Crioulo

Gustavo Magalhães sobre ombros de gigantes

Conheça um pouco da história do competidor de Rédeas da raça Crioula

Publicado

⠀em

O entusiasmo em torno da modalidade de Rédeas está vivo há quatro anos na vida de Gustavo Magalhães Reis. Isso sem perder o foco no desenvolvimento pessoal como cavaleiro. Natural de Belo Horizonte/MG, o empresário e engenheiro alcançou resultados de gigantes nas últimas duas edições do Rédeas de Ouro, tanto como competidor quanto incentivador.

Afinal, em 2019 foi Campeão Potro do Futuro Amador, Reservado Campeão Nacional Amador e Campeão Categoria Sênior. Além de outras conquistas como criador e incentivador da raça. “Os nossos cavalos ainda ganharam no Campeonato Nacional Aberto e Potro do Futuro, com o Jone Carlos! E a maior nota da Copa Mapuche Reining”, relembrou com orgulho as vitórias.

Já no Rédeas de Ouro de 2020, Gustavo Magalhães garantiu dois importantes prêmios como competidor. Na Aberta Sênior, foi Reservado Campeão com Don Eldorado Marca dos Santos e, ainda, em terceiro lugar com Guri da Grande Passo. Sem falar ainda do título de Jubileu da Roraima na Nacional com Jone Carlos da Silva.

Crescimento

Para crescer, Gustavo se mantém em contato com grandes nomes de Rédeas. Enxergando, assim, mais longe por estar sobre ombros de gigantes, parafraseando o astrônomo Isaac Newton. “Acho importante sempre buscar evoluir e aprender com essa turma de craques. No ano passado treinei pouco, mas procuro ir ao CT do Junior Martins, em Brasília, ou no Jovenil Dias, em Goiânia. Quando posso, estico até Itatiba/SP e treino com o Jone e equipe”.

Além do esforço para preparar-se, o sentimento de gratidão o acompanha. Além dos agradecimentos à família (à esposa Denise e à filha Beatriz), aos incentivadores e treinadores, Gustavo garante que a Rédeas é uma grande família, que não para de crescer. “Sem dúvida, Rédeas mudou a minha vida. Me deu novas perspectivas. Um esporte que promove a persistência em evoluir continuamente, a fortalecer a humildade e a certeza de que nada somos além de eternos aprendizes”, finaliza.

Fonte: ABCCC
Crédito da foto em destaque:
 Divulgação/ABCCC/Felipe Ulbrich

Veja mais notícias do cavalo Crioulo no portal Cavalus

Crioulo

Cavalos da raça Crioula do plantel nacional são vendidos para a Bolívia

Agropecuarista do país vizinho é um grande admirados dos cavalos da raça do Brasil e, por isso, adquiriu três potrancos de genética destacada

Publicado

⠀em

Os cavalos da raça Crioula do plantel nacional vem atravessando fronteiras. Tanto que a partir de agora o novo mercado que começa a se abrir é a Bolívia. Afinal um pecuarista boliviano e  investidor de cavalos da raça Crioula adquiriu três potrancos de genética destacada, filhos de importantes garanhões da raça.

Conforme o que foi divulgado, o objetivo do comprador é o de agregar em suas éguas as virtudes do Cavalo Crioulo brasileiro. No qual o pecuarista boliviano diz que muito admira. Antes de mais nada vale frisar que os vendedores foram as Cabanhas Rio das Pedras, Cabanha Ilha Velha e Criatório Talavera, todos de Guarapuava/PR.

De acordo com o representante comercial da empresa que intermediu as vendas, a Trajano Silva Remates, Adilson Gavin, a maior satisfação reside no fato de ser uma venda pioneira para este país vizinho. Portanto, agora a expectativa é que esse primeiro investidor possa germinar uma nova semente de expansão para o Cavalo Crioulo, seguindo o exemplo do que vem ocorrendo nos últimos anos no Paraguai.

Já ara o diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, é um acontecimento inédito e abre um novo canal de negócios com um país que está bem economicamente no momento. “A pecuária lá está em franco crescimento e esta é uma semente que vai nos trazer uma comercialização fluente com a Bolívia daqui para frente. Esses bolivianos com quem estamos em contato pretendem formar um núcleo. Este fato terá um efeito cascata positivo para o mercado”, observa.

Os exemplares comercializados foram os potrancos Quebra Vento do Rio das Pedras, Pajé da Ilha Velha e GTA Pury.

Fonte: AgroEffective
Foto: Divulgação

Veja mais notícias do cavalo Crioulo no portal Cavalus

Continue lendo

Crioulo

Eventos oficiais da raça Crioula são suspensos no Rio Grande do Sul

Decisão foi tomada diante do aumento do número de casos de Covid-19 e o pico de internações em leitos hospitalares, obrigando o Governo do Estado a colocar todas as regiões na fase preta

Publicado

⠀em

Crioulaço do Cavalo Crioulo - Imagem: Felipe Ulbrich

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) comunicou a suspensão de todos os eventos oficiais da raça Crioula no Estado do Rio Grande do Sul. A medida começa a valer a partir deste sábado (27) e segue até o dia 12 de março.

De acordo com a Associação, a decisão foi tomada após análise da diretoria em razão do agravamento da situação da pandemia de Covid-19 no estado. Tanto que obrigou o Governo do Rio Grande do Sul a ampliar as restrições, colocando todas regiões em bandeira preta.

Afinal, vem sendo registrado um crescimento exponencial de contágio de coronavírus no Rio Grande do Sul. Bem como há um pico de internações em leitos hospitalares. Como resultado, o houve o esgotamento de UTIs em algumas cidades.

A ABCCC salienta que a suspensão apenas segue o decreto estadual e se inicia após a vigência do mesmo marcada para o próximo sábado. Conforme, aliás, horário e divulgação feitas pelos órgãos oficiais do governo do Rio Grande do Sul.

Seguindo as medidas de segurança e prevenção necessárias para o momento e respeitando os decretos dos órgãos governamentais. A suspensão é válida tanto para atividades de organização da própria ABCCC. Além, aliás, para provas ou quaisquer atividades promovidas pelos Núcleos de Criadores vinculados à entidade, que não poderão ser realizadas neste período.

Por fim, a associação informou que seguirá acompanhando a situação de enfrentamento à pandemia. Sendo assim, qualquer atualização a respeito do calendário de atividades será divulgada sempre através das nossas mídias oficiais. 

Fonte: ABCCC
Crédito da foto: Divulgação/ABCCC/Felipe Ulbrich

Veja mais notícias do cavalo Crioulo no portal Cavalus

Continue lendo

Crioulo

Núcleos se preparam para realização de Exposições Passaportes da raça Crioula

ABCCC divulga que serão 18 seletivas em sete Estados e eventos seguirão protocolos sanitários já estabelecidos e que tiveram êxito

Publicado

⠀em

Recentemente, a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) divulgou o calendário de Exposições Passaportes para o ciclo 2021. Antes de mais nada vale frisar que os eventos levam os oito melhores exemplares, quatro machos e quatro fêmeas, para a Nacional da Morfologia.

A princípio, o evento está previsto este ano para o período de 1º a 5 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS. Dessa forma, no total estão marcadas 18 seletivas em sete estados brasileiros, entre os meses de abril e julho.

De acordo com o vice-presidente de Núcleos e Expansão da ABCCC, Fellipe Boratto, os passaportes servem como incentivo para os núcleos. Haja vista que eles fazem divulgação para a raça em todos os cantos do país.

“Viemos de um ano sem passaportes, onde tínhamos uma programação que foi transferida para as prévias em Esteio. Mas para este ano a perspectiva é boa. Afinal, temos 18 passaportes agendadas para o ciclo. Destas, quatro são em regiões de fomento para a raça. Como, por exemplo, Uberaba, que foi um marco para a raça Crioula estar na mesma pista das raças zebuínas”, explica.

Boratto reforça também que as Exposições Passaportes sempre são bem vistas. Além disso, acabam proporcionando uma oportunidade para os criadores mais regionais levarem seus animais e testarem em pista. “E para os núcleos é uma oportunidade. Vejo que este ano teremos um bom número de inscritos. E os Núcleos realizarão os eventos com todos os protocolos necessários”, destaca.

Finalmente, a seleção dos locais desta temporada teve como base as cidades e os núcleos que iriam sediar as Passaportes no ciclo anterior. Isso quando não foi possível realizar as exposições neste formato devido à situação da pandemia de Covid-19.

Confira o calendário

  • Pelotas/RS (Região 1): 07 a 11/04/2021
  • Campo Grande/MS (Região 8): 10 e 11/04/2021
  • Caxias do Sul/RS (Região 6): 16 e 17/04/2021
  • Uberaba/MG (Região 8): 30/04 a 02/05/2021
  • Outonal de Esteio/RS (Região 6): 04 a 09/05/2021 (junto ao Bocal de Ouro)
  • Carazinho/RS (Região 4): 14 a 16/05/2021
  • Bagé (Região 2): 22 e 23/05/2021Uruguaiana/RS (Região 3): 28 e 29/05/2021
  • Guarapuava/PR (Região 7): 28 a 30/05/2021
  • Cuiabá/MT (Região 8): 04 e 05/06/2021
  • Encruzilhada do Sul/RS (Região 2): 05 e 06/06/2021
  • Canguçu/RS (Região 1): 11 a 13/06/2021
  • Araranguá/SC (Região 5): 11 a 13/06/2021
  • Ponta Grossa/PR (Região 7): 18 a 20/06/2021
  • Lages/SC (Região 5): 02 a 04/07/2021
  • São Borja/RS (Região 3): 09 e 10/07/2021
  • Santo Ângelo/RS (Região 3): 15 a 17/07/2021
  • Goiânia/GO (Região 8): aguardando data do município

* Datas sujeitas a alteração em razão da pandemia de Covid-19

Fonte: ABCCC
Crédito da foto: Divulgação/ABCCC/Felipe Ulbrich

Veja mais notícias do cavalo Crioulo no portal Cavalus

Continue lendo
X
X