Crioulo

Retrospectiva 2021 – Cavalo Crioulo

Na avaliação do presidente da ABCCC, Onécio Prado Junior, mesmo que a pandemia ainda traga desafios, houve crescimento da raça

Publicado

⠀em

Dando continuidade as retrospectivas das raças, a entrevista de hoje é com o presidente Associação de Criadores do Cavalo Crioulo (ABCCC), Onécio Prado Junior.

Ele salientou que 2021 foi um período de superação para a raça, em que foi preciso mexer no calendário de acordo com o avanço e arrefecimento da pandemia.

Confira a entrevista!

Portal Cavalus: Como foi o ano de 2021 para a raça Crioula?

Onécio Prado Junior: Este ano tivemos a pandemia durante todo o ciclo no qual precisamos nos adaptar. Mas, só temos que agradecer à comunidade do Cavalo Crioulo como um todo, desde o criador, o associado, proprietário até os ginetes, colaboradores, aqueles que trabalham na infraestrutura. Houve um envolvimento de todos eles nas diferentes modalidades.

Tivemos um ano de muita qualidade em todas as modalidades, com crescimento na parte técnica e na parte qualitativa. Não só em relação aos eventos, mas também na parte comercial, em relação aos leilões, que mudaram suas características, mas todos eles com grandes resultados e praticamente 100% de vendas e valores significativos.

Temos trabalhado bastante não só nas nossas provas de seleção, mas estamos nos dedicando muito aos outros esportes como o Laço, as Rédeas e o Team Penning, por exemplo. Também estamos trabalhando para levar o Cavalo Crioulo para o Centro Oeste e o Norte do Brasil, onde temos pecuárias extensivas e o Cavalo Crioulo é a principal ferramenta para este sucesso, pois sabemos que ele tem as características essenciais para o trabalho com o gado. Dentro deste leque, viemos trabalhando e estamos tendo resultados muito importantes.

Portal Cavalus: Quais são as expectativa para 2022

Onécio Prado Junior: Estamos trabalhando para que todas as localidades consigam fazer seus eventos e que toquem suas atividades nas próprias regiões. Fizemos um reestudo e aumentamos nossas cotas de auxílio nas credenciadoras, estamos nos dispondo a ajudar todos os nossos núcleos nas estruturas para que possam voltar a realizar suas atividades. Precisamos fazer a roda girar novamente.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Felipe Ulbrich/Divulgação

Mais notícias sobre o cavalo Crioulo no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads