnei Pereira da Silva Júnior e Prime Fishers MCM (Fishers Dash x Prime Henryetta), detinham o tempo de 16’313, conquistado na categoria Tira Teima, durante a 4ª Etapa da III Copa Haras Turato, em Nova Independência/SP, realizado em janeiro último.

Essa não foi a primeira vez que Sidnei Júnior bateu o recorde mundial. Em 2019, na pista de Maringá/PR, montando Game Boy EK, ele bateu o recorde mundial com o tempo de 16’374.

Em 2021, Evelino Rocha e Rollin IN The Fame tomaram o posto de Sidnei, com a marca de 16’369.

Estamos cada vez mais próximos da casa dos 15s. Será que os conjuntos atingem essa marca ainda esse ano? Vamos aguardar!

Por: Camila Pedroso

Vídeo: Beto Negrão

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Super Semana do Tambor recebe 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Três Tambores

Composto por cinco etapas, prova é chancelada pela Confederação Brasileira de Hipismo

Publicado

⠀em

Três Tambores

A primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Três Tambores (CBTT), realizado durante a 8ª Super Semana do Tambor, entre os dias 11 e 19 de junho, no Haras Raphaela, em Tietê/SP, marcou a história da modalidade.

Essa retomada carimba uma nova etapa do campeonato, agora mais estruturado e com a chancela da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), fazendo parte do quadro de modalidades da confederação.

“A CBH está pronta para se aproximar ainda mais dos Três Tambores, essa modalidade tão importante ao esporte equestre nacional e internacional, e o retorno do CBTT tem muito a agregar à modalidade, competidores e criadores. É uma vitória para todos os envolvidos!”, comemorou Pedro Cordeiro, Diretor Técnico da Confederação Brasileira de Hipismo.

O projeto do Campeonato Brasileiro de Três Tambores é composto por cinco etapas que irão acontecer juntamente as grandes provas da modalidade no segundo semestre de 2022.

As categorias que ranqueiam para o Campeonato Brasileiro de Três Tambores são a GP, Feminino e Amador. Vale a mesma passada da prova correspondente a etapa, tendo uma classificação separada aos que se inscreverem.

Primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Três Tambores

A NBHA Brazil que tem um papel fundamental de fomento aos Três Tambores, e através de Abelardo Peixoto, abriu as portas da Super Semana do Tambor para o início do CBTT.

“Somos grandes apoiadores do esporte e a retomada do Campeonato Brasileiro para nós é muito importante, pois traz ainda mais força a modalidade”, enfatizou Abelardo Peixoto.

Nesta primeira edição do Campeonato Brasileiro de Três Tambores, quase 50 atletas se inscreveram para participar da prova, reunindo muita emoção e adrenalina na pista do Haras Raphaela.

Na categoria GP NBHA, 16 atletas se inscreveram para participar da etapa e o conjunto Rodrigo Fernandes de Oliveira e Cades Tres Seis HRZ (Tres Seis X St Lena Star) foram os grandes campeões com o tempo de 16s607.

Sidnei Pereira Jr e Ritoca Zorrero Fame (Aim Ta Fame X Zorrero Shady) ficaram em segundo, seguidos por Ailson Ferraz Leão e Top Ram ZD (Top Firewater X Twister Seis IM).

Confira o Top 10 da categoria GP NBHA

  1. Rodrigo Fernandes de Oliveira e Cades Tres Seis HRZ
  2. Sidnei Pereira Junior e Ritoca e Zorrero Fame
  3. Ailson Ferraz Leão e Top Ram ZD
  4. Sidnei Pereira Junior e Boniquita Zorrero
  5. Wadson Otavio Barbosa de Souza e Glow Ta Fame
  6. Sidnei Pereira Junior e Fishers Bruby Dash
  7. Abelardo Itamar Peixoto Junior e Proud Ta Fame G2
  8. Sidnei Pereira Junior e Every Day Red Agae
  9. Cristiano Carvalho Nunes e Winner Fiesta 4M
  10. Wadson Otavio Barbosa de Souza e Beliska Roxa

Na Amador, 16 conjuntos se enfrentaram em busca da vitória que foi para Fabiana Camargo Damásio e ST Treissete (Tres Seis X St Cajuina). O conjunto cruzou a pista do Haras Raphaela em 16s816, levando o título de Campeão.

Caroline Rugolo e Candy Famous (Dash Ta Fame X Sweetest Effort) foram os Reservados Campeões, seguidos por Hugo Cesar Ribeiro e Potira Dashn Zorrero (EL Shady Zorrero X Dashn Ta Fashion).

Confira os Top 10 da Categoria Amador

  1. Fabiana Camargo Damasio e ST Treissete
  2. Caroline Rugoloe Candy Famous
  3. Hugo Cesar Ribeiro e Potira Dashing Zorrero
  4. Caroline Rugoloe BJR Gabinete Fameway
  5. Francielle Stephany Rozzatti e Blond Ta Fame
  6. Louise Rugoloe Snow Lider Stones QM
  7. Renata Lauck Souza e Game Boy EK
  8. Ludmila Martins Santiago e WV Crown To Red
  9. Ludmila Martins Santiago e Loveyou Fortunes OFV
  10. Leticia Frezzarin Fae de Vasconcelos e Heartland Agae

E na Feminina, 14 atletas se inscreveram e o conjunto Louise Rugolo e Snow Lider Stones (VF Modan Red Stones X Nevada Lider FV) foram os grandes campeões com o tempo de 16s919.

Louise ainda conquistou o título de reservada campeã com Kinder Fame Kl (Dash Tol Fame X Nataly Trouble LH) e o terceiro lugar ficou com o conjunto Renata Lauck Souza e Game Boy EK (Aim Ta Fame X See Me Gone Guys).

Confira os Top 10 da Categoria Feminina

  1. Louise Rugolo e Snow Lider Stones QM
  2. Louise Rugolo e Kinder Fame KL
  3. Renata Lauck Souza e Game Boy EK
  4. Fernanda Carvalheiro e Mayfamous Made BG
  5. Ludmila Martins Santiago e Loveyou Fortunes OFV
  6. Francisca Elenir dos Santos Forte e ST Kish
  7. Leticia Frezzarin Fae de Vasconcelos
  8. Caroline Rugoloe Candy Famous
  9. Louise Rugolo e Star Bryan Fame HH
  10. Caroline Rugolo e BJR Gabinete Fameway

Próximas etapas do Campeonato Brasileiro de Três Tambores

2ª etapa – Copa 3DM – 9 a 14 de agosto

3ª etapa – Potro do Futuro WV – 6 a 11 de setembro

4ª etapa – Grand Slam Cutter – 1 a 6 de novembro

5ª etapa – VS Festival Indoor – 28 de novembro a 4 de dezembro

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Rodrigo Monteiro /Horse Trade

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

ANTT fecha final de semana com duas etapas

34ª Festa do Peão de Americana e a 8ª Super semana do Tambor receberam etapas do Circuito RAM ANTT

Publicado

⠀em

ANTT

Dando sequência a temporada 2021/2022, no último final de semana, o Circuito RAM ANTT, realizado pela Associação Nacional dos Três Tambores (ANTT) esteve presente em dois eventos. Nos dias 17, 18 e 19 de junho, foi realizada uma etapa na 34ª Festa do Peão de Americana, um dos principais Rodeios do Brasil, enquanto que nos dias 18 e 19 também aconteceu uma Etapa Bônus durante a 8ª edição da Super Semana do Tambor, realizada no Haras Raphaela, em Tietê/SP. 

Em Americana/SP, na Categoria Feminino, a vitória foi para Maria Eduarda Gonçalves, que conquistou seu primeiro título no Circuito RAM ANTT em conjunto com Trouble Ta Fame ZD. Com apenas 16 anos de idade, Maria Eduarda chegou à final na quarta posição, mas concluiu sua última passada com 17s884, o melhor tempo de domingo para assumir a liderança e vencer a etapa com a somatória de 54s077.

Mantendo a regularidade no último dia de competições, a atual tetracampeã nacional da ANTT, Ana Carolina Cardozo garantiu a segunda posição da etapa em conjunto com Cromo Down Jet WA e aumentou ainda mais sua vantagem na liderança do ranking em busca do quinto título nacional consecutivo. Esta foi o 10ª vez na atual temporada que Ana Carolina termina entre as cinco melhores de uma tapa, incluindo três vitórias.

No pódio pela segunda semana consecutiva, a jovem estrela da ANTT, Eduarda Peres terminou novamente em terceiro lugar com Crazy For Cash e subiu para o Top 10 do ranking. Maiara Oliveira Alves com JJ King Tux B2B fechou a etapa na quarta colocação se mantendo entre as cinco melhores do campeonato, enquanto Keila Mendonça montando Corona Red Fame completou a lista das cinco primeiras colocadas em Americana. 

Pela Categoria Mirim, Rafaela Crevellari também conquistou sua primeira vitória pela ANTT após chegar à final na liderança da competição e fazer uma passada segura para confirmar o título. Mesmo com o segundo melhor tempo de domingo a competidora de 11 anos venceu por conta da vantagem na somatória que havia conseguido nas classificatórias e totalizou 56s016 em conjunto com Miss More Leo. 

Eduarda Muller foi a segunda colocada da categoria em conjunto com Waikiki Agae e segue se aproximando do Top 5 do ranking em busca da classificação para a Final Nacional. Na sequência da classificação da etapa ficou Emylia Gabriela da Silva com Dashing Scrutinizer em terceiro lugar, a vice-líder do ranking Caroline Niero com Roma Barons em quarto lugar e a líder isolada do ranking da temporada, Maria Eduarda Ribeiro que ficou em quinto lugar com Luna Zorrero Dun It. 

“Foi uma grande honra para a ANTT poder voltar a arena de Americana e principalmente, com uma competição em altíssimo nível,” disse Graziella Agnes, vice-presidente da ANTT. 

ANTT na Super Semana do Tambor

Simultaneamente, algumas das principais estrelas da ANTT estavam presente na 8ª Super Semana do Tambor realizada no Complexo Haras Raphaela em Tietê/SP, que contou com uma Etapa Bônus do Circuito RAM ANTT. Este foi o sexto ano de parceria entre a NBHA Brazil e a ANTT.

Pela Categoria Feminino a vitória na Etapa Bônus foi de Fernanda Cavalheiro que fez conjunto com Myfamous Made BG e concluiu a prova em 17s120. A competidora que foi a primeira Campeã Nacional da ANTT e até hoje detém o recorde de campeã feminino mais jovem no campeonato, voltou a pontuar em grande estilo colocando mais uma vitória do Circuito RAM ANTT em sua galeria de troféus.

Em busca de pontos para se classificar para sua segunda Final Nacional consecutiva, Ludmila Santiago garantiu a segunda colocação na etapa em conjunto com Loveyou Fortunes OFV. Ela foi seguida por Letícia Faé, que ficou em terceiro lugar com CB Cheyenne Fire e pela campeã Nacional, Caroline Rugolo que ficou em quarto lugar com Candy Famous. A jovem estrela da ANTT, Maria Luiza Furlan completou o pódio com a quinta colocação em conjunto com Joey Ta Fame. 

Na Categoria Mirim, Lívia Camargo Ferreira conquistou sua segunda vitória na temporada ao concluir a prova em 18s019 com Crystale Fly KRM. Com mais esta vitória e seu quarto resultado entre as cinco melhores nesta temporada, a pequena estrela de apenas 10 anos deu mais um importante passo em busca de se classificar para sua primeira Final Nacional pela categoria.

A segunda colocação entre as jovens estrelas ficou com Maria Luíza Blásio, que se mantém no Top 5 do ranking após mais uma bom resultado em conjunto com Aamerican Machine. Completaram o pódio, Mariana Castro de Lucca na terceira posição em conjunto com Vera Fischer SR e Maria Luiza Furlan, que também havia subido ao pódio entre na Categoria Feminino e ficou na quarta colocação entre as Mirins em conjunto com Joey Ta Fame. 

“Gostaria de parabenizar ao presidente Abelardo Peixoto, ao Zé Cardoso e todos da diretoria da NBHA Brazil por mais essa edição de sucesso da Super Semana do Tambor e também agradecer por abrirem as portas do evento para o nosso campeonato por mais um ano, confirmando essa nossa parceria de longa data,” disse a presidente da ANTT, Flávia Cajé. 

Por: Assessoria de imprensa

Foto: Daniela Venturini/ Adilson Silva_Foto Perigo 

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Rodeio

Cássio Dias Barbosa conquista do Iron Cowboy da PBR Brazil

Com duas vitórias consecutivas, Barbosa se tornou o segundo na história da PBR Brazil a dominar os dois finais de semana de uma competição em um mesmo ano

Publicado

⠀em

PBR Brazil

Cássio Dias Barbosa faturou o título do Iron Cowboy da PBR Brazil, realizado na Festa de Peão de Americana/SP no domingo (18).

O desempenho do cowboy foi surpreendente! Na semana anterior, (11), Barboza faturou a etapa do Rodeio de Americana e com a vitória de domingo tornou-se o segundo na história da PBR Brazil a dominar os dois finais de semana de competição em um mesmo ano.

“É mais um sonho que se realiza, conquistar o título do Iron Cowboy e colocar meu nome junto com outros grandes campeões que já venceram aqui. Estes dois finais de semana em Americana foram muito mais do eu que podia imaginar, mas eu lutei muito por isso, batalhei muito para estar aqui e me sinto realizado por estas vitórias. Agradeço a todos da PBR Brazil pela oportunidade e todos que me ajudaram chegar até aqui,” declarou o atleta ao site da PBR Brazil.

Caminhada do campeão

Cássio Dias Barbosa venceu três dos quatro touros que montou e encerrou sua apresentação montando F-250, quando conquistou 88,75 pontos. O atleta foi o único dos dois finalistas a permanecer os oito segundos no touro.

Além do cheque de R$ 50 mil pelo título do Iron Cowboy, Barbosa ganhou ainda um bônus de R$ 10 mil oferecido pela Pura Construções, um dos principais patrocinadores da festa e mais R$ 10,7 mil em bônus pelas notas obtidas a cada round durante a competição, totalizando mais de R$ 70 mil em prêmios, recorde absoluto nas arenas do Brasil.

Durante a competição, ele ganhou 124 pontos de bônus para o ranking, sendo 80 somente pela vitória e o restante pelo desempenho nos rounds. Com isso, ele chegou 222,50 pontos no ranking nacional e assumiu a liderança do campeonato pela primeira vez em sua carreira.

Rodada emocionante da PBR Brazil

Jeferson dos Santos brigou diretamente com Barbosa no round final e ficou com o segundo lugar. O cowboy foi derrubado pelo touro Império antes dos oito segundos. Com o desempenho, subiu da 19ª para a terceira colocação no ranking nacional, se colocando também entre os favoritos ao título.

O então líder do ranking, Sandro Batista passou invicto pela fase preliminar da competição, tendo vencido os dois touros que montou na sexta-feira e no sábado, mas foi eliminado no Round 3 no domingo e somou apenas 1,5 pontos para o ranking nesta etapa, estando agora na vice-liderança com uma diferença de 54,50 pontos para o novo líder. As cinco primeiras posições do ranking nacional após o Iron Cowboy se completam com Alisson de Souza, quarto colocado e Bruno Scaranello, quinto.

Melhor touro da rodada da PBR Brazil

Reza a Lenda (Red Bucking Bulls) conquistou o título de Melhor Touro do Iron Cowboy ao registrar 46,75 pontos, no round 5.

Essa é a terceira fivela consecutiva do animal, que foi uma das negociações mais caras do mercado de touros atletas do Brasil, seguindo na liderança do ranking da PBR Brazil, como principal favorito ao título de Touro do Ano.

A edição 2022 do Iron Cowboy coroou com chave de ouro mais um ano de parceria entre a Professional Bull Riders e a Festa do Peão de Americana. Realizado pela Clube dos Cavaleiros de Americana o evento é o mais tradicional do calendário da PBR Brazil e já sediou 35 etapas do campeonato desde 2006.

A final da PBR Brazil volta a Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, que será realizado entre os dias 18 e 21 de agosto.

Por: Camila Pedroso

Fonte: PBR Brazil

Fotos: Alberto Gonzaga

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Rodeio

Copa Wrangler Ekip Rozeta tem etapa na Festa de Peão de Bálsamo

Na Montaria em Touros, a vitória de Gustavo Ribeiro Honório. Já na Copa Wrangler Cutiano Rozeta de Montaria em Cavalos, Júlio César Camargo foi o campeão

Publicado

⠀em

Ekip Rozeta

A 52ª Festa do Peão de Bálsamo realizada de 15 a 18 de junho contou com etapas da Copa Wrangler Ekip Rozeta de Montaria em Touros e Cavalos. O evento que é um dos maiores de portões abertos do interior de São Paulo é também um dos Rodeios mais tradicionais do Brasil e contou com um seleto time de profissionais nesta edição histórica. 

“Foi muito especial estar presente no Rodeio de Bálsamo que é referência em todo o Brasil. O evento já tinha sediado etapas do nosso campeonato de Montaria em Cavalos, mas este ano tivemos a oportunidade de realizar as duas modalidades” declarou o presidente da Ekip Rozeta, Enrique Moraes. 

Na Montaria em Touros a vitória foi de Gustavo Ribeiro Honório (Pilar do Sul-SP) que somou 266,50 pontos em três apresentações no evento. O jovem competidor havia marcado a maior nota nas noites de quinta e sexta, chegando a decisão de sábado na liderança, quando precisou de 88,50 pontos no touro Vila Nova (3 Irmãos – Guaraci) para conquistar a sua primeira fivela da Copa Wrangler Ekip Rozeta na temporada. 

Com a maior nota da final, Vinícius Arcanjo (Patrocínio-MG) dividiu a segunda colocação da etapa com José Arthur Vieira (Manga-MG), ambos somando 264,50 pontos. O atual líder do ranking, Cléber Henrique Marques (Cassilândia-MS) continuou sua sequência de bons resultados garantindo a quarta colocação na etapa e foi seguido por Geovani Pereira (Ivaté-PR) que terminou em quinto lugar. 

Pela Copa Wrangler Cutiano Rozeta de Montaria em Cavalos o título ficou com o veterano Júlio César Camargo (Jales-SP) que chegou à final na segunda posição, mas em uma montaria de 89,00 pontos a bordo de Cowboy do Asfalto (Vale da Piedade) totalizou 266,50 pontos para vencer a etapa. O competidor que retornou as arenas recentemente após algum tempo afastado é um dos mais premiados do Brasil e uma das principais estrelas da Ekip Rozeta na temporada. 

A segunda colocação da etapa foi de Luiz Felipe da Silva (Mirassol-SP), que obteve a maior nota da final e totalizou 265,25 pontos. José Leal da Silva Neto (Itanhaém-SP) foi o terceiro colocado na competição seguido de Paulo Sérgio da Silva (Monte Mor-SP) que ficou em quarto. O veterano José Bento da Rocha Jr. (Ibitinga-SP) completou o pódio na quinta posição. 

Na disputa dos animais no Curral de Elite, Talismã (2M – Marcondes Maia) foi o Melhor Touro da etapa com média de 44,88 pontos, enquanto a Cia. Neto de Taquaritinga & Cássio venceu como Melhor Boiada, com média de 43,21 pontos. Na Montaria em Cavalos, Regente (Vale da Piedade) venceu como Melhor Animal com média de 45,63 pontos e a Cia. WR – Roberto Biasi ficou com a fivela de Melhor Tropa ao totalizar a média de 43,92 pontos na etapa. 

Classificação Final – Festa do Peão de Bálsamo/SP 

Copa Wrangler Ekip Rozeta – Montaria em Touros 

1 – Gustavo Ribeiro – Pilar do Sul-SP – 266,50 pontos 

2 – José Arthur Vieira – Manga-MG – 264,50 pontos 

2 – Vinícius Arcanjo – Patrocínio-MG – 264,50 pontos 

4 – Cléber Henrique Marques – Cassilândia-MS – 262,50 pontos 

5 – Geovani Pereira – Ivaté-PR – 262,00 pontos 

Copa Wrangler Ekip Rozeta – Montaria em Cavalos 

1 – Júlio César Camargo – Jales-SP – 266,50 pontos 

2 – Luiz Felipe da Silva – Mirassol-SP – 265,25 pontos 

3 – José Leal Neto – Itanhaém-SP – 263,75 pontos 

4 – Paulo Sérgio da Silva – Monte Mor-SP – 263,25 pontos 

5 – José Bento Rocha Jr. – Ibitinga-SP – 177,75 pontos 

Por: Assessoria de imprensa

Fotos: FS Drone Photos 

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

8ª Super Semana do Tambor registra marcas históricas!

Etapa reuniu 3.143 inscrições, 852 animais em pista, e mais de R$ 350 mil em prêmios. Prova da Super Semana do Tambor congregou ainda o Pan-americano de Três Tambores e a Copa dos Estados

Publicado

⠀em

Super Semana do Tambor

Missão dada…missão cumprida!

“Gostaria de agradecer a todos que estiveram no Haras Raphaela entre os dias 10 e 19 de junho e prestigiaram o show dos Três Tambores. Estou extremamente grato pelo apoio e parceria dos atletas brasileiros e internacionais, das delegações, treinadores, criadores, pessoal do Agility Brasil, Dr. Kako Moraes, Décio Talon, enfim, todos. Em especial aos nossos patrocinadores, que nos apoiam sempre nessa missão. Atingimos números impressionantes graças ao apoio de todos vocês!”, agradeceu Abelardo Peixoto, presidente da National Barrel Horse Association Brazil (NBHA), organizadora da Super Semana do Tambor.

E Abelardo Peixoto tem muito o que comemorar. A 8ª Edição da Super Semana do Tambor atingiu números impressionantes: 3.143 inscrições, 852 animais em pista, e mais de R$ 350 mil em prêmios.

“São números que apontam a importância e a representatividade da Super Semana não só no Brasil, mas no mundo”, enfatizou Peixoto.

Considerado o evento mais completo da modalidade, a Super Semana do Tambor reuniu em um único evento Clínica de Três Tambores com Décio Talon; Clínica de Ferrageamento com Dr. kako Moraes; Homenagem Hall da Fama NBHA; Competição e exposição de Cães, Campeonato Pan – americano; Copa dos Estados; Festival Jovem Organnact – NBHA; Mega Tira Teima – Rancho Villas Boas; Futurity Storm Ranch; Feira de Cursos Profissionalizantes UniEduk e Challenge – Pista reduzida.

Pan-americano

Nove países enviaram seus representante para participar do Pan-americano na Super Semana do Tambor. Os 57 competidores deram um show de tempos baixos e passadas certeiras na pista do Haras Raphaela.

Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai, Costa Rica, Estados Unidos, Bolívia, México e Panama estavam na disputa, com condições reais de garantir a vitória até a última passada.

Os atletas Arlan dos Reis e Juliana Casseli, da delegação de Roraima, honraram a nossa camisa verde e amarela e levaram o público ao delírio, ao vencer a etapa do Pan-americano.

Copa dos Estados

Acre, Alagoas, Amazonas, Paraná, São Paulo, Maranhão, Pernambuco, Sergipe, Santa Catarina, Ceará, Roraima, Tocantins e Rio de Janeiro enviaram suas delegações para competir a Copa dos Estados.

Os atletas chegaram com muita sede ao pote, afinal, muitos viajaram por dias para chegar até Tietê, interior de São Paulo e claro, queriam voltar para a casa com o troféu de campeões!

E não é que uma das delegações que vieram de mais longe, a do Tocantins, foi a grande campeã! Representada por Brenda Camargo e Márcio Camargo, o troféu de campeão da Copa dos Estados deve estar agora percorrendo os 1.496,3 km de estrada até a capital do Estado de Tocantins, o grande campeão dessa edição.

Campeonato Brasileiro

A NBHA Brazil que tem um papel fundamental de fomento ao esporte, e através de Abelardo Peixoto, abriu as portas da Super Semana do Tambor para o início do Campeonato Brasileiro de Três Tambores (CBTT).

A prova, homologada pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), compreendia os atletas das categorias GP ABQM, Feminino e Amador.

Na categoria GP ABQM, Rodrigo Fernandes de Oliveira e Cades Tres Seis HRZ (Tres Seis X St Lena Star) foram os grandes campeões com o tempo de 16s607.

Na Amador, vitória para Fabiana Camargo Damásio e ST Treissete (Tres Seis X St Cajuina) cruzaram a pista do Haras Raphaela em 16s816, levando o título de Campeão.

E na Feminina, Louise Escomparim Rugulo e Snow Lider Stones (VF Modan Red Stones X Nevada Lider FV) foram os grandes campeões com o tempo de 16s919.

Show de Três Tambores em pista

2.729 conjuntos se inscreveram para participar das provas de Três Tambores que a Super Semana reuniu. A etapa contou com um show dos atletas na pista que não mediram esforços para percorrer o percurso com perfeição e, é claro, no menor tempo possível.

O grande destaque dessa temporada foi para o conjunto Edson Carlos da Rosa Santos e Gold Victory FNSL, (Victory Fly Vm x Vf Gold By Design). Com o tempo de 16s337, na categoria Tira Teima, o conjunto conquistou o menor tempo nas pistas do Haras Raphaela.

Renata Lauck e Game Boy (Aim Ta Fame x See Me Gone Guys) foi o segundo conjunto mais rápido. Na categoria Aberta Senior, o conjunto bateu 16s428.

“Meu objetivo era apenas treinar para minha categoria, a Amador. Eu cheguei ontem de viagem, dei o meu melhor e consegui conquistar este título tão importante”, comemorou.

Clínicas na Super Semana do Tambor

Além do show de Três Tambores na pista do Haras Raphaela, o público pode ainda participar de duas clínicas: Clínica de Três Tambores com Décio Talon e Clínica de Ferrageamento com Dr. Kako Moraes.

Durante a clínica de três Tambores, os 45 participantes puderam conhecer toda a experiência desse grande competidor da modalidade, duas vezes recordista mundial e com mais de 20 anos de história no esporte.

Já na Clínica de Ferrageamento com Dr. Kako Moraes, 22 participantes puderam ter acesso a todo o conhecimento deste grande profissional com mais de 40 anos de experiência no mercado.

Cachorro nos Três Tambores?

Sim, e porque não? Durante a Super Semana do Tambor, a Liga Agility Brasil realizou uma etapa com os melhores cães do país. Além da tradicional prova de Agility, que emocionou a todos, o público pode ainda conhecer a prova dos Três Tambores com os cães!

Acompanhados de seus tutores, eles deram um show de habilidade e fofura.

E a próxima etapa da Super Semana do Tambor já tem data marcada. Será entre os dias 3 e 11 de junho de 2023, no Haras Raphaela. Anote na agenda!

Por: Camila Pedroso

Fotos: Rodrigo Monteiro/ Ricardo Pasqualini

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Corrida

Emoção e adrenalina marcaram o Jockey Club de Sorocaba neste sábado

Jockey recebeu neste sábado (18) as classificatórias do Torneio Especial 4º Leilão Mega Velocidade; Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch; Grande Prêmio Super Speed e o GP Megarace Gianni Franco Samaja

Publicado

⠀em

Jockey Club de Sorocaba

Final de semana movimentado no Jockey Club de Sorocaba. Abrindo a oitava reunião de 2022 do recinto, o Jockey recebeu neste sábado (18) as classificatórias do Torneio Especial 4º Leilão Mega Velocidade; Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch; Grande Prêmio Super Speed e o GP Megarace Gianni Franco Samaja.

O primeiro páreo foi o Torneio Especial 4º Leilão Mega Velocidade nos 201 metros. Dez animais inscritos disputaram as seis vagas para a final em três eliminatórias, passando para a próxima fase os vencedores mais os três melhores tempos.

A disputa foi acirrada já na primeira eliminatória, com Lady Good Dash WA e Jane Call Girl HBR brigando passo a passo pelo primeiro lugar.

Quem se deu melhor nessa disputa foi a fêmea de criação e propriedade de Roberto Sylvio Abdalla, Lady Good Dash WA. A égua cruzou a linha de chegada, com AR Lima na sela, em 11s849, com apenas um focinho de vantagem sobre Jane Call Girl HBR.

Se classificaram para a final além de Lady, Jane Call Girl HRB, a segunda mais veloz das classificatórias e Miss Desirio Zo, que terminou na terceira colocação.

Já no segundo páreo da tarde do Jockey Club de Sorocaba, o macho Delegado Teller MRL, de propriedade e criação do Haras Portofino, foi o grande campeão.

O macho largou na baliza quatro e dominando a prova, cruzou a linha de chegada coma marca de 11s938. O segundo lugar ficou com Gogloria Gold, que também se classificou para a final pelo tempo.

Fechando as classificatórias do Jockey Club de Sorocaba, vitória de Big Black Eagle JM, de criação e propriedade de Jorge Maluf Neto. Pela baliza 2, ele abriu luz e venceu com o tempo de 11s881, com Kira Louisiana AD em segundo.

Confira os classificados:

11.849s – Lady Good Dash WA (Venc.)
11.856s – Jane Call Girl HBR
11.881s – Big Black Eagle JM (Venc.)
11.938s – Delegado Teller MRL (Venc.)
12.063s – Gogloria Gold
12.064s – Miss Desirio Zo

Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch no Jockey Club de Sorocaba

O segundo grande prêmio da tarde de sábado foi o Torneio Especial Leilão Ana Dantas Ranch, prova de 201 metros e bolsa de R$ 30 mil.

Viva Lenda PK, de propriedade de Renato E. Rezende Barbosa e criação de Plinio de Rezende Kiehl foi a grande campeã. A égua cruzou a linha de chegada em 11s872, seguida por Kadron Corona e Poesia For Me MV.

Viva Lenda PK estava com C Medina na sela e é treinada por M M Tavares e levou ao seu proprietário a soma de R$ 21 mil da bolsa destinados ao campeão. Confira os tempos e colocações.

1 – Viva Lenda Pk – 11.872s (Aaa-91)
2 – Kadron Corona – 12.940s (Aa-89)
3 – Poesia For Me MV – 12.034s (Aa-84)
4 – Apollitical Seis Jnn – 12.069s (Aa-83)
5 – Dodger Verde – 12.080s (Aa-82)
6 – Secrte For Cash Hfsj – 12.102s (Aa-81)

GP Super Speed – Marc Nacamuli

A terceira prova da tarde foram as classificatórias para o GP Super Speed – Marc Nacamuli, com distância de 201 metros e bolsa de R$ 200 mil.

O grande prêmio reuniu 14 competidores em 3 classificatórias para a definição dos finalistas.

Na primeira eliminatória, vitória do favorito Bueno Lake de criação do Haras 2M e propriedade do Stud K & P foi o grande campeão.

O macho venceu com a marca de 11s710, alcançando índice AAA-99 –  o maior registrado este ano em Sorocaba. O animal foi guiado por V A Barros e treinado por A Artemam.

Na segunda eliminatória, Campari Verde foi o grande campeão com o tempo de 11s763s. De criação do Haras Vista Verde e propriedade de Celio Roberto da Silva Junior, ele garantiu a vaga na final sob a condução de J J Medina e treinamento de A J Macedo.

Com o segundo melhor tempo das classificatórias, Churchill Verde venceu o terceiro e último páreo eliminatório, marcando 11s740s, com um dos índices de velocidade mais altos do ano: AAA-98. Churchill Verde foi guiado por J J Medina e com A J Macedo no preparo.

Confira os tempos dos classificados:

11.710s (Aaa-99) – Bueno Lake
11.740s (Aaa-98) – Campari Verde
11.763s (Aaa-97) – Churchill Verde

GP Megarace – Gianni Franco Samaja

O último grande páreo da tarde foi o tradicional GP Megarace – Gianni Franco Samaja, de 402 metros, com bolsa de R$ 363 mil.

Miss Isao JQM foi a grande campeã da etapa e de quebra ainda derrubou dois tabus: é a primeira fêmea a vencer o GP Megarace desde 2011; e iguala o feito de Hipocresia Dash que há 15 anos vencia os dois grandes prêmios de maior dotação em Sorocaba.

Numa corrida fantástica, ela cravou 21s601 e venceu seguida de Royal Fantastic. Invicta com quatro vitórias em quatro apresentações, contou com C Medina na condução e treinamento de M M Tavares.

Por: Camila Pedroso

Fonte: Assessoria JCS

Fotos: Marc Nacamuli

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Três Tambores se despede de Thiago Botelho

Treinador Thiago Botelho faleceu na última quinta em um acidente de moto, deixando esposa e dois filhos

Publicado

⠀em

Thiago Botelho

O mundo dos Três Tambores ficou mais triste neste final de semana. Faleceu na noite de quinta (17), em Piraju/SP, o treinador Thiago Botelho.

Treinador do Haras Cavalcante, Tetêu, como era conhecido o jovem treinador, estava escrevendo seu nome na história da raça.

Mas não foi só nos Três Tambores que Thiago Botelho se destacou. Ele iniciou sua vida ao lado dos cavalos com o Laço. “Ele venceu uns três ou quatro Congressos, Nacionais de Laço para mim. No Laço ele era um fenômeno”, relembra emocionado Vaguinho Simionato.

Thiago, para quem não sabe, era skatista. Dá para imaginar um tamborzeiro de cabelos compridos, calça larga e cheio de brincos?! Então, foi assim que ele chegou, por intermédio de sua mãe, ao Rancho São Gabriel, casa de Luana Grizi Pimentel Affonso.

“Ele chegou em casa todo marrento, com brincos e cabelos compridos. Seus pais haviam se separado e ele não estava aceitando a situação. Sua mãe, como ele estava muito rebelde, pediu para ele ir pra casa, mexer com os cavalos”, conta Luana.

Os pais de Luana e Thiago Botelho eram muito amigos, por isso a família aceitou ajudar a mãe a ajudar o filho a superar essa faze difícil. E foi a melhor coisa que ela fez.

“Ele passou a se interessar pelo Laço e foi laçar com meus primos. Ele era fera! Aprendeu rapidinho”.

Adeus ao cabelão de Thiago Botelho

Luana relembra que certa vez, seu pai e primos resolveram transformar Thiago em um cowboy e como tal, não podia ter cabelo comprido e brincos. “Meu pais e os meninos amarraram ele e cortaram o cabelo e tiraram os brincos. Ele ficou muito bravo, lembrava sempre dessa história sempre”, relembrou aos risos, Luana.

Chegada de Thiago Botelho a casa de Vaguinho

Como ele se destacou muito no Laço, Thiago Botelho foi levado à casa de Vaguinho para treinar. “Assim como todos os meninos que passaram em casa, ele se tornou um filho para nós. Começou no Laço. Depois foi para o Tambor. Ele era incrível, sabia lidar com os cavalos, tinha muita paciência. Quando ele chegou, eu sempre vi nele, lá no fundo, uma luzinha boa”, conta Vaguinho.

“Certa vez, não me recordo o ano, nós tínhamos três grandes animais do Tambor uma na minha sela, outra no Daniel e a terceira com o Thiago. Ele foi competir um Potro do Futuro com ela e ele acabou ganhando de nós dois. Na época ele comentou que achava que eu ia pegar a égua dele pra correr, mas eu disse que não, porque eles estavam indo bem e eu confiava nele. E3les formavam um grande conjunto”, comenta.

Thiago se formou um grande treinador, passou tempo no Haras ZD e recentemente estava trabalhando no Haras Cavalcante, treinando os animais do criatório.

“Ele era uma pessoa maravilhosa, estava desenvolvendo um trabalho bacana com as meninas do Haras Cavalcante e infelizmente se despediu da gente. Sua alegria, sorriso fácil e amor pelos cavalos vão ficar para sempre na nossa memória”, de despediu Luana.

Thiago Botelho era casado com Paula e tinha dois filhos de outros relacionamentos, Kaio e Eduarda.

Nós da equipe do Portal Cavalus lamentamos a perda deste grande treinador e desejamos condolências à família e aos amigos.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Arquivo pessoal

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Hipismo

Prêmio Hipismo Brasil 2020/2021 condecora atletas de destaque

Celebração ocorreu no Boulevard JK, em São Paulo e contou com a presença os principais atletas do Hipismo Nacional

Publicado

⠀em

A Confederação Brasileira de Hipismo promoveu o Prêmio Hipismo Brasil, premiação que condecorou os campeões do ranking brasileiro no biênio 2020/2021 no Boulevard JK, em São Paulo.

Após um longo período de restrições, esse foi o primeiro grande encontro da comunidade hípica na nova gestão da Confederação, liderada por Fernando Sperb, presidente da CBH, que ao lado de Barbara Laffranchi, a vice-presidente, foram anfitriões da noite.

“Nossos campeões de 2020 e 2021, aqui presentes, nos enchem de orgulho e nos trazem emoção. Obrigado pelo show que nos foi apresentado ao longo desses últimos dois anos. Nesse momento também não poderíamos deixar de agradecer nossos medalhistas e vitoriosos mundo afora, nas diversas modalidades albergadas pela CBH”, destacou Sperb, em seu discurso.

“Não mediremos esforços, trabalho e paixão para crescermos, tornarmos nosso esporte ainda mais imponente e conquistarmos nossos objetivos administrativos e esportivos, e, assim, conquistarmos títulos e medalhas para o Brasil. Nossa equipe que está à frente da CBH não descansa e não descansará para fazer o melhor pelo hipismo e peço a todos que atuem para juntos fazermos esse ciclo virtuoso hípico de multiplicar, para que todos usufruam disso”, pontou Sperb.

Altetas premiados subiram ao palco para receber o Prêmio Brasil de Hipismo

Em seguida, foi dado início à premiação começando pelos campeões do Enduro de 2020 e 2021.

Na sequência, subiram ao palco os vencedores do Concurso Completo de 2021 e os campeões do Adestramento Paraequestre, também de 2021.

Finamente, foram premiados os vencedores do Adestramento e Salto no biênio 2021/2022. Os diretores das modalidades Marcelo Ulsenheimer do Enduro, João Malik Aragão do Concurso Completo, Sérgio de Fiori do Adestramento, e Barbara Laffranchi, representando a diretora do Adestramento Paraequestre, Claudiane Pasquali, e Fernando Sperb, representando o diretor de Salto Daniel Khury, cumprimentaram e condecoraram os homenageados da noite.

Confira a lista completa com todos os premiados do Hipismo brasileiro:

Assista a cerimônia do Prêmio Hipismo Brasil na integra

SALTO 2020/2021

CATEGORIAS DE BASE 2020
MINI-MIRIM Theo Seebacher Branco Jordão
PRÉ-MIRIM Filippo Colli
MIRIM João Malucelli Egoroff
JUNIOR Maria Luiza da Martha Vieira
PRÉ-JUNIOR Gabriela Munhoz Ongaratto Furlan
YOUNG RIDER Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça

CATEGORIAS DE BASE 2021
MINI-MIRIM Luiza Casale Fauvel de Moraes
PRÉ-MIRIM Raffalla Frugoli de Salles
MIRIM Raissa Alfredo Oliveira
JUNIOR Augusto Bonotto Perfeito
PRÉ-JUNIOR Felipe de Mello Siqueira Grecco
YOUNG RIDER Gabriel Baptista Braz

JOVEM CAVALEIRO 2020
JOVEM CAVALEIRO B Maria Claria Vieira Alves
JOVEM CAVALEIRO A Maria Fernanda Berto Silva
JOVEM CAVALEIRO Yasmin Russo Saikali
JOVEM CAVALEIRO TOP João Augusto Venancio Perez

JOVEM CAVALEIRO 2021
JOVEM CAVALEIRO Renata Ribeiro Lustosa Vieira
JOVEM CAVALEIRO B Dimitri Drummond Vivan
JOVEM CAVALEIRO A Ana Carolina da Rocha Cavalcanti e Cysne
JOVEM CAVALEIRO TOP Yasmin Russo Saikali

AMADOR 2020
AMADOR B Nathana Martins Bedran Calil
AMADOR A Thiago Machado Cavalheiro Moreno
AMADOR Patricia Watt Vianna
AMADOR TOP Marco Antonio Modesto Filhoi

AMADOR 2021
AMADOR B Gabriela Berro Marins Franco
AMADOR A Marcela Czarneski Correia Loureiro
AMADOR Patricia Watt Vianna
AMADOR TOP Marco Antonio Modesto Filho

MASTER 2020
MASTER B Paula Pastore
MASTER A Ricardo Leoni Maffei
MASTER Sergino Ribeiro de Mendonça
MASTER TOP Flavia Helena Junqueira Lopes

MASTER 2021
MASTER B Carla Moisés
MASTER A Maria Silvia Motta Mahfuz
MASTER Sergino Ribeiro de Mendonça
MASTER TOP Flavia Helena Junqueira Lopes

SENIOR TOP 2020
José Roberto Reynoso Fernandez Filho

SENIOR TOP 2021
Luciana Christina Guimarães Lossio

ADESTRAMENTO 2020/2021

CAVALOS NOVOS 2020
4 ANOS Novidade VO / Murilo Augusto Machado
5 ANOS Luar HM / Victor Trielli Avila
6 ANOS Jorge V.O / Murilo Augusto Machado
7 ANOS Inédito Santana / Vinicius Miranda da Costa

CAVALOS NOVOS 2021
4 ANOS Magnum M / Giovana Prado Pass
5 ANOS Luar HM / Victor Trielli Avila
6 ANOS Novidade V.O / Murilo Augusto Machado
7 ANOS Inédito Santana / Vinicius Miranda da Costa

ADESTRAMENTO 2020
PONEI ESCOLA TESTE A Isabella Christianini Naccache
INICIANTE JUVENIL/AMADOR Gabriel de Oliveira Domingues
ELEMENTAR MINI-MIRIM Luiz Otavio Bressani Correia
ELEMENTAR JUVENIL Gabriela Ribeiro
PRELIMINAR MIRIM Mariana Benedeti Maia Magalhães
PRELIMINAR JUVENIL Charlotte Hering Germscheid
MÉDIA I JUVENIL Serena van Parys Prada Piergili
MÉDIA II JUVENIL Bruna Hering Germscheid

ELEMENTAR AMADOR Juliana Domingues
ELEMENTAR PROFISSIONAL Edneu Senhorini
PRELIMINAR AMADOR Jessica Gorgach Serwaczak
PRELIMINAR PROFISSIONAL Ricardo Nardy Silva
MÉDIA I AMADOR Nicole Binder de Arruda Botelho
MÉDIA I PROFISSIONAL Paulo Cesar dos Santos
MÉDIA II AMADOR Joana Marie Sliwik
MÉDIA II PROFISSIONAL Eduardo Alves de Lima
FORTE I AMADOR CEL Cesar Alves da Silva
FORTE I PROFISSIONAL Marcos Roberto Lima
FORTE II AMADOR TOP Raquel Mendonça Maurell de Mattos
FORTE II PROFISSIONAL Paulo Cesar dos Santos
ESPECIAL SENIOR TOP Victor Trielli Avila


ADESTRAMENTO 2021
PONEI ESCOLA TESTE A Victoria Meire Faraoni Araoni
INICIANTE JUVENIL/AMADOR Laura Pedrini Silva
ELEMENTAR MINIMIRIM Valentina Toledo
ELEMENTAR JUVENIL Manuela Benatti
PRELIMINAR MIRIM Luiz Otavio Bressani Correia
PRELIMINAR JUVENIL Diego Sapiro
MÉDIA I JUVENIL Serena vann de Parys Prada Piergili
MÉDIA II JUVENIL Bruna Hering Germscheid

ELEMENTAR AMADOR Luiza Dias Ferreira Leite Mendonça
ELEMENTAR PROFISSIONAL Carlos Vicente Pereira Cardoso
PRELIMINAR AMADOR Fernanda Assad Negrelli
PRELIMINAR PROFISSIONAL Carlos Vicente Pereira Cardoso
MÉDIA I AMADOR Ingrid Yuri Prioste
MÉDIA I PROFISSIONAL João Paulo dos Santos
MÉDIA II AMADOR Mayara Guião
MÉDIA II PROFISSIONAL João Paulo dos Santos
FORTE I AMADOR Gabrielle Miranda Fischer
FORTE I PROFISSIONAL Paulo Cesar dos Santos
FORTE II AMADOR Paula Maria Pinto de Souza Nogueira
FORTE II SENIOR Eduardo Alves de Lima
ESPECIAL SENIOR TOP Victor Trielli Avila

CONCURSO COMPLETO DE EQUITAÇÃO 2021

BASE 0.50m Julian Silva de Almeida
MINI-MIRIM 0.50m Maria Eduarda Salta Nicoluzzi
PRÉ-MIRIM 0.75m Valentina Marchezzi Fofanoff
MIRIM 0.90m Rafael Spagnol Martins
AMADOR TOP – BR1* Beatriz Senra Casimiro
JOVEM CAVALEIRO TOP – BR1* Sophie Frolich Archangelo
JUNIOR – BR2 Bruno Uliana Pogi
SENIOR 2* Fabricio Caldas Albuquerque
SENIOR 3* Vinícius Albano Almeida Leal
AMADOR Daniela Daidju Izu
JOVEM CAVALEIRO 0.90m Livia Morimitsu Ingaki
AMADOR 0.75m Eduardo Borba
JOVEM CAVALEIRO 0.75m Ingrid Prioste
CAVALOS NOVOS 4 ANOS Khakifa da Vista / Vinicius Albano Almeida Leal
CAVALOS NOVOS 5 ANOS Alcapone de Rincão / Jeferson Sgnaolin Moreira
CAVALOS NOVOS 6 ANOS Iz Mongno / Rafael Silva Gouveia
CAVALOS NOVOS 7 ANOS Uruguai do Rincão / Pedro Henrique de Resende Nunes


ADESTRAMENTO PARAEQUESTRE 2021

GRAU I Sérgio Froes Ribeiro de Oliva
GRAU II Livia de Sousa Silva
GRAU III Flamarion Pereira da Silva
GRAU IV Rodolfo Luis Bertassoli Lucas
GRAU V Thiago Fonseca dos Santos

ENDURO 2020/2021

ENDURO 2020
GRADUADO JOVEM – EMPATE Izadora Maria Apolinário Creace
GRADUADO JOVEM – EMPATE Kaique Lopes
GRADUADO MIRIM João Vitor Bagarolli Rodrigues

120kM ADULTO Ederson Fernandes da Costa
120kM YOUNG RIDER – EMPATE Elisa da Silva Penna Chaves
120Km YOUNG RIDER – EMPATE José Caio Frisoni Vaz Guimarães
100KM ADULTO Rafaela Pantel Vianna
100KM YOUNG RIDER Veridiana Balassa de Abreu
80KM ADULTO Pedro Stefani Marino
80KM YOUNG RIDER Helena Haaland
60KM CURTA ADULTO Paula Rehder Toledo
60KM CURTA YOUNG RIDER Elisa da Silva Penna Chaves
GRADUADO ADULTO Flavio Daccache

ENDURO 2021
GRADUADO JOVEM Marco Aurélio Martins Publio Corrêa
GRADUADO MIRIM – EMPATADO Lara Reato Souza
GRADUADO MIRIM – EMPATADO Elisa Almeida Paes de Barros
GRADUADO MIRIM – EMPATADO Vitor Pereira de Souza
60KM CURTA MIRIM Eli Peres Steinbruch
40KM JOVEM Kaique Lopes
GRADUADO MIRIM – EMPATADO Lucas Beurdouche Machado

160KM ADULTO José Caio Frisoni Vaz Guimarães
140KM ADULTO Fernanda Carvalho Moreira de Abreu
120KM ADULTO Tiago Manetta Bicalho de Lana
120KM YOUNG RIDER João Pedro Bornia Antocheski
100KM – ADULTO Pedro Stefani Marino
100KM – YOUNG RIDER Diogo de Oliveira Martins
80KM ADULTO Telmo José Sousa Gois
80KM YOUNG RIDER Artur Leonel Ulsenheimer
80KM MIRIM Eli Peres Steinbruch
60KM CURTA ADULTO Carolina Cardoso Duarte
60KM CURTA YOUNG RIDER Carolina Rocca Borges
40KM ADULTO ADULTO Carolina Cardoso Duarte
40KM ADULTO ADULTO Patricia Bicudo Barbosa

Por: Assessoria de imprensa CBH

Fonte: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Categorias

COPYRIGHT © 2021 CAVALUS. TODOS DIREITOS RESERVADOS
ESSE SITE É PROTEGIDO PELO GOOGLE RECAPTCHA
POLÍTICA DE PRIVACIDADE | TERMOS DE SERVIÇO