Rodeio

José Marcos é o grande campeão do Rodeio de Rio Verde

O mineiro, que é estreante, venceu em quatro lives seguidas e sagrou-se campeão no Rodeio de Rio Verde

Publicado

⠀em

José Marcos é o grande campeão do Rodeio de Rio Verde

Considerado um dos melhores rodeios em touros do Brasil, Rio Verde realizou pela segunda vez, sua edição através de LIVE solidária, com transmissão pela internet nos dias 20 e 21 de agosto. E nesta edição, o show ficou por conta do estreante mineiro José Marcos.

Bem como, os touros também roubaram a cena. Foram 62 montarias, e apenas 14 paradas, competidores que atingiram os oito segundos.

Rodeio Rio Verde

Destaque para a final onde os touros, derrubaram os dez finalistas, algo atípico, já que a LIVE reunia os melhores nomes de montaria do Brasil.

Resultado de uma seleção apurada de treze boiadas selecionadas pelo diretor de rodeio Lauro Dias. Então, a melhor boiada do evento foi a Cia Big Boi, que participou do rodeio de Rio Verde pela primeira vez, vencendo com a média de 45,50 pontos.

Na disputa do melhor touro, empate entre “Tassa” da Cia André/Serginho de Mogi e “Fascinante” da Cia Big Boi. Esta é a segunda vitória de Fascinante em Rio Verde, ele foi campeão em 2018, quando pertencia a Cia 2M. Ambos animais obtiveram 46,50 pontos de nota.

O grande campeão do Rodeio de Rio Verde, foi o estreante José Marcos, de Uberaba (MG). Ele venceu o primeiro round empatado com 90,50 pontos montando o touro “Van Dame” da Cia Paulo Ricardo e na semifinal, marcou a terceira melhor nota do round com 89,00 pontos montando o touro “Major” da Cia Marcelo Castro, entrando na final em primeiro lugar de nota/somatória, onde caiu do touro “Tripolar” da Cia Big Boi, porém, quando montou já era o campeão já que, os demais concorrentes também não conseguiram oito segundos.

“Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo, é muita emoção, eu já estava me sentindo um rei, só por ganhar a oportunidade de montar neste evento, no meio desses competidores, ganhar então, estou muito feliz, não consigo dimensionar a felicidade”, explica José Marcos.

José Marcos

De família simples, da roça, José Marcos começou a gostar de montarias um pouco tarde aos dezenove anos.

“Estou com oito anos de rodeio, porém, metade desse tempo, fiquei só treinando, agora que as coisas foram dando mais certo. Tive uma oportunidade boa, quando morei em Bambuí (MG) na Cia Dallas, comecei a ir no rodeio, meu primeiro rodeio, foi amador, em Itapagipe (MG), porém, fui sempre montando mais aqui na minha região”, comenta.

José Marcos conta ainda que durante muito tempo trabalhou na roça, deixando de lado a montaria, para seguir o conselho dos pais, que era estudar, ficando um bom tempo apenas treinando. “Eu mudei de cidade e um dia descobrimos que havia um dono de boiada perto de onde a gente trabalhava, e fomos lá treinar sem equipamento, mas não desistimos”.

Por fim, José Marcos lembra que começou a montar em uma LIVE com a ACR – Associação dos Campeões de Rodeio, onde após vencer, foi convidado para outras duas LIVES que também foi campeão. “Me deram a oportunidade para Rio Verde que era um sonho particular e vencei também. Tive a oportunidade e estava preparado para ele, me sagrei campeão, me senti bem, montar bem sem pressão e isso foi muito importante”, finaliza.

Colaboração: Eugênio José
Crédito imagem: Divulgação/Jak Rodrigues

Veja mais notícia da modalidade Rodeio no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads