Mangalarga Marchador

ABCCMM conquista certificado para exportação de embriões congelados

Publicado

⠀em

Feito inédito conquistado pelo Mangalarga Marchador abrirá caminho para todas as raças de equinos no Brasil que sejam demandadas pelos Estados Unidos, informa ABCCMM

A Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) informa um feito inédito para o agronegócio brasileiro. Trata-se da conquista do certificado zoossanitário internacional para exportação de embriões congelados.

Sobretudo, a entidade deu os primeiros passos dentro deste projeto em agosto de 2019. Isso por meio do presidente da Comissão de Comércio Exterior da ABCCMM, Flávio Tavares.

Na época, ele protocolou o processo junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). Este que, acima de tudo, pleiteava a normatização da produção, controle e exportação de embriões equinos congelados para os Estados Unidos.

Quase um ano depois, todo o empenho de Flávio Tavares alcançou resultados satisfatórios. Afinal, agora é possível a emissão do Certificado Zoossanitário Internacional para Exportação de Embriões Equinos do Brasil juntamente ao MAPA. Sendo assim, todas as raças de equinos do país poderão solicitar a emissão do certificado.

Inegavelmente, os Estados Unidos possui o maior mercado equestre do mundo, com um plantel de 7 milhões de animais. Deste total, 3.1 milhões de cavalos para sela e lazer, onde se encaixa o cavalo Mangalarga Marchador. 

Flávio Tavares é autor do projeto de internacionalização da raça com genética atualizada e diversificada – Foto: Divulgação/ABCCMM

Trabalho árduo

Médico veterinário especialista em reprodução equina e criador de Mangalarga Marchador, Flávio Tavares não mediu esforços para conseguir esse feito. Vista que a normatização ajudará a expandir a raça internacionalmente.

“Em função dos altíssimos custos para a importação de animais, o envio de embriões congelados atenderá um problema que a raça enfrentava e almejava há anos. Este para se expandir internacionalmente”.

E ainda acrescentou: “Portanto, de maneira pioneira, o governo americano aprovou um acordo sanitário que permite o uso dessa biotecnologia. Estou muito feliz por colaborar com o feito. Almejo a evolução da tropa e o aquecimento do mercado internacional”, finaliza.

Fonte: ABCCMM
Crédito da foto em destaque: Divulgação/ABCCMM/Júlio Oliveira

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Mangalarga Marchador

Exposição Brasileira do Criador se consolida no calendário do Mangalarga Marchador

Consolidada no calendário da raça, exposição teve 55 categorias disputadas, além de homenagem a Mário Figueiredo

Publicado

⠀em

Exposição Brasileira do Criador

Na última semana, a raça Mangalarga Marchador viveu mais um importante acontecimento, a segunda Exposição Brasileira do Criador, realizada em Tietê (SP).  A competição reuniu 450 animais de todo o Brasil, na pista do complexo Haras Raphaela.

A Exposição Brasileira do Criador foi transmitida todos os dias pelo portal da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador – ABCCMM e teve milhares de visualizações. O campeonato, divido em 55 categorias, cada uma com sua peculiaridade em show de marcha.

Exposição Brasileira do Criador

Para Mário Figueiredo, idealizador da competição, a Exposição Brasileira do Criador é um momento oportuno que leva o titular da tropa a avaliar como está a atual criação, já que nela podem participar somente animais de sufixo próprio.

Criadores/expositores marcaram presença no evento. Para o presidente da ABCCMM, Daniel Borja, a exposição se consolida por definitivo nesse formato no calendário anual da raça.

“Essa Exposição do Criador, sempre foi tradição dentro dos CBM´s. Em 2019, nós não a incluímos, visto que era mais um campeonato dentro um grande evento. Tendo em vista a importância da competição, durante o CBM de Caxambu, o Mário da Três Barras, me chamou e falou: ‘Siriema, essa Expo do criador não pode acabar’… Foi quando ele me propôs o grande evento em Varginha, ideia imediatamente aceita. Hoje a exposição é sucesso total nesse formato”, enfatizou Daniel.

O presidente também atribui o sucesso dessa edição da Exposição do Criador ao trabalho incansável de Mário Figueiredo & Cia. Ele, desde o início do ano começou a empreitada para realização da mostra em Varginha, posteriormente Caxambu.

“Com a pandemia e a alta taxa na região, não foi possível a realização do evento, até que veio a turma de São Paulo, do Núcleo Bandeirantes, na figura do presidente Denilson, do Rodrigo da Agro Texas, e Deus mais uma vez horando, conseguimos fazer a Exposição Brasileira do Criador. Impossível não deixar de citar também a dedicação do amigo Cristiano Ladeira, do operacional. Tudo lindo e em tempo recorde”. Reconheceu o presidente.

Homenagem

Por fim, em pausa nos julgamentos, a noite de sábado, 26 de junho, foi dedicada para homenagens. Na ocasião, Mário Figueiredo agradeceu a oportunidade do momento. Homenageado da vez, ele recebeu diretamente das mãos do presidente Daniel uma placa especial em reconhecimento ao empenho, visão pioneira, força de trabalho, e dedicação nas pistas.

O resultados completo já está disponível no site da associação.

Fonte: ABCCMM
Crédito das foto em destaque: Divulgação/Gabriel Lage

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

Eventos oficias do Mangalarga Marchador serão retomados

De acordo com a ABCCMM, os eventos oficiais da raça estão liberados a partir do dia 19 de abril, desde que seguindo os protocolos de segurança por causa da pandemia

Publicado

⠀em

Eventos oficias do Mangalarga Marchador serão retomados

Após um período de paralisação em decorrência do agravamento da pandemia da Covid-19 no país, a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) divulgou a retomada de todos os eventos oficiais da raça. De acordo com a entidade, a liberação acontece a partir do dia 19 de abril.

Contudo, vale frisar que o país ainda se encontra em período de pandemia. Portanto, para a realização de Exposições e Copas de Marcha, a ABCCMM reitera, mais uma vez, as regras estipuladas visando a segurança dos participantes e trabalhadores dos eventos oficiais.

Ou seja, a ABCCMM determina que o início dos trabalhos ocorra às 8 horas e seu término às 21 horas. Quanto ao número de animais, o limite se mantêm em 100 animais por dia nas Copas de Marcha. Já nas Exposição julgadas em três dias, o limite é de 220 por dia.

LEIA TAMBÉM

Além disso, os eventos acima de 220 animais deverão ser obrigatoriamente estendidos para quatro ou mais dias de julgamento. Em caso de descumprimento das regras, a ABCCMM alerta que as empresas organizadoras dos eventos oficiais estão sujeitas a sanções, além da não pontuação do evento no Ranking.

Por fim, a Associação oficial do cavalo Mangalarga Marchador faz outro alerta. Sobretudo, os organizadores dos eventos oficiais fiquem atentos com as medidas protetivas e de segurança exigidas pelos órgãos públicos.

Por Equipe Cavalus
Fonte: ABCCMM
Crédito das foto em destaque: Divulgação/H. Possebon

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

Veja dicas de equitação para cavaleiros e amazonas mirins

A correta equitação serve para facilitar o controle do cavalo, a execução dos comandos e a performance durante as disputas

Publicado

⠀em

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Mangalarga Marchador (ABCCMM) criou as Provas Mirins para que cavaleiros e amazonas mirins que, desde novinhos já curtem montar, possam aproveitar a raça na mais pura essência. Antes de mais nada vale destacar que as Provas Mirins estão, geralmente, inseridas na programação social de alguns eventos da raça. Entre eles, Exposições Especializadas, Copas de Marcha e até a Nacional da raça.

A fim de auxiliar cavaleiros e amazonas mirins a se darem bem nessas disputas, a ABCCMM separou algumas dicas de equitação. Acima de tudo, o treinamento e a busca por conhecimento são pontos fundamentais para o aprimoramento das técnicas exigidas durante o julgamento destas provas.

De acordo com o instrutor de equitação da  ABCCMM, Cristiano Rangel, a correta equitação serve para facilitar o controle do cavalo, a execução dos comandos e a performance. Afinal, a atividade tem sido uma grande ferramenta no auxilio ao desenvolvimento humano.

“A equitação tem a capacidade de aprimorar a parte física e coordenação motora do cavaleiro\amazona. Mas muito mais que isso, tem sido uma ferramenta que trabalha o emocional. As crianças começam a ter acesso a disciplina, a autoestima, a concentração e ao respeito. Os profissionais por exemplo, começam a desenvolver  liderança. Uma interação especial entre cavalo\cavaleiro”, explica.

Equitação x Mangalarga Marchador

Ainda de acordo com o instrutor, quem escolhe o cavalo Mangalarga Marchador para iniciar na equitação está em boas mãos, “Não tenho dúvidas que o Marchador é um dos melhores cavalos de sela do mundo. Não só pela aptidão ao serviço, pela habilidade que o cavalo tem na função, mas principalmente pelo temperamento e índole”.

E ainda acrescenta: “O Mangalarga Marchador é utilizado nas escolinhas de equitação, em clínicas de equoterapia justamente por essas características. Então, quem está começando a dica importante, é exatamente essa: que se inicie com o Mangalarga Marchador e treinamento constante”, finaliza Rangel.

Por Equipe Cavalus
Fonte: ABCCMM
Crédito das foto em destaque: Divulgação/H. Possebon

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

1ª Expo Especializada Marchador de Tatuí reúne 203 animais

Confira os resultados dos grandes campeonatos da Expo Especializada Marchador de Tatuí, tanto marcha batida quanto de picada

Publicado

⠀em

A 1ª Expo Especializada Marchador de Tatuí/SP foi encerrada sob aplausos de criadores e expositores participantes. Ao todo, o evento – realizado de 02 a 06 de março – reuniu 203 animais, sendo 127 de marcha batida e 76 de picada.

“Exposição de altíssimo nível”, foi o que garantiram vários criadores e expositores do evento, organizado pelo Núcleo de Jundiaí, Região e Circuito das Águas. Dessa forma, a pista do Centro Hípico de Tatuí  foi palco das disputas dos exemplares da raça Mangalarga Marchador.

Lucas Fernando Augusto ficou a cargo do julgamento do andamento dos animais. Já a parte morfológica, José Renato Costa Caiado foi quem comandou os julgamentos. Além disso, o técnico de admissão do evento foi Luiz Henrique de Simone. 

Por fim, vale destacar que o evento seguiu todos os protocolos de segurança em decorrência da pandemia. Bem como uso de máscara facial, distanciamento no recinto, aberto apenas aos expositores, aferição de temperatura, etc.

Abaixo você confere os resultados dos grandes campeonatos da 1ª Expo Especializada Marchador de Tatuí:

Campeões da Marcha Batida

Marchador Ideal
– Adulto Fêmea: Honduras do Conforto – Haras Conforto – Sorocaba/SP
– Adulto Macho: Quixote Apalache – Condomínio Apalache

Campeões dos Campeões da Raça
– Jovem Fêmea: Veneza do Minatto – Haras Aurora – Nova Veneza/SC
Adulto Fêmea: Gilete do Conforto – Haras Agrotex – Tatuí/SP
– Adulto Macho: Éssico do Conforto – Condomínio Éssico do Conforto

Campeões dos Campeões de Marcha
– Jovem Fêmea: Elita da Agrotexas – Haras Agrotex – Tatuí/SP 
– Adulto Fêmea: Deusa do Porto Palmeira – Haras Porto Palmeira – Sapiranga/RS
– Adulto Macho: Éssico do Conforto – Condomínio Éssico do Conforto

Resultado Marcha Picada

Marchador Ideal
– Adulto Fêmea: Chalana Beira Rio – Haras Havana – Porto Feliz/SP
– Adulto Macho: Romano do Cônego Vitor – Haras Havana – Porto Feliz/SP

Campeão dos Campeões da Raça
– Adulto Fêmea: Helga M.P.O. – Haras do Potrinho – Borda da Mata/MG
– Adulto Macho: Baruk Haras Havana – Haras Havana – Porto Feliz/SP

Campeão dos Campeões da Marcha
– Adulto Fêmea: Esmeralda da Pedra Ferrada – Haras Havana – Porto Feliz/SP
– Adulto Macho: Romano do Cônego Vitor – Haras Havana – Porto Feliz/SP

Por Natália de Oliveira
Crédito da foto: Divulgação/LR Eventos

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

Exposição Brasileira do Criador é suspensa

Decisão foi tomada em decorrência do agravamento da pandemia da Covid-19 em todo o país, informou o presidente da ABCCMM

Publicado

⠀em

Em decorrência do agravamento da pandemia da Covid-19, a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Mangalarga Marchador (ABCCMM) informou nesta semana que optou por adiar a Exposição Brasileira do Criador. A princípio, o evento aconteceria entre os dias 17 a 21 de março, no Parque de Exposições de Varginha/MG.

Através de um vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente da ABCCMM, Daniel Borja, ao lado do diretor financeiro da entidade, Adolfo Géo Filho, deram a notícia aos amantes da raça. “Nós estamos vindo aqui, eu e o Adolfo, para dar uma notícia que a gente não gostaria de dar. A gente prefere falar sobre os eventos da raça. Mas hoje viemos fazer um aviso: nós estamos suspendendo a Exposição Brasileira do Criador”.

E o presidente ainda acrescentou: “Um evento que estávamos sonhando em fazer e realizar, mas devido ao momento atual, com a pandemia que estamos vivendo, a gente sabe que a prudência neste momento é muito importante”, frisou Daniel Borja.

Decisão tomada com autoridades sanitárias

Ainda de acordo com o que foi dito no vídeo, a ABCCMM chegou falar com autoridades sanitárias antes de tomar a decisão pela suspensão da Exposição Brasileira do Criador. “Tivemos contato com algumas autoridades sanitárias do estado, pedimos a opinião de dois membros que trabalham com a gente, que dão apoio nessa área, e a decisão foi unanime pra gente suspender até essa pandemia melhorar”, disse Adolfo no vídeo.

Por fim, o diretor da ABCCMM disse que o momento é, sem dúvida, de priorizar o bem-estar e a saúde de todos.  “Nós temos que nos preocupar com a vida dos seres humanos, dos nossos funcionários, colaboradores. É a decisão acertada e vamos juntos que daqui a pouco estamos superando isso aí”, finalizou, portanto, Adolfo no vídeo do comunicado.

Por Natália de Oliveira
Fonte: ABCCMM
Crédito das foto em destaque: Divulgação/ABCCMM

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

1ª Expo Especializada Marchador de Tatuí teve início nesta terça-feira

Disputas de marcha e morfologia do evento foram separados em dias exclusivos para marcha picada e outros somente para batida; confira a programação completa

Publicado

⠀em

Teve início na manhã desta terça-feira (02) a 1ª Expo Especializada de Tatuí/SP. Com disputas de animais da raça Mangalarga Marchador, tanto de marcha picada quanto batida, o evento segue até sábado (06) no Centro Hípico de Tatuí. 

Organizado pelo Núcleo de Jundiaí, Região e Circuito das Águas, a 1ª Expo Especializada Marchador de Tatuí dividiu as disputas em duas etapas. Ou seja, de terça a quarta-feira, os animais de marcha picada serão julgados. Depois, de quinta-feira a sábado, entram em pista os exemplares de marcha batida.

Dessa forma, para o julgamento do andamento dos animais Lucas Fernando Augusto será o árbitro. Já a parte morfológica ficará a cargo de José Renato Costa Caiado. Além disso, o técnico de admissão do evento é Luiz Henrique de Simone. 

Entre a programação do evento, na quinta-feira (04), a partir das 19h, será realizado um Dia de Campo no Haras Agrotexas. Afinal, o criatório fica localizado em Tatuí, próximo do Centro Hípico da cidade.

Por fim, vale destacar que o evento segue todos os protocolos de segurança em decorrência da pandemia. Bem como uso de máscara facial, distanciamento no recinto, aberto apenas aos expositores, aferição de temperatura, etc.

Outras informações sobre a Expo Especializada Marchador de Tatuí você encontra no site www.eventoslr.net.br/home/.

Evento segue até sábado (06) em Tatuí – Foto: Divulgação/LR Eventos

Programação Marcha Picada

02/03, terça-feira  
=> 8h, início dos julgamentos de morfologia: Cavalo Júnior, Cavalo Jovem, Cavalo, Cavalo Adulto, Cavalo Sênior, Égua Junior, Égua Jovem, Égua, Égua Adulta e Égua Sênior;

=> na sequência, campeonatos de marcha: Cavalo Júnior, Cavalo Jovem, Cavalo, Cavalo Adulto, Égua Junior, Égua Jovem, Égua, Égua Adulta e Égua Sênior;

03/03, quarta-feira
=> 9h, início dos julgamentos: Potro Mirim, Potra Mirim, Castrado, Morfologia Grande Raça, Marcha Grande da Raça e Campeão dos Campeões;

Programação Marcha Batida

04/03, quinta-feira
=> 9h, início dos julgamentos: Potros, Potras, Morfologia Cavalo Júnior, Morfologia Cavalo Jovem, Morfologia Cavalo, Morfologia Cavalo Adulto, Marcha Cavalo Júnior, Marcha Cavalo Jovem, Marcha Cavalo e Marcha Cavalo Adulto;

=> 19h, Dia de Campo no Haras Agrotexas

05/03, sexta-feira
=> 9h, início dos julgamentos de morfologia: Cavalo Sênior, Égua Junior, Égua Jovem, Égua, Égua Adulta e Égua Sênior;

=> na sequência, campeonatos de marcha: Cavalo Sênior, Égua Junior, Égua Jovem, Égua, Égua Adulta e Égua Sênior;

06/03, sábado
=> 9h, início dos julgamentos: Grandes Campeonatos Jovem da Raça, Morfologias Grande Campeonato Adulto da Raça e Marcha Campeão dos Campeões;

Por Natália de Oliveira
Crédito da foto: Divulgação/LR Eventos

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

Criador de Mangalarga Marchador assume como Ministro da Cidadania

João Inácio Ribeiro Roma Neto tomou posse do cargo em cerimônia com a presença do presidente da ABCCMM

Publicado

⠀em

O criador de cavalos da raça Mangalarga Marchador e deputado pelo Republicanos/BA, João Inácio Ribeiro Roma Neto assumiu recentemente o cargo como Ministro da Cidadania. A posse foi realizada no dia 24 de fevereiro

A cerimônia oficial para a ocupação do cargo – realizada no dia 24 de fevereiro – contou com a presença do presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMN), Daniel Borja. Na ocasião, ele aproveitou o ensejo para desejar ao amigo votos de êxito e sucesso nessa nova etapa.

João Inácio, tem 48 anos, é natural de Recife/PE e formado em Direito. Mas foi eleito deputado federal pela Bahia em outubro de 2018. Ele é fã do Mangalarga Marchador, raça que escolheu criar no Haras Lago Negro ao lado dos sócios Lucas Villas Boas, Oscar Villas Boas e Ricardo Ferraz.

O criatório está localizado no município da Conceição da Feira/BA e apresenta uma estrutura funcional para o treinamento de um cavalo atleta. Cada sócio ocupa uma função específica no haras, mas todos têm em comum a paixão por cavalos. 

Sobretudo, a Linhagem 53 da raça Mangalarga Marchador está presente na criação do Haras Lago Negro. Do mesmo modo, o novo Ministro da Cidadania João Romão busca usar animais que agreguem e tenham sangue das mesmas origens, com aberturas interessantes

Por Equipe Cavalus
Fonte: ABCCMM
Crédito das foto em destaque: Divulgação/ H. Possebon

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

Exposição Brasileira do Criador 2021 é confirmada

Disputas acontecem de 17 a 21 de março no Parque de Exposições de Varginha/MG; inscrições seguem abertas até o dia 13 de março

Publicado

⠀em

A edição 2021 da Exposição Brasileira do Criador já tem data marcada. De acordo com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Mangalarga Marchador (ABCCMM), as disputas acontecem de 17 a 21 de março, no Parque de Exposições de Varginha/MG.

Antes de mais nada vale lembrar que a edição 2020 da Exposição Brasileira do Criador foi remodelada. Mesmo assim, ainda de acordo com a ABCCMM, foi um sucesso de público e de qualidade em pista.

Como critério, a Associação estabeleceu que só podem participar do evento animais do sufixo do expositor. Dessa forma, o objetivo desta iniciativa é valorizar os criadores de todo o Brasil que queiram mostrar nas pistas o seu trabalho de seleção.


Sendo assim, os criadores interessados em participar devem efetuar suas inscrições clicando aqui  até o dia 13 de março. Aliás, o valor da inscrição é de R$ 400 + R$ 100 do kit (camisa e boné dos apresentadores) + R$ 60 da manta.

Por fim, vale mencionar a dupla que estará no comando da arbitragem nos animais puxados e progênies: Aluízio Maciel Pereira Filho (morfologia) e Márcio Meirelles Leite (marcha). Já nos animais montados, os árbitros serão: Aluízio Maciel Pereira Filho e Roberto Alves Ribas, na morfologia, e Márcio Meirelles Leite, Bruno Fillipe de Souza Lima e Silva e Victor Augusto Costa Andrade, na marcha.

História da Exposição Brasileira do Criador

A Exposição Brasileira do Criador é um evento tradicional da raça Mangalarga Marchador que ficou um tempo adormecida acoplada aos Campeonato Brasileiros de Marcha (CBM). O que, certamente, lhe tirou muito de seu objetivo.

Dessa forma, para 2020 a exposição foi remodelada e mantido para 2021. “O projeto da Exposição Brasileira do Criador foi cuidadosamente pensado para dar maior conforto aos criadores e
apaixonados pela raça. Teremos camarotes para os criadores mais exigentes, além de Choperia, Villa Gourmet e Áreas Comercias para selarias e empresas. Sem falar nas atrações musicais com shows no nosso tradicional espaço vida e marcha. Pensando na família do criador, teremos Espaço Kids para a criançada e Espaço Mulher para as esposas, com joalheria”, enfatiza a ABCCMM.

Ademais, entre as atrações da exposição há o Leilão do Criador, marcado para o dia 19 de março. Como resultado, irá ofertar uma tropa selecionada na cabeceira dos principais criatórios do país. “Por fim, vale citar que serão adotados todos os protocolos sanitários exigidos pelos órgãos responsáveis”, finaliza a entidade.

Por Natália de Oliveira
Fonte: ABCCMM
Crédito das foto em destaque: Divulgação/ H. Possebon

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

Entenda como funciona a escolha do sufixo dentro da raça

Alguns critérios básicos devem ser seguidos na hora da escolha do sufixo, de acordo com o Regulamento do Serviço de Registro Genealógico da ABCCMM

Publicado

⠀em

Um momento muito importante para qualquer criador de cavalos se refere a escolha do sufixo que será adotado por ele. Afinal, é através do sufixo que um criatório será reconhecido dentro da raça. Pois, entre outras coisas, ele identificará os animais de determinada criação.


No caso da raça Mangalarga Marchador, alguns critérios básicos devem ser seguidos na hora da escolha do sufixo. Sendo, portanto, todos previstos no Regulamento do Serviço de Registro Genealógico (SRG) da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Mangalarga Marchador (ABCCMM).

A princípio, a não utilização de palavras homófonas. Ou seja, palavras pronunciadas da mesma forma, mas escritas de forma diferente, apresentando significados diferentes. Além disso, não é permitido que a escolha do sufixo tenha sentido dúbio.

Por fim, obviamente, o sufixo não pode já ter sido registrado na entidade, bem como não é permitido acrescentar letras e números a sufixos já existentes. “A escolha do sufixo será feita pelo próprio criador e em seguida submetida à aprovação da Superintendência do SRG”, explica a ABCCMM.

Dessa forma, quando aprovado o nome passa a ser de uso exclusivo daquele associado. Caso o criador deseje alguma alteração, ele deverá realizar solicitação formal ao SRG. “Aprovada a mudança, o sufixo anterior ficará livre para escolha e uso de outro associado”.

Contudo, vale destacar que os animais já registrados com o sufixo liberado permanecerão com os mesmos nomes, alerta a Associação.

Para conferir o Regulamento completo do SRG da ABCCMM, clique aqui.

Por Natália de Oliveira
Fonte: ABCCMM
Crédito das foto em destaque: Divulgação/ H. Possebon

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo

Mangalarga Marchador

Morre Haity Caxambuense, maior garanhão de marcha picada de todos os tempos

Ele tinha 31 anos, era saudável e livre. “Chegou a hora dele”, garantiu o Haras Zel, proprietário do animal, através de comunicado nas redes sociais

Publicado

⠀em

A raça Mangalarga Marchador se despediu recentemente da maior lenda da marcha picada de todo os tempos. Trata-se de Haity Caxambuense, garanhão apontado pelos amantes da raça como o divisor de águas para a evolução da marcha picada no país.

De propriedade do Haras Zel, do Comendador Laurinho Megale, a morte de Haity Caxambuense foi anunciada na página oficial do criatório nas redes sociais. Antes de mais nada vale esclarecer que ele tinha 31 anos, era saudável e livre. “Mas chegou a hora dele”, foi a explicação dada aos seguidores pelo perfil do criatório no Instagram.

Em questão de pouco tempo do anúncio do falecimento do garanhão, muitos fizeram questão de prestar sua homenagem. “Simplesmente uma lenda”, disse um seguidor. “Cavalaço de temperamento, índole e beleza”, acrescentou outro. “A base de muitos haras do país. Ele deixou uma linda e brilhante história para ser passada de gerações a gerações”, enfatizou um terceiro.

LEIA TAMBÉM

Morre Haity Caxambuense – Divulgação/Ricardo Mendes

A perda de uma lenda

Pai do principal garanhão de Marcha Picada da Atualidade, Elfo do Porto Azul, Haity Caxambuense produziu os principais descendentes de marcha picada da raça. Além disso, também contribuiu expressivamente na criação do Haras Caxambuense, que é o criatório responsável pela sua criação.

Afinal, ele deixou por lá Princesa do J. Granado. Portanto além de ter sido um pilar na marcha picada, o garanhão também deixou na marcha batida grandes marchadores. Diante de tantos feitos, o Haras Zel fez questão de prestar uma linda homenagem a Haity.

“Em todas as lindas histórias que poderíamos viver aqui, ele estava. Ele foi o começo acertado, a aposta crua, o conhecimento adquirido ao longo dos anos. Quando seu José Lauro Megale o trouxe lá de Caxambu, talvez não tinha ainda a noção do tamanho de sua importância e da história que escreveria”, cita o comunicado.

E finaliza dizendo. “O Haras Zel cresceu ouvindo: temos o melhor cavalo do Brasil. E na verdade ele se tornaria ainda melhor. Foi ele que trouxe o primeiro título Nacional já no comando do Comendador. Foi ele que espalhou por todo o país a genética campeã e revolucionou a marcha picada. Ideal para o que sonhamos. Perfeito para nós. Ele é nosso passado, nosso presente e nosso futuro. Tivemos a honra de dar a ele a melhor condição até o último minuto. Tivemos a honra de sua companhia majestosa até o fim. Nossas lágrimas são de saudade, orgulho e gratidão. Obrigado, amigo Haity Caxambuense”.

Por fim, vale acrescentar que a perda foi grande, mas o legado de Haity Caxambuense é eterno. Agora, portanto, a lenda descansa.

Por Natália de Oliveira
Crédito das foto em destaque: Divulgação/ J.Oliveira 

Veja mais notícias sobre o Mangalarga Marchador no portal Cavalus

Continue lendo