Mangalarga

Mangalarga dá um show em pista na 42ª Expo Nacional

Evento foi realizado de 19 a 28 de novembro no Centro Hípico de Tatuí, no interior de São Paulo

Publicado

⠀em

“Um verdadeiro sucesso”, foi assim que a diretoria da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) resumiu o maior evento da raça. Trata-se da 42ª Expo Nacional, que foi realizada de 19 a 28 de novembro, na belíssima estrutura do Centro Hípico de Tatuí/SP.

“O evento superou todas as nossas melhores expectativas, não só pelo número de animais inscritos e expositores, mas pela funcionalidade do Centro Hípico Tatuí. Uma pista nova, maravilhosa, de uma qualidade muito boa e que nos proporcionou uma comunicação visual muito boa”, conta Luís Ópice presidente da ABCCRM.

Cavalo Mangalarga deu um verdadeiro show em pista – Foto: Divulgação/Fellipe Araújo.

Mesmo diante da pandemia do novo coronavírus, que impediu, aliás, que a 42ª Expo Nacional fosse aberta ao público, os números de inscritos surpreenderam. Afinal, foram registradas quase 500 inscrições no evento, entre as provas de marcha, Etapa Final da Prova Cobasi de Função de Maneabilidade e o Circuito Mangalargada.

Além disso, todos os amantes da raça puderam acompanhar tudo o que acontecia em Tatuí, em tempo real, através da transmissão feita pela internet. “A comunicação visual ficou muito bonito, agradou a todos que acompanharam pela transmissão, só recebemos elogios. Como resultado, certamente, nos tivemos uma audiência muito boa e significativa”.

Se não bastasse tudo isso, é possível ainda rever os vídeos dos julgamentos no canal da ABCCRM no YouTube. Para tanto, basta clicar aqui.

Evento registrou cerca de 500 inscrições – Foto: Divulgação/Fellipe Araújo.

Nível de animais em pista

Ainda de acordo com o presidente da ABCCRM, o nível dos animais em pista foi excelente. “O nível dos animais é uma maravilha. Realmente o Mangalarga precisa ser visto pelo público por conta da sua alta qualidade morfológica e de marcha. Não é falsa modéstia dizer que é o cavalo de marcha mais bonito do Brasil, que agrada a todos”.

Luis Ópice conta que durante a 42ª Expo Nacional a raça pode também resgatar a pelagem rosilha, que há muito tempo não era vista no maior evento do cavalo Mangalarga. “A raça não é a pelagem alazão, pampa, baio, amarilho, tordilho. Agora tivemos a volta da pelagem rosilha que estava a tanto tempo ausente em nossas exposições. Estamos ai tentando resgatar essa pelagem com alguns criadores”, ressalta.

Para 2021. a expectativa é para mais um grande evento. “Foi uma festa dentro de um controle rígido de presença de publico, mas que nos deixa com uma expectativa muito forte para o ano que vem. Quando a gente espera poder fazer uma exposição aberta ao público, com varias atrações. Como, por exemplo, exposição de carros antigos, provas de mula com premiação, gincana para as crianças, cavalgadas de 5 a 15 km todos os dias da exposição, jogos esportivos, festival de musica e do doce, etc”.

Estrutura do evento foi muito elogiada por todos – Foto: Divulgação/Fellipe Araújo

Mangalargada e Provas Funcionais

No Circuito Mangalargada, o grande campeão foi o cavaleiro Murilo Bussab. Antes de tudo, vale lembrar que a prova consiste em uma cavalgada de 20 quilômetros com algumas regras no meio do percurso.

Por exemplo, os participantes devem cumprir a velocidade indicada durante o caminho, que varia de 6, 9 ou 12 km/h. Além disso, a disputa dura cerca de 2 horas e pode participar qualquer pessoa com um animal registrado na raça Mangalarga.

Já os campeões da Etapa Final da Prova Cobasi de Função de Maneabilidade foram: no tempo ideal, Indiana RBV e Luis Opice, enquanto no cronometrado quem subiu no lugar mais alto do pódio foi Orizona Mangalarga e Rogério Viriato.

Raça já está na expectativa para a edição de 2021 do evento – Foto: Divulgação/Fellipe Araújo

Grandes Campeões da 42ª Exposição Nacional

Finalmente, mas não menos importantes, subiram ao palco os Grandes Campeões Macho e Fêmea da 42ª Expo Nacional Mangalarga.  Confira abaixo a relação:

Grande Campeã Nacional Égua: Ipanema do Morro Agudo (T.E.)
Criador: Fazenda Morro Agudo
Expositor: Haras Precioso

Grande Campeão Nacional Cavalo: Justiceiro ACF (T.E.)
Criador: Antonio Carlos Ferreira
Expositor: Haras Precioso

Grande Campeã Nacional Égua de Marcha: Gica Mangabaia (T.E.)
Criador: Paulo Pacheco Silveira
Expositor: Almiro Esteves Junior

Grande Campeão Nacional Cavalo de Marcha: Batistuta CASS (T.E.)
Criador: Cassiano Terra Simão
Expositor: Cassiano Terra Simão

Grande Campeã Nacional Égua Pampa: Ímola do PEC (T.E.)
Criador: Paulo Eduardo Corrêa da Costa
Expositor: Paulo Eduardo Corrêa da Costa

Grande Campeão Nacional Cavalo Pampa: Hisdano do PEC (T.E.)
Criador: Paulo Eduardo Corrêa da Costa
Expositor: Paulo Eduardo Corrêa da Costa

Grande Campeã Nacional de Marcha Égua Pampa: Hípica do PEC (T.E.)
Criador: Paulo Eduardo Corrêa da Costa
Expositor: Paulo Eduardo Corrêa da Costa

Grande Campeão Nacional de Marcha Cavalo Pampa: Noturno RBV (T.E.)
Criador: Luis Augusto de Camargo Opice
Expositor: Josué Eduardo Grespan

Para conferir todos os resultados das provas do evento, separadas por categoria, basta clicar aqui.

Por Natália de Oliveira
Colaboração: Pedro Rebouças
Crédito da foto em destaque: Divulgação/Fellipe Araújo.

Veja mais notícias do cavalo Mangalarga no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads