Três Tambores & Seis Balizas

Tomorrow’s Legends, inédito programa internacional de prêmios agora no Brasil

O Programa Tomorrow’s Legends (Lendas do Amanhã) fomentará as provas brasileiras de Três Tambores e dará a largada durante a V Copa NBHA Brazil, em Avaré (SP)

Publicado

⠀em

Tomorrow’s Legends, inédito programa internacional de prêmios agora no Brasil

Elaborado pelos casais: Nick e Katelin Finissi; e Danny Cipri e Corinna Cosentino; o Programa Tomorrow’s Legends (TL) tem como finalidade expandir possibilidades, tanto para criadores como proprietários de garanhões, além do aumento de premiações extras, em dinheiro, para os competidores das provas de Três Tambores.

Trata-se de um conceito inédito de incentivo que oferece premiações extras em provas da modalidade reconhecidas internacionalmente, que já possuem premiações garantidas pelos Estados Unidos, Canadá e países Europeus. Agora, chega em nosso país respaldado pela chancela da NBHA Brazil, que terá o comando na organização de Abelardo Peixoto, presidente da entidade, além do grande apoio administrativo de Natasha Cesar.

Quem é quem!

E para conhecimento dos nossos quartistas, o casal norte-americano Nick e Katelin Finissi reside em Ohio, localizado na região centro-oeste dos Estados Unidos, e tem como mentora e porta-voz desse projeto a própria criadora. Ela conta seu envolvimento com cavalos vem desde jovem, competindo em provas de Salto e fazendo parte de eventos. “No ensino fundamental tive a sorte de conhecer alguns competidores de tambor, que eram ranqueados e possuíam cavalos da modalidade de Níveis 1 e 2 do país, e moravam perto da minha casa”, revelou Katelin.

“Durante essa época fui trabalhar para eles e me apaixonei pelos cavalos de Três Tambores. Isso foi um grande ensinamento, não só em aprimorar minhas habilidades de montar como, também, adquiri um vasto conhecimento em cavalos e os cuidados no manejo, tanto no trabalho com garanhões para monta natural como éguas com potros no pé”. Segundo ela, cursou também a faculdade de veterinária se tornando médica de equinos e prestou serviços para alguns ambulatórios e hospitais do segmento. “Eu trabalhei um período para o Centro Equino de Ensino aos Estagiários da Universidade Estadual de Ohio, onde basicamente ensinei cuidados médicos, auxiliei os alunos nas aulas de reprodução onde participavam no laboratório, coletando e avaliando os sêmens dos garanhões, além de inseminação artificial das éguas e na administração de injeções”.
Katelin disse que seu coração estava voltado à reprodução, embora esse trabalho e dedicação à carreira não lhe sobrava tempo para este fim com seus próprios cavalos visualizando o futuro.

Nick e Katelin Finissi – Katelin foi a mentora do Programa Tomorrow’s Legends

Continuando, informou que seu plantel teve início quando adquiriu algumas éguas de cria. “A primeira fêmea comprada foi a Razorback Rose, uma matriz mais erada de Apartação. “Por três vezes eu a acasalei com um filho de Dash for Perks, a qual gerou 12 potros classificados para o mundial da AQHA, sendo que três deles se consagraram campeões mundiais. Já os de Três Tambores gerados por ela continuaram competindo, destacando-se um animal mais velho que segue comprovando suas qualidades em pista. “Depois de algum tempo eu vendi a Razorback e a nova proprietária veio buscá-la pela manhã e um fato marcou muito esse dia. Mesmo a competidora nunca ter corrido nela, venceu a prova de tambor no rodeio naquela mesma noite. A égua continuou em campanha e acumulou a mais alta pontuação do ano em sua região, por três temporadas seguidas”, destacou a criadora que cita ainda outro produto do mesmo cruzamento vencedor de alguns Potros do Futuro.

Ela disse que suas atividades têm mudado muito desde que começou, como também a indústria do tambor: “Eu e meu marido, Nick, costumávamos puxar trailer por todo canto competindo em importantes provas, em vários estados, como: Ohio, Indiana, Tennessee, Oklahoma e Texas”.

O surgimento do Programa Tomorrow’s Legends

Katelin revelou que criou o Tomorrow’s Legends porque notou que havia alguns buracos no mercado de incentivos em relação às premiações e queria preencher esta lacuna. “Há alguns anos eu percebi o que estava acontecendo com os garanhões inéditos – que não tinham produtos ainda em campanha esportiva -, pois eles estavam sendo deixados de fora de programas de incentivos. Ficavam em longas listas de esperas que duravam anos e essa fatia do mercado ficava escasso, pois os possíveis compradores não adquiriam esses cavalos por não estarem inscritos nesses tipos de programas”, pontua a criadora dizendo que isso vinha causando um problema à medida que, mesmo determinados garanhões com bons patrimônios genéticos, estavam sendo esquecidos, além de algumas outras opções de incentivos que eram criadas com limite mínimo de potros como forma de exigência.

“Sem dúvida essa fatia de mercado vem sendo prejudicada, pois os garanhões que possuíam duas ou três gerações de produtos em pista e que ainda não tivessem tanto impacto, eram praticamente descartados. Então, queria solucionar esta questão e comecei analisar melhor como poderia criar um incentivo de premiação extra que atendesse essa faixa de garanhões, além de oferecer um apoio de marketing nacional e internacional”, destacou Katelin.

Ela conta que mencionou a ideia para seu amigo e treinador Danny Cipri, que era casado com a Corinna Cosentino. Ambos são consultores de venda de cavalos e, também, exportam para outros países o que facilitou o entendimento sobre o programa.
Danny e Corinna foram fundamentais no apoio ao TL

Nascido em Milão, na Itália, Danny Cipri treinou animais de várias modalidades de provas, desde American Trotter à Rédeas, antes de encontrar sua grande paixão que foi o tambor. Ele informou que competiu por toda a Europa e viajou bastante aos Estados Unidos: “Sabia que eu iria acabar treinando animais da geração Potro do Futuro em pistas norte-americanas, pois trabalhei em grandes ranchos, iniciando e treinando potros para os proprietários, antes de conhecer minha esposa Corinna em uma prova de Três Tambores, no Texas”. Ele revelou que, algum tempo depois, montaram um centro de reprodução e treinamento na própria fazenda da Corinna, em Indiana. “A partir daí, direcionei meu foco exclusivamente para a iniciação de animais para competição em Potros do Futuro, nas classes Abertas”, destacou o treinador.

Já sua esposa Corinna Cosentino, que morou e cresceu na cidade de Cleveland (Ohio), não sabia o que representava os Três Tambores até 15 anos atrás. “Eu sempre amei cavalos e na adolescência pratiquei algumas aulas de Salto e Trilha antes de desistir de montar e ir atrás da carreira de bailarina clássica e dança. Mas, a história se modificou quando meu vizinho me levou para assistir a uma prova de tambor em Indiana e eu fiquei em choque, então decidi praticá-la”, destacou Corinna.

Os amigos Danny e Corina deram grande apoio à Katelin para a elaboração do projeto

Ela revelou que, daquele momento em diante se esforçou em aprender: “Sem dúvida foram bons momentos, pois tive treinadores incríveis os quais me ensinaram muito, além de ter o privilégio de montar em bons cavalos. Com o tempo passei a viajar para rodeios e provas grandes por todo o país. Agora, tendo duas filhas, o tempo ficou mais reduzido para montar e competir e, então, passei a me dedicar na administração de nosso programa de reprodução e do Tomorrow’s Legends”.

Corinna informou ainda que em 2013, começaram a DC Farm Barrel Horses na fazenda do casal em Indiana e fez um sucesso rapidamente, tanto com animais de clientes quanto de nossa propriedade. “O Danny sempre teve olho bom para animais de tambor e um grande potencial para trabalhar com cavalos novos. No primeiro ano que ele competiu no BFA (Barrel Futurities Of America) classificou-se com uma égua incrível, chamada Shakem Dallas Gal”. Ela disse ainda que esse animal se tornou peça fundamental para o programa de reprodução: “A égua continuou a ganhar no Texas e em múltiplos campeonatos nacionais da IBHA (Indiana Barrel Horse Association)”. Concluindo, disse que o Danny também se qualificou para a semifinal do The American, além de conquistar vários primeiros lugares de 1D, em importantes provas por todo os Estados Unidos, entre eles os Futurities, com cavalos criados por ele ou treinados para clientes.

Com todo esse perfil traçado, foi fundamental e contribuiu para colocarem em prática o projeto. Em um dos encontros Danny disse à Katelin que, tanto alguns compradores como vendedores, expuseram a ele suas opiniões sobre os cavalos que eram exportados e que ficavam com o passar do tempo esquecidos, pois não eram computados em suas respetivas campanhas esportivas os ganhos obtidos. E, sem dúvida, isso frustrava-os pois todo o investimento que era feito desde a escolha do acasalamento, o nascimento do produto até o seu treinamento, os prejudicava para a participação nos projetos de incentivos.

Baseada nesta explanação, Katelin ratifica que nós Estados Unidos os ganhos dos animais em campanhas são acumulados e acessados através da Equistat. Já a maioria dos ganhos em dinheiro, para outros países, não são informados o que prejudica a valorização das produções das matrizes na hora de vende-los.

Ela disse ainda que, a partir do apoio do casal Corinna e Danny, sentiu que estava no caminho certo e que o trabalho, mesmo que árduo, serviu para montar o projeto para que a indústria do cavalo, de qualquer localização no globo, pudesse encontrar seu devido valor.

A largada do programa TL nos EUA

O primeiro evento do Programa Tomorrow’s Legends ocorreu em julho deste ano no Memorial The Challee Gilliland, na cidade de Cloverdale (Indiana). “E desde esta competição nós já distribuímos em premiação aproximadamente $200.000, tanto para os proprietários dos potros, pessoas responsáveis por inscrevê-los e proprietários de garanhões pelos Estados Unidos, Canadá e alguns países da Europa. Agora, estrearemos com esta premiação extra, em dinheiro, no Brasil”, destacou Katelin.

Sobre a repercussão do programa, ela disse que eles têm viajado para todas as provas do calendário norte-americano e a receptividade, por parte dos competidores e proprietários, tem sido muito positiva e gratificante. “Os criadores pedem a lista de inscrição porque querem cruzar suas matrizes com garanhões da TL, e os competidores nos agradecem por ter surgido uma premiação nesta escala e formato”.

E após poucos meses do lançamento, eles ressaltam alguns comentários que os deixaram muito satisfeitos e empolgados pelo futuro e crescimento do projeto. Um foi em relação ao proprietário de garanhão inédito, que os contactou dizendo que havia vendido seus potros desmamados para um interessado por causa da TL, e que estava empolgado pela premiação, em dinheiro, na região deles. Já o outro foi de um proprietário de um garanhão popularmente comprovado, relatando que a TL foi o incentivo número 1 solicitado pelos criadores.

“Nós gostaríamos de ter numerosos eventos em cada país, pois as filiações determinam o valor que podemos adicionar aos eventos. Quando os cavalos são inscritos, os valores das premiações são pagos na moeda do país de origem”, pontua Corinna.

“A missão principal da TL é a de expandir possibilidades para criadores e proprietários de garanhões, enquanto aumentamos premiações em dinheiro para os competidores. Nós queremos ajudar a cultivar e fomentar o esporte dos Três Tambores internacionalmente. Não consigo pensar em uma melhor forma de ajudar a fomentar e encorajar o esporte, não sendo através da premiação”, reafirma Danny, dizendo que o mercado de incentivo nos Estados Unidos é muito forte, pois temos percebido que agrega muito valor ao cavalo e as premiações em dinheiro mais altas continuam a encorajar mais pessoas a competirem”.

Copa Avaré, um incentivo extra

Para os promotores do projeto, a finalidade é abranger todo mundo, em qualquer lugar, que participe do esporte dos Três Tambores sendo beneficiado pelo Programa TL. E neste momento escolheram para a estreia no Brasil, com uma premiação extra, em dinheiro, de R$ 50.000,00 a 1ª Etapa da V Copa de Três Tambores NBHA-Brazil, que ocorrerá de 28 a 30 de outubro, no Parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel, na cidade de Avaré (SP). “E à medida que o Abelardo Peixoto e NBHA-Brazil têm sido incrivelmente acolhedores e apoiadores deste novo empreendimento para o país, nós estamos empolgados em estar alinhados com eles para tornar o evento fantástico a todos”, concluiu Katelin.

Outras informações, como regulamentos e fichas de inscrições, acesse o site: nbhabrazil.com.br / fones: (11) 99967.6971 – Abelardo Peixoto / (11) 98418.7774 – Natasha Cesar / (15) 99615.2815 – José Maria / e-mails: [email protected] / [email protected]

Colaboração: Abdalla J. Abib – assessor de imprensa do Programa Tomorrow’s Legends
Crédito das imagens: Divulgação

Veja mais notícias da modalidade Três Tambores no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads