Geral

Pais que são exemplos a serem seguidos no mundo do cavalo

Conheça a história de dois grandes homens que dedicaram as suas vidas aos filhos e aos animais

Publicado

⠀em

O Dia dos Pais é amanhã (14/08) e nós do Portal Cavalus não poderíamos deixar de prestar uma homenagem para esta figura tão importante no meio equestre: o pai. De sangue, consideração, adoção ou mesmo pelo carinho e dedicação que oferecem a todos, nossos esportes possuem muitos homens com essas características e que merecem uma grande homenagem.

Infelizmente, não cabem todos aqui, mas selecionamos alguns que podem representar a todos, homens que com muito carinho, amor, respeito e dedicação, inspiram seus filhos e outros jovens no esporte.

Entre os animais da raça Árabe, Acácio Franco é um nome que se destaca. Casado com Dona Ivone, pais de três filhas – Carol, Cleide e Cátia -, sempre foi um trabalhador incansável. Por grande parte da sua vida profissional, foi o braço direito e também o esquerdo da criadora Lenita Perroy, do Haras Meia Lua.

Quando Lenitta começou a se interessar pela criação de cavalos Árabes, em meados da década de 1970, ela virou assídua frequentadora do Haras Esperança e em muitas dessas visitas, ia acompanhada por Acácio, que sempre demonstrava por ela um comportamento fiel, observador, atencioso e respeitador.

Acácio estava à frente de todas as atividades do Haras Meia Lua e suas filhas, ainda adolescentes, auxiliavam o pai nos trabalhos. Filhas ajudando o pai na lida com os cavalos era novidade no país. Meninas trabalhando com cavalos era uma situação que só se via na Europa e nos Estados Unidos na época. Uma demonstração de visão, pioneirismo e boa educação que seus pais lhes proporcionaram.

Quando Lenitta faleceu, deixou como agradecimento uma boa quantia a Acácio. Na época, ele poderia ter se aposentado, mas cuidar dos cavalos Árabes é o que ele mais sabe fazer na vida, além da responsabilidade de carregar o legado que Lenitta deixou, com tantas histórias em conjunto, tantos aprendizados de ambos os lados.

Hoje, suas filhas estão bem encaminhadas na vida, aprenderam tudo o que se podia aprender com o exemplo do pai, incansável, sempre com um sorriso no rosto.

Pais no Mangalarga do Brasil

Quem atua com o Mangalarga do Brasil, com certeza conhece essa figura que é um verdadeiro paizão: Guilherme Cardeal de Oliveira, pai da pequena Isabela, de 9 anos, e de Lucas, de 8 anos.

Pai e filhos são apaixonados pela raça, Isabela inclusive recebeu uma homenagem da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) na última Exposição Nacional da entidade, por ter realizado uma apresentação junto aos profissionais.

“Minha relação com os meus filhos é ótima, acredito que os cavalos fazem parte desta relação de amor, carinho e amizade, pois meus filhos sempre tiveram contato com os cavalos. Os dois sempre moraram no haras e isso é um dos grandes motivos dessa proximidade”, afirma Oliveira.

Guilherme Cardeal de Oliveira é treinador e apaixonado por cavalos, e seu pai foi a sua grande influência. “O meu pai era administrador de uma fazenda em Minas Gerais e com isso sempre tive contato com os cavalos. Aos 9 anos, nos mudamos para Itu (SP), e com essa mudança acabei perdendo o contato com os cavalos, mas a paixão nunca acabou. Aos 13 anos, comecei a trabalhar no Haras Lua Nova, onde o proprietário era conhecido do meu pai. Desde então, estou até hoje trabalhando com Mangalarga”.

E a influência de pai para filho não parou por ai. Hoje, são os filhos de Oliveira que se inspiram no pai. “Esse contato com os cavalos aconteceu de uma forma natural, hoje os meus filhos são completamente apaixonados pelo cavalo”, afirma.

Ainda segundo o treinador, ser pai é tudo na vida de um homem. “Para mim, a paternidade é tudo na minha vida. O que faço, conquisto, ou projeto em fazer é pensando nos meus filhos. Eles são o combustível para eu ir além”, finaliza.

São histórias inspiradoras, de pais que fazem de tudo por seus filhos, mas ainda temos muitas para contar. Continue acompanhando aqui histórias de amor entre pais, filhos e cavalos.

Por Camila Pedroso. Redação Cavalus

Fotos: Arquivo pessoal

Mais notícias no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads