Geral

A história de um cavalo que quase foi vendido

Publicado

⠀em

Claudia Ono em sua coluna da semana comenta sobre como você precisa acreditar no seu cavalo. Alguns foram taxados de problema e sem solução

Claudia Ono em sua coluna da semana comenta sobre como você precisa acreditar no seu cavalo

Nesse texto você vai conhecer a história de um cavalo que quase foi vendido. Como tantos outros que foram taxados de problema e sem solução. Por isso, cuidado ao pensar dessa forma, porque não existe cavalo problemático que não possa ser reabilitado.

Foram quase dois anos tentando fazer uma boa prova. Na verdade há um ano e pouco eles deram uma boa passada e até pegaram um terceiro lugar. Mas foi só dessa vez. Os amigos treinadores diziam que ela deveria trocar logo, antes que desse  mais dor de cabeça.

Mas ela batia o pé e teimava que ele tinha jeito sim. Três CTs, muitas inscrições jogadas fora e muitos comentários negativos. Resultado: ela começou a pensar que estava errada e que talvez não tivesse jeito mesmo.

A primeira coisa que ela digitou foi: “Tenho um problema. Meu cavalo mergulha e passa reto no segundo tambor. Tem jeito para isso? Putz, sou teimosa ‘pra caramba’. Se não tiver jeito eu paro tudo e vou criar cabras”.

LEIA TAMBÉM

A menos que exista um problema de saúde, uma lesão ou impedimento físico, para tudo há solução

Nasceu assim? Não? Então, tem jeito, eu disse a ela. Senti uma ponta de dúvida na voz. Mas o NÃO ela já tinha. O que viesse a mais seria lucro. Pedi para ver um vídeo. Quando assisti vi que era simples demais mudar aquilo.

Pela conversa soube que investir na Mentoria seria um esforço financeiro muito grande para ela.

Então, resolvi que o Mentoring Day seria mais adequado e ela concordou. Isso rolou no meio de junho.

Com a análise e o passo a passo em mãos ela tocou os treinos sozinha. O problema era apenas a forma como ela puxava seu cavalo, colocando ele na oposição. Por isso ele passava, não virava o tambor.

Não havia mais nada além disso. Algo tão simples e o cavalo quase vai para os cobres.

Claudia Ono em sua coluna da semana comenta sobre como você precisa acreditar no seu cavalo. Alguns foram taxados de problema e sem solução

Evolução

Segunda passada recebi um vídeo de um ‘treinão’ que ela participou. Bingo! Acho que ganhei uma amiga.

A sensação de vitória e conquista que essa moça sentiu dentro da pista nunca mais irá largar dela. O poder de realizar e de preservar seu cavalo deu a ela uma confiança que mudou até a forma como fala de si mesma.

Não encare uma derrota. Duvide do impossível. Se não souber, aprenda. Se duvidarem, prove que pode.

É isso aí Pri! Para frente e para cima sempre!

Por Claudia Ono
Três Giros
Crédito das fotos: Reprodução/Facebook

Veja outras notícias no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads