Dicas do Nitta

Quartistas precisam se atentar ao registro genealógico dos potros

Prazo é de 180 dias após o nascimento. Janeiro aumenta procura devido ao ano hípico dos cavalos

Publicado

⠀em

Quartistas precisam se atentar ao registro genealógico dos potros

Durante o mês de janeiro, os criadores de cavalos da raça Quarto de Milha que conseguiram produzir potros no mês de julho/2022 possuem um compromisso importante: o registro genealógico dos potros junto à Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM).

O prazo para a realização do registro, sem multa, é de 180 dias, a contar da data de nascimento do animal, e no mês de janeiro é observado este aumento pela procura devido ao ano hípico dos cavalos, segundo explica o médico veterinário e inspetor técnico da ABQM, Thiago Nitta.

Prazo é de 180 dias após o nascimento. Janeiro aumenta procura devido ao ano hípico dos potros
Registro deve ser realizado até 180 dias após o nascimento

“O ano hípico da raça Quarto de Milha começa em 01 de julho e vai até 30 de junho do próximo ano. Por isso, potros denominados ‘bem nascidos’ são aqueles que nasceram o mais próximo possível do mês de julho. Isso ocorre porque os animais que nascerem, por exemplo, agora em janeiro, vão competir com os potros do ano passado” explica.

Registro genealógico de potros

Registro genealógico é um comprovante da genealogia do animal junto ao Stud Book das associações de raça, um cartório ligado ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). No Stud Book constam as informações de todos os animais registrados na raça, com seu histórico familiar, e todas as informações descritas são fiscalizadas pelo órgão.

Lembrando que o registro pode ser feito posteriormente, mas a cada semestre que se passa aumenta a multa. Se o animal já nasceu e tem um ano, ele pagará duas multas.

Por Thiago Nitta . Médico veterinário e inspetor técnico da ABQM

Fotos: Pexels

Leia mais dicas do Nitta aqui.

WordPress Ads
WordPress Ads