Team Roping

Elite Team Roping tem na conta a distribuição de mais de R$ 580 mil em prêmios

Serão, ao todo, 26 etapas em 2019 realizadas em todo Brasil com um alto nível competitivo

O começo do segundo semestre foi intenso para os profissionais da Elite Team Roping com a realização de 14 etapas, contabilizando 26 desde o inicio da temporada. Os organizadores revelam que já foram distribuídos mais de R$ 580 mil em premiação.

As provas mais recentes que receberam a ETR: CPLD, em Londrina/PR, Haras São João, em Monte Aprazível/SP, Rancho WS, em Pereiras/SP, Revolution, no Rancho Quarto de Milha, em Presidente Prudente/SP, Cactus Ropers, em Trindade/GO, Team Roping São Pedro, em Monte Alegre/MG. A média é de 25 duplas por prova.

O ranking mostra uma diferença é grande entre os líderes, com relação aos segundos colocados. No Laço Cabeça, Lucas Santos (foto) está em primeiro com a soma de R$ 71.190,00. Sua vantagem para o segundo colocado é de R$ 30 mil. “É muito bom ser líder da ETR e ainda mais esse ano que fui campeão Laço Técnico e Cronômetro na ABQM”.

Ele está liderando com mais de R$ 30 mil à frente do segundo colocado. “Um campeonato que só tem os melhores do Brasil. É o sonho de muitos profissionais ser líder e campeão da ETR”, declara Lucas, reforçando que agora precisa seguir firme e manter a posição. “Se for campeão, estarei coroando um ano incrível na minha carreira. Só tenho agradecer minha família, Rancho 2K, todos os meus patrocinadores, que me deram um suporte muito grande. Gratidão!”.

Adriano Rodrigues

No Laço Pé quem lidera é Adriano Rodrigues, com R$ 81.960,00. Ele tem a mesma folga que Lukinha, em relação ao laçador do segundo lugar. “Para mim é muito gratificante estar liderando um grande campeonato como a ETR, disputadíssimo, que é a vitrine do esporte. Agradeço a Deus, minha família, meus amigos e os meus patrocinadores”.

A novidade para essa temporada da ETR é a Final Top 15. Apenas os 15 melhores classificados de Cabeça e Pé podem participar e concorrer à premiação de R$ 50 mil. O campeão de Cabeça e o campeão de Pé levarão para casa R$ 20 mil cada um. E essa soma vale para pontuar no ranking e serão oficializados como os melhores da temporada.

O formato da prova será de uma inscrição fixa e três no sorteio, com média de cinco bois. Os classificados deveram confirmar sua participação pagando o valor da inscrição de R$ 1000. “Criamos esse formato para dar mais incentivo aos competidores irem as etapas até a final e o ranking ficar mais competitivo”, explica Juliana Balbo.

A Final Top 15 não tira a ETR Premium, que continuará a ser disputada na Mega Final CPLD, só que como etapa bônus. “Estamos ansiosos para essa Top 15”. A Top 15 ETR acontece dia 19 de outubro. Não está marcada mais nenhuma outra etapa classificatória. A prova acontece no Haras Two Brothers, em Umuarama/PR. Para mais informações acompanhe as redes sociais @etr_oficial ou com direto com Juliana Balbo (17) 99200-1583.

O novo campeonato da ETR já começa no próximo dia 25 de outubro, no CVLD. Em tempo, a Mega Final CPLD está marcada para 22 e 24 de novembro no Parque de Exposições em Londrina/PR, com a participação dos melhores laçadores do Brasil. O campeonato fechará a temporada 2019 com a distribuição de quase R$ 1 milhão. Só na Mega, serão R$ 400 mil. Acesse:@cpldbrasil.

Por Verônica Formigoni
Fotos: Rodolfo Lesse

X