Cavalo Árabe

Stud Rach conquista pódio triplo no Prêmio Maurício Fonseca Sad

Três animais de propriedade e criação do criatório de cavalos Árabe, de Boa Esperança/MG, levaram a melhor na sexta-feira (5) no Jockey Club de São Paulo

Publicado

⠀em

O Prêmio Maurício Fonseca Sad – realizado na última sexta-feira (5) no Jockey Club de São Paulo – foi encerrado com êxito para o Stud Rach. Afinal, o criatório de cavalos Árabes de Boa Esperança/MG conquistou pódio triplo no páreo.

Antes de mais nada vale mencionar que a prova, disputada em 1.200 metros na pista de areia, contou com 10 animais inscritos. Além disso, uma bolsa de R$ 10 mil foi distribuída para os três primeiros colocados. Portanto, o Stud Rach levou para casa a premiação total do páreo.

Logo após a largada, Gunter Rach – sob o comando do jóquei F. Larroque – assumiu a ponta seguido pelo companheiro de casa, Osiris Rach com o A.R. Oliveira. Enquanto isso, o terceiro membro da equipe em disputa no páreo, Mentor Rach com J. Silva se manteve atrás, na quarta posição.

Contudo, na reta final Mentor Rach foi avançando oponente por oponente pelo lado direito até se aproximar da ponta. Assim, cruzou a faixa final em primeiro lugar com tempo o de 1:15.567 (um minuto e quinze segundos). Na sequência, Gunter Rach fechou em segundo e Osiris Rach na terceira colocação.

Pódio triplo Stud Rach

Ambos animais são de criação e propriedade de Ricardo Saliba, do Stud Rach. “Ficamos orgulhosos de ganhar esse páreo por ser uma homenagem ao Mauricio Sad. O Mentor é um garanhão de linhagem pura polonesa. Um cavalo que tem a linhagem de campeões nacionais de Halter, mas atletas, e foi programado para ser um cavalo Corrida. Essa foi a segunda vitória dele e temos a intenção de usá-lo como reprodutor”, expôs o criador.

E ainda acrescentou: “O segundo colocado, Gunther já fez enduro. É um animal muito rápido. Ficou um tempo parado, retornou na Nacional 2020, participando das provas de Três Tambores e agora voltou para Corrida. E a Osiris é uma égua também filha de campeões. Três animais nossos concebidos para esporte, ficamos felizes de ter alcançado o objetivo do cruzamento”, finaliza Saliba.

Incentivo maior à Corrida

De acordo com a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), esta foi a segunda corrida oficial do ano da raça. A Associação, através do Diretor de Corrida Almir Ribeiro, vem realizando um forte trabalho de fomento, e ainda, com investimento de sheiks, que tem grande interesse no criatório nacional.

Por fim, vale destacar que o páreo homenageou o criador mineiro Maurício Fonseca Sad, do Haras Bahamas. Ele que criou cavalo Árabe por 20 anos até sua partida em 2019, deixando um legado de animais campeões da raça.

Resultado completo do páreo

1º Mentor Rach – I.Silva – 1:15.567
2º Gunther Rach – F.Larroque – 1:16.004
3º Osiris Rach – A.R. Oliveira – 1:16.391
4º RG Kemir – P.Jesus Ap – 1:18.374
5º Farouk AJR – L.Henriques – 1:19.566
6º RG Kansas – Jean Alves – 1:20.203
7º Maisa do Bagda – A.Mesquita – 1:24.035

Por Natália de Oliveira
Colaboração: ABCCA
Crédito das fotos: Divulgação/ABCCA/Porfirio Menezes

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads