Crioulo

Final Nacional da Paleteada apresenta seus campeões do ciclo

Prova em Esteio/RS contou com a participação de quase 200 duplas, divididas em Força A e Força B

O Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS, recebeu entre os dias 8 e 11 de outubro, a Final Nacional da Paleteada. Sobretudo, o ciclo 2020 do cavalo Crioulo da modalidade pode ser resumido em uma palavra: gente.

Em duplas, o gado foi paleteado por companheiros de lida, por mulheres e por campeões do Freio de Ouro. Bem como por amigos e irmãos, por gente que, acima de tudo, ama o Cavalo Crioulo.

Desse modo, essa atmosfera foi testemunhada por milhares de pessoas por meio das transmissões ao vivo feitas pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Afinal, foi respeitado o protocolo sanitário aplicado entidade, que não permitiu a presença do público em Esteio.

Antes de mais nada vale destacar que a Final Nacional da Paleteada distribuiu R$ 30 mil em premiação. Sendo assim, o ciclo da modalidade contou 51 etapas. Assim, foram ranqueadas 521 duplas – somando as duas forças. Como resultado, a final, por sua vez, mobilizou quase 200 dessas duplas e 650 cabeças de gado.

De acordo com a ABCCC, foram um pouco mais de 30 horas de prova na pista mais importante do cavalo Crioulo. Os jurados responsáveis por montar as classificações finais foram: Júlio Hax e Renato Morrone (na 1ª fase da Força A); Leandro Amaral e Fabrício Barbosa (na fase final da Força A); e, por fim, Gustavo Rodrigues e João Vitor Dutra (na Força B).

Campeões da Final Nacional da Paleteada

Antes de serem campeões da Força A, a dupla Luiz Alberto Martins Bastos, montando Cartilha 3725 da Tradição, e Carlos Silva Loureiro de Souza, montando Pioneira 3777 da Tradição, havia terminado a primeira fase na 2ª colocação.

Contudo, o salto à liderança se deu no domingo decisivo, quando os ginetes atingiram 87,50 pontos. Além do primeiro lugar, Carlos Silva Loureiro de Souza ainda garantiu o 4º lugar no pódio, desta vez com Guinther de Quadros Clós, que montou Itapitocai Epopeia 460.

“É uma satisfação muito grande pra gente que é apaixonado, que está sempre tentando estar aqui entre os melhores. O nível é muito forte, é muito competitivo. Sem dúvidas, a gente depende de muita gente, depende do apoio da família, dos patrões, dos amigos”, disse Carlos Loureiro de Souza.

E ainda acrescentou: “O Luiz Alberto, meu companheiro, merecia ser campeão há muito tempo. É extremamente dedicado, cavaleiro e foi quem fez o possível e o impossível para a nossa dupla estar no lugar mais alto do pódio”.

Na sequência, nas primeiras voltas por entre porteiras da Força B, a dupla Leonardo Kruger Comis e Greice Fabiana Zacharias Gomes, que montaram respectivamente Que Fera 3303 da Tradição e Estrella do Itapevy, terminou a 1ª fase na segunda colocação, com 46,50 pontos.

Porém, no domingo, a dupla conseguiu saltar à liderança, finalizando, assim, o certame com 76,25 de nota final. “Primeiramente, por ser um ano atípico e por ter aquela expectativa sobre acontecer ou não, é emocionante. Ainda mais pra gente que é apaixonado pelo Cavalo Crioulo, por estar no meio de amigos e por ganhar uma Força B que não é fácil. Ser campeã, principalmente aqui, em Esteio, nesta prova, é muito emocionante”, relatou a campeã Greice Fabiana.

Confira os resultados

FORÇA A

1º lugar
Luiz Alberto Martins Bastos montando Cartilha 3725 da Tradição e Carlos Silva Loureiro de Souza montando Pioneira 3777 da Tradição
Nota: 87,50

2º lugar
Emerson Luiz Barbosa Tomé Francisco montando Camb Quartela 522 e Guinther de Quadros Clós montando Camb Rubirosa 473
Nota: 84,75

3º lugar
Pedro Martins da Silva Móglia montando Percanta de Santa Thereza e Ramiro Raposo de Moura montando Pluma da Guajuvira
Nota: 79,00

4º lugar
Guinther de Quadro Clós montando Itapitocai Epopeia 460 e Carlos Silva Loureiro de Souza montando Itapitocai Salamanca 435

FORÇA B

1º lugar
Leonardo Kruger Comis montando Que Fera 3303 da Tradição e Greice Fabiana Zacharias Gomes montando Estrella do Itapevy
Nota: 76,25

2º lugar
Antonio Luis Martins Almada montando Hawai da GAP São Pedro e Gustavo Ferreira Domingues montando Fundamento de São Pedro
Nota: 73,13

3º lugar
Paulo Ricardo de Souza Lima montando FF Joia Rara e Floriano de Faria Corrêa montando Corticeira do Comaru
Nota: 70,88

4º lugar
Arthur Linhares Obino montando Farofa de São Pedro e Rafael Linhares da Silva montando Honduras da GAP São Pedro
Nota: 65,13

Fonte: ABCCC
Crédito da foto em destaque: Luiz Alberto e Carlos

Crédito da foto: Divulgação/ABCCC/Fernando Spolavori

Veja mais notícias do cavalo Crioulo no portal Cavalus

 

X